One Piece RPG
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Hisoka Kurayami
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Emptypor GM.Noskire Hoje à(s) 21:48

» Kizumonogatari
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Emptypor yaTTo Hoje à(s) 21:29

» Vincent Kjellberg
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Emptypor GM.Noskire Hoje à(s) 21:28

» [MINI-*fxgabriell*] *Em busca de justiça*
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Emptypor fxgabriell Hoje à(s) 21:14

» Apresentação 4 ~ Falência Articulada
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Emptypor GM.Furry Hoje à(s) 20:36

» Supernova
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Emptypor Shroud Hoje à(s) 18:48

» Do ferro ao aço
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Emptypor Vincent Hoje à(s) 18:03

» 1º Cap: O começo de uma grande aventura
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Emptypor Muffatu Hoje à(s) 17:53

» Cap. 2 - The Enemy Within
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Emptypor King Hoje à(s) 17:39

» As mil espadas - As mil aranhas
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Emptypor jonyorlando Hoje à(s) 17:06

» Unidos por um propósito menor
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Emptypor Oni Hoje à(s) 16:49

» [MINI-Ballu] Um momento desesperador
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Emptypor Shroud Hoje à(s) 15:16

» Green Alert! O imortal Renasce! Ressurreição dos Skull Moneys(Parte.1)
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Emptypor Noah Hoje à(s) 15:14

» [MEP - Haqim]
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Emptypor Haqim Hoje à(s) 14:36

» [Mini-Radamanto] One Piece - MEP
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Emptypor Radamanto Hoje à(s) 14:28

» [Mini-Radamanto] One Piece
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Emptypor Radamanto Hoje à(s) 14:19

» [Mini-Haqim] Maelstrom
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Emptypor Shroud Hoje à(s) 14:07

» Enuma Elish
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Emptypor GM.Furry Hoje à(s) 14:04

» III ~ Uma Loira na Ilha das Aranhas?
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Emptypor Noelle Hoje à(s) 14:03

» [LB] O Florescer de Utopia III
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Emptypor GM.Midnight Hoje à(s) 13:25



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4 ... 15 ... 27  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 53
Warn : Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.   Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 EmptyQui 24 Mar 2016, 19:39

Relembrando a primeira mensagem :

Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.

Aqui ocorrerá a aventura do(a) pirata Kaiyuki ``Metatron´´ Ashuura. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Suchiro
Pirata
Pirata


Data de inscrição : 12/02/2013

Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.   Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 EmptyDom 24 Abr 2016, 06:08

Arena!



Como não podia usar meu nome, eu colocaria ``Dio Brando´´, me parece um bom nome falso. Já que não poderia usar minhas próprias armas, seria melhor deixá-las ali, agora eu tinha um arsenal a minha frente para escolher, mas não era como se eu precisasse de muita coisa, só tinha que escolher o adequado a situação. Na arena, eu olharia para ela e falaria baixo para nenhum outro competidor nos ouvir. - Eu coloquei o nome Dio Brando, agora esse é meu nome. Qual nome você colocou? - Eu memorizaria o novo nome dela. E iria em direção aos caixotes.

Eu precisava de uma escopeta, assim como a que usava antes, de preferência uma automática e a menor possível também, algo com cano cerrado, eu pegaria balas extras, eu precisava de balas de pólvora, não sabia quanto tempo iam durar minhas balas de Glicerina.Depois de ter a arma em mãos, eu carregaria, e deixaria guardada na minha cintura. Eu deixaria guardado balas normais de escopeta para depois usar, eu aproveitaria para checar quantas balas de glicerina eu ainda tinha. Isso era mais para defesa, agora eu precisava de algo para ataque, e algo pesado, algo grande, eu olharia nos caixotes a procura da maior metralhadora possível, eu carregaria, e colocaria as cargas extras formando um ``Xis´´ no peito, e também uma bandoleira que prenderia na arma. Eu seguraria a arma com ambas mãos, com uma ao lado e a outra a segurando por baixo e colocaria a bandoleira ao redor do meu pescoço. E por ultimo umas granadas de fumaça normal, graças a isso eu poderia enxergar, mas eles não. - Agora estou pronto e você? Estou confiando em você para cuidar de minhas costas.- Daria um sorriso confiante para Dandara.

Eu olharia ao redor, tinha que fazer uma visualização dos inimigos fortes e dos fracos, dando uma olhada nós que eram mais fortes, e também os que evitaria de atacar primeiro, talvez se eles sobrevivessem ate o final ate seria melhor para enfrentar a besta junto a mim. Essa fase era para matar os fracos, e como todos sabiam disso, era obvio que qualquer homem inteligente focara os fracos primeiro. - Vamos matar a escoria primeiro, mas não faça muito esforço, se tivermos que enfrentar os fortes depois é melhor estarmos bem descansados. E tome cuidado com a minha granada de fumaça, quando eu lançar você recua e tome conta de qualquer um que vier do outro lado. - Eu falaria serio, estávamos em situação de batalha real, todos tinham a mesma chance e vantagem nessa situação. Eu estaria perto da parede, a metros suficientes para não ter ninguém atrás de mim.

Eu olharia atento e impassível a apresentação do rei, eu tinha que me manter calmo, mesmo que aquela fosse uma chance de matar o rei facilmente, eu não poderia me entregar se não morreria e não adiantaria nada, afinal bastava colocar o filho dele no lugar. Agora que paro para pensar, engravidar uma possível filha do rei...isso seria uma jogada de mestre. Cara, eu to precisando transar. Eu já estaria olhando de canto de olho para meus primeiros alvos. Esperando a contagem regressiva. Minha arma, já estaria destravada e engatilhada, com meu dedo do lado do gatilho.

Quando a contagem regressiva acabasse, eu giraria meu corpo, puxando a arma junto comigo, erguida pelos meus braços e apontada na direção de meus adversários mais fracos e descarregando na altura de seus troncos, atirando sem olhar a quem. Eu teria foco nos idiotas que fossem fracos o suficiente para formar grupos de mais de três pessoas, ficando perto assim isso só tirava suas rotas de fuga, deixando sem saídas. Eu andaria sempre, me movendo por trás dos inimigos, eu atacaria os grupos, deixando os que lutassem um a um em paz, quem vencesse iria estar cansado para o próximo nível.

Assim que alguns inimigos começassem a vir em minha direção, eu iria pegar uma granada com uma das mãos e puxar com os dentes o pino da granada e deixar a granada de fumaça apenas cair a alguns metro de mim, hora de mudar o ambiente da batalha. E começaria a usar a visão noturna para enxergar algo em meio a fumaça muito melhor que o resto deles. Eu viraria a bandoleira, e colocaria a metralhadora nas costas, e sacaria e engatilharia a escopeta. Então eu iria contra os inimigos dentro da fumaça,andando calmamente, apontando minha escopeta na cabeça deles e disparando contra cada um e então correndo de perto para não ter foco, mas sem sair da fumaça. Dando foco aos que tentassem correr para fora da fumaça, eu os deixaria fugir, mas receberiam tiros nas pernas ou bunda logo depois de sair da fumaça.

Para inimigos vindo em minha direção com armas de corte (Machados, espadas, adagas e etc), eu esperaria eles se aproximarem, focando nos seus movimentos corporais, quando ele fosse tomar impulso para o golpe, eu recuaria para o lado oposto para o golpe passar direito, e então daria um pulo para trás, e enquanto saltaria sacaria a escopeta e dispararia contra a cabeça dele, com um tiro a queima roupa ainda.

Eu tinha reforço ainda, se viessem inimigos por trás com armas cortantes, e Dandara estivesse próxima, eu deixaria para ela me proteger pelas costas. - Dandara! - Apenas um aviso rápido para pedir por sua proteção. Já se ela não estivesse perto, eu saltaria no chão a frente,sacando a escopeta e deixando ela contra meu corpo tendo total apoio e contra peso da minha outra arma, eu já cairia virado de barriga para cima, e dispararia no estomago do inimigo de baixo para cima. Depois eu daria um impulso para frente com as pernas para levantar.

Para armas de impacto (Martelos, botas, manoplas, sais e etc), eu tinha outro que agir de outra forma, com esse tipo de arma eles tem que colocar muito mais peso e força, em vez de velocidade para aumentar o dano. Quando eles levantassem/subissem o braço para mim, em vez de ir para trás, eu me moveria para o lado, saindo a área de ataque, e fazendo o mesmo movimento para puxar a escopeta e em vez do tórax/abdômen, eu miraria nas costas que ficariam mais expostas nessa situação.
Já atiradores, de diversos tipos, eu não tinha muita escolha, eu iria basicamente corre, correr para de trás de outros que estavam lutando, deixando ele me seguir com seus tiros, e esperar ele acertar outra pessoa, então usar essa pessoa de proteção e apoio para minha metralhadora pesada no ombro do que havia sido alvejado e apontaria contra o inimigo, enquanto vou movendo o cadáver para não ser atingido.

Historico do Katsui:
 

Objetivos::
 

OFF:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Senshi
Civil
Civil
avatar

Créditos : Zero
Warn : Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 4010
Data de inscrição : 22/03/2016

Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.   Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 EmptySeg 25 Abr 2016, 23:22

--Eu coloquei Maki, simples e fácil de lembrar.

Enquanto Kaiyuki se armava ele ouviu um 'crack' vindo de um caixote ao seu lado, depois viu Dandara saindo desse caixote com o que parecia ser a ponta de um tridente ou algo parecido, parece que ela teve que quebrar algo para fazer-lo ficar do seu tamanho. Em seguida voltava para o ombro do colega com uma cara meio dessatisfeita enquanto examinava a arma improvisada. Seguiram-se os dois piratas para o meio da multidão onde Ashuura declarava suas intenções para todos que podiam ouvir enquanto examinava os possíveis oponentes fortes. Com a grande quantidade de indivíduos o felino rosa infelizmente não foi capaz de determinar os fortes dos fracos apenas com um olhar, o único competidor que lhe chamou a atenção foi um meio-gigante de uns 9m que o assistia do outro lado da arena, um sujeito cheio de cicatrizes e musculoso. Outra coisa que notou foi que a maioria dos participantes que prestaram atenção no gato respondeu com um olhar estranho ou uma risadinha. Dandara também se pos a rir, entretanto com um pouco de maldade.

Ashuura não teve tempo para perguntar o que era tão engraçado, pois logo o rei pareceu em uma varanda, acompanhado de um homem em armadura completa, podia ver que ambos pareciam ser homens de idade, mas ambos tinham uma aura de autoridade. Entretanto enquanto o rei transmitia ela de forma amigável e simpática, o homem ao seu lado tinha uma certa severidade.

--Aquele deve ser Kallif--Sussurrou Dandara--Tenho certeza que aquela é a armadura que dão a todos da guarda real.

--Ahh, testando, testando, arrhaa! Bem vindos, bravos competidores! Vocês todos se reuniram aqui hoje por que acreditam serem capazes de defender o belo reino de Lvneel! Não apenas com seus corpos, mas com seus ideias, suas almas! Infelizmente Lvneel não pode aceitar qualquer um como seus melhores defensores, não, nosso reino é bem severo em sua seleção!--O rei dava um pequena risadinha, o resto da arena, incluindo alguns participantes, se juntaram ao jesto.--Aham, porém mesmo os mais severos entre nós acreditam que até mesmo os mais fracos entre vocês tem um lugar no nosso reino. Por esse motivo todas armas que foram fornecidas estão cegas ou são feitas de material que provavelmente não vai matar ninguém. Sabemos que mesmo com essas precauções uma ou outra "circunstancia" acaba acontecendo, então não tenham medo e lutem como quiserem! Lvneel ira julgar-los!

E com o som de trombetas, todos os participantes sacaram suas armas e começaram a luta. Como Kaiyuki imaginava, havia pessoas que se juntaram em grupos, ele e Dandara não pareciam ser os únicos com pactos pre-estabelecidos. Com a anã no seu ombro o gato mira na direção do grande grupos que acha e deixa a bala rolar solta em cima deles. Muito são atingidos, alguns poucos consegue desviar se jogando no chão. O rei parecia não ter mentido, as balas que atingiam os participantes não perfuravam a pele, mas deixavam todos gemendo no chão, provavelmente eram de borracha. Logo o Anjo do Apocalipse via alguns sobreviventes dos grupos que atingira, assim como outros participantes, correndo em sua direção. Estava pensando em usar um granada de fumaça para se esconder enquanto atacava, mas acabou não sendo preciso. Assim que um dos desafiantes chegava a uma certa distancia Dandara saltava de seu ombro e caia encima dele como uma bala, rapidamente acertando os infelizes na nuca ou na cabeça e fazendo eles desmaiarem ou caírem ao chão. Com Dandara continuando o processo de manter os combatentes corpo-a-corpo longe, o atirador pode se concentrar em usar suas habilidades como melhor lhe serviam. Quando a munição de sua metralhadora estava quase acabando e o numero de participantes estava diminuindo, Kaiyuki percebeu uma sombra pairando sobre ele. Do seu flanco veio o ataque de uma clava de madeira.

O mink reagiu se esquivando do golpe e logo pulando para longe do atacante. Quando notou seu oponente viu uma massa de carne de 9m com um sorriso de ponta a ponta, parecia que o meio-gigante tinha prestado atenção do mink. Sem pensar duas vezes Kaiyuki chama por sua parceira enquanto troca de arma para a escopeta. Dandara nota a situação e parte para cima do gigante. o meio-gigante volta a fazer um novo ataque vertical com sua clava, tentando esmagar Kaiyuki, mas o agil felino salta no chão a sua frente, bem embaixo do seu oponente, ele prepara, posiciona, mira e atira com sua escopeta bem no estomago do participante.

--Guh! AHHHHHHHHUUAAAAAHAH!

Foi um tiro certeiro, mas o que realmente provocou o grande grito do bárbaro foi Dandara, a anã escalou o gigante enquanto esse se concentrava em Ashuura e penetrou seu olho direito com sua arma improvisada. Logo o titã recuou, meio tonto, e ao mesmo tempo que levava uma mão ao rosto para se livrar da anãzinha ele levantava a clava mais uma vez, fixando seu olho bom no felino cor de rosa a sua frente.

Rei:
 

Kallif ?:
 

Meio gigante:
 

Histórico do Suchiro:
 

____________________________________________________

Narração e Pensamento/--Fala

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]                          [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Suchiro
Pirata
Pirata
Suchiro

Créditos : 6
Warn : Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 12/02/2013
Idade : 21

Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.   Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 EmptyTer 26 Abr 2016, 21:32

Quanto maior o tamanho, maior a queda!



Aquilo realmente foi broxante, aquilo apenas iria feri-los, sem morte torna tudo sem graça. Aquele inimigo era forte, hora de jogar sujo. Eu iria aproveitar o local que já estava, e dispararia entre suas pernas, se um ferimento no olho o fazia gritar daquela forma, imagina um tiro entre as pernas, iria mirar diretamente no saco, e atiraria de novo e de novo esperando sua reação.

Dandara havia me dado uma vantagem perfeita, sem um de seus olhos ele tinha parte da sua visão obstruída, e também já era difícil ele me acertar, gigantes são fortes, mas são tão lerdos. Quando ele me atacasse, bastava eu rolar para o lado direito quando ele me atacasse, iria aproveitar sua falta de visão e o tempo entre seus ataques, indo para trás de seu joelho e disparando a queima roupa no seu joelho, se aquilo não o fizesse cair, pelo menos o faria se ajoelhar ou quase isso.

Ainda não havia tempo para parar, eu tinha que parar a besta, mesmo que matá-la estivesse fora de situação por conta das balas, mas tira-la de combate era o principal. Eu correria em direção a sua outra perna, deslizando pelo chão para parar ao chegar nela, durante a corrida eu tiraria uma das granadas de fumaça e jogaria no chão. Eu faria o mesmo, mirando no joelho, e atirando ate o gigante esboçar alguma reação. Se ele não podia me ver direito antes, agora não teria a menor chance de me acertar.

Começaria a carregar a arma enquanto voltaria de novo ao meio das pernas da criatura, e apontando de novo a arma de volta entre suas pernas, e disparando. Se a criatura começasse a cair em algum ponto, eu sairia em disparada para não ser atingido pelo caindo da besta, saltando e me abaixando logo que seu corpo se encontrasse ao chão, afinal aquilo iria gerar um grande atrito e de poeira e pedras voando ao cair. Quando me levantasse, eu visse que o gigante havia sido derrotado, estava satisfeito, ele poderia ser bom para vencer o a besta da terceira rodada, mas se fosse enfrentar ele durante o golpe de estado seria um problema e uma perda de tempo inacreditável, principalmente se ele estivesse usando uma armadura. Só espero que me dêem balas de verdade para enfrentar a besta, enfrentar algum tipo de monstro com balas desse tipo seria muito perigoso, senão loucura. Eu correria para cima do corpo caído do gigante, se ele já estivesse caído e fora de combate. - Mais alguém? - Gritaria para todos que ainda estivessem na arena.

Quando aquela criatura tentasse me acertar com sua arma, eu daria um salto para a direita com rolamento, usando de seu campo de visão obstruído. Se ele tentasse atacar tudo ao seu redor com um ataque giratório, eu correria e deslizaria por cima ou se não por baixo da arma e iria para entre suas pernas para escapar. Também aquele idiota tentar me esmagar, se ele erguesse seu pé para me atingir, eu rapidamente tiraria o pino da granada e deixaria ela onde eu estava e saltaria com tudo para longe, mesmo sendo uma granada de fumaça, talvez ainda fizesse algo ao comprimir tanta matéria debaixo da perna do gigante.

Também havia outros inimigos, mas ninguém iria a curta distancia contra mim, perto daquele animal seria uma burrice, mas atiradores poderiam me ferrar, então se eu avistasse alguém tentando me alvejar, eu iria usar o gigante, ficaria de trás de sua perna, mas afastado da mesma, apenas para na trajetória do atirador ele atingir ela e não a mim.

Se depois de subir no gigante alguém viesse contra mim, eu atiraria com a escopeta na cara dessa pessoa, isso vale para qualquer um, exceto Dandara que levantasse uma arma em minha direção. E se alguém tentasse me atingir enquanto atacava outro, iria me esconder atrás da cabeça do gigante, usando de escudo humano.

Historico do Katsui:
 

Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

narração:
fala
Narração
Voltar ao Topo Ir em baixo
Senshi
Civil
Civil
avatar

Créditos : Zero
Warn : Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 4010
Data de inscrição : 22/03/2016

Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.   Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 EmptyQua 27 Abr 2016, 21:49

O gigante ataca com sua clava, mas Kaiyuki é mais rápido e pula para o lado que seu oponente tinha sido recentemente cegado. Evitando o campo de visão do participante por tempo o suficiente o mink mira em uma parte ligeiramente delicada e dispara com a escopeta. Logo em seguida a plateia e os participantes gritam "AUUU!", alguns dos homens presentes até checam suas joias para ter certeza que o dano psicológico de assistir ao ataque baixo do gato não tinha danificado eles em um nível biológico. O meio-gigante, por sua vez, tremeu de cabo a rabo e ficou paralisado ao sentir as balas entrarem em contato com seu bau do tesouro.

Aproveitando a breve paralisia do oponente Ashuura corria em direção a suas pernas para terminar o serviço, enquanto Dandara saia de cima do gigante, deixando sua arma alojada no olho perfurado. Ao chegar nas pernas do oponente o gato jogou sua granada de fumaça criando um pequeno campo de fumaça, seu oponente se recuperava de seu estado de paralisia e ao notar a situação em que estava começou a atacar as cegas tudo em sua volta com um ataque giratório. Ao ver o pedaço de pau gigante vindo em sua direção o felino agilmente rolou por baixo do ataque e em seguida se posicionou embaixo das pernas do meio-gigante, apontou sua arma e...

--UNNNNN! UHH-ahh~

Pode ver os olhos do oponente rolarem para trás e perceber seu corpo caindo para frente. Sem esperar aquelas toneladas de músculos caírem sobre seu belo rosto, Ashuura saiu do caminho da queda e com um forte estrondo o meio-gigante caiu no chão, dispersando o resto da fumaça criada pela granada. Ao notar o meio-gigante no chão e o mink ainda em pé a audiência gritou em surpresa "OHHHH!" todos pareciam estar impressionados com o gato, até alguns dos participantes restantes. Aproveitando o momento o felino gigante correu e subiu no corpo do adversário inconsciente, ficando orgulhosamente em pé sobre suas costa e gritando para o resto da arena que o ouvia.

--Mais alguém?

Um momento de silencio se fez depois do enunciado, cerca de cinquenta participantes ainda estavam na arena. Eles se trocaram olhares e aos poucos todos focaram em Kaiyuki. Dandara voltara a seu lado, agora estava do lado de seu pé com um olhar preocupado.

--Estou com um mal pressentimento...

Enquanto Dandara sussurrava isso seu temor se tornava realidade, com um grito de um dos participantes e uma simples investida um efeito manada se desencadeou, quase todos os participantes foram em direção ao mink com suas armas levantadas e apontadas. Similarmente a formação dos marines que tinha lutado até pouco, aqueles com armas de curta distancia estavam na frente investindo contra o mink, provavelmente visando subir no gigante caído e sobrepujar o felino com números, outros com arcos e rifles se agachavam ou posicionavam-se para acerta-lo de longe.

--Alguma ideia brilhante?

Perguntou Dandara, levemente sarcástica. Kaiyuki estava encima do meio-gigante, cerca de 2m de altura do solo, com inimigos se aproximando e mirando nele!

Histórico do Suchiro:
 

____________________________________________________

Narração e Pensamento/--Fala

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]                          [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Suchiro
Pirata
Pirata
Suchiro

Créditos : 6
Warn : Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 12/02/2013
Idade : 21

Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.   Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 EmptyQui 28 Abr 2016, 16:10

Its My Life.




Sem chance, dessa vez estávamos em enorme desvantagem, não tinha como vencer todos eles só com nós dois, não naquela formação, sem equipamentos e armas boas o suficiente, uma luta direta iria acabar conosco. Uma idéia me ocorria, sabia que era algo maluquice, mas pelo menos poderíamos ter uma chance maior. - Eu tenho uma ideia, mas apenas ira tirar o foco deles. - seguraria todas minhas granadas de fumaça, e puxaria todos seus pinos e jogaria por todo lado, minha cartada final.

Logo depois eu tiraria a metralhadora do me corpo, e tiraria uma das balas de escopeta que estava usando para lutar, colocaria a arma e puxaria o apoio da arma e deixaria a metralhadora pesada encima da cabeça do gigante, rasgaria a bandoleira e deixaria só uma ponta presa na arma, e prenderia a bala de escopeta no gatilho para a arma atirar de forma automática. - Hora de se esconder, e deixar eles se matarem na fumaça. - Me deixaria deslizar e me esconderia no pescoço do gigante, abaixado e com apenas minha cauda de 1,5 metros para mover a bandoleira rasgada, mexendo ele para direita e esquerda, sem puxar, apenas para mover a mira da direita para esquerda para atingir aqueles que viessem para cima.

Eu me recuaria com minhas costas contra o corpo do gigante, segurando minha escopeta apontada para frente, e pronta para atirar em qualquer idiota que viesse diretamente contra mim, e eu o faria sem pensar duas vezes. - Me faça um favor, olhe se alguém não vem por cima, e me ajude pegando dessas balas inofensivas nós meus bolsos. - Falaria sem nem olhar para Dandara. Sempre eu recarregaria entre os intervalos que os inimigos aparecessem. Quantos ainda teriam que ser derrotados para ir para próxima fase? Tem que sobrar pelo menos 10 para ultima fase, então 30 para próxima? 2/5 deles tem que perder então.

Ao ver tiros vindo em minha direção, eu me jogaria ao chão, apontando e atirando para o angulo de onde os tiros vieram, não poderia segurar a bandoleira ou minha cauda poderia ser atingida, na verdade de qualquer forma eu poderia ser atingido, mas eu não daria esse mole. - Dandara, segure a bandoleira um pouco, e cuidado com os tiros. - Falaria no momento que soltasse a cauda da bandoleira. Eu poderia ser atingido pelo meu tamanho,e também todos me focavam, era mais facil para ela fazer isso nesse momento.

Se tivessem inimigos na parte de cima, puxaria minha cauda bastante para que a arma virasse 180° e atingir a eles, e também iria fazer um movimento evasivo, indo para frente, para sair do campo de ataque de quem estivesse encima do gigante. Eu estava em uma pequena área de ataque, ataques vindo pela frente seriam mais fáceis, como estava entre o ombro e mandíbula do gigante, ataques horizontais seriam facilmente evadido, eu saltaria sobre os braços do adversário e apontaria minha arma para sua cara e dispararia, mesmo de borracha um tiro daqueles o botaria no chão em um instante, e ele provavelmente também ficaria cego depois disso.

Ataques verticais, eram bem mais difíceis, os vindo de cima para baixo, eu correria para frente, com o corpo para frente, e passaria por baixo de seus braços e daria um tiro em seu quadril, para tirar seu equilíbrio. Já ataques debaixo para cima eram complicados, mas também deixavam a guarda aberta, então eu forçaria meu corpo contra o pescoço, tentando prover a maior diferença de espaço possível, e dispararia, assim mesmo se por acaso fosse atingido o golpe seria totalmente superficial, e nada perigoso, ate porque as armas já não era para matar, e sim para tirar de combate.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

narração:
fala
Narração
Voltar ao Topo Ir em baixo
Senshi
Civil
Civil
avatar

Créditos : Zero
Warn : Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 4010
Data de inscrição : 22/03/2016

Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.   Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 EmptyQui 28 Abr 2016, 21:56

Num ato de desespero ao perceber que tinha provocado a arena inteira, Ashuura usa todas as granadas tinha pegado de uma vez para criar uma grande área cheia de fumaça, assim que usa suas granadas pode ouvir os disparos dos atiradores, graças a fumaça a grande maioria acabou errando o mink, mas um tiro acertou ele bem no meio do estomago, fazendo ele se flexionar com a tremenda dor. Agora sabia como suas vitimas se sentiam ao serem acertadas com aquelas balas e não era nada prazeroso, mas ainda é melhor que morrer. Seguindo com seu plano o gato cor de rosa prossegue para criar uma especie de trincheira improvisada para tentar afastar os combatentes corpo-a-corpo. Assim que terminou de instalar a metralhadora pode ouvir outra saraivada de tiros, novamente a grande maioria errou, mas Kaiyuki sentiu algo quente e cortante passar rapidamente atras do seu pescoço. Um dos tiros tinha chegado bem perto de atingir o felino bem no meio das têmporas.

Percebendo que seria mais fácil para ele ser acertado naquela posição ele disse a Dandara para cuidar da metralhadora, a pirata confirmou que ficaria para lutar encima do gigante, mas observou que a metralhadora não tinha muitas balas sobrando. Com o aviso da parceira Kaiyuki se jogou no chão para evitar os tiros, saltando do gigante e aterrizando em segurança, mas ainda com muita dor do primeiro tiro que o acertou. Assim que chegou ao chão pode ouvir o som da metralhadora disparando e também ver algumas sombras na nuvem de fumaça que começava a se dissipar. Alguns dos oponentes estavam rodeando o gigante para atacar a dupla por todos os lados. Logo viu um humano se aproximando, usando uma espada. Ao avistar o gato o humano investiu sem pensar duas vezes com um grito de guerra e a arma levantada. Kaiyuki com sua escopeta correu em sua direção e, ao chegar perto o suficiente, atirou em seu quadril ao mesmo tempo em que a espada descendia sobre seu ombro. A força da escopeta foi o suficiente para mandar o humano voando pro chão graças a proximidade. Ele ainda sentiu a espada tocar seu ombro, mas graças a forma que o oponente foi lançado ao chão fez com que o golpe fosse muito superficial para causar danos.

Graças a sua audição aguçada o felino também percebeu um outro oponente que o atacava por trás, também com uma espada, ao se virar viu que o golpe vinha de baixo para cima, então recuou seu corpo para trás e tentou ao máximo mitigar o efeito do golpe, como resultado a espada acertou levemente o lugar onde levou o tiro além da ponta de seu nariz causando um dor pequena. Foi então que parou de ouvir o som da metralhadora. A fumaça finalmente se dispersara e agora via que o resto dos participantes estavam cercando ele e Dandara, tanto no chão quanto encima do gigante. Não sabia Dandara tinha incapacitado com a metralhadora, mas não parecia ser muitos, ela provavelmente era melhor com uma espada. Os guerreiros se aproximavam vagarosamente enquanto Kaiyuki recarregava quando uma serie de trombetas soaram pela arena.

--EEEEE isso conclui o primeiro round classificatório! Depois de 30 minutos lutando livremente 44 participantes dos 288 inscritos sobraram! Todos! Abaixem suas armas e joguem-nas no chão! A staff ira recolheras e tratar dos feridos!

Com olhares meio insatisfeitos todos os combatentes fazem o que o rei instruio e deixam suas armas ao chão. A plateia aplaude seus lutadores favoritos, vaia os que não gostavam e esperavam ansiosos pelo proximo evento. O rei que falava levantado agora cuchixa algo com o homem ao seu lado e se senta no trono especial para ele. O homem que supostamente seria Kallif então vai para frente da varanda onde o rei assistia ao torneio e pronuncia para os participantes restantes.

--Agora que vocês já se testaram entre si, seram testados pelos seus futuros companheiros! Teram que escolher entre um desafio de força, agilidade ou resistencia e convencer um dos três membros da guarda real que suas habilidades seram uteis para Lvneel! Para tal, se dirijam aos guardas reais que estam adentrando a arena agora!

Uma porta logo embaixo da varandinha do rei se abre e de lá saem três guardas reais, vestidos da mesma forma que o homem que estava fazendo o anuncio.

--Milan! A responsável pelo desafio de agilidade! Sprite, o responsável pelo desafio de resistência! E o atual capitão da guarda, Kallif, o responsável pelo desafio de força! Escolham seus desafios e provem seu valor!

Milan(F) e Sprite(M):
 

Kallif:
 

Histórico do Suchiro:
 

____________________________________________________

Narração e Pensamento/--Fala

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]                          [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Suchiro
Pirata
Pirata
Suchiro

Créditos : 6
Warn : Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 12/02/2013
Idade : 21

Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.   Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 EmptySex 29 Abr 2016, 12:10

Conquistando o inimigo.


Eu era atingido diversas vezes, merda, se aquilo fosse uma situação de batalha de verdade eu não sairia vivo, mas também eu não faria algo assim em um campo de batalha entre a vida e a morte, acho que as armas me deixaram mole. Eu largava a arma ainda sorrindo para eles, sabia que agora não haveriam mais batalhas entre nós, então não estava mais nem ai, talvez usasse os melhores para passar no terceiro teste, o melhor seria que só eu e Dandara passássemos, mas não poderia atacar abertamente eles.

Eu iria para onde a staff estava cuidando dos feridos, mesmo que nada demais, seria bom em bom estado. Eu mostraria meus ferimentos para o(a) medico(a) para fazer o tratamento daquilo. Agora estava na hora de escolher qual iria ser minha rota da segunda partida. - Você vai fazer qual das três? - Perguntaria para Dandara, e esperaria a resposta. Não era como se isso fosse influenciar na minha escolha, mas seria bom saber, ate porque seria ate melhor estarmos separados se houvesse um limite daqueles que poderiam passar por grupo, só 10 na terceira rodada.

Tenho que dizer, estou decepcionado com a aparência de Kallif, mas não que isso influencie na sua força, mas sua aparência é menos que imaginava, já aqueles outros dois, bonitos e bastante interessantes, talvez tenha tempo para ``jogar´´ com eles enquanto estou infiltrado.Bem, resistência estava fora de questão, das três essa seria a mais desastrosa e eu teria pouca chance. Eu poderia mostrar minha força para Kallif frente a frente, mas nem era eu que tinha feito o acordo com ele, passar já seria o suficiente. Agilidade, essa prova eu poderia passar fácil, vários humanos, mesmo o mais rápido humano não poderia vencer um humanóide leopardo em um desafio de agilidade, e também não era como se eu só fosse rápido por ser um humanóide leopardo, sou bastante habilidoso em questão de me mover. Acho que a terceira opção é perfeita, e aquela mulher é realmente bela.

Eu calmamente, com um sorriso maroto e um caminhar formal, iria para o teste de agilidade, mas especificamente indo a frente da mulher que nós testaria. Eu faria uma breve reverencia, curvando meu corpo para frente, ajoelhando um dos pés no chão e segurando sua mão com delicadeza. - Jamais imaginei que encontraria tal beleza no torneio da guarda real. Parece que não só existe um guerreira muito forte na guarda real, como também a qual possui uma beleza estonteante digna dos deuses. - Eu daria um leve beijo nas costas de sua mão. - Mostrarei minha habilidade para ter o privilégio de estar mais tempo em sua presença. - Eu me ergueria, e a olharia nós olhos. - Então, poderia nós explicar como será o teste? - Falaria mexendo os braços apontando para os demais que iriam competir na mesma competição que eu, enquanto a olharia com um pequeno sorriso.
OFF:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

narração:
fala
Narração
Voltar ao Topo Ir em baixo
Auron
Usurpador
Usurpador
Auron

Créditos : 6
Warn : Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 5010
Data de inscrição : 16/01/2012

Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.   Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 EmptySab 30 Abr 2016, 04:24

CAPÍTULO 1


Finalmente o navio atracava no porto de Lvneel, estava impossível de conter minha ansiedade no corpo e era facilmente notável, bastava olhar para meus olhos que estava fixados no solo, apenas esperando o momento certo para deixar aquele navio e correr em busca de meu objetivo. Assim que o navio atracou, como o pulo de um gato, me preparava para saltar quando fui surpreendido pelo musico que havia conversado comigo durante a viagem. Ele tinha em mãos uma especie de cartão vermelho, segundo ele, aquilo era uma entrada "vip" para o tornei que estava acontecendo no exato momento.

Já com o cartão em mãos, desceria rapidamente do navio e correria em direção ao centro da cidade, no intuito de encontrar o local do torneio. Caso conseguisse chegar no centro da cidade, tentaria identificar algum comerciante e sem muita delonga, com uma expressão facial extremamente séria e intimidadora, pediria uma informação. -Hey você! - Daria uma breve pausa e voltaria a falar - Onde está acontecendo o torneio real?!

Aguardaria pela resposta, com uma expressão de impaciência, e caso a pessoa informasse o local, seguiria correndo o mais rápido possível para o lugar indicado. Caso a pessoa não soubesse informar, eu o chamaria de -Inútil! - E procuraria outra pessoa, até consegui a informação (e posteriormente ir até o local indicado)

Durante a minha busca pelo local do torneio, me veio a cabeça sobre minhas ações recentes. Dias atrás, havia participado de um violento assalto a banco, certamente a marinha não deixaria isso barato e colocaria uma recompensa na minha cabeça. Não tinha como saber, afinal matamos todos no local, mas não dava para arriscar, para participar eu precisaria de algo para esconder temporariamente minha identidade, e com minha mente estratégica, rapidamente pensei em algo.

~Ao encontrar a entrado do local, certamente terá alguém ou algum guarda com uma armadura por la, talvez eu possa comprar um elmo qualquer para esconder apenas meu rosto...~

Caso eu encontrasse o lugar da competição, mostraria meu cartão de acesso -Vim participar da competição! - Em seguida tentaria encontrar alguém que usasse um elmo ou qualquer outra coisa que pudesse me disfarçar para poder competir tranquilamente, estava disposto a pagar até 50 mil berries por algum disfarce.

Encontrando(ou não) e fosse questionado o porque do desface, alegaria que: -Sou tímido enquanto luto - Acompanhando de um discreto sorriso irônico e seguiria para onde estava acontecendo o torneio.






off

Oie Dat Beard

____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Badass Stars:
 

         
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



•Fala•#333366
•Pensamento•#336633
•Ação•#666666




Não Há Mudança Sem Violencia - Karl Marx  
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t12406-yoroshi-auron
Senshi
Civil
Civil
avatar

Créditos : Zero
Warn : Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 4010
Data de inscrição : 22/03/2016

Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.   Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 EmptySab 30 Abr 2016, 22:27

Suchiro


Depois de um dos voluntários aplicar um gel que diminuiu a dor que sentia na area do estomago o gato perguntou para Dandara qual teste escolheria, a resposta da anã não foi algo inesperado.

--Força, é claro! Vou mostrar aquele humano o que acontece quando deixa o bando de molho numa floresta infestada de marines por tanto tempo!

A anã logo foi em direção ao capitão da guarda, tão confiante quanto estava enraivecida de ver a cara do sujeito. Ashuura, por sua vez, seguiu para a bonita mulher que estava responsável pela prova de agilidade, junto de cerca de 12 outros participantes. Sintia que alguns deles já estava de olho no gato, jogando olhares venosos e afiados em sua direção. Entretanto Kaiyuki, como o romântico que é, dirigiu sua atenção para a mulher diante de seus olhos primeiro. Depois de uma de suas tipicas sessões de sedução pode ver a mulher ficando um pouco vermelha e nervosa.

--Achin ocê me dexa encabulada, Sr. Gato! Num vai pensandu que isso vai ser mar facil pro cê, não!

Dizia a mulher enquanto olhava de um lado pro outro e balançava seu corpo de um lado para o outro como se estivesse ninando algo em seus braços. Provavelmente não era acostumada a receber muitos elogios desse tipo. Logo o felino sentiu os olhares focados nele ficarem ainda mais venenosos por alguma razão.

--Ocês tem que fazer argo muito do fácil! Correr até o QG da marinha pra pegar pegar comida pra festa de incirramento. Cês vão encontrar um marine esperando por vocês lá. Voltem aqui antes dos outros testes terminar, sinão cês vão ser só um bando de caramujinhos! Bruuuu, bruuu--A mulher faz um som ininteligível e aparentemente tenta simular o andar devagar de um caramujo.--Ah, sin. Todos que vortarem vão pra próxima fase, mas...--O sorriso dela se estende de ponta a ponta.--...Cês não precisam todos vortar, né?

Depois de dizer isso ela levanta a mão e grita, apontando para a saída...

--VRÃO!!

Todos os participantes imediatamente saem correndo em disparada. Tinham que percorrer a cidade, entrar na floresta, chegar no QG, pegar o suprimento e voltar carregando o peso extra. Isso tudo antes que os outros testes terminem ou Milan não reconheceria nenhum deles.

Auron

Agraciado pelos céus com um convite exclusivo o jovem Auron decide ir ao torneio que estava sendo realizado na cidade. Logo chegou a cidade de Lvneel e foi imediatamente inquirindo sobre onde o torneio seria realizado. Não foi difícil achar alguém que lhe informasse onde o evento iria acontecer, a arena que sediava o acontecimento todo ano parecia bem popular entre os nativos da ilha, logo Auron pode ver a estrutura semelhante a um coliseu se expandir até o céu. Na entrada via uma mulher recostada em sua cadeira, parecia que a recepcionista do evento tinha caído no sono. Quando o jovem estava prestes a falar com ela, de repente...

--VRÃO!!!!

BAM!! Os portões principais da arena se abriram e uma serie de pessoas saiu correndo desesperadamente em direção a floresta. O barulho dos portões, assim como as pessoas, acabaram acordando a recepcionista que quase caiu da cadeira com o susto.

--Hã? AH, ahhh, hã?

Auron aproveita o momento para apresentar seu cartão e suas intenções de participar do torneio para a recepcionista meio dorminhoca. Ao ver o cartão os olhos da mulher se arregalam de espanto e logo ela pega sua prancheta e caneta e apresenta a Auron, mas logo em seguida ela pensa duas vezes e recolhe seus materiais.

--Ahaha, desculpe, eu nunca pensei que iria encontrar um dos V.I.P.s do rei em pessoa! Fiquei até sem saber o que fazer por um instante! Err, você pode entrar quando quiser, senhor, o torneio já começou, mas tenho certeza que o rei ficara feliz de vê-lo participar do resto do evento, hum!

Com um aceno a mulher sinaliza para que Auron entrasse pelo portão principal. Conforme ele andava em direção a arena, lhe veio o pensamento que talvez alguém o reconhecesse por causa de seus atos criminais anteriores e ter uma arena cheia de pessoas contra você não podia ser coisa boa. Então procurou rapidamente alguém com um acessório que pudesse usar para esconder sua identidade. Viu um cara de branco com uma mascara branca que poderia ser perfeita para a situação, logo se aproximou e tentou negociar com o homem. Primeiramente ele estava relutante, dizendo que precisaria da mascara para seu trabalho, mas assim que Auron ofereceu 50.000 berris por ela, ele logo mudou de ideia.

Agora finalmente trajado com a mascara e óculos pretos que o homem deu de bônus, ele entrou na arena parecendo um gangster com resfriado. Assim que pisou dentro do circulo interno pode ver uma grande arquibancada com uma enorme quantidade de pessoas. Aquelas que estavam no ringue pareciam estar participando do torneio, tinham vários participantes ali, mas todos se dividiam em dois grupos, um do lado esquerdo ouvindo a um homem de cabelo curto e marrom e outro do direito ouvindo a um ruivo de cabelo longo. Logo viu também uma pequena varanda na arquibancada onde um homem velho se sentava confortavelmente ao lado de um cavaleiro com uma cicatriz no rosto.

--O que é isso? Um participante atrasado? É uma pena que você não tenha a chance de ser julgado por Lvneel, mas sua falta de preparação e dedicação para com as regras do torneio foram sua ruína hoje! Retire-se da arena, Kallif e Sprite já vão começar suas provações de força e resistência!

Quem falava era o cavaleiro ao lado do velho sentado ao trono, ele exalava uma auro de imposição e autoridade, mesmo de tão longe, Auron podia sentir isso.

off:
 

off 2:
 

Histórico do Auron:
 

Histórico do Suchiro:
 

____________________________________________________

Narração e Pensamento/--Fala

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]                          [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Auron
Usurpador
Usurpador
Auron

Créditos : 6
Warn : Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 5010
Data de inscrição : 16/01/2012

Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.   Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 EmptyDom 01 Maio 2016, 03:05

Os Movimentos do Verdadeiro Rei





Depois de falar com algumas pessoas e adquirir um bom disfarce, finalmente seguia para o local do torneio. A principio, aquela máscara incomodava um pouco no meu rosto, porém me acostumei bem rápido a ponto de nem perceber que estava usando-a, o desconforto maior foi  ter pago 50 mil por ela, que foi um valor extremamente caro, porém necessário.

Ao seguir para o  lugar indicado pela recepcionista, finalmente entrava naquela grande arena. Já dentro, seguia para o centro onde se encontravam os outros competidores e olhava a minha volta, vendo aquela incrível multidão de pessoas que assistiam tudo  na arquibancada. Um breve arrepio nos pelos do corpo indicava meu excesso de empolgação para participar daquilo, meu riso eufórico escapava sem que eu percebesse, porém era quase inaudível pois estava sendo abafado pela minha mascara.
-Fwahahaha, aqui estou!

Continuava a olhar tudo em volta, quando de repente sou surpreendido por um homem que estava numa varada,  situada na arquibancada. Ele gritava comigo num tom meio arrogante e autoritário, e eu apenas aguardava ele terminar seu discurso, enquanto o olhava com um olhar vago acompanhando de um imenso desprezo,  que não era possível ser visto, afinal estava usando uma mascara.

-O que é isso? Um participante atrasado? É uma pena que você não tenha a chance de ser julgado por Lvneel, mas sua falta de preparação e dedicação para com as regras do torneio foram sua ruína hoje! Retire-se da arena, Kallif e Sprite já vão começar suas provações de força e resistência!

Minha mente ficava processando lentamente cada palavra que foi dita por aquele homem, o seu tom autoritário me irritou bastante, e certamente se fosse em outras circunstancias eu tentaria cortar sua garganta, mas não seria uma boa naquele momento, então tentei me "segurar" o máximo.

-Por que você mesmo não desce e me tira? -Perguntaria com um tom calmo, porém extremamente desafiador.

-Eu fui enviado por "alguém"... E acho que este "alguém" confiava em mim...- Procuraria pelo cartão no meu bolso - Talvez você queira isso... - Dizendo isso, pegaria o cartão VIP, segurando apenas com o dedo indicador e médio, o ergueria até a altura da minha cabeça, para que o homem pudesse ver e em seguida jogaria no chão, para terminar a minha afronta.

-Vamos la, quando eu começo?! Perguntaria num tom debochado, enquanto abria meus braços e seguiria na direção de um daqueles dois grupos divididos.




Citação :
Off:
Me adequando ao padrão de post do sucrilhos Dat Beard

E o code do tracinho é
[hr/]
<- Só é tirar o  " / " Awwww Yeaaaa... ops.


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Badass Stars:
 

         
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



•Fala•#333366
•Pensamento•#336633
•Ação•#666666




Não Há Mudança Sem Violencia - Karl Marx  
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.onepiecerpg.com/t12406-yoroshi-auron
Suchiro
Pirata
Pirata
Suchiro

Créditos : 6
Warn : Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 10010
Masculino Data de inscrição : 12/02/2013
Idade : 21

Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.   Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 EmptySeg 02 Maio 2016, 08:34

Run Boy Run





Eu gostava do jeito de falar da moça, ela agora era assunto para outra hora. Com o sinal dado, eu sairia em disparada, eu ate me apoiaria contra o chão, colocando-me em quatro patas, e reorganizando meu centro de equilíbrio, para correr como um animal, e ir mais rápido que todos meus adversários. Eu já tinha ido pela floresta, e também já conhecia o caminho para o QG, e não queria que mais ninguém passasse na minha prova, quantos menos passassem melhor.

Na corrida, eu passaria por longe de todos, e procuraria um caminho mais rápido, já que já tinha andando pela aquela floresta muito, deveria dar uma vantagem, eu iria correndo com tudo, eu queria uma vantagem antes deles chegarem na floresta. Depois de chegar na floresta, eu percorria pelo caminho comum, é claro, era hora de fazer atrapalhar os demais participantes. Eu pegaria cipós, e os usaria como corda, prenderia e deixaria uma linha reta, é claro, no máximo isso faria era derrubar eles, mas não era pra isso. Eu puxaria os cipós por galhos altos das arvores, pegaria alguns galhos mais fracos e quebraria e usaria minhas garras para afiar suas pontas, então amarraria nas pontas dos cipós para quando eles fossem puxados, os galhos afiados fossem em direção a suas pernas, botaria o angulo baixo para irem na altura do joelhos ou coxa. Todos ali eram rápidos, mas tirando essa vantagem os derrubando, eles iriam se fuder e serem atrasados.

Tinha uma ultima coisa, eu havia vencido os dois animais mais fortes da floresta, duas panteras enormes, três metros de puro animal. Agora eu era o animal mais forte da floresta. Eu voltaria a correr, e daria um rugido a espera de algum predador aparecer. - Pois bem, não estou aqui para lutar, estou aqui para lhe presentear. Ambos somos feras, eu posso andar com humanos, mas no fundo ainda sou como você. Ali passaram vários humanos, fiz uma armadilha para serem atingidos e feridos, eles são rápidos, não fortes ou resistentes, depois de serem acertados, será um belo banquete. Ate mais. - Depois disso eu aceleraria o passo, e iria direto para o QG.

Ao chegar no QG, eu iria procurar pelo marine, meu disfarce ia me salvar, mas não ia dar o mole de ficar muito tempo lá. - Eu estou aqui pelo evento da cidade, vim pegar a comida. - Eu falaria me levantando e apoiando as mãos no joelho enquanto falaria ofegante. Eu seguiria ele e pegaria parte da comida que precisava levar, pegando duas bacias e indo de volta pela floresta. Se eu fosse questionado pela minha aparencia ou qualquer coisa parecida. - Desculpe, sou novo na ilha. Você deve estar me confundindo com outro, muitos confundem nós minks, acho que para vocês somos bem parecidos.- Faria sem olhar nós olhos dele.

Eu ainda tinha que chegar antes que acabasse os outros grupos. Em vez de seguir pelo caminho normal, o qual eu havia colocado uma armadilha e pedido ajuda das feras, seria mais seguro ir por outro, afinal encontrar com eles seria uma má ideia. Eu iria por dentro da floresta, indo pelo caminho onde eu e Dandara havíamos usado para chegar na cidade, assim seria bem mais rápido. Assim que eu voltasse para a cidade, eu começaria a ir de volta para a arena de volta, tendo toda essa vantagem, estava aguardando ser o primeiro.

Pararia em frente a Milan, deixaria a comida que havia trazido ao seu lado, ou talvez em alguma mesa. Se eu fosse o primeiro a chegar do meu grupo, eu tiraria minha camisa, que eu já deveria estar suado e deixaria meu corpo belo a mostra para a jovem guarda real. - Essa prova foi ate fácil. Tem algum premio especial para o primeiro colocado, algo como um encontro com a senhorita? Isso seria um premio magnífico.- Falaria com um grande sorriso, mostrando felicidade verdadeira a falar, mesmo que não sentisse, eu sabia como fingir. Se a resposta fosse não, eu falaria. - Bem, então você aceitaria sair comigo se eu fosse um dos vencedores do torneio? - Eu seguraria sua mão, com ambas minhas, e me abaixaria, olhando-a debaixo para cima com um sorriso inocente e olhos de um gato de um animal abandonado.
OFF:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

narração:
fala
Narração
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.   Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição. - Página 3 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Cap 3 - O Ultimo Monstro. Vingança, Conquista e Destruição.
Voltar ao Topo 
Página 3 de 27Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4 ... 15 ... 27  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Lvneel Kingdom-
Ir para: