One Piece RPG
Aventura na Cidade das Conchas XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [Kit - Garou]
Aventura na Cidade das Conchas Emptypor Ainz Hoje à(s) 12:06

» V - Into The Void
Aventura na Cidade das Conchas Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 11:03

» Mini - DanJo
Aventura na Cidade das Conchas Emptypor DanJo Hoje à(s) 02:51

» Crisbella Rhode
Aventura na Cidade das Conchas Emptypor ADM.Ventus Hoje à(s) 02:48

» A Aparição de Mais Um Meio a Tantos
Aventura na Cidade das Conchas Emptypor Wave Hoje à(s) 00:53

» O vagabundo e o aleijado
Aventura na Cidade das Conchas Emptypor Ghastz Hoje à(s) 00:40

» Mini Aventura - Agyo Shitenno
Aventura na Cidade das Conchas Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 23:16

» O Legado Bitencourt Act I
Aventura na Cidade das Conchas Emptypor Faktor Ontem à(s) 22:16

» Apenas UMA Aventura
Aventura na Cidade das Conchas Emptypor Van Ontem à(s) 17:49

» Bellamy Navarro
Aventura na Cidade das Conchas Emptypor Greny Ontem à(s) 12:43

» Unbreakable
Aventura na Cidade das Conchas Emptypor Ainz Ontem à(s) 11:55

» (Mini) Gyatho
Aventura na Cidade das Conchas Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 01:02

» (MEP) Gyatho
Aventura na Cidade das Conchas Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 00:55

» [MINI-Tenzin]Here we go again
Aventura na Cidade das Conchas Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 00:53

» [M.E.P]Tenzin
Aventura na Cidade das Conchas Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 00:43

» [Extra] — Elicia's Diary
Aventura na Cidade das Conchas Emptypor GM.Noskire Ontem à(s) 00:27

» M.E.P DanJo
Aventura na Cidade das Conchas Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 00:27

» Mini Aventura - No Mercy
Aventura na Cidade das Conchas Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 00:20

» [Mini-Rosinante-san] O homem que quer ser livre
Aventura na Cidade das Conchas Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 00:15

» Retornando para a aventura
Aventura na Cidade das Conchas Emptypor ADM.Senshi Ontem à(s) 00:13



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG

Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


Compartilhe
 

 Aventura na Cidade das Conchas

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 62
Warn : Aventura na Cidade das Conchas 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 5ª Rota - Pindorama

Aventura na Cidade das Conchas Empty
MensagemAssunto: Aventura na Cidade das Conchas   Aventura na Cidade das Conchas EmptyTer 19 Jan 2016, 16:42

Aventura na Cidade das Conchas

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Kyo Yukimura. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kyo Yukimura
Civil
Civil
Kyo Yukimura

Créditos : Zero
Warn : Aventura na Cidade das Conchas 10010
Data de inscrição : 11/01/2016
Localização : Shells Town

Aventura na Cidade das Conchas Empty
MensagemAssunto: Re: Aventura na Cidade das Conchas   Aventura na Cidade das Conchas EmptyTer 19 Jan 2016, 23:47

Kyo acorda. Mais um novo dia em Shells Town, mas não um dia qualquer. Se tudo desse certo, aquele seria o dia em que o jovem finalmente se alistaria na marinha. Até esta data, o garoto passara o tempo fazendo favores pela ilha. Mas não havia feito tudo aquilo por um bem maior, paz de espírito ou coisa do tipo, tudo o que ele pensava era em conseguir dinheiro para os dias que iriam vir. E este dia era hoje. Kyo, depois de se levantar abriria a janela mais próxima, caso houvesse alguma e, independente do clima lá fora, ficaria observando a paisagem com cara de sono. Se não houvesse janelas por perto, ele pegaria seus berries, escovaria os dentes, jogaria uma água no rosto, depois abriria a porta. Se estivesse chovendo, procuraria por um guarda-chuva em casa, encontrando-o ou não sairia e ficaria lá fora parado, olhando para cima.

“Ah, cara... Eu tinha que acordar logo agora? Tudo bem, eu tenho que me alistar na marinha, mas eu precisava acordar AGORA? Tudo o que eu precisava era de só mais 4 horas de sono. Quatro... Malditas... Horas... Será que é pedir demais? Ah, que se dane...”

-Bom... Tenho 50 mil berries agora. Como será esse alistamento? Acho que não vai ser só assinar um monte de papéis, pegar o uniforme e voltar pra casa... Provavelmente vão querer ver o que a gente consegue fazer... Droga, vou precisar de alguma arma... Acho que o nome é manopla. Frescura, é tão mais fácil chamar de luva... Enfim, onde eu vou arranjar uma dessas por aqui? Espero que não seja tão caro...

Kyo sempre fora muito teimoso com diversas coisas e se irritava fácil com o fato das pessoas darem diversos nomes para uma mesma coisa. O jovem simplesmente não via utilidade nisso. Mas não havia nada que ele pudesse fazer quanto a isso. Sendo assim, Kyo vagaria pela ilha procurando por alguma maneira de conseguir uma manopla. Caso encontrasse alguém que não a usasse, iria pedi-la de graça. Se não fosse possível, faria o que desse para pagar o menor valor. Se encontrasse alguém que as estivesse usando, o jovem o desafiaria apostando as manoplas. De início não iria dizer nada sobre seus berries, apenas se a pessoa negasse o desafio. Conseguindo as manoplas, ele caminharia em direção ao QG. Se por acaso não conseguisse encontrar ninguém com um par de manoplas, Kyo daria uma volta pela ilha visivelmente irritado para depois seguir em direção ao QG da marinha para se alistar.

-Espero que esses marinheiros não sejam só um bando de magrelos. Se eu ficar num pelotão cheio de gente fraca vão jogar todo o trabalho pra cima de mim... Malditos...

objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

-Fala
"Pensamento"
{Transmissões}

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] @Fefa#8129
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado
avatar


Aventura na Cidade das Conchas Empty
MensagemAssunto: Re: Aventura na Cidade das Conchas   Aventura na Cidade das Conchas EmptyDom 24 Jan 2016, 22:21

Mestragem

Pela manhã nosso aspirante a marinheiro despertava de sua boa noite de sono. “Ah, cara... Eu tinha que acordar logo agora? Tudo bem, eu tenho que me alistar na marinha, mas eu precisava acordar AGORA? Tudo o que eu precisava era de só mais 4 horas de sono. Quatro... Malditas... Horas... Será que é pedir demais? Ah, que se dane...”

Certamente não era um dia qualquer para o jovem. Finalmente ele iria se alistar na marinha. Primeiramente o jovem tomou seus hábitos saudáveis de higiene e cuidados básicos, escovou os dentes e lavou o rosto, atitude que qualquer pessoa normal faria logo pela manhã. Separou o dinheiro contado e abriu a janela de sua casa onde pôde observar o dia agradavelmente quente.  

Nas ruas de Shells Town, Kyo procurava uma maneira de conseguir uma manopla. Sua intenção era pegar em flagrante alguém descartando esse item em especial, ou um usuário. Era 8:00 da manhã, os estabelecimentos haviam acabado de abrirem e as pessoas que movimentavam a rua há essa hora eram na maioria comerciantes que acabavam de abrir seus estabelecimentos, idosas sozinhas com suas sacolas, senão, acompanhadas de seus netos iam em direção a feira da ilha e algumas outras pessoas trajavam suas vestimentas engomadas até o local de trabalho sem sequer prestar atenção no rapaz. Para a infelicidade de Kyu, nenhum sinal da manopla. O jovem visivelmente frustrado resolveu dar uma espairecida com uma caminhada em torno dos quarteirões da cidade em que se criara. Conseguia notar a presença de, no mínimo, três a quatro marinheiros em cada esquina.

Após andar alguns quilômetros o jovem enfim avistava o QG da marinha. -Espero que esses marinheiros não sejam só um bando de magrelos. Se eu ficar num pelotão cheio de gente fraca vão jogar todo o trabalho pra cima de mim... Malditos.... - Explanava. Era grande e resistente a muralha, era certamente ali o destino do aspirante a marinheiro. Na grama, ao lado de fora da base militar, em seu lado direito, algumas dezenas de marinheiros faziam exercícios físicos matinais, ambos usavam shorts azuis e uma simples regata branca. Logo na entrada da base havia uma mesa de madeira e um marinheiro fazia uso dela, ao seu lado uma placa branca com escrita em azul. – Instruções para Alistamento. Faça a diferença, venha ser um membro da marinha! – Uma fila era formada em frente a essa mesa. Dois rapazes em frente à Kyu conversavam receosos pela fama da marinha. – Dizem que um novato sofre nas mãos dos veteranos. – Realmente! Ouvi histórias que os veteranos chegam a trancar os novatos nos armários.  

Enfim é chegado a sua vez. Na mesa encontra-se um rapaz com um semblante sério e muito pontual na hora de lhe passar as informações. – Assine os seguintes campos, depois de assinado deixe o formulário sobre a mesa e pode entrar no quartel. – Os campos a serem preenchidos são estes: Nome, Idade, Sexo, Altura e Peso.  

Ao adentrar o QG da marinha você vera outras duas filas, todos os integrantes são civis. Há um marinheiro responsável em frente a cada uma das filas. A fila à esquerda, quem comandava era um homem alto e magro de óculos transparente e cabelo preto, ele usa um terno preto e gravata azul, com uma camisa de botão branca. Na fila a sua direita um homem de porte bem construído passando a imagem de um homem de meia idade, alto, com cabelos brancos na altura dos ombros, rosto largo e com óculos pretos, ele usa uma gravata vermelha e uma camisa cinza. Caberia a você escolher qual fila fazer parte.


Histórico:
Spoiler:
 

Obra de arte feita pela minha magnifica pessoa para reforçar a descrição:

Spoiler:
 

Regras:
Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kyo Yukimura
Civil
Civil
Kyo Yukimura

Créditos : Zero
Warn : Aventura na Cidade das Conchas 10010
Data de inscrição : 11/01/2016
Localização : Shells Town

Aventura na Cidade das Conchas Empty
MensagemAssunto: Re: Aventura na Cidade das Conchas   Aventura na Cidade das Conchas EmptyTer 26 Jan 2016, 06:47

Kyo estava visivelmente frustado por não ter conseguido a manopla, mas enfim... Nem tudo são flores na vida. Durante sua caminhada, o jovem avistava muitos marinheiros pela ilha, o que indicava que trabalho era o que não iria faltar em Shells Town. Finalmente chegando ao QG, Kyo vai direto para a fila que ali estava, aguardando sua vez para preencher o formulário de alistamento. Enquanto aguardava, alguns rapazes conversavam entre si sobre seus receios em relação ao início de carreira, comentando sobre o sofrimento dos novos recrutas nas mãos dos veteranos. Ouvindo aquilo, Kyo abriria um sorriso arrogante.

-Há... Quero ver eles tentarem alguma coisa assim... Vou arrebentar o armário com a cabeça deles.

Finalmente havia chego o momento que Kyo tanto esperava. A frente dele estava apenas o oficial responsável pelas informações do alistamento com um olhar sério. Após ouvir as informações sobre o que assinar e onde assinar, o jovem se inclinaria e começaria a preencher o formulário.

-Nome... Kyo Yukimura. Idade... 21 anos. Peso e altura? Porra, não era melhor ter colocado uma balança com aqueles trecos de medir altura? Que saco... Bom... 1,79m e... 71kg. Acho que é isso. Se estiver errado não é culpa minha. Droga....

Kyo era um rapaz que não agia muito pela razão. Era mais instintivo, não gostava do tempo perdido apenas para pensar em algo. Quando surgia alguma situação, ele batia primeiro e perguntava depois. Por isso, ter que pensar para responder seu peso e altura corretamente era um fardo enorme para o jovem boxeador.

Já dentro do QG, Kyo vê duas filas. Os homens a frente das mesmas eram extremamente opostos um ao outro. Ele ficaria parado olhando os dois homens de gravata enquanto apontava para um deles.

“Ok... Nenhuma identificação, ninguém fala nada sobre isso aqui... Pra que que servem essas duas filas? E quem são aqueles dois caras? Ótima organização, Marinha. Até um Den Den Mushi faria melhor”

-EEEI!!! VOCÊ DE ÓCULOS! PRA QUE QUE SÃO ESSAS FILAS?

Caso o homem de óculos respondesse que sua fila ou a fila do lado tivessem alguma relação com combates, Kyo se dirigiria para lá. Se ele não respondesse nada, o jovem faria a mesma pergunta para o homem de gravata vermelha, mas se dirigiria a ele como “Velhote”. Caso nenhum deles respondesse, Kyo se sentaria no chão no meio das duas filas até que alguém resolvesse responder sua pergunta. Se mesmo assim o ignorassem, ou tentassem expulsá-lo do QG, ele se levantaria bufando e iria até o final da fila do homem musculoso de gravata vermelha.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

-Fala
"Pensamento"
{Transmissões}

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] @Fefa#8129
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado
avatar


Aventura na Cidade das Conchas Empty
MensagemAssunto: Re: Aventura na Cidade das Conchas   Aventura na Cidade das Conchas EmptyQua 27 Jan 2016, 16:14

Mestragem

-EEEI!!!! VOCÊ VELHOTE DE ÓCULOS! PRA QUE SÃO ESSAS FILAS?

Momentaneamente quando Kyu proferiu essas palavras, o homem de terno preto e óculos transparente levou seus dedos polegar e médio até o centro do seu óculos como se fosse arrumar sua posição. – Deselegante! - Disse o marinheiro em um tom arrogante. Primeiramente eles relevaram a atitude do aspirante a marinheiro sem lhe responder. Entenderam apenas como uma curiosidade.

Sem a resposta que queria,  Kyu com todo seu mau humor resolveu fazer birra e se sentou no centro entre as duas filas. Por que ele foi fazer isso? Foi a última gota. – Desnecessário. – Disse o líder da fila da esquerda, novamente voltando a “endireitar” seus óculos.

- Ei, parceiro, deixe que desse daí cuido eu. – Disse o homem de aparência mais velha atravessando seu companheiro. Com um salto ele se aproximou do aspirante. Kyu olhava o homem de baixo para cima e o que ele enxergava era um homem com o rosto fechado, conseguia notar suas veias saltadas em sua testa e algumas veias saltadas no antebraço do marinheiro. Era de causar calafrios. Então aquele homem pegou Kyu pela gola através de seu happi branco e o levantou, ficando ambos cara a cara, seus pés estavam na altura do joelho do marinheiro, o homem chegava aos 2 metros de altura. – Pois bem, você vai fazer parte da minha turma. É onde separamos os meninos dos homens, Behehehe!. - Colocando Kyu por último na fila. Alguns comentários maldosos surgiam através das bocas daqueles que faziam parte da fila. – Que teatrinho baixo. – Esse com certeza veio do interior do interior.

Em seguida, o marinheiro voltou ao seu lugar de origem e iniciou as instruções. - Muito bem seus protótipos de marinheiros, meu nome é Gino e esse é o meu companheiro e irmão gêmeo, Geno. – Apontando para o homem de terno e também instrutor ao seu lado. - Prestem atenção, membros dessa fila em particular. Eu serei seu instrutor e no dia de hoje vocês vão passar por testes físicos onde a tua condição e aptidão física, em particular ao nível cardiorrespiratório e de adaptação ao meio aquático são alguns dos aspetos que vão ser avaliados. – Em seguida, o instrutor levou seus alunos em um outro espaço existente no QG, tinha uma pista de corrida em formato de zero e uma piscina de 25 metros. – O objetivo não é comparar vocês com  fulano, sicrano, beltrano ou joãosinho32, o foco é testar e avaliar suas capacitações físicas... Darei a vocês 3 minutos para se prepararem. Depois desse tempo, vocês podem optar se querem começar com o teste de corrida ou natação. Pra quem for iniciar o teste de corrida, vocês tem entre 12 a 15 minutos para completar 2km, e para quem iniciar o teste na piscina, vocês tem 25 metros para percorrer em 3 minutos. Que comecem os testes. Behehe!!!


Histórico:
Spoiler:
 

Instrutores:
Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kyo Yukimura
Civil
Civil
Kyo Yukimura

Créditos : Zero
Warn : Aventura na Cidade das Conchas 10010
Data de inscrição : 11/01/2016
Localização : Shells Town

Aventura na Cidade das Conchas Empty
MensagemAssunto: Re: Aventura na Cidade das Conchas   Aventura na Cidade das Conchas EmptySex 29 Jan 2016, 07:53

Kyo enfim havia conseguido sua resposta. Não da maneira que esperava, mas foi respondido. Gino estava a sua frente em um instante e logo Kyo já não se encontrava no chão. Aquele homem parecia ter uma força monstruosa. Vendo as veias saltadas em algumas áreas do corpo do instrutor, o jovem não pode evitar se preparar mentalmente para um possível ataque. Por sorte, nada violento havia acontecido, Kyo apenas foi colocado em uma das filas pelo forte marinheiro, o que podia ser, de certa forma, vergonhoso, além de um péssimo início de carreira. Ouvindo os comentários dos companheiros recrutas, os nervos de Kyo se afloram.

-Aí seus putos. É melhor calarem a boca, ou vão ter que correr chorando sem os dentes até o velhote ali pedindo socorro.

Independente do que respondessem, Kyo ignoraria e continuaria com os outros recrutas até a local onde seriam feitos testes físicos.

“Agora sim. É disso que eu tô falando. Espero que eu possa socar alguém mais tarde. Melhor ainda se for um daqueles recrutas exibidos. Ou até mesmo o velhote...”

- Prestem atenção, membros dessa fila em particular. Eu serei seu instrutor e no dia de hoje vocês vão passar por testes físicos onde a tua condição e aptidão física, em particular ao nível cardiorrespiratório e de adaptação ao meio aquático são alguns dos aspetos que vão ser avaliados. O objetivo não é comparar vocês com  fulano, sicrano, beltrano ou joãosinho32, o foco é testar e avaliar suas capacitações físicas... Darei a vocês 3 minutos para se prepararem. Depois desse tempo, vocês podem optar se querem começar com o teste de corrida ou natação. Pra quem for iniciar o teste de corrida, vocês tem entre 12 a 15 minutos para completar 2km, e para quem iniciar o teste na piscina, vocês tem 25 metros para percorrer em 3 minutos. Que comecem os testes. Behehe!!!

“Que merda de risada é 'Behehe'...”

Dada as instruções, Kyo começaria a realizar aquecimentos mais focados para as pernas. Pensava em começar pela corrida primeiro, se sentia mais confiante nessa área. Caso alguém viesse falar com ele durante o aquecimento, a atitude de Kyo seria de acordo com o tom da pessoa. Se falassem normalmente com ele, o jovem responderia normalmente. Caso fossem rudes, ignorantes ou exibidos, Kyo se levantaria, encararia a pessoa com uma cara de poucos amigos e se afastaria, terminando seus aquecimentos em outro lugar.

-Velhote! Já posso começar a correr? Ou vou ter que esperar você atirar alguma pistolinha?

Kyo diria isso enquanto caminha calmamente até a pista de corrida. O jovem se posicionaria e aguardaria Gino dar a largada, se necessário. Caso não fosse preciso, Kyo já começaria a correr, tentando alcançar sua velocidade máxima o mais rápido possível. Enquanto corre, Kyo prestaria atenção em qualquer outro recruta que estivesse correndo junto e, caso alguém conseguisse alcançá-lo e o empurasse durante a corrida, Kyo tentaria ao máximo se manter firme e não tropeçar. Se não fosse possível e o jovem acabasse caindo, ele tentaria se levantar o mais rápido possível e finalizar a corrida.

Terminando a corrida, o jovem pararia por dois ou três minutos para recuperar o fôlego, pois agora seria hora do teste na piscina. O jovem não se sentia muito confiante em relação a isso. Não que não soubesse nadar ou coisa do tipo. O fato é que Kyo preferia a firmeza da terra do que a instabilidade das águas. Apesar disso, Kyo já ouvira falar de que, atingindo a velocidade certa, tanto da corrida quanto do tempo de contato entre o pé e a água, seria possível correr por cima das águas e até no próprio ar, mas isso era algo que Kyo apenas sonhava em poder fazer no momento.

Novamente aguardaria a liberação do instrutor, se fosse necessária, tiraria apenas seu happi e, colocando o máximo de força que conseguiria nas pernas, Kyo daria um salto em direção a piscina, tentando cobrir a maior distância possível, nadando os metros que faltavam. Se alguém atrás dele o segurasse, o rapaz daria braçadas e batidas de pernas mais fortes para que, com o balançar da água, a pessoa se desorientasse e o soltasse.

Terminando ambos os testes, Kyo procuraria por uma toalha e, depois de se secar, vestiria seu happi branco e se sentaria no chão, olhando para o instrutor Gino com um sorriso no rosto enquanto recuperava o fôlego.

-Então velhote? O que achou? Muito bom pra um recruta, não é?

Após dizer isso, o jovem cairia para trás, com as mãos atrás da cabeça, ficando deitado enquanto olhava para o céu com um sorriso no rosto.

“Isso vai ser bem divertido.”

off:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

-Fala
"Pensamento"
{Transmissões}

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] @Fefa#8129
Voltar ao Topo Ir em baixo
Rugonis
Civil
Civil
Rugonis

Créditos : Zero
Warn : Aventura na Cidade das Conchas 9010
Masculino Data de inscrição : 02/12/2015
Idade : 30

Aventura na Cidade das Conchas Empty
MensagemAssunto: Re: Aventura na Cidade das Conchas   Aventura na Cidade das Conchas EmptySex 19 Fev 2016, 16:13

Ansiedade


- Velhote! Já posso começar a correr? Ou vou ter que esperar você atirar alguma pistolinha? - disse em tom de sarro.

- A próxima e eu te chuto daqui de forma tão vergonhosa que você não irá se esquecer tão cedo! - disparou Geno de forma nada amistosa. Apesar de conhecê-los por apenas 5 minutos, estava claro que Gino, o gêmeo mais velho, era brincalhão e as vezes idiota, enquanto Geno, pávio curto, autoritário e profissional ao extremo. Kyo titubeou por um instante.

- Atenção: todos os candidatos as suas marcas. - berrou Gino em seu megafone. - JÁ!

Mais de 20 candidatos iniciaram a corrida com o objetivo de atingir a meta estipulada. Mas parecia que eles estavam disputando quem era o mais rápido. Santa Burrice! Kyo e mais duas pessoas dispararam a frente dos demais e se destacavam pela velocidade de cada um, mesmo debaixo de um sol de 30º graus as 10h da manhã, a pista oval parecia pequena para eles. Em determinado momento, Kyo olha para seu lado esquerdo, e percebeu que cerca de um metro atrás estava um rapaz de mesmo altura e porte físico, negro e cabelos com dread curto; a sua direita, e praticamente colado em Kyo, estava uma moça, sim, uma garota, de aproximadamente 18 anos, cabelos ruivos e curto, não deu para reparar bem no corpo da jovem, pois nesse momento Kyo tropeça, se espatifa no chão - não por ele ser mulherengo, mas por espantar de ver uma garota correndo de igual para igual com ele -, e vê os demais adversários o ultrapassarem. Por sorte, ele já havia batido a meta, correra 3km em 12 minutos, algo supreendente.

No intervalo entre uma prova e outra, Gino passa perto do jovem e comenta. - Que papelão, hein! Como se não bastasse o mau humor, Behehe! - disse rindo irônicamente.

Sentado, aguardando prova da natação, percebia-se que metade dos candidatos já haviam sido reprovados. Geno então toma o megafone. - Escutem bem, aqui não é um lugar para brincadeiras. Então preparem-se antes de passarem vergonha. A Marinha é um órgão sério, que não recruta pessoas fracas e sem potencial, tampouco com comportamento infantil.

A piscina do QG era descoberta, água bem gelada e os 15 competidores restantes nadariam em baterias de cinco. A jovem garota estava na primeira e logo pode-se observar ela deixando os demais para trás, completara 200 metros (a piscina tinha 50 metros) em apenas 2'01". Um tempo surpreendente, digno de competir com os maiores nadadores da atualidade. Kyo olhava com cara de besta, como se não acreditasse.

Na segunda bateria estava Kyo ao lado do rapaz negro. Kyo parecia confiante, mas perdeu para o adversário, que fez o tempo de 2'22", contra 2'40 de Kyo. Visivelmente insatisfeito, Kyo sai da piscina e se troca de prontidão e volta para o saguão ao qual foram orientados, juntos com os demais competidores.

A terceira bateria? Ah, não tinha ninguém interessante lá, todos reprovados.

Com todos os candidatos reunidos, Gino tomou partido. - Bom, conforme meu irmão citou, aqui não é lugar para brincadeira e com os resultados em mãos, os que eu chamar continuam comigo, o restante passar bem! Kyo Yukimura - o saguão estava em silêncio. - Touga Kano e Pan Shinji. - finalizou e esperou até o salão esvaziar dos desclassificados.

- Ora bem - continuou. - Se vocês estão pensando que já se tornaram marinheiros com isso, tirem o cavalinho da chuva. Por hoje vocês estão dispensados, seus corpos estão cansados para prolongarmos. Amanhã voltem aqui no mesmo horário, pois os testes serão bem mais terríveis.

Kyo então observou Touga indo embora para o norte da cidade e Pan para o sul. Gino e Geno sumiram em dois ou três pulos que deram para dentro do QG. Kyo agora tem a oportunidade de correr atrás de sua manopla, ir atrás de um dos candidatos ou até mesmo inventar qualquer outra atividade para o tempo passar.


Histórico:
 

Off:
 

____________________________________________________

Narração|Flashback|Fala|Pensamento|NPC
Objetivo Principais:
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]|[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
"In sight without mercy"
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kyo Yukimura
Civil
Civil
Kyo Yukimura

Créditos : Zero
Warn : Aventura na Cidade das Conchas 10010
Data de inscrição : 11/01/2016
Localização : Shells Town

Aventura na Cidade das Conchas Empty
MensagemAssunto: Re: Aventura na Cidade das Conchas   Aventura na Cidade das Conchas EmptyDom 21 Fev 2016, 13:08

“Mas que merda foi aquela?!”

Era a única coisa que passava pela cabeça do jovem enquanto estava caído no chão. Por sorte, parecia que ele já havia alcançado a meta, mas ver que uma simples garota se igualava a ele em alguns aspectos o deixava meio desconfortável. E tudo aquilo só piorava com a ironia de Gino.

-Aí velhote... Vê se não me enche, vai...

Durante a prova de natação, a garota havia alcançado uma marca incrível, o que só ajudava a aumentar o desconforto de Kyo. Como uma garota tão nova podia ter um preparo físico tão bom. O jovem simplesmente não conseguia acreditar no que via.

-..........

Assim que chega a vez de sua bateria, Kyo se sentia confiante. Mas talvez toda essa confiança tenha sido o que causou sua derrota para um outro recruta que também havia se destacado na corrida. Kyo sai da piscina visivelmente irritado, se troca e vai para o saguão, onde aguardaria o resultado dos testes.

“Merda... Se continuar desse jeito eu nunca vou ser aprovado. Quem são aqueles dois?”

-Kyo Yukimura.

“Eu? Droga, não ouvi direito... Eu passei ou não? Ah... Tem mais dois. Er... Beleza, tá todo mundo saindo e duas pessoas ficaram. Acho que eu fico também”

Eis que o jovem recebe a notícia que de havia sido aprovado naquela etapa e que devia repousar, pois os testes do dia seguinte seriam muito mais árduos. O jovem vê Kouga e Pan saindo em direções opostas. Eles realmente haviam se saído muito bem em ambas as provas e Kyo se sentia mal com aquilo. Antes de sair, o jovem se viraria na direção de Gino e Geno, apontando para eles enquanto diria:

-Aí velhotes! É melhor vocês arregaçarem no teste de amanhã. Esse teste de hoje foi tão ridículo que eu resolvi brincar com vocês. E ainda assim eu passei. Amanhã espero que seja pra valer...

Kyo obviamente estava mentindo, mas seu orgulho não deixaria que ele saísse de lá como o recruta com, provavelmente, os piores resultados do dia. O jovem estava claramente desapontado com sua perfomance nos testes, mas aquilo não ficaria assim.

“Eu tenho que encontrar eles..... Mas quem primeiro? Já sei... A garota. Provavelmente foi ela quem ficou em primeiro lugar. E ela foi por... ali”

Kyo então seguiria na direção que a garota havia tomado, torcendo para encontrá-la logo. Caso a avistasse, mesmo que de longe, Kyo gritaria, pedindo que a garota o esperasse. Se ainda assim a garota continuasse caminhando, o jovem se esforçaria ao máximo para correr e alcançá-la. Se ainda assim não fosse possível, ele apenas diria:

-EEEEI! Espera... Eu... Só quero... Conversar...

Alcançando a garota, Kyo recuperaria o fôlego e começaria a falar.

-E aí? Eu... Meu nome é Kyo. Você... Você foi muito bem lá nos testes. Mas... foi bem até demais. Sabe... Você tem que melhorar a sua encenação. Não foi nem um pouco convincente. Você corre bem, nada bem. Era como se você já soubesse o que estava por vir. Mas infelizmente... Eu sei o seu segredo. Você é...

Ao observar a perfomance da garota, muitas pessoas ficariam supresas por alguém tão jovem obter resultados tão bons, e com certeza a parabenizariam com louvor por todo seu empenho e dedicação. Mas ao mesmo tempo, sempre haveriam pessoas desconfiadas, que não acreditariam nas habilidades de uma jovem dama. Mas não era para menos, a garota fora muito bem em ambas as provas. Era de se esperar que alguém pensasse que na verdade ela era uma oficial da Marinha já treinada, que estava ali apenas para servir como um desafio para os recrutas. Mas não Kyo. O que se passava na cabeça daquele jovem boxeador aspirante a marinheiro era...

-UM ROBÔ!!! Só pode ser isso. Você foi programada pra correr e nadar melhor que qualquer outra pessoa. Por isso você foi tão bem. É uma pena pra você que eu acabei descobrindo o seu segredo. Ou será que fazia parte do teste. É isso. Um teste pra ver as habilidades de investigação dos recrutas. Mas então, agora que eu já descobri, onde fica o botão de desligar?

Kyo não fazia ideia do quão idiota tudo isso parecia, mas não era para menos, afinal de contas, tudo aquilo fazia sentido na cabeça do rapaz. Apesar do cansaço, ele se sentia bem por ter descoberto aquilo, mesmo que na verdade não fosse nada. Kyo ficaria ali, de frente para a garota, cutucando o corpo da mesma nas bochechas, nariz, testa e orelhas, na esperança de encontrar o tal botão de desligar. Se por um acaso do destino e extrema sorte do rapaz, ele de alguma forma estivesse certo e a garota realmente fosse um robô, ele tentaria desligá-la de alguma forma para levá-la de volta a marinha. Se a garota tentasse se defender violentamente, Kyo tentaria se defender segurando o membro que a garota usasse para atacar. Agora, caso ela se virasse e começasse a ir embora, o jovem voltaria a andar atrás dela, tentando pará-la segurando-a pelos ombros.

off:
 

objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

-Fala
"Pensamento"
{Transmissões}

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] @Fefa#8129
Voltar ao Topo Ir em baixo
Rugonis
Civil
Civil
Rugonis

Créditos : Zero
Warn : Aventura na Cidade das Conchas 9010
Masculino Data de inscrição : 02/12/2015
Idade : 30

Aventura na Cidade das Conchas Empty
MensagemAssunto: Re: Aventura na Cidade das Conchas   Aventura na Cidade das Conchas EmptySeg 22 Fev 2016, 17:11

Misteriosa Pan


- Aí velhotes! É melhor vocês arregaçarem no teste de amanhã. Esse teste de hoje foi tão ridículo que eu resolvi brincar com vocês. E ainda assim eu passei. Amanhã espero que seja pra valer...

Nem Kyo acreditava em tal mentira, mas seu orgulho jamais permitiria que saísse por baixo. Mesmo classificado, ele era o pior dos classificados e era assim que se enxergava: o lanterna dos concorrentes!

Ao observar Kouga indo ao norte e Pan indo ao Sul, decidiu ir atrás da moça para tentar tirar satisfações. Ainda era início de tarde, o sol continuava forte e Kyo ignorou a fome, a sede e a muvuca no centro da cidade porque realmente queria falar com a garota. No meio do caminho, chegou a perdê-la de vista, ficou desesperado e acabou tropeçando e trombando em um senhor de idade, bem vestido, com um terno fino e uma maleta na mão direita. Ninguém se machucou, mas o velho não se conteve. - Presta mais atenção, garoto! A pressa é inimiga da perfeição! - disse como quem já soubesse as inteções do rapaz. Antes de seguir seu rumo, Kyo conseguiu observar que na mala do senhor estava estampado sua profissão e endereço: treinador de paz interior. Kyo fez cara feia e o senhor disse: - Caso precise de ajuda, já sabe onde me encontrar!

As pessoas pareciam se multiplicar, eram vendedores ambulantes, cachorros, barracas, tudo parecia ter duplicado de quantidade para dificultar a caçada à jovem Pan. A moça então foi avistada sentada lendo um jornal no banco de uma praça. - Pai... - disse num tom melancólico.

Kyo ouviu sua voz e mesmo assim pois a frente seus interesses. - E aí? Eu... Meu nome é Kyo. Você... Você foi muito bem lá nos testes. Mas... foi bem até demais. Sabe... Você tem que melhorar a sua encenação. Não foi nem um pouco convincente. Você corre bem, nada bem. Era como se você já soubesse o que estava por vir. Mas infelizmente... Eu sei o seu segredo. Você é...

- Por favor, saia de perto de mim. - retrucou a ruiva.

- UM ROBÔ!!! Só pode ser isso. Você foi programada pra correr e nadar melhor que qualquer outra pessoa. Por isso você foi tão bem. É uma pena pra você que eu acabei descobrindo o seu segredo. Ou será que fazia parte do teste. É isso. Um teste pra ver as habilidades de investigação dos recrutas. Mas então, agora que eu já descobri, onde fica o botão de desligar?

- Idiota, você quer morrer?- resmungou Pan aplicando-lhe um soco na boca do estômago. Kyo chegou a se curvar em forma de U, mas não reagiu pois percebera algo. - Fuja, ou vão pensar que estão comigo!- os cabelos de Pan estavam ainda mais vermelhos, porém arrepiados, brilhavam como um vermelho escarlate, de alguém que já perdeu a noção da morte e busca veemente seu objetivo.

Kyo caiu na real, mas ainda sim perdeu alguns segundos observando-a partir correndo, mas esquecera o jornal no banco. Ao pegar o jornal, Kyo observa a notícia:


Ponzo Shinji será executado na próxima semana


"O combate ao tráfico de armas para Shells Town vem sendo combatido diariamente. O exemplo disso é a prisão de Ponzo Shinji, preso há cerca de seis meses, suspeito de ser o grande responsável pelo facilitamento da atividade ilegal. Sr. Shinji é um homem de grande poder financeiro, pois detém o monopólio do comércio voltado a caça e pesca, o que justifica sua licença para a venda de armas. No entanto, na semana passada o justiça o sentenciou a morte, ao provar que além de ter sido responsável pela entrada de mais de 10 mil armas de fogo ilegais, também mantinha conexões com piratas, e driblava o fisco. O prejuízo para o governo local ultrapassa 50 milhões de berries. A execução está marcada para a próxima semana na praça central."


Afinal, porque Pan estaria em perigo? Qual seu objetivo ao se recrutar na Marinha? Estarrecido, Kyo precisa decidir o que fazer. Tentar nova aproximação com a jovem Pan, desistir para ir atrás de suas manoplas, tentar encontrar Kouga, ir atrás do velho que trombara no meio do caminho, ou inventar algo para fazer!

Histórico:
 

Off:
 

____________________________________________________

Narração|Flashback|Fala|Pensamento|NPC
Objetivo Principais:
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]|[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
"In sight without mercy"
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Kyo Yukimura
Civil
Civil
Kyo Yukimura

Créditos : Zero
Warn : Aventura na Cidade das Conchas 10010
Data de inscrição : 11/01/2016
Localização : Shells Town

Aventura na Cidade das Conchas Empty
MensagemAssunto: Re: Aventura na Cidade das Conchas   Aventura na Cidade das Conchas EmptyQui 25 Fev 2016, 07:37

Enquanto seguia a procura de Pan, Kyo passava pelas mais diversas pessoas, entre elas um senhor muito bem vestido carregando uma maleta, o qual acaba se trombando com o jovem. Sem tempo para ficar e discutir, Kyo ouve o que o homem tinha para dizer, olha feio para o mesmo, e se vira logo em seguida. Antes de se afastar, o jovem pôde notar algo curioso na maleta do velho senhor.

“Treinador de paz interior... É cada louco que aparece nesse lugar...”

Um pouco mais a frente, ele finalmente encontra Pan e toda a cena vergonhosa se segue, o que resulta no jovem sendo socado no estômago. Ao retornar a atenção de volta para a garota, Kyo percebe uma mudança abrupta nas feições da mesma, conforme ela dizia sobre o risco que Kyo corria por se aproximar dela e saía logo em seguida. Surpreso por aquela visão, o jovem fica praticamente paralisado enquanto Pan se afastava em meio a multidão. Quando finalmente volta a si, Kyo nota o jornal no banco e o pega:

-EI! Você esquec... Hã?

Ao ler uma das principais notícias, o rapaz vê o sobrenome Shinji em uma delas. Se tratava da prisão de um famoso comerciante de armas, acusado de contrabando. Associando a notícia com a maneira em que Pan se encontrava, juntamente com o nome do envolvido, Kyo pode deduzir de certa forma do que se tratava.

-Esse cara... Ponzo Shinj. Deve ser alguém próximo a ela. Pan estava dizendo algo um pouco antes de eu começar a falar. Acho que era... Pai... Merda. Se esse cara é pai dela, e está sendo acusado, porquê ela se alistaria na Marinha? Quer dizer... Ela parecia bastante triste... Alguma coisa tá acontecendo, mas não acho que ela vá me contar assim tão fácil. Mas... Eu preciso comer alguma coisa também. Droga...

Com isso em mente, Kyo andaria pela ilha com o jornal embaixo do braço, procurando por um bar ou pub. Um lugar bem simples, não muito caro, mas onde pudesse comer e talvez conseguir informações sobre a família Shinji. Caso encontrasse, ele entraria e se sentaria, pediria um pão, ou qualquer outra coisa que desse para comer rápido e perguntaria para alguém sobre as informações do jornal. Se não encontrasse nenhum bar por perto, o jovem iria se dirigir à pessoa mais próxima, de preferência idosos locais para tentar descobrir alguma coisa.

-Ei... Eu... Sou um... jornalista. Sou meio novo por aqui. Eu vi essa reportagem sobre esse cara que vai ser executado semana que vem e tava pensando em fazer uma reportagem mais a fundo... Sabe... Falar sobre a família. Será que você saberia onde fica a casa da família Shinji? É por lá que eu quero começar...

Kyo falaria o mais baixo possível, para que apenas a pessoa com quem estava conversando pudesse escutar. Também evitaria dizer que era candidato da Marinha, pois poderia estar falando com piratas sem saber e não sabia como alguém poderia reagir com essa informação. Se finalmente conseguisse um endereço, agradeceria e iria para lá imediatamente. Se estivesse no bar/pub, terminaria de comer, pagaria pela refeição e seguiria para o local apontado. Se não conseguisse tal informação, iria falar de pessoa em pessoa até conseguir alguma pista de para onde ele deveria ir.

“Pan está escondendo alguma coisa. Se ela é tão próxima do pai, e ele é um criminoso, porque ela entraria na Marinha? O que será que ela tá tramando? Encontrando a casa deles, pelo menos vou poder conversar com a mãe ou algum irmão ou irmã. Aí sim vai ser mais fácil entender tudo isso. Mas... O que ela quis dizer com 'Fuja, ou vão pensar que está comigo'? Quem Pan Shinji realmente é?”

objetivos:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

-Fala
"Pensamento"
{Transmissões}

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] @Fefa#8129
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Aventura na Cidade das Conchas Empty
MensagemAssunto: Re: Aventura na Cidade das Conchas   Aventura na Cidade das Conchas Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Aventura na Cidade das Conchas
Voltar ao Topo 
Página 1 de 3Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: East Blue :: Shells Town-
Ir para: