One Piece RPG
Chamado Às Armas - Página 2 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Rumo à Grand Line?
Chamado Às Armas - Página 2 Emptypor Takamoto Lisandro Ontem à(s) 23:19

» Unidos por um propósito maior
Chamado Às Armas - Página 2 Emptypor Milabbh Ontem à(s) 22:57

» [MINI - DJ GBR] 01 | Eco
Chamado Às Armas - Página 2 Emptypor TheJoker Ontem à(s) 22:52

» Navegando por uma nova história. A revolução começa!
Chamado Às Armas - Página 2 Emptypor Mazino Ontem à(s) 18:17

» Um Rugido Inicial
Chamado Às Armas - Página 2 Emptypor Graeme Ontem à(s) 16:51

» [MINI-BlackHole] Um bom malandro
Chamado Às Armas - Página 2 Emptypor Far Ontem à(s) 16:24

» Capítulo I: Meu nome é Cory Atom! Filho de Kouha Atom
Chamado Às Armas - Página 2 Emptypor Oni Ontem à(s) 14:36

» Faíscas da Revolução
Chamado Às Armas - Página 2 Emptypor ArcenioStorm Ontem à(s) 08:22

» Phantom Blood
Chamado Às Armas - Página 2 Emptypor Licia Ontem à(s) 05:22

» [MINI - Masques] A far off dream
Chamado Às Armas - Página 2 Emptypor Masques Ontem à(s) 02:57

» [Ficha] Jin Ryuji
Chamado Às Armas - Página 2 Emptypor Kallieel Ontem à(s) 02:03

» O Sapo Mágico
Chamado Às Armas - Página 2 Emptypor CaraxDD Ontem à(s) 02:03

» A justiça não é cega!
Chamado Às Armas - Página 2 Emptypor CaraxDD Ontem à(s) 00:04

» Cap.2 - O caminho de sangue
Chamado Às Armas - Página 2 Emptypor ADM.Tidus Sex 29 Maio 2020, 18:25

» Red Albarn e o Alvorecer de um Herói
Chamado Às Armas - Página 2 Emptypor Kiomaro Roshiro Sex 29 Maio 2020, 17:49

» Akira Suzuki
Chamado Às Armas - Página 2 Emptypor Ceji Sex 29 Maio 2020, 14:53

» II - Eternas Ondas
Chamado Às Armas - Página 2 Emptypor Mephisto Sex 29 Maio 2020, 11:21

» Jhonathan Wolf
Chamado Às Armas - Página 2 Emptypor Gyatho Sex 29 Maio 2020, 11:08

» Al mare!
Chamado Às Armas - Página 2 Emptypor Fanalis B. Ria Sex 29 Maio 2020, 07:21

» For Whom the Bell Tolls
Chamado Às Armas - Página 2 Emptypor Greny Sex 29 Maio 2020, 04:27



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Chamado Às Armas

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 47
Warn : Chamado Às Armas - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

Chamado Às Armas - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Chamado Às Armas   Chamado Às Armas - Página 2 EmptyTer 01 Mar 2016, 13:38

Relembrando a primeira mensagem :

Chamado Às Armas.

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Geralt Venderberg. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Gabiru
Civil
Civil


Data de inscrição : 02/02/2016

Chamado Às Armas - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Chamado Às Armas   Chamado Às Armas - Página 2 EmptyQua 16 Mar 2016, 11:12

Do lado... Certo...?



Vejo a tensão aumentar cada vez mais, entre alguns olhares, encaradas e muita raiva —“estou num beco sem saída”—, o desespero de agir corretamente começa a tomar conta, já consigo sentir as batidas do meu próprio coração, uma agonia começa a subir em meu peito quase explodindo pela boca, e por mais que eu pensasse em agir de forma sensata, sai correndo rapidamente em direção ao Ryouta (White Hand), porém ao realizar tal movimento brusco, me descuidei do Estranho — “e como me arrependi por isso” — e antes que pudesse me dar conta da burrada que tinha feito, senti uma dor forte e aguda da parte de trás do meu ombro esquerdo se rasgando, era O Estranho, que por reflexo havia pegado sua kunai e desferido um golpe de baixo para cima no meu ombro esquerdo. Mas na agonia de salvar Ryouta continuei, apenas coloquei minha mão sobre o ombro e continuei, mal sabia por que ainda insistia em salvar uma pessoa que nem conhecia, ainda assim sentia que era a coisa certa a se fazer, me mantive costa virada para o agente do governo, ficando totalmente vulnerável a ataques.

— Posso não te conhecer e talvez não esteja certo do que estou fazendo, mas esse estranho aqui é do governo e esta atrás de você — virei meu rosto por cima do ombro encarando o estranho do Governo — Tenho uma boa ideia de como funciona esse governo, por isso não permitirei que ele te ataque — franzi o cenho e cerrei os dentes, mostrando minha repugnância pelo governo e também um pouco de dor pelo ferimento no ombro — mas me parece que não é o tipo de pessoa que precisa de proteção, porém esse não é o local adequado para uma briga. E então, o que acham de resolvermos isso lá pra fora?

Mas antes que houvesse qualquer resposta, O Estranho pega o seu Den Den Mushi e dá uma investida contra a porta e ao sair por ela, começa a correr. Enquanto ele passava pela porta senti uma rajada daquele ar gelado e meu ferimento doeu ainda mais, o ambiente esfriara rapidamente, minha ferida queimava — “aaaarggh....tenho q estancar o ferimento rapidamente, antes que o corte resseque por causa do frio e o corte rache ainda mais e demore a cicatrizar” —, pegaria meu cachecol e enrolaria no ferimento e amarraria de uma forma que pudesse estancar e proteger o ferimento do frio. White hand corre atrás do estranho, muito rápido.

— Vamos! Ele vai chamar reforços! — gritou White, antes de passar pela porta.

Correria atrás dele, passaria pela porta e permaneceria no encalço do Ryouta, não sei o que poderia acontecer, talvez pudesse desencadear até uma buster call, porém acho que o agente do governo não iria tão longe, a não ser que Ryouta fosse alguém realmente perigoso e sua recompensa talvez não fosse exatamente compatível com sua verdadeira força.

— Por que ele está atrás de você? — perguntaria enquanto corria ao seu lado — Você não é daqui é? E antes de qualquer coisa, preciso de uma arma se vou te ajudar “essa dor no ombro ta me matando”. Continuaria correndo ao seu lado, esperando por respostas.

Ao correr do seu lado tentaria me manter alerta para qualquer ataque, mesmo com a dor crescente em meu ombro. O estranho carregava uma kunai, era bem possível que fosse um ninja e,  ou muito provavelmente, também utilizava shurikens, se acaso fosse atacado por shurikens de frente tentaria uma esquiva lateral, evitando a direção da shuriken, se acaso esta viesse de um ataque lateral na altura na do tronco para cima, esquivaria com uma cambalhota para frente, ou ainda no ataque lateral mas na altura da cintura para baixo, saltaria em um mortal para frente. Se acaso fosse atacado por alguém portando uma arma corpo-a-corpo faria uma esquiva para longe do ataque corporal.







Objetivos:
 


Off:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Milho
Civil
Civil
Milho

Créditos : 4
Warn : Chamado Às Armas - Página 2 10010
Feminino Data de inscrição : 18/02/2016
Idade : 25
Localização : East Blue

Chamado Às Armas - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Chamado Às Armas   Chamado Às Armas - Página 2 EmptyQui 17 Mar 2016, 19:23

Akuma no Mi

Os três saíram correndo daquele local, enfileirados. A dor no ombro de Geralt aumentava a cada momento da perseguição, fazendo sofrer. Em alguns momentos a visão dele chegava até a escurecer, dando a impressão a ele que ele ia desmaiar. Ele claramente estava em desvantagem em “campo aberto”. Cada soprar do vento o faz repensar se quer mesmo ir atrás daquele desgraçado do governo. Ryouta, o rapaz que o ninja tentava ajudar, parecia determinado a acabar com a raça do Estranho. A perseguição continuava incessante.

— Por que ele está atrás de você? — Geralt perguntava enquanto corria ao lado de Ryouta — Você não é daqui é? E antes de qualquer coisa, preciso de uma arma se vou te ajudar —Continuaria correndo ao seu lado, esperando por respostas.

- Ele está atrás de mim porque sou um revolucionário. Não, eu não sou daqui, estava me escondendo. E contra ele, eu resolvo sozinho. – Ele começa a transformar o seu braço – Só precisava que ele estivesse longe das pessoas...

O White Hand salta, com o seu braço transformado em uma espécie de metralhadora (Veja imagem no final da narrativa), começou a atirar no Estranho. Foi um abate fácil, aos olhos de quem estava de fora, nem pareceu doer. Quanto Ryouta caiu no chão, seu braço já estava de volta ao normal. Agora que ele parou para perceber, deu seu casaco para Geralt cobrir o ferimento.

-  ...Mas obrigado pela ajuda, meu caro – Ele agradece, estendendo a mão.

White Hand:
 

Histórico do Gabiru:
 

Off:
 

____________________________________________________

É isso mesmo, Convidado, eu voltei.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Legenda:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gabiru
Civil
Civil
Gabiru

Créditos : Zero
Warn : Chamado Às Armas - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 02/02/2016
Idade : 29
Localização : Curitiba

Chamado Às Armas - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Chamado Às Armas   Chamado Às Armas - Página 2 EmptySeg 21 Mar 2016, 11:40


Saímos correndo daquele local, enfileirados. A dor no meu ombro aumentava a cada momento da perseguição, estava difícil de suportar cada passo que eu dava naquela corrida insana, o frio dava a sensação que meu ombro estava em chamas enquanto a ferida aberta dava pontadas como se meu braço estivesse sendo apunhalado por mil kunais, em alguns momentos minha visão chegava até a escurecer, dando a impressão de ia desmaiar. Eu claramente estava em desvantagem em “campo aberto”. Cada soprar do vento me faz repensar se continuo mesmo ir atrás daquele desgraçado do governo. Ryouta, o rapaz que tentava ajudar, parecia determinado a acabar com a raça do Estranho. A perseguição continuava incessante.

— Por que ele está atrás de você? — Geralt perguntava enquanto corria ao lado de Ryouta — Você não é daqui é? E antes de qualquer coisa, preciso de uma arma se vou te ajudar — Continuaria correndo ao seu lado, esperando por respostas.

— Ele está atrás de mim porque sou um revolucionário. Não, eu não sou daqui, estava me escondendo. E contra ele, eu resolvo sozinho. – Ele começa a transformar o seu braço — Só precisava que ele estivesse longe das pessoas...

Eu arregalo os olhos diante do movimento e ação que presencio, chego a esquecer da dor do meu ombro por alguns segundos, e não consigo acreditar no que estou vendo, White Hand salta, com o seu braço transformado em uma espécie de metralhadora, continuo bem atento a cada movimento dele, não queria perder nada, nenhum detalhe, pois era algo totalmente louco, como se ele tivesse saído de alguma aventura animada ou algo ficcional, já havia ouvido falar de usuários de Akuma no mi, mas era a primeira vez que presenciava um usuário em ação, Ryouta começou a atirar no Estranho. Foi um abate fácil — "não sei por que me preocupei com Ryouta, no inicio parecia um cara meio frágil, e o agente do governo parecia bem mais ameaçador, bom! agora ele mais parecia com uma peneira "—, nem pareceu doer. Quando Ryouta caiu no chão, seu braço já estava de volta ao normal. Agora que ele parou para perceber, deu-me seu casaco para cobrir o meu ferimento.

—... Mas obrigado pela ajuda, meu caro — Ele agradece, estendendo a mão.

Colocaria o casaco, me sentindo muito agradecido por ter algo para me esquentar, pegaria sua mão, e só agora me daria conta de que ele tinha dito que era um revolucionário, no meio daquela ação e transformação não conseguiria assimilar tudo o que Ryouta havia falado. Estava diante de tudo o que esperava ser desde pequeno, quando ouvia as histórias sobre meu pai quando este se juntou ao exército revolucionário, de como estes ajudavam e livravam centenas de pessoas da opressão do governo, olharia para a pessoa a minha frente com admiração e não saberia o que dizer, mas mesmo assim declararia:

—.... De nada, realmente quem deveria agradecer era eu, não fiz absolutamente nada — diria com um sorriso meio tímido, em meio à dor que ainda percorria o meu ombro — É uma honra te conhecer, eu sempre quis ser um revolucionário, ainda não posso acreditar que estou na frente de um, muito obrigado por esta incrível apresentação, gostaria muito de me juntar a vocês, estou preparado para qualquer coisa que tenha de enfrentar para ajudar a derrotar o governo mundial — diria como um soldado que faz seu discurso ofegante diante de um capitão, com um olhar de admiração, mantendo o peito estufado, mesmo com a dificuldade por conta do ferimento, mas não me importaria como quem diz “estou pronto para entrar de cabeça” — e antes que me esqueça, muito obrigado pelo casaco.

Objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Legenda:
 


Voltar ao Topo Ir em baixo
Milho
Civil
Civil
Milho

Créditos : 4
Warn : Chamado Às Armas - Página 2 10010
Feminino Data de inscrição : 18/02/2016
Idade : 25
Localização : East Blue

Chamado Às Armas - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Chamado Às Armas   Chamado Às Armas - Página 2 EmptyTer 22 Mar 2016, 21:08


O White Hand ouve todo o discurso atentamente e depois dá uma risada. Não era de deboche, mas ele pareceu achar graça da declaração do rapaz, tratando ele agora como um superior. Ele pôs a mão esquerda no ombro direito do rapaz e com a mão direita, arrumou o cabelo. Deixando visível sua cicatriz no olho. Ele não era cedo, mas a cicatriz era estranha.

- Está vendo isso? É um ritual de iniciação do exército. Para que olhemos para o nosso próprio rosto e não nos esqueçamos da missão que nos propomos a cumprir – Ele dá uma pausa. Mas logo ele se afasta um pouco e se põe a rir – Não fale comigo como se eu fosse seu superior. Eu sou apenas um “soldado” – Faz aspas com a mão –, ou uma ferramenta, da revolução. Não posso recrutar ninguém, me desculpe – Ele respira fundo. E olha para o chão, como se parecesse pensar no passado –. E quem gostaria de se alistar? Quem quer viver uma vida perigosa e cheia de perseguições? Quem quer ter medo de dormir à noite? Quem quer essa vida de lutar pelo outros e esquecer-se de si mesmo? – Ele pareceu devanear em voz alta.


Histórico do Gabiru:
 

____________________________________________________

É isso mesmo, Convidado, eu voltei.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Legenda:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Chamado Às Armas - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Chamado Às Armas   Chamado Às Armas - Página 2 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Chamado Às Armas
Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Minion Island-
Ir para: