One Piece RPG
Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Seagull Newspaper - A alegria floresce em Parthenon.
Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 20:39

» O que me aguarda em Ponta de Lança? Espero que belas Mulheres, hihihi
Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Emptypor Pippos Hoje à(s) 20:09

» [mep] Luna
Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Emptypor lunabrag Hoje à(s) 19:46

» [mini-luna] Afiando
Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Emptypor lunabrag Hoje à(s) 19:44

» Tony Redstorm
Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Emptypor Dante Hoje à(s) 18:26

» Ep 1: O médico e o marinheiro
Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Emptypor Rangi Hoje à(s) 18:22

» 2° Versículo - Return in Peace!
Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Emptypor ADM.Kiodo Hoje à(s) 17:59

» Sonny Delahunt
Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Emptypor Shogo Hoje à(s) 17:31

» [FICHA]Zeus
Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Emptypor Thomas Torres Hoje à(s) 17:02

» Making Wonderful Land a Real Wonder
Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Emptypor Achiles Hoje à(s) 16:18

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Emptypor Kyo Hoje à(s) 16:00

» Lilith BlackWater
Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Emptypor Skÿller Hoje à(s) 15:50

» Ato 157: Se eu quisesse tua opinião, Eu tirava na Porrada
Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Emptypor K1NG Hoje à(s) 15:04

» Ato III: Not Fast but Furious
Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Emptypor Yamazaki Raizo Hoje à(s) 14:36

» Pandamonio, Vol 1 - Rumo à Grand Line!
Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Emptypor DarkWoodsKeeper Hoje à(s) 12:16

» X - A vontade de um Rei
Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Emptypor Kekzy Hoje à(s) 12:09

» [Mini-DarkJohn] O começo de algo
Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Emptypor DarkJohn Hoje à(s) 11:34

» Mess in Grand Line: The Red-Haired Arrived
Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Emptypor Akise Hoje à(s) 10:13

» LightPoint!Os herois e amigos se reunem novamente!
Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Emptypor Noah Hoje à(s) 08:53

» Cap 4: O Silêncio dos Inocentes
Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Emptypor PepePepi Hoje à(s) 04:42



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Cap. 1 - Pirata bonzinho?!

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 71
Warn : Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : Fishman Island

Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Cap. 1 - Pirata bonzinho?!   Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 EmptyQui 03 Mar 2016, 13:34

Relembrando a primeira mensagem :

Cap. 1 - Pirata bonzinho?!

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Milhouse Grunge. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Krapacius
Civil
Civil


Data de inscrição : 04/03/2016

Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 1 - Pirata bonzinho?!   Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 EmptyQua 16 Mar 2016, 17:41

OFF:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
gmasterX
Civil
Civil
gmasterX

Créditos : 11
Warn : Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 12/06/2014
Idade : 21
Localização : Na minha casa,ué

Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 1 - Pirata bonzinho?!   Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 EmptyQui 17 Mar 2016, 22:10

Milhouse
Um assalto! Isso mesmo! Um assalto! Mas não um daqueles convencionais que utilizam intimidação e armas. Este assalto foi um daqueles bem impactantes e rápidos. Um assalto que deixou todos aqueles no local sem uma reação apropriada, Não demorou muito e o assaltante levou tudo que tinha no estabelecimento. Usando toda sua sagacidade e agilidade ele levou tudo que tinha ali e ao mesmo tempo evitou completamente o combate.
O jovem Milhouse teve o pensamento rápido e pensou em lançar algo contra aquele ladrãozinho. Ao olhar em sua volta ele pode ver uma enorme quantidade de pedras que foram criadas na explosão causada pelo Gatuno. Aquele que se movia em meio à rua movimentada parecia estar dançando na rua após seu assalto bem sucedido. Não poderíamos chamar de dança, estava mais para movimentos irregulares em meio à rua. Sim! Está seria uma melhor definição. Bem, enquanto o Gatuno fazia movimentos irregulares em meio à rua, parecia estar caçoando de todos aqueles que estavam presentes naquele local. “Um bando de idiotas” por terem seus bens facilmente roubados.
Milhouse rapidamente atirou o conjunto de pedras em direção ao ladrão que fora atingido em sua cabeça. Ele parou sua estranha dança por um momento e segurou sua cabeça, parece que só aquilo não derrubaria aquele homem. Ele decidiu derrubar-lo usando seu corpo só que após realizar um salto para cima do Gatuno visando levar-lo ao chão com seu peso. O ladrão deu dois passos para esquerda com naturalidade fazendo Milhouse simplesmente passar direto e errando seu alvo.

-Ah... Você... – Ele guarda o que aparentava ser uma moeda de ouro que deixara cair, enquanto encarava Milhouse que estava caído em sua frente. A população observava pensando que era apenas uma briga de bar que era comum por aquela área. O Gatuno sorria mostrando seu canino que era maior do que a media. Enquanto o encarava com um sorriso debochado, ele aguardava pelo próximo movimento de Milhouse.
Krapacius
Krapacius, um jovem cientista que dedicou sua vida na área da botânica. Uma dedicação interminável que levara o jovem a pesquisar mais à fundo essa área. Sua família questionava o porquê desta sua maneira, era bem provável que tivesse adquirido aquilo culpa de seu mentor.
Krapacius estava na ilha de Centaurea à procura de conhecimento. Ainda tinha aquela idéia de expandir seus conhecimentos em sua cabeça e mesmo que tivesse que ver novos campos em nome de sua pesquisa, nada conseguiria lhe parar, e qual lugar seria melhor do que Centaurea? Um lugar com uma vasta floresta e que traria diferentes tipos de plantas por conta de seu clima frio. Muitas deles sofreram modificações para se adaptar ao clima invernal de Centaurea.
Krapacius iniciara sua caminhada em direção a cidade até que uma espécie desconhecida de planta carnívora o lança no ar e o engole por completo. Aquele monstro da flora natural de Centaurea havia começado a liberar seus ácidos para digerir o jovem até que algo lhe atinge! A planta libera Krapacius, coberto com um fluido estranho. A sua frente estava um homem segurando poções coloridas e um sorriso carismático.

-Levante-se meu jovem! A briga está apenas começando! – Ele dizia enquanto praticava atos de malabarismo com suas poções.
Homem das poções:
 

Off:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Bejin no ombro:
 


Última edição por gmasterx em Seg 21 Mar 2016, 11:55, editado 1 vez(es) (Razão : Errei o nome do manolo)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Krapacius
Civil
Civil
Krapacius

Créditos : Zero
Warn : Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 31

Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 1 - Pirata bonzinho?!   Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 EmptySex 18 Mar 2016, 16:20

Descobrindo os Blues
Posts: 02 - Vício: 02/15

Krapacius passou tempo no mar, até que Centaurea Island chegou a sua vista. Várias memórias passavam pela cabeça dele e munido de sua inteligência ele pisou em terra firme.

- Cheguei

Krapacius olhou para os lados e então sentiu que deveria adentrar mais na cidade e assim ele o fez, ou pelo menos pensou em fazer, pois ele não imaginaria que a recepção seria tão "calorosa" quanto realmente foi. Repentinamente uma estranha planta carnívora o atacou e o jogou pra cima...

- Mas o quê?!

E logo a planta o engolia como um gigante que quer uma rosquinha de coco na hora do café da tarde. Jogado pra dentro da planta e coberto com uma gosma ele diz...

- Aaatatata mas que situação...

Parecia tudo muito estranho, e mais estranho foi quando com uma vibração provinda de uma pancada forte, e assim Krapacius é vomitado pela planta e cai no chão coberto de gosma.

- Que nojo. - Diz ele no chão

Quando Krapacius olha com atenção, limpando seu rosto para tirar a gosma nojenta, ele acaba por ver um senhor com malabarismos que diz...

- Levante-se meu jovem! A briga está apenas começando!Ele dizia enquanto praticava atos de malabarismo com suas poções.

- Briga? - Pergunta Krapacius com cara de estranhamento.

Krapacius procuraria se levantar rápido e procurar se afastar do local onde foi cuspido, prestando atenção no ambiente e na planta para poder realizar uma esquiva se preciso e diria em seguida.

- O senhor é de circo ossan? E obrigado por salvar minha pele.

Krapacius já havia entrado em uma confusão sem sequer ter procurado alguma. Parece que Centaurea iria lhe trazer muita aventura e muitos problemas, mas isso são preços pequenos a serem pagos por um cientista/justiceiro em busca de fama e honra.
Histórico:
 

Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Última edição por Krapacius em Dom 20 Mar 2016, 20:57, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milho
Civil
Civil
Milho

Créditos : 4
Warn : Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 10010
Feminino Data de inscrição : 18/02/2016
Idade : 25
Localização : East Blue

Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 1 - Pirata bonzinho?!   Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 EmptyDom 20 Mar 2016, 16:22

Até os bons se enfurecem
Posts: 005 | Vício 05/15

O jovem estava no chão. Sem armas pra lutar como gostaria e agora, sem a sua dignidade. As suas táticas mirabolantes não haviam funcionado. Era hora de bolar um novo plano. Ele se levantaria, devagar, já que o inimigo estava parado. Se ele corresse, Milhouse se levantaria o mais rápido que conseguisse e iria atrás dele. Mas como ele parecia estar aguardando o próximo movimento, após se levantar, ele limparia sua roupa, que provavelmente estava suja. Caso, enquanto isso, ele fosse atacado, com socos, o jovem tentaria uma esquiva lateral para a direita e se fossem com chutes, o garoto pularia pra trás.

- Eu vou te ferrar, seu ladrão de merda! DEVOLVA AS NOSSAS COISAS! - Bradaria o atirador, mesmo que não fosse atacado. Afinal, ele estava furioso.

Sua expressão era de puro ódio. Seus olhos estavam semicerrados e suas sobrancelhas se encurvavam para o centro do rosto. Sua raiva era tanta, que chegava a ranger os dentes. O jovem faria outra investida, tentado “enfiar” o cotovelo dele no pescoço do vagabundo para evitar que ele respirasse e atordoa-lo um pouco, até porque, quem nunca teve seu pescoço apertado e sentiu falta de ar? Faria isso para que pudesse pensar melhor. “AAAAARGGGHHH! EU VOU MATAR ESTE FILHO DA PUTA!”. Tomaria cuidado, desta vez com possíveis esquivas, para que novamente não caia no chão. Caso o inimigo tentasse atacá-lo, no meio da investida, ele faria novamente uma esquiva lateral, desta vez para a esquerda.

Se o inimigo não fosse fácil de acertar, ele tentaria pisar no pé do maldito, com toda a sua força. “DESGRAÇADO, PARE DE SE MOVER!”. Não era a pessoa mais forte da terra, mas caso acertasse este golpe e o inimigo caísse no chão, ele se jogaria em cima dele, para evitar que ele fuja. Caso ele não caia, o Grunge tentará empurrar o peito do bandido com o ombro, para que ele bata a cabeça no chão.

- Me ajudem! Ele é um ladrão e roubou todos na loja! Inclusive o dono dela! – Gritaria o jovem, caso conseguisse “imobilizar” o ladrão ou se nenhuma de suas estratégias funcionasse.


Histórico:
 
Objetivos:
 
Off:
 

____________________________________________________

É isso mesmo, Convidado, eu voltei.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Legenda:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
gmasterX
Civil
Civil
gmasterX

Créditos : 11
Warn : Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 12/06/2014
Idade : 21
Localização : Na minha casa,ué

Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 1 - Pirata bonzinho?!   Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 EmptySeg 21 Mar 2016, 12:36

Milhouse

Depois daquele momento vergonhoso, o sangue de Milhouse começara a ferver. Estava nervoso e frustrado por não ter conseguido de primeira e principalmente pelo fato de seu oponente parecer caçoar dele, um sorriso debochado, algo fixo em sua face. Milhouse já estava levando aquele assunto para o pessoal. Seu ódio começou a tomar conta e ele já queria matar aquele gatuno.

-Huh? Ei trouxa! Você quer me acertar, huh? Então vem aqui e dá um murro bem na minha cara.  –O gatuno se inclina para frente, deixando sua guarda aberta e seu rosto bem exposto.

Milhouse que já não ouvia a voz da razão avançou e tentou acertar seu inimigo no pescoço com seu cotovelo, só que ele reagiu rapidamente inclinado seu corpo para trás e logo em seguida se apoiando em sua mão. Enquanto ele estava atento, seu oponente tentou lhe entregar um chute ascendente em seu queixo, aquilo provavelmente o faria perder seus sentidos só que Milhouse foi esperto e deu um passo para o lado. Parecia feliz por ter evitado o ataque até que ainda apoiado em sua mão, seu oponente girou seu corpo e lhe atingiu com um chute em sentido anti-horário em sua face.

Aquilo desestabilizou Milhouse que ficou parado por alguns segundos. Ao se recuperar, ele pode ver seu oponente, já de pé e já estava girando o seu corpo, pronto para atingir-lo com mais chute. Antes que pudesse reagir o gatuno saltou e girando, acertou o rosto de Milhouse novamente, o levando ao chão.

Enquanto ele estava lá, caído e desorientado, seu agressor se aproximou do rapaz, se inclinando e disse: - Vamo lá! Isso aqui é um ótimo aquecimento! – Ele então e se afastou e começou a chutar o ar com empolgação e saltava pelas ruas esperando com que o jovem se levantasse.

Parecia que a situação tinha mudado. Milhouse não iria desistir, porém ele não tinha condições de derrubar aquele homem que parecia ser intocável. Resta agora ele pensar em sua melhor estratégia.

Krapacius
Krapacius ainda estava surpreso pelo ataque da planta que quase lhe devorou. Ele ainda pode sentir os ácidos que a planta tinha liberado sobre ele, queimando levemente sua pele. Em contra balança, um vento frio o refrescava e balançava a planta gigantesca que se reerguia e soltava um rugido. Pera ae... Um rugido? Ah sim... Era uma planta mutante... E estava de mau humor.

-Me agradeça depois... Temos que podar essa erva - daninha. – Ele diz, girando uma de suas poções no seu dedo demonstrando muita calma até de repente, uma enorme quantidade de vinhas se erguerá, tentando agarrar a dupla. O homem, por sua vez, lançou mais uma poção em direção a aquela planta que soltara mais um rugido, só que este era de dor. Aparentemente aquele frasco continha um acido poderoso.

Em um ataque de fúria, um conjunto das vinhas que estavam atachadas ao chão agarraram Krapacius e o lançaram contra uma arvore que estava próxima. A planta parecia ainda estar bem viva. Mesmo com um enorme buraco por conta do acido.

-Não fique ai parado. Ataque! – O senhor olhava para Krapacius, segurando outra poção.
Off:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Bejin no ombro:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Krapacius
Civil
Civil
Krapacius

Créditos : Zero
Warn : Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 31

Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 1 - Pirata bonzinho?!   Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 EmptySeg 21 Mar 2016, 15:54

Uma Recepção Herbal - II
Posts: 03 - Vício: 03/15

Krapacius estava gostando cada vez menos de Centaurea e a recepção que ele tivera era cada vez mais a prova cabal disso. Após ser salvo pelo anônimo malabarista de químicos, ele volta a ver o mesmo atacar com ferocidade a planta, e com uma poção bem jogada a mesma urra de dor.

A situação estava bem séria e a planta com raiva atacava a todos que se atrevessem a ficar em seu caminho, e Krapacius foi a vítima da vez, aliás, da segunda vez para infelicidade do mesmo. Uma série de vinhas estavam espalhadas pelo chão e Krapacius acaba por ser agarrado e arremessado em uma árvore pela mesma.

- Maldita! - Diz Krapacius no chão.

Rápidamente o homem anônimo diz.

- Não fique ai parado. Ataque!

Krapacius estava indignado com a ousadia daquela planta, um sorriso nascia em seu rosto, ele dá uma leve girada em seu parafuso e diz.

- Você quem manda...

Krapacius era um artesão de foices, lutava com foices, mas parece que teria de improvisar ali sem ter uma por perto, mas na hora da fúria, tem que se improvisar. Krapacius diria ao anônimo.

- Distraia ela! e cuidado pra não me acertar!

Então Krapacius correria até a planta, de olho no seus movimentos e no chão, para não ser capturado por vinhas novamente. Ele correria em direção a planta, com agilidade e fazendo movimentos de zig-zag e esperaria a brecha certa criada pelo anônimo para então ele tentar se aproximar o bastante da planta para poder dar um chute com muita força no buraco onde o ácido atingiu-a e então ficaria atento na reação da planta, esquivaria se fosse preciso se ela o atacasse e então tentaria se agarrar no tronco da mesma para enforcá-la. Caso a planta o atacasse antes dele chegar até ela, ele iria tentar desviar com um salto, tomando cuidado com as vinhas no chão para poder desviar rápido e continuar a correr até o bicho.

Se alguma vinha pegasse Krapacius ele iria tentar agarrar a mesma e puxar para tentar deslocar a planta do chão o mas rápido possível.
OFF:
 
Histórico:
 

Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milho
Civil
Civil
Milho

Créditos : 4
Warn : Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 10010
Feminino Data de inscrição : 18/02/2016
Idade : 25
Localização : East Blue

Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 1 - Pirata bonzinho?!   Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 EmptyQua 23 Mar 2016, 22:08

Quando a emoção domina a razão
Posts: 006 | Vício 06/15

Milhouse levanta, limpando sua roupa de novo. Ele passa as costas do braço em forma circular no seu rosto, para limpar eventualmente algum suor ou sangue de seu rosto. Ele olha enfurecido, estrala seu pescoço e seus ombros, mantendo uma distância segura para evitar ataques. Se for atacado enquanto isso, ele pulará para trás, para tentar sair do alcance do golpe. Desta vez, ele não falará nada até porque o narrador desconsidera todas as vezes. Ele se concentrará no inimigo. Ele irá correndo em direção do inimigo, apenas para chamar a atenção, afinal, parecia que o inimigo queria brigar agora. A qualquer momento, que ele perceber que será golpeado, ele tentará esquivar, deixando para trás o plano. Se ele for atacado na altura do peito pra cima, ele tentará abaixar. Se a esquiva for bem sucedida, ele tentará ser rápido o suficiente para agarrar o órgão genital do maldito ladino. Se conseguir, ele apertará com toda força e ódio acumulados dentro dele. Caso o ataque fosse entre a altura do peito e dos joelhos ou uma investida, Milhouse tentaria pular para trás, para sair do alcance do golpe, mas não ficar longe. Ele tentaria, no meio do golpe do rapaz, segurar o tornozelo dele. Se conseguisse, tentaria usar toda a sua força, junto com um jogo de corpo, virar e jogar o gatuno para onde anteriormente as suas costas estavam direcionadas. Se o ataque viesse rasteiro (abaixo da altura do joelho), o atirador tentaria pular e flexionar o máximo que conseguisse os joelhos. Durante o ataque do inimigo, ele tentaria esticar sua perna com toda força, visando cair em cima da perna do inimigo e lesioná-la, pois parecia que aquela era sua melhor arma. O garoto tentaria isso até conseguir ou até não aguentar mais ficar em pé pra executar qualquer ação.

Histórico:
 
Objetivos:
 
Off:
 

____________________________________________________

É isso mesmo, Convidado, eu voltei.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Legenda:
 


Última edição por MilhouseGrunge em Qua 23 Mar 2016, 22:11, editado 1 vez(es) (Razão : Editei 40 vezes porque tá foda)
Voltar ao Topo Ir em baixo
gmasterX
Civil
Civil
gmasterX

Créditos : 11
Warn : Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 12/06/2014
Idade : 21
Localização : Na minha casa,ué

Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 1 - Pirata bonzinho?!   Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 EmptySex 25 Mar 2016, 15:40

Krapacius

Cada vez mais e mais vinhas se erguiam em meio aquele matagal. A situação não estava fácil, mas aquele senhor que acompanhava o jovem ceifeiro estava calmo. Ele apenas observava a situação com um leve sorriso. Muitos pensariam que ele sofria de algum tipo de retardo mental, mas para um morador da ilha aquilo parecia ser bem normal. Uma recepção bem calorosa, mesmo com o clima frio, de uma planta carnívora mutante. Era uma situação que muitos poucos iriam quere se encontrar.
A planta mutante ainda estava atordoada por conta daquela poção que parecia uma espécie de acido. Krapacius então viu a oportunidade de atacar aquele ponto que fora danificado pelo acido. Então ele iniciou uma corrida em direção a besta que atacava ferozmente com suas vinhas. Errava todos os ataques, pois a dor do acido ainda era grande. Ele então se esquivara das vinhas que vinham em sua direção e bam! Saltou! E aproveitando a velocidade que tinha tomado ele acertou a monstruosidade com um chute naquele enorme buraco.
A planta soltava outro rugido! Krapacius então tentou recuar, mas sua perna estava presa na cabeça do monstro. A fera se acalmara e então ela lentamente o envolveu com milhares de vinhas. Ela lentamente abria sua boca, estava pronta para acabar com ele naquele momento. Até que de repente, outra poção fez o monstro fechar sua bocarra rapidamente. O bicho soltou Krapacius e entrou em combustão. Todas as vinhas que se moviam e a própria planta estavam em chamas, mas aquelas chamas não atingiram as plantas em sua volta.

-Você está bem? – Ele pergunta pro jovem que estava no chão. – Meu nome é Vincent... E o seu é...? – Ele então guardou uma poção que estava segurando e se sentou perto do jovem.
Milhouse




Milhouse não estava contente. O que era uma questão pessoal, agora é uma questão de puro ódio e fúria. Ele não ia ficar satisfeito em apenas recuperar seus bens, ele agora queria ver o sangue do gatuno espalhado pelo chão, mas como ele faria isso sem estar armado ou ter o conhecimento para lutar sem ela? O rapaz que não é bobo preferiu usar de sua sagacidade para derrubar o ladrão e avançou! Ele usou de toda sua velocidade para chegar perto daquele homem.
Ele então mirou na perna do jovem Milhouse e girou seu corpo, tentando lhe acertar com uma rasteira. O jovem Milhouse salta! O gatuno estava de costas! Uma enorme abertura só que Milhouse não esperava por um segundo golpe. O Gatuno em meio ao movimento levantou sua outra perna e lhe atingiu com um chute no peito. Ele então deslizou por alguns metros. O gatuno encarou o jovem que estava caído, com sua perna ainda no ar e com sua língua pra fora.

-Só isso? Pensei que poderia faze algo melhor – Com um sorriso ele chutava o ar com pura provocação. Ele girou e Milhouse não viu exatamente o que aconteceu, mas logo após ele pode ouvir o gatuno caindo. Ao se levantar ele pode ver uma jovem com longos cabelos escuros e um ar de superioridade.

-Ei... Vai ficar ai? Não tem mais o que fazer? – A jovem encarava Milhouse esperando pirata se levantar.
Jovem dos cabelos negros:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Bejin no ombro:
 


Última edição por gmasterx em Ter 29 Mar 2016, 14:18, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Krapacius
Civil
Civil
Krapacius

Créditos : Zero
Warn : Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 04/03/2016
Idade : 31

Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 1 - Pirata bonzinho?!   Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 EmptySab 26 Mar 2016, 09:25

Uma Recepção Herbal - III
Posts: 04 - Vício: 04/15

Aquela planta mutante feroz estava raivosa, faminta ou só de mal humor? Bom, Krapacius estava tendo que lhe dar com aquilo seja lá o que fosse. O momento estava propício e então ele correu e chutou a planta que sentiu o golpe com força, mas parece que nem tanta força assim, pois rapidamente ela percebe que Krapacius estava preso e o tenta comer.

Talvez ali termina-se a vida de Krapacius, não fosse pela ajuda do malabarista/cientista/maluco senhor que o acompanhara no combate. Um poção jogada no momento certo evitou a morte de Krapacius, que caiu no chão enquanto a planta queimava nas chamas da fúria.

Ao cair no chão o senhor se aproxima e apresenta-se.

- Meu nome é Vincent... E o seu é...? - Ele então guardou uma poção que estava segurando e se sentou perto de Krapacius.

- Aaatatata! Meu nome é Krapacius, de Sypiea - Fala deitado no chão.

Então Krapacius para e então se vê na obrigação de perguntar...

- Ei! O que diabos foi tudo isso? - Fala injuriado - E o que seria o senhor?

Seja quem ou o que Vincent fosse, ele realmente tinha conhecimento de química e Krapacius ficou interessado.

- Gostei das suas habilidades com químicos, sabe, eu também sou químico e botânico - Ele para e continua - A propósito, estou a procura de trabalhar com ricina, proveniente da mamona, o senhor sabe de algo que possa me ser útil ossam??

Krapacius queria estudar sobre ricina, mas também precisava de um algo a mais naquele momento.

- Se o senhor tiver um cigarro, eu agradeceria muito, preciso da minha nicotina Hehe!

A estadia estava apenas começando e Krapacius iria se aventurar bastante naquela cidade.
Histórico:
 

Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milho
Civil
Civil
Milho

Créditos : 4
Warn : Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 10010
Feminino Data de inscrição : 18/02/2016
Idade : 25
Localização : East Blue

Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 1 - Pirata bonzinho?!   Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 EmptySeg 28 Mar 2016, 21:01

A salvo e sem dignidade, mais uma vez
Posts: 007 | Vício 07/15

Milhouse chegou a ver a abertura deixada, mas preferiu permanecer com seu plano. “Chega de ideias inovadoras”. Uma ideia inovadora poderia ter livrado o peito de um novo golpe. Com a deslizada que ele dava, deslizava-se também sua dignidade, sua razão... Ele não pôde nem ver o gatuno caindo no chão. Simplesmente sentou para observar. Mas, para o seu azar (o será sorte?), alguém já havia derrubado o gatuno. Ele ficou sem entender, mas deixou tudo pra lá, quando ouviu alguém falar com ele. Era uma garota. Ele ouve o que ela diz e olha para o gatuno no chão.

- Ah, é verdade! Esse desgraçado tem que pagar! – Ele volta a sua fúria anterior.

Ele parte para cima do ladrãozinho desgraçado, tentando agarrar o seu pescoço, para enforca-lo e causar a morte dele. Aperta com toda a força que tem, a fim de adiantar o processo. Se o rapaz se esquivar e tentar se levantar para fugir, ainda mais porque Milhouse tinha “reforços” agora, ele tentaria agarrar a perna do gatuno e encostar o calcanhar dele na clavícula, pois ele estaria no chão e o gatuno em pé, para poder derrubá-lo, talvez. Caso o rapaz não tentasse levantar, mas apenas rolar, o atirador tentaria segurar no saco do adversário, para impedir que ele ficasse fugindo novamente.

- Desgraçado! Vai morrer! – Ele bradaria, com fúria, mesmo que estivesse pegando no saco do adversário, não percebendo o quanto isso é homossexual.

Caso a garota (ou alguém) o impedisse, ele primeiro escutaria o que a pessoa tem a dizer, sem tirar os olhos do ladrão. Se enquanto ele ou a pessoa que o impediu estivesse falando, o gatuno ameaçasse correr, o garoto faria uma investida para tentar agarrá-lo, para tentar evitar que ele fuja.

- Porque me impediu? Ele merece o pior, por ser um ladrão de tão baixa categoria que rouba civis de bem! – Ele olharia parecendo irritado, com toda a situação.

Caso ele consiga matar, machucar ou apenas fazer com que o gatuno devolva as coisas. Certificar-se-ia que o ladrão devolvesse o mapa do tesouro. Ele tentará levar tudo sozinho, mas pedirá para a garota acompanha-lo. Caso ele não consiga levar todas as coisas sem ajuda, ele pedirá para a garota ajudar a carregar.

- Vamos. Os cidadãos que foram lesados merecem conhecer quem os ajudou a ter suas coisas de volta – Já tentando puxá-la para o local onde tudo se iniciou.

Devolveria as coisas para as pessoas que eram donas de tal. E deixaria para ultimo, o mapa do tesouro que havia sido falado anteriormente. “Agora eu quero a minha recompensa”. Ele sorria.

- Então, trouxe seu mapa de volta. Eu poderia muito bem ter ido embora com ele – Claro, ele não teria coragem de fazer isso -, mas eu vim devolvê-lo. Então eu e essa garota merecemos uma parte! – Falaria tudo em voz baixa, para evitar atrair mais atenção.

Esperaria o seguimento dos fatos para falar ou fazer mais alguma coisa.



Histórico:
 
Objetivos:
 
Off:
 

____________________________________________________

É isso mesmo, Convidado, eu voltei.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Legenda:
 


Última edição por MilhouseGrunge em Seg 28 Mar 2016, 21:03, editado 1 vez(es) (Razão : Arrumar o título, que tava cagado)
Voltar ao Topo Ir em baixo
gmasterX
Civil
Civil
gmasterX

Créditos : 11
Warn : Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 12/06/2014
Idade : 21
Localização : Na minha casa,ué

Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 1 - Pirata bonzinho?!   Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 EmptySab 02 Abr 2016, 16:58

Krapacius
       
Começara a chover na ilha, não uma pancada poderosa, apenas uma leve garoa. Relaxante, uma água morna que atingia o rosto do jovem Krapacius. Uma chuva morna que contrabalanceava com aquele clima frio que o envolvia. Vincent que já estava calmo e parecia estar mais relaxado com aquilo, aquele homem tem um temperamento bem controlado, mesmo em uma situação onde a saúde e até mesmo a vida do jovem Krapacius estava em risco, ele apenas se manteve de pé e sorriu como estivesse em um dia ensolarado de verão, comemorando com a família. Talvez ele apenas não se importasse com ele, mas então por que tentaria salva-lo? Parece que tais questões só seriam respondias se o jovem Krapacius investigasse mais a fundo, mas não me parecia ser algo difícil, até por que ele se simpatizou com um desconhecido com uma enorme facilidade, chegando ao ponto de salvar um cara que nem sabia o que ou quem era. Krapacius podia ser uma daquelas pessoas que matam seus salvadores.

-Ah... Aquilo é o fruto de uma das minhas experiências aqui na ilha... Uma das regras para se sobreviver aqui é tomar cuidado com aonde você pisa. Pode acabar encontrando com um desses carinhas novamente. Eles são bem astutos e furtivos, por isso eles se camuflam com o solo para que suas vítimas pisem dentro de suas bocas. – Ele proferiu, brincando com uma poção que parecia ser bem perigosa. Krapacius poderia lhe avisar para tomar cuidado, mas seria bem rude de sua parte interromper o homem.

-Sei que é bem raro esses dias... Mas eu sou um alquimista... Ainda procuro pela pedra filosofal... Mas aos poucos eu sinto que é algo impossível. Enfim, acho que nunca trabalhei com ricina, mas se precisar de ajuda eu sei onde encontrar um enorme estoque de mamonas e você poderia usar meu laboratório. Não é nada de mais, mas essa é a única maneira com que posso lhe ajudar. – Ele então lançou esta poção para trás, em meio às arvores que causou uma enorme explosão.  – Enfim, apenas diga-me do que precisa! Eu estou disposto a lhe ajudar. – O homem então aguardou a conclusão de Krapacius enquanto brincava com outra poção.
Milhouse


O homem então se levantou e chutou o rabo de Milhouse pra longe Finalmente o jovem acabou com aquela tortura, o ladrão estava no chão e ele finalmente poderia buscar sua vingança. Pera... Vingança? Não é algo que um pirata “bonzinho” iria buscar, não é mesmo? Bem, não importa, o que importa é que ele tinha conseguido, com ajuda de uma mulher, mas o que importa é a intenção, não é?

Enfim, aquela mulher não parecia ser muito amigável. Talvez tivesse salvado a bunda do jovem Milhouse por que se sentiu obrigada. Até por que o povo em sua volta simplesmente assistiu toda a coisa rolando como se fosse algo normal. Com o rosto ainda inchado pelas pancadas que tinha levado o jovem Milhouse encarava a beleza da jovem que havia lhe ajudado, era tão bela que parecia ser frágil, mas em muitos dos casos, frágil não significa indefesa. Mesmo sendo algo meio que humilhante. Muitos ali adorariam ser salvos por ela. Ter sua atenção parecia ser uma tarefa difícil. Até mesmo pelo fato que já citei antes.

Mesmo poupando Milhouse de levar uma surra ainda maior, ela parecia não querer trocar uma idéia com ele, mas não importa, pois ela o salvou e ele só precisava disso para construir um mínimo de confiança por ela. Mas voltando a atenção para o ladrão nocauteado no chão, o jovem Milhouse parecia quere se vingar pelo fato do jovem ter o humilhado em publico, mas a jovem não parecia aprovar a idéia, então ao tentar avançar, a jovem o agarrou usando toda sua força para conter-lo.

-Ei valentão, assim como você não queria que o nosso amigo lhe prejudicasse tanto... É um ato extremamente covarde bater em um homem enquanto ele está caído desse jeito. Se realmente quiser bater nele, terá que me derrotar primeiro, e não vai ser algo bom para sua reputação. Bater em uma mulher e em um homem inconsciente logo após não é algo bem “nobre”. - A jovem então aguardou com um sorriso meio que debochado
Off:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.][Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Bejin no ombro:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Cap. 1 - Pirata bonzinho?!   Cap. 1 - Pirata bonzinho?! - Página 2 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Cap. 1 - Pirata bonzinho?!
Voltar ao Topo 
Página 2 de 8Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: South Blue :: Centaurea Island-
Ir para: