One Piece RPG
Man of science - Página 2 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Evento Natalino - Amigo Secreto
Man of science - Página 2 Emptypor OverLord Hoje à(s) 01:34

» Caçadoras Eternas: Almas entrelaçadas!
Man of science - Página 2 Emptypor Fran B. Air Hoje à(s) 00:30

» One Piece RPG Awards 2020
Man of science - Página 2 Emptypor ADM.Tonikbelo Hoje à(s) 00:00

» Vol 1 - The Soul's Desires
Man of science - Página 2 Emptypor Arthur Infamus Ontem à(s) 23:55

» VIII - The Unforgiven
Man of science - Página 2 Emptypor GM.Alipheese Ontem à(s) 23:31

» BOOH!
Man of science - Página 2 Emptypor CaraxDD Ontem à(s) 23:06

» [LB] O Florescer de Utopia III
Man of science - Página 2 Emptypor Vincent Ontem à(s) 22:56

» Mess in Grand Line: The Red-Haired Arrived
Man of science - Página 2 Emptypor Revescream Ontem à(s) 22:33

» O Samurai
Man of science - Página 2 Emptypor K1NG Ontem à(s) 21:30

» Capitulo II: Sangue e navalhas! O Golpe em Las Camp
Man of science - Página 2 Emptypor Oni Ontem à(s) 21:28

» Cap.1 Deuses entre nós
Man of science - Página 2 Emptypor Tensei Ontem à(s) 20:00

» Julian D'Capri, das Mil Espadas
Man of science - Página 2 Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 19:55

» Carregada de Culpa / Amanhecer em Prata
Man of science - Página 2 Emptypor Adrian/Vampiro Ontem à(s) 19:28

» The One Above All - Ato 2
Man of science - Página 2 Emptypor Thomas Kenway Ontem à(s) 19:01

» Cortes e Tiros, resgate na ilha das aranhas!
Man of science - Página 2 Emptypor jonyorlando Ontem à(s) 17:47

» Cap IX ~ Esperança ~
Man of science - Página 2 Emptypor Kenshin Himura Ontem à(s) 16:34

» A Ascensão da Justiça!
Man of science - Página 2 Emptypor K1NG Ontem à(s) 16:27

» Ato 157: Se eu quisesse tua opinião, Eu tirava na Porrada
Man of science - Página 2 Emptypor K1NG Ontem à(s) 15:56

» Art. 4 - Rejected by the heavens
Man of science - Página 2 Emptypor Ryoma Ontem à(s) 15:02

» The Hero Rises!
Man of science - Página 2 Emptypor Achiles Ontem à(s) 14:36



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Man of science

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 65
Warn : Man of science - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

Man of science - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Man of science   Man of science - Página 2 EmptySab 23 Jan 2016, 21:48

Relembrando a primeira mensagem :

Man of science

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Conrad Ludwig Asimov. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Mimeh
Civil
Civil


Data de inscrição : 04/01/2013

Man of science - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Man of science   Man of science - Página 2 EmptyTer 02 Fev 2016, 06:26






copyright 2013 - All Rights Reserved for Larissa


Summer has come and passed The innocent can never last Wake me up when September ends Like my father's come to pass Seven years has gone so fast Wake me up when September ends ❝ Lari ❞ 
Minha intenção inicial tinha sido simplesmente pagar o tal de Big Whyler e ir embora antes que me causasse algum problema. Mas me vi diante de uma oportunidade fascinante.

Me aproximei daquela monstruosidade chamada Big Whyler, disse-lhe o que desejava e ele simplesmente riu. De inicio fiquei intrigado, porém logo conclui que ele estava debochando de mim, por ser educado. Certamente devia ser algo que o tal Whyler não estivesse acostumado, por isso não me senti ofendido, na verdade, de alguma forma me senti superior.

-AGWAHHAGUULLAAAAHHAHHAUAA... Você é esquisito senhor Dr. Crazy Aros...  Cê finalmente saiu daqueles escombros do seu pai hein, eu devia ter pena de você? Mas não tenho nenhuma na verdade AGWAHHAGUULLAAAAHHAHHAUAA... Sei bem que cê tá falido! Na minha posição a gente tem que saber das coisas!

Agora sim me senti ofendido, cerrei os punhos e dei um sorriso sínico, tentando não mostrar estar sendo afetado pelas provocações daquele homem. Ok, ele me conhecia, o que significa que estava em certa desvantagem, ele me conhecia e eu não fazia ideia de quem aquele senhor era, mas tinha a sensação de que isto estava prestes a mudar… A única coisa que sabia no momento é que ele devia ser alguém importante.  Mas eu tenho umas armas que acabaram de chegar…

Minhas suspeitas se confirmaram naquele momento; tinha certeza agora, ele era algum tipo de chefe do crime da cidade, provavelmente no ramo de armas ilegais, as coisas só ficavam interessantes a cada minuto…   -Eu quero apenas uma coisa, e sei que isso vale porque cê tá andando por aí com ele orgulhoso, ora, não faça essa cara, assalte alguém com o arco depois, e me dê o jaleco como garantia, pague o resgate e o verá denovo... Trinta mil berries. Olhei para ele com um olhar vazio por alguns instantes, como se estivesse distante. Eu estava pensando, minha mente trabalhava a mil por hora… Já tinha um plano maquinado em minha mente.

Um brilho surgiu em meus olhos, vi ali uma oportunidade que não poderia deixar passar, sorri maliciosamente, levei o dedo do meio ao óculos, reposicionando-o. -Eu tenho uma contraoferta.- Disse a Whyli ainda por entre o sorriso que se recusava a abandonar minha face. -60 mil berries.- Falei de uma vez e foquei-me em observar a reação do homem, que provavelmente acharia que eu estava louco; lançara uma proposta ainda maior, na qual eu mesmo me prejudicaria, mas aí continuei. -Você me da o arco e as flechas, considere como um investimento.. Eu lhe dou 10 mil berries e o meu jaleco como garantia, eu tenho um plano para conseguir o resto do dinheiro, e quando eu o trouxer, você me devolve o jaleco e me oferece um cargo ao seu lado.- Finalizei a minha proposta e o observei, o brilho dos meus olhos demonstravam uma coisa, coisa que talvez aquele Big Whyli se identificaria; Ambição. Apesar de achar aquele homem repugnante, tinha um certo respeito por ele, eu admirava alguém que quebrava as leis, as dobrava e manipulava ao seu favor. Achava estar diante de uma pessoa como eu mesmo. Por isso vi nele um desafio, queria superá-lo, mostrar o quanto era melhor que aquele ser repugnante. Big Whyli poderia até ter ambição, porém ele não possuía meu intelecto.

-Não se preocupe, não vou fugir da cidade, tenho a sensação que não conseguiria nem se quisesse.- Disse e olhei para os capangas do Big Whyle, me referindo a eles, não achava que conseguiria fugir da cidade, provavelmente aquele tal de Whily colocaria capangas para vigiar o porto ou algo assim, não me importava, não era esse o meu plano. Tinha algo guardado para o Senhor Whyle, faria ele pagar por me insultar.



 



Off:
Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Levy
Civil
Civil
Levy

Créditos : Zero
Warn : Man of science - Página 2 4010
Masculino Data de inscrição : 22/10/2015

Man of science - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Man of science   Man of science - Página 2 EmptyTer 02 Fev 2016, 16:46

~ Narrador ~
5. Estratagema...

Os punhos cerrados e um sorrisinho de canto de rosto por um breve instante não foram mal interpretados, não havia uma grande mente naquela enorme cabeça, mas pouco faria diferença nessa situação, afinal, dez mil berries e o jaleco de um doutor famoso somado a promessa de mais cinquenta mil berries parecia uma oferta muito melhor, não era questão de querer ou não aceitar, porque na cabeça de Whyler as coisas eram práticas, mais é sempre melhor do que menos, essa parecia ser a sua máxima em tudo na vida, e só o tempo dirá se esse legado que estava sendo construído cobraria seu preço mais tarde, fato é que a proposta já estava aceita, os olhos gananciosos entregavam a verdadeira natureza daquele homem.

Eu tenho uma contra-oferta. 60 mil berries. A expressão do bandido em nada mudava, mas suas mãos sobre a mesa se agitaram um pouco. Você me dá o arco e as flechas, considere como um investimento... Eu lhe dou 10 mil berries e o meu jaleco como garantia, eu tenho um plano para conseguir o resto do dinheiro, e quando eu o trouxer, você me devolve o jaleco e me oferece um cargo a seu lado. Os pensamentos de Conrad eram intrigantes, um jovem com inclinação para o mal é algo compreensível, mas quando essa propensão encontra um válvula para escapar coisas ruins realmente acontecem, uma mente como a dele seria algo precioso para somar as ambições de Whyler, e a cabeça balançando como se entendesse aquele olhar do jovem cientista perfeitamente só confirmava as expectativas com esse acordo.

Enquanto apontava para Conrad o jovem percebia que a mão do homem era tão grande quanto sua cabeça.

Você não vai conseguir escapar de mim garoto!

Não se preocupe, não vou fugir da cidade, tenho a sensação que não conseguiria nem se quisesse.

Todavia, apenas uma coisa não fora prevista nesse acordo, ao olhar para os homens em volta, não saberia desde quando um deles o encarava enquanto segurava uma pistola ainda no coldre, e como um raio em sua mente a resposta foi alcançada, afinal, além de tudo exigia um cargo ao lado de Whyler, não qualquer cargo, mas um próximo, um imediato, e isso coloca em cheque a hierarquia de uma pequena organização – não que houvesse organização de fato – mas certamente alguém já ocupava esse cargo, e antes que pudesse dizer qualquer coisa o monstro se levantava e apenas esticando o braço alcançava o balcão do bar, o barman prontamente entregou nas mãos do meio-gigante o arco, uma aljava e dez flechas que foram no mesmo instante lançadas contra o peito do cientista, que só teria tempo de cumprir com seu acordo entregando o jaleco e o pagamento, antes que Big Whyler se virasse para trás na direção dos fundos do bar com passadas muito largas.

Mereça seu cargo! Só posso ter um braço direito!

Na cabeça de um cara como ele, apenas alguém forte pode estar a seu lado, e não importava quem fosse na verdade, agora a ambição de um homem seria testada, tudo seria decidido naquele instante. E os homens de Whyler gritavam como nunca, pois não havia amor entre eles, era apenas mais um dia nesse bar do inferno e talvez o inferno estivesse mais quieto nesse momento enquanto o coro de bêbados gritava.

Sangue! Sangue! Sangue! Sangue! Sangue! WUAAAHAHAHAHAHA!

O primeiro movimento de ambos estava prestes a acontecer, aquele segundo era interminável. Havia um punhado de gente sentada entre eles, estavam a talvez uns dez metros, não que alguém se importasse, ninguém iria se mexer, tudo seria resolvido em meio a uma algazarra e tanto, não havia um lugar mais louco para se estar.

Citação :
Post's: 05
Vantagens: Genialidade, Temperamento Calmo e S.A. (Visão)
Desvantagens: Compulsivo (Ajeitar os Óculos), Má Fama
Perdas: 10.000, O Jaleco do Pai, Dívida de 50.000
Ganhos: Arco Simples, Flechas (10)
Extra: NPC (O velho) NPC (Big Whyler) NPC (O imediato)
OFF: bom, agora vamos ter uma luta, pelo menos tudo indica que sim, prepare suas ações de ataque se quiser atacar primeiro, e capriche nas possibilidades de defesa também, será um duelo de atiradores. xD

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] l [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por levy em Dom 20 Mar 2016, 22:35, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mimeh
Civil
Civil
Mimeh

Créditos : Zero
Warn : Man of science - Página 2 1010
Masculino Data de inscrição : 04/01/2013
Idade : 22
Localização : East Blue - Dawn Island

Man of science - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Man of science   Man of science - Página 2 EmptyQua 03 Fev 2016, 06:06






copyright 2013 - All Rights Reserved for Larissa


Summer has come and passed The innocent can never last Wake me up when September ends Like my father's come to pass Seven years has gone so fast Wake me up when September ends ❝ Lari ❞ 
Se existe uma coisa que eu odeio, essa é coisa chama-se imprevisto, entenda, a ideia de que simplesmente há algo que eu não previra é aterrorizante, gostava de ter o controle de tudo. Não esperava a situação a que fui posto, mas aceitei, era de fato justo.
Eu já estava prestes a me virar e ir embora, já tinha recebido o arco e as flechas, pagado os 10 mil e o jaleco. -Mereça seu cargo! Só posso ter um braço direito! -Após proferidas essas palavras de Big Whyle, meu sangue imediatamente gelou, estava diante de uma situação que não previra, e que não queria que acontecesse, pelo menos não agora. Mas conclui que dada a selvageria daquele lugar e daqueles homens, era algo de se esperar, precisava mostrar que eu era forte, impôr respeito. Daria algo que tinha certeza que eles queriam: Sangue.

A adrenalina já começava a correr pelas minhas veias, pretendia antes de mais nada, procurar por um lugar que poderia usar como cobertura, atrás de uma parede ou algo do tipo, caso não achasse nenhum, tombaria uma mesa, caso houvesse alguma e se achasse que ela poderia suportar disparos, nem mesmo se importaria com o que estivesse sobre ela. Tinha a intenção de acabar com aquele conflito o mais rápido possível, por isso não daria chances, no primeiro sinal ofensivo jogaria o objeto mais próximo de mim, de preferência uma garrafa, atirando-a na direção do oponente, com a intenção de impedir o ataque dele ou pelo menos atrapalhar, logo após dispararia três setas ao ser hostil, uma contra a mão que ele usaria para alcançar a arma, outra na direção desse mesmo braço, a terceira no ombro. Não visava nenhum ponto fatal pois não tinha a intenção de matar o inimigo, somente desabilitá-lo, matá-lo só me traria problemas. Eu já tinha problemas demais; provavelmente o atacante não se seguraria, viria para matar, se tinha a intenção de proteger sua reputação. Estava em desvantagem, não queria matá-lo sobre o risco de acabar com uma recompensa sobre minha cabeça.

Caso o meu oponente sacasse sua arma antes de eu conseguir executar qualquer ataque, me jogaria ao chão atrás da mesa; ou atrás de uma parede, qualquer um que estivesse mais perto, tomaria cuidado para não tomar possíveis disparos durante o caminha à segurança, andaria semi-agachado, protegendo a cabeça, porém mantendo a velocidade, com a intenção de chegar ao abrigo logo, em segurança, esperaria para ver quantos tiros ele dispararia e avaliar que tipo de arma era aquela e quantas balas por carga ela possuía, para aí montar uma estratégia, decidir qual seria o momento certo de atacar.


 

____________________________________________________


Voltar ao Topo Ir em baixo
Levy
Civil
Civil
Levy

Créditos : Zero
Warn : Man of science - Página 2 4010
Masculino Data de inscrição : 22/10/2015

Man of science - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Man of science   Man of science - Página 2 EmptyQua 03 Fev 2016, 19:21

~ Narrador ~
6. Uma luta de bar...

Não esperava ter de usar o arco tão cedo, e irritado por não ter previsto uma coisa como essa começava a se mover de forma mais natural do que antes, pois certamente quando estava desarmado e sozinho num covil de lobos a situação parecia um tanto perdida, mas agora que apenas um rosnava para ele, e já armado, a coisa fica bem diferente, uma injeção de confiança e a frieza natural de quem está acostumado a estar numa posição complicada percorria seu sangue, e já havia se decidido, daria sangue àquela plateia insana, mas não o seu.

A princípio moveu-se em direção a alguma espécie de cobertura, como não havia paredes conseguiu tombar uma mesa onde a instantes atrás algum bêbado terminara de beber numa caneca de um litro. A caneca caiu a seus pés quando então abaixando-se estaria numa posição mais guarnecida, apenas de olhar a mesa não podia supor que seria segura o suficiente para segurar um tiro, mas certamente era melhor que permanecer de pé, a mesa era um pouco pesada, redonda de cerca de um metro de diâmetro.

O objeto mais próximo era realmente aquela caneca, seria a única coisa a ser arremessada na direção do pistoleiro, talvez tirasse a atenção do homem, pois só faria alguma diferença real se Conrad fosse algum tipo de exímio arremessador de facas ou coisa parecida, não era o caso, de toda a sorte um tiro foi disparado contra a caneca, e talvez pelo álcool ou por não ter conseguido sacar direito e rápido o bastante o tiro acertou a parede do fundo do bar onde o pianista imediatamente se abaixava e começava uma nova música agora mais emblemática de certa forma, uma balada mais rápida e mais interessante.

Mas o que de fato mudou o rumo das coisas, e o mais efetivo, foi o disparo do arco e flecha contra a mão que segurava a arma do pistoleiro, o cientista até que tinha uma pontaria mediana e obviamente muito além de qualquer cientista que já tivera a audácia de pôr os pés naquele lugar, as pessoas em volta estavam incrédulas, a maioria estava assistindo de camarote, e alguns seguravam seus chapéus ligeiramente abaixados diante dos acontecimentos por estarem na linha de fogo. A arma caia no chão enquanto a flecha cravada pelas costas da mão serviu para fazer o homem esbravejar de dor derrubando-a.

Filho da putaaaaaaa!

Talvez não fosse tão rápido quanto pensava, ou era o álcool que tinha impedido o pistoleiro de se esquivar, podemos somar ainda a inesperada pontaria do jovem e sua aparente habilidade de lidar com essa situação. Tudo isso foi realmente muito rápido, o pistoleiro tinha tempo ainda para quebrar a flecha na mão que certamente estaria inutilizada, e ainda se jogar no chão por baixo de uma mesa onde ainda havia uma pessoa que tomando um partido chutou a cara do homem para fora dali. Este ficando exposto no chão enquanto o sangue vertia de sua mão inútil. E cuspindo, essa pessoa era aquele velho do banco de praça que o Dr. Asimov já conhecia, a sua reação a ele seria incerta, mas suas palavras estavam pondo fim ao embate.

Ocê já era Juliard, vai embora daqui logo seu verme!

Conrad se via em vantagem, se quisesse poderia encerrar a vida daquele pistoleiro de uma vez por todas, não parecia querer isso a julgar por seu foco no duelo. As coisas haviam dado certo, lidou bem com o imprevisto e poderia finalmente sair dali se desejasse a fim de cumprir com seus planos, e com o acordo, poderia ainda trocar alguma palavra com o velho ou com qualquer um ali antes de partir, infelizmente não iria recuperar aquela flecha, mas certamente as coisas estariam se encaminhando no rumo certo, era pelo menos o que se poderia pensar dada toda a situação, mas um cientista sempre pode ter uma análise ligeiramente diferente.

Citação :
Post's: 06
Vantagens: Genialidade, Temperamento Calmo e S.A. (Visão)
Desvantagens: Compulsivo (Ajeitar os Óculos), Má Fama
Perdas: 10.000, O Jaleco do Pai, Dívida de 50.000, (01) Flecha
Ganhos: Arco Simples, Flechas (10)
Extra: NPC (O velho) NPC (Big Whyler) - Derrotou o NPC (O imediato)
OFF: Por uma questão de VDA você só pode realizar três ações por post, incluindo o ataque, então apenas uma flecha foi disparada, leve em consideração nos próximos combates. Eu conversei com o pessoal do fórum antes de postar, acredito que tenha entendido a regra da maneira correta, mas se desejar você pode questionar os GM's para aprofundarmos a questão.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] l [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por levy em Dom 20 Mar 2016, 22:36, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mimeh
Civil
Civil
Mimeh

Créditos : Zero
Warn : Man of science - Página 2 1010
Masculino Data de inscrição : 04/01/2013
Idade : 22
Localização : East Blue - Dawn Island

Man of science - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Man of science   Man of science - Página 2 EmptyQui 04 Fev 2016, 08:32






copyright 2013 - All Rights Reserved for Larissa


Summer has come and passed The innocent can never last Wake me up when September ends Like my father's come to pass Seven years has gone so fast Wake me up when September ends ❝ Lari ❞ 
Aconteceu muito rápido, a caneca arremessada, o disparo do inimigo e logo após a flecha enterrada na mão dele. Se fosse descrever meu sentimento depois disso tudo com uma só palavra, essa palavra seria satisfação, não pude esconder isso na minha face, um sorrisinho no canto dos lábios, fechei os olhos e ajustei os óculos. Me senti incrível.

-Filho da putaaaaaaa!

Ele me xingou, mas para mim, só o fez parecer ainda mais patético. Pensei se deveria atirar outra flecha nele só pelo insulto, fazê-lo ter algum respeito. Tomei a decisão quando o vi se arrastando para debaixo de uma mesa, ergui o arco me preparando, mas aí alguém inesperadamente o chutou na cara. Era o velhote que me trouxera ali.

-Ocê já era Juliard, vai embora daqui logo seu verme!

O velho disse e eu imediatamente baixei o arco e o estudei, pensando no porque ele fizera aquilo, aquele velho era diferente dos homens daquele lugar, parecia ser a pessoa mais decente dali. O tal Juliard era escória, se pudesse o mataria sem pensar duas vezes, mas não podia, tinha uma chance daquilo atrapalhar meus planos futuros. Mas me senti grato pelo o que o velhote fizera, me salvara de uma situação que me prejudicaria.

Olhei em volta e só aí notei que todos me olhavam espantados pelo oque eu acabara de fazer, aquilo amaciou meu ego. No final das contas, consegui resolver aquele problema e ainda conseguira um certo respeito ou até medo das pessoas que estavam ali, poderia acabar por vir a calhar futuramente. Giraria nos calcanhares me dirigindo para fora dali sem dizer se quer uma palavra.

A próxima etapa do meu plano agora começaria, pretendia antes de tudo sair daquela pocilga, me afastar, certificar-me de que ninguém estava me seguindo e ir de encontro ao QG da marinha, caso não achasse o lugar tentaria perguntar para os passantes. -Com licença, poderia me informar onde fica o QG?- Logo após seguiria as informações. Se chegasse ao QG, perguntaria para ao atendente caso houvesse algum.- Posso falar com o seu chefe? Diga que tenho informações valiosas.- E esperaria para ver que tipo de resposta obteria para aí reavaliar o plano e minhas opções.


 



Off:
Spoiler:
 

____________________________________________________


Voltar ao Topo Ir em baixo
Levy
Civil
Civil
Levy

Créditos : Zero
Warn : Man of science - Página 2 4010
Masculino Data de inscrição : 22/10/2015

Man of science - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Man of science   Man of science - Página 2 EmptySab 06 Fev 2016, 00:22

~ Narrador ~
7. De volta à prancheta...

Aquele sorriso no rosto, uma ajeitada compulsiva nos óculos, e uma boa dose de adrenalina acelerando o ritmo cardíaco foi o desfecho desse, digamos, primeiro obstáculo na vida de um cientista promissor. No bar todos perceberam quando Conrad se aproximou e parecia disposto a pôr fim na vida daquele pobre homem no chão, mas depois do chute e das palavras do velho suas intenções se perderam e o desejo mudou de rumo, parecia que agora, finalmente, o garoto estava dando algum valor àquele velho, que já não sustentava mais uma imagem deprimente, e quem sabe se aquela imagem estava a altura do homem.

Quando girou o corpo na direção da porta, tudo voltou a ser o que era, com exceção de que alguns já se levantavam para ganhar a rua, Conrad descobriu ao observá-los que havia uma porta principal, que possivelmente tivera entrado por um acesso lateral, talvez de emergência ou apenas mais uma entrada de serviço, haviam alguns crânios pendurados no hall de entrada, algumas garrafas quebradas penduradas na parede, algumas cordas com nomes gravados nelas, e em uma parede de madeira de convés de navio alguns que passaram por esse lugar deixaram alguma mensagem com uma faca que ficava ali cravada na parede especialmente para este fim. Depois de sair para a rua, a fachada não tinha letreiro, nem jeito de taverna, mais parecia o galpão abandonado de um velho cinema das antigas, janelas quebradas da parte superior e um aviso de “mantenha distância, prédio condenado” servia para afastar as pessoas, mas pelas condições do lugar talvez o prédio estivesse mesmo condenado, só que ninguém se importava aparentemente.

O sol estava no alto do céu entre nuvens, e após andar um pouco a cidade já era bem mais convidativa, podia ver algumas lojinhas de vitrines atraentes, um restaurante que deixava escapar pelas janelas um cheiro delicioso, e sim, algumas pessoas menos apressadas na rua andando calmamente, uma daquelas que saia do restaurante logo foi abordada, uma senhorita bem atraente na verdade, seu cabelo loiro e seus olhos grandes eram bastante chamativos, somado a uma expressão enigmática que faz você se perguntar.

Com licença, poderia me informar onde fica o QG?

A garota parecia desviar o olhar numa fração de segundo, e inspirando ela respondeu já seguindo adiante por seu caminho. Siga esta rua até a próxima praça e você verá a avenida principal, quando estiver nela siga o primeiro pelotão que você avistar, alguns deles tem de correr enquanto os outros não...

E a face da bela era a última coisa que ficava na memória recente do cientista, embora quem saberia quais aspirações podem movê-lo além de suas criações. E ao seguir por este caminho logo uma cantiga bem ritmada chamava bastante atenção, enquanto um oficial mais graduado corria na lateral do pelotão, ele declamava sua "oração" e logo após os soldados esgoelavam de volta a mesma coisa no ritmo da marcha. Se estivesse disposto a seguir um pelotão, Conrad chegaria a seu destino, e suas perguntas seriam respondidas. Poderia facilmente fazer isso, por outro lado, aquela mulher de antes se juntava a mais duas pessoas, eles eram familiares entre si de alguma forma, talvez por seu "tipo" de roupa, ou pela confiança que certamente transmitiam, todavia o olhar de respeito que aquele oficial no comando da marcha deu para aquele grupo entregava uma cordialidade mútua de quem, por assim dizer, trabalha junto ou quem sabe apenas uma tolerância, seja como for, eles estavam em pé de igualdade do ponto de vista de todos que ali observavam a cena. A marcha simples fica na cabeça.


A sua moral é fraca  
E fácil de corromper  
O seu olhar de medo  
Me causa só prazer
Eu sinto gosto de sangue
Vontade de matar
Nos somos da 2ª e o bicho vai pegar
2ª cia ensina
Aqui é disciplina
Aqui é disciplina
2ª cia esmaga
Aqui se faz aqui se paga
Aqui se faz aqui se paga


Citação :
Post's: 07
Vantagens: Genialidade, Temperamento Calmo e S.A. (Visão)
Desvantagens: Compulsivo (Ajeitar os Óculos), Má Fama
Perdas: 10.000, O Jaleco do Pai, Dívida de 50.000, (01) Flecha
Ganhos: Arco Simples, Flechas (10)
Extra: NPC (O velho) NPC (Big Whyler) - Derrotou o NPC (O imediato)
OFF: Bom, você só não chegou direto ao QG porquê reli seus objetivos e você não especificou se queria ser marine ou agente, você deve decidir, eu acho que seu personagem tem mais perfil de agente, não vejo Conrad naquele pelotão, mas essa é minha opinião se estivesse olhando de fora, como jogador, é claro, seu plano pode querer envolver a marinha, mas tudo ainda esta em aberto para que você defina seu caminho.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] l [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por levy em Dom 20 Mar 2016, 22:40, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mimeh
Civil
Civil
Mimeh

Créditos : Zero
Warn : Man of science - Página 2 1010
Masculino Data de inscrição : 04/01/2013
Idade : 22
Localização : East Blue - Dawn Island

Man of science - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Man of science   Man of science - Página 2 EmptySab 06 Fev 2016, 11:15






copyright 2013 - All Rights Reserved for Larissa


Summer has come and passed The innocent can never last Wake me up when September ends Like my father's come to pass Seven years has gone so fast Wake me up when September ends ❝ Lari ❞ 
A dose de adrenalina passou, voltei a ser oque normalmente era, ainda um cara incrível, mas um pouco mais normal. Quando finalmente voltei as ruas estranhei a tranquilidade, nem parecia a Las Camp de sempre. Estava acostumado com o ritmo caótico daquela cidade, mas poderia me beneficiar disso, seria bem mais fácil conseguir informação considerando que ninguém parecia apressado para chegar a lugar algum. Foi o que pensei quando me aproximei de uma moça de cabelos loiros, atraente, carregava uma expressão na face que me chamou a atenção. Me fez querer decifrar o que ela era, afinal, eu gosto de enigmas, porém não tinha tempo para isso agora, por isso simplesmente fui direto ao ponto -Com licença, poderia me informar onde fica o QG? Questionei. Ela me pareceu impaciente ao responder, desviou o olhar e respondeu inspirando e seguindo seu caminho.
-Siga esta rua até a próxima praça e você verá a avenida principal, quando estiver nela siga o primeiro pelotão que você avistar, alguns deles tem de correr enquanto os outros não…-
Ok, ela estava com pressa aparentemente, ou não queria falar comigo, coisa que eu já estava acostumado em razão da minha má fama. Mas ela me passou a impressão de ser alguém importante… alguém estressado pelo trabalho, devia ser alguma chefe e… OK não tenho tempo pra isso, me peguei tentando resolver o enigma que aquela mulher era sem perceber, mas aí lembrei que tinha uns caras querendo meu dinheiro ou minha cabeça.

Comecei a seguir as instruções da moça e logo vi um pelotão cantando, ou melhor gritando a plenos pulmões algum tipo de canção, notei o quanto aquilo causava aversão em mim tanto quanto os homens daquela pocilga que eu estivera anteriormente. Nunca conseguia me imaginar como um marinheiro com aquela fardinha, mas era algo que eu precisava ser antes de concretizar meu sonho de tornar me cientista da divisão de inteligência, ao não ser que…

Foi aí que entendi oque aquela mulher era; ela se juntou a um grupo de similares, pessoas como ela, talvez colegas de trabalho, e nesse momento o pelotão também passou e notei o entendimento entre eles, algum tipo de respeito mútuo. -Interessante.- Murmuraria para mim mesmo e me aproximaria daquela loira que me dera instruções anteriormente, sussurrando em seu ouvido. -O que agentes fazem aqui em Las Camp?- Questionaria interessado, tinha uma teoria do porque eles estavam ali, mas me pareceu loucura simplesmente contar sem ter certeza. Se eu estivesse errado o máximo que ia parecer era um louco, mas se estivesse certo… aquilo certamente mudaria o curso dos meus planos.



 



Off:
Spoiler:
 

____________________________________________________


Voltar ao Topo Ir em baixo
Levy
Civil
Civil
Levy

Créditos : Zero
Warn : Man of science - Página 2 4010
Masculino Data de inscrição : 22/10/2015

Man of science - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Man of science   Man of science - Página 2 EmptyDom 07 Fev 2016, 18:13

~ Narrador ~
8. Agentes...

Certamente o Dr. Asimov sabia que existiam agentes trabalhando para o governo mundial, eles não são comuns como os marinheiros nessa ilha, isso porque não há uma base de agentes por aqui. Nascido nesse lugar e vivendo toda a sua vida aqui, nunca viu sua família tratar de negócios com um agente, sempre fora a Marinha uma boa fonte de recursos, mas não tinha apreço por eles. Ainda assim sabia sobre sua existência, e certamente era um tipo de coisa que gostaria de ser, pelo menos, se tivesse que andar por aí com aquela garota ficaria feliz.

E os dois agentes pareciam reportar alguma coisa, conversavam casualmente encostados numa parede de esquina enquanto a garota de costas para a rua gesticulava alguma coisa, a aproximação do cientista foi suave, mas fora notada, e quando estava para esticar o pescoço na direção do ouvido da moça dizendo algo que julgava apropriado foi surpreendido.

Interessante. O que agentes fazem...

Agarrado por ela ainda de costas, que levantando os braços e inclinando um pouco para a esquerda, segurou pelo ombro do cientista e apertou com o outro o pescoço dele num mata leão impulsionando-o com a força das costas fez com que Conrad girasse no ar e caísse para o chão bem à frente dos outros homens que não esboçaram reação, o sol sob o rosto impedia que focasse a expressão de todos, mas a voz da garota foi ouvida logo depois de terminar de dizer o que foi planejado, e quando ela se aproximou pode vê-la novamente.

Agente Loira:
 

(...) aqui em Las Camp? A voz saiu um pouco diferente do natural.

Nossa, nossa, desculpa, foi um reflexo, ninguém chega pelas minhas costas. Parecia estar acostumada a dar esse tipo de desculpa frequentemente, não corava, nem mudava o tom de voz. Ela estendeu a mão após constatar que já conhecia o rapaz, ajudaria a levantá-lo se permitisse. Enquanto um dos homens, o mais alto e mais magro disse entredentes. Quem é você para questionar? Se tem algo a dizer diga logo de uma vez, não temos tempo a perder... E a julgar pela impaciência dele, as coisas não estavam certas, não era antipatia pela má fama da família, era apenas mal humor, pelo menos a princípio fora um começo e tanto.

Citação :
Post's: 08
Vantagens: Genialidade, Temperamento Calmo e S.A. (Visão)
Desvantagens: Compulsivo (Ajeitar os Óculos), Má Fama
Perdas: 10.000, O Jaleco do Pai, Dívida de 50.000, (01) Flecha
Ganhos: Arco Simples, Flechas (10)
Extra: NPC (O velho) NPC (Big Whyler) - Derrotou o NPC (O imediato) - NPC (Loira)
OFF: Como narrador, eu acredito que posso conseguir qualquer coisa para o jogador, só porque não tem uma central dos agentes não quer dizer que não possa ser um, logo logo. E veja pelo lado positivo, quando você se apresentar a CP3 em Ilusia Kingdom poderá ser com recomendações.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] l [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por levy em Dom 20 Mar 2016, 22:41, editado 4 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mimeh
Civil
Civil
Mimeh

Créditos : Zero
Warn : Man of science - Página 2 1010
Masculino Data de inscrição : 04/01/2013
Idade : 22
Localização : East Blue - Dawn Island

Man of science - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Man of science   Man of science - Página 2 EmptySeg 08 Fev 2016, 11:33






copyright 2013 - All Rights Reserved for Larissa


Summer has come and passed The innocent can never last Wake me up when September ends Like my father's come to pass Seven years has gone so fast Wake me up when September ends ❝ Lari ❞ 
Aprendi uma lição; nunca, absolutamente nunca chegar sorrateiramente por trás de um agente, me arrependi de ter feito isso. Aconteceu rápido demais até para os meus olhos, quando dei por mim já estava com a cara no chão sendo estrangulado por aquela bela moça, o que na verdade só fez aumentar as minhas suspeitas de que ela era oque eu pensava que era. Não senti raiva, minha natureza calma me impediu de ficar com raiva, na verdade me senti envergonhado por ter sido dominado com tamanha facilidade, em outra situação poderia até ter gostado daquilo, mas nesse caso certamente foi uma facada direcionada ao meu orgulho.
-Nossa, nossa, desculpa, foi um reflexo, ninguém chega pelas minhas costas.  
Ela se desculpava, porém aquelas desculpas não pareciam sinceras, como se aquilo tipo de coisa fosse rotineira. Me ofereceu ajuda para levantar, mas eu simplesmente ignorei, me senti ofendido. Levantaria por conta própria enquanto olhava para o restante dos companheiros dela, eles pareciam nem se importar com o que acabara de acontecer.
-Quem é você para questionar? Se tem algo a dizer diga logo de uma vez, não temos tempo a perder...
Disse um deles, o mais alto. Imediatamente o encarei e um sorriso me surgiu no canto dos lábios, substituindo a expressão seria que estivera em minha face anteriormente, por conta do ocorrido. Fechei os olhos e ajustei os óculos, satisfeito por ter acertado, minhas suspeitas só se confirmaram naquele momento.

-Eu acho que vocês irão querer perder tempo com o que eu tenho a dizer.- Diria ao mesmo tempo que sacudia o pó das roupas. -Tenho informações valiosas…- E faria uma pausa para tentar limpar os óculos, caso eles estivessem sujos, com um lenço que tiraria do bolso. -Já adianto… tem a haver com tráfico de armas.- E então colocaria os óculos novamente e olharia as expressões de todos ali presentes, ao mesmo tempo verificando se os óculos agora estavam limpos. -Mas não vamos discutir isso aqui, tem algum lugar um pouco mais… Digamos… Privado?- Me dirigia para a loira mais uma vez, frisando a palavra “privado” e logo em seguida olhando em volta para me certificar de que não tinha ninguém me seguindo. Caso houvesse algum lugar que poderiam conversar, a seguiria saindo dali. -Conhece alguém chamado Big Whyili?- Diria, caso ela não demonstrasse nenhum interesse em levar me a algum lugar mais privado para conversar, tinha a intenção de persuadi-la a me ouvir a qualquer custo.


 

____________________________________________________


Voltar ao Topo Ir em baixo
Levy
Civil
Civil
Levy

Créditos : Zero
Warn : Man of science - Página 2 4010
Masculino Data de inscrição : 22/10/2015

Man of science - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Man of science   Man of science - Página 2 EmptySab 13 Fev 2016, 13:39

~ Narrador ~
9. O refúgio...

Todos olharam em volta, não havia ninguém suspeito andando pela rua. Eu acho que vocês irão querer perder tempo com o que eu tenho a dizer. Tenho informações valiosas... Parecia que alguém iria interromper mas a Loira não deixou com um olhar fulminante, e logo após limpar os óculos o cientista prosseguiu. Já adianto… tem a haver com tráfico de armas. Pelo que pode ver ao colocar os óculos, a loira mantinha a compostura, mas o mais alto e impaciente fez uma careta levantando as sobrancelhas e sorrindo ao final, parecia que tinha ouvido uma ótima notícia. Quando então foi repreendido enquanto a loira suspirava e passava a mão direita pelo rosto niilista. Pelo amor de Deus, tira esse sorriso da cara. Foi a oportunidade para continuar dizendo ainda mantendo a discrição. Mas não vamos discutir isso aqui, tem algum lugar um pouco mais… Digamos… Privado?

E dando ênfase na palavra privado, todos começavam a sair daquela rua, poucos metros adiante havia uma porta entreaberta, o prédio era simples de tijolos a vista, um recepcionista baixinho e gordo ficava sentado num sofá ao lado do balcão da recepção de paredes também de tijolos e piso de madeira, tinha uma cara de lugar antigo, mas estava com a limpeza em dia, e o jornal em suas mãos já estava bastante foleado. Quando todos entraram ele abaixou o jornal devagar e deu uma olhadinha nada discreta, já estava acostumado com a presença deles, mas quando viu o cientista as sobrancelhas se sobressaltaram e voltou a ler o jornal.

Uma escadaria em espiral dava para o segundo andar, haviam apenas duas portas nesse andar, e quando o quarto 101 foi aberto teve de passar por algumas cortinas impedindo a visão, eram três lances de cortinas, uma coisa montada por eles possivelmente, mas que não fazia sentido. Haviam dois colchonetes amarrados num canto do quarto e uma cama embutida na parede. Conhece alguém chamado Big Whyili?  Nenhum deles esboçou reação, então após alguns segundos intermináveis de silêncio avaliador, foi a Loira que falou.

Certo, você pode falar aqui, começamos com o pé errado, mas podemos continuar no certo. Estou ouvindo, não sei nada sobre esse Big Whyili, mas tráfico de armas é uma coisa séria, você como um civil precisa me dizer tudo que sabe, só assim poderemos fazer algo a respeito. A expressão da moça era doce, complacente, olhava nos olhos e parecia sorrir bem leve de forma genuína, mas podia supor que existia alguma coisa que ela não estava contando, e quem pode culpá-la, somente se o doutor dividisse o que sabia ela avaliaria sua confiança, e em sua mente esperava algo a mais, algo lógico, um motivo... Era o momento para aplicar aquele plano de que tanto se orgulhava o cientista, podia interagir mais com eles se de desejasse, as coisas poderiam ficar claras se fizesse isso, era um momento derradeiro, confiar ou não – eis a questão –  enquanto os outros agentes saiam de perto e começavam a arrumar seus pertences, ambos partilhando de uma mesma mochila, alguma coisa estava acontecendo, de fato só agora percebia o porquê dos agentes estarem relaxados, de tê-los reconhecido prontamente e de ter sido recebido naquele refúgio.

Citação :
Post's: 09
Vantagens: Genialidade, Temperamento Calmo e S.A. (Visão)
Desvantagens: Compulsivo (Ajeitar os Óculos), Má Fama
Perdas: 10.000, O Jaleco do Pai, Dívida de 50.000, (01) Flecha
Ganhos: Arco Simples, Flechas (10)
Extra: NPC (O velho) NPC (Big Whyler) - Derrotou o NPC (O imediato) - NPC (Loira)
OFF: N/A

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] l [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por levy em Dom 20 Mar 2016, 22:42, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mimeh
Civil
Civil
Mimeh

Créditos : Zero
Warn : Man of science - Página 2 1010
Masculino Data de inscrição : 04/01/2013
Idade : 22
Localização : East Blue - Dawn Island

Man of science - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Man of science   Man of science - Página 2 EmptyDom 14 Fev 2016, 03:04






copyright 2013 - All Rights Reserved for Larissa


Summer has come and passed The innocent can never last Wake me up when September ends Like my father's come to pass Seven years has gone so fast Wake me up when September ends ❝ Lari ❞ 
Segui os agentes até um prédio simples, aparentemente velho porém bem cuidado, não sei como o governo age, mas achei que era algum tipo de base temporária ou secreta, considerando que não existe nenhuma sede do governo mundial em Las Camps, foi de fato uma grande sorte ter encontrado os agentes perambulando por aí, pois eu tinha receios de não poder confiar meu plano à marinha.
Subi as escadas logo atrás deles entrando num quarto e passando por algumas cortinas.
-Conhece alguém chamado Big Whyili? Eu disse ao mesmo tempo em que ocupava os olhos, analisando aquele lugar, me convencendo ainda mais de que era algum tipo de base secreta. Esperei algum tipo de reação, algo como “Ah, Big Whyli!? Estamos tentando prender esse cara à séculos, por favor nos ajude” mas eles simplesmente não reagiram. Fechei os olhos e resmunguei baixinho, comecei a achar que Big Whyli era um zé ninguém, nesse caso, possivelmente, eu estaria ferrado.

-Certo, você pode falar aqui, começamos com o pé errado, mas podemos continuar no certo. Estou ouvindo, não sei nada sobre esse Big Whyili, mas tráfico de armas é uma coisa séria, você como um civil precisa me dizer tudo que sabe, só assim poderemos fazer algo a respeito.
Disse a moça e notei o quanto ela era realmente bonita tinha um sorriso que me pareceu gentil, fiquei encantado por alguns segundos. Aí, como se um feitiço se quebrasse, com os olhos semicerrados avaliei a moça, deduzi que talvez ela fizesse aquilo com frequência, se utilizar de sua beleza para encantar as pessoas e conseguir o que quer. Sorri, admirado, ela me passava a impressão de que sabia mais do que estava contando, talvez Big Whyili fosse de fato importante. Senti a necessidade de ganhar a confiança dela, quem sabe aí poderíamos cooperar, por isso decidi contar oque ela queria ouvir. -Bom… Big Whyili é um cara bem grande e gordo, você não iria querer conhecê-lo…- Suspirei e continuei.- Ele tem acesso a armas, várias, ilegais é claro. Eu posso simplesmente te ajudar a prender Big Whily e seus comparsas, mas acho que seria um esforço inútil, na minha opinião provavelmente alguém vai assumir o lugar dele… Meu palpite é que o Sr Whyili tem algum fornecedor.- Faria uma pausa, olhando-a nos olhos, um brilho maligno surgiu nos meus, de alguém que tinha uma plano sensacional. -Acho que agora os homens de Whiyli meio que confiam em mim, se você quiser te digo onde Big Whiyli e seus comparsas estão, vocês entram lá, prendem todo mundo e depois…- Faria uma pausa e olharia para os rostos de todo mundo, podia pre sentir a surpresa surgindo em suas faces com oque diria a seguir -Soltam eles… - Completaria agora com um sorriso no canto dos lábios. -Eu sei, parece loucura, bom… Pode se dizer que é algo natural na minha família… Mas enfim, depois disso, entra a segunda parte do meu plano, se eles forem soltos e se eu fizer parecer que foi eu que os soltei, vou ganhar ainda mais confiança entre os capangas do Whily… e eu vou precisar disso porque aparentemente eu sou o braço direito de Whily agora, quer dizer, ainda não, mas vou ser, tudo depende se eu vou voltar com a quantia certa de dinheiro nas mãos… Me entende?-

E esperaria a resposta dela, caso ela concordasse com meu plano maluco, continuaria.. -Vou precisar de 50.000 berries, não deve ser dificil para o Governo Mundial, né? Além disso, vou precisar que mantenham presos somente Big Whily e seu ex-imediato, pois vamos usa-los. E vou querer ser efetivado como Agente em treinamento, considere isso como… o meu treinamento. Vou precisar também de muita, muita sorte, e um beijo seu.- Diria e apontaria para loira, mantendo a expressão comum em minha face; olhos quase fechados, como se nada no mundo me impressionasse, como se estivesse com sono, passando a impressão de que aquilo que acabara de dizer fosse uma exigência normal, mas então me apressaria em continuar. -AH!- Exclamaria - Na verdade, o beijo é uma consequência, acredite, se isso funcionar você vai querer me beijar.- E por fim lhe dirigira um sorriso sincero, coisa rara para alguém como eu, estava só brincando com a moça é claro… ou talvez não.


 




Spoiler:
 

____________________________________________________


Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Man of science - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: Man of science   Man of science - Página 2 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Man of science
Voltar ao Topo 
Página 2 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: West Blue :: Las Camp-
Ir para: