One Piece RPG
First Chronicle - Página 7 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» LightPoint!Os herois e amigos se reunem novamente!
First Chronicle - Página 7 Emptypor Noah Hoje à(s) 08:53

» Cap 4: O Silêncio dos Inocentes
First Chronicle - Página 7 Emptypor PepePepi Hoje à(s) 04:42

» [Mini- Yoru] Aula de kenjutsu!
First Chronicle - Página 7 Emptypor Yoru-san Hoje à(s) 04:00

» I - As rédeas de Latem City!!
First Chronicle - Página 7 Emptypor Jean Fraga Hoje à(s) 01:42

» Ficha Saito Hiraga
First Chronicle - Página 7 Emptypor Saito Hiraga Hoje à(s) 01:38

» X - Some Kind Of Monster
First Chronicle - Página 7 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 01:24

» Chapter I: Seafret - Oceans ♪♫♪
First Chronicle - Página 7 Emptypor Nolan Hoje à(s) 01:09

» [Ficha] - Koji
First Chronicle - Página 7 Emptypor Proto_ Hoje à(s) 00:24

» Making Wonderful Land a Real Wonder
First Chronicle - Página 7 Emptypor Achiles Ontem à(s) 23:14

» [MINI-Subaé] OXE! agora a aventura começa mesmo!
First Chronicle - Página 7 Emptypor Subaé Ontem à(s) 22:44

» [Mini-DarkJohn] O começo de algo
First Chronicle - Página 7 Emptypor Ryoma Ontem à(s) 22:07

» A primeira conquista
First Chronicle - Página 7 Emptypor Nolan Ontem à(s) 22:01

» O que me aguarda em Ponta de Lança? Espero que belas Mulheres, hihihi
First Chronicle - Página 7 Emptypor GM.Muffatu Ontem à(s) 21:46

» Ler Mil Livros e Andar Mil Milhas
First Chronicle - Página 7 Emptypor Shogo Ontem à(s) 20:31

» [M.E.P-DarkJohn] O começo de algo
First Chronicle - Página 7 Emptypor Ryoma Ontem à(s) 20:12

» Mini- aventura de Saito Hiraga
First Chronicle - Página 7 Emptypor Ryoma Ontem à(s) 20:10

» Hizumy Mizushiro Mayan
First Chronicle - Página 7 Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 19:54

» Takamoto Lisandro
First Chronicle - Página 7 Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 19:50

» Isaac Kalidou
First Chronicle - Página 7 Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 19:49

» Alipheese Fateburn
First Chronicle - Página 7 Emptypor ADM.Noskire Ontem à(s) 19:46



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 First Chronicle

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 71
Warn : First Chronicle - Página 7 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : Fishman Island

First Chronicle - Página 7 Empty
MensagemAssunto: First Chronicle   First Chronicle - Página 7 EmptyTer 19 Jan 2016, 16:41

Relembrando a primeira mensagem :

First Chronicle

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Anelise Silverburgh. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
anthic
Ciel Noir
Ciel Noir


Data de inscrição : 29/11/2013

First Chronicle - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: First Chronicle   First Chronicle - Página 7 EmptySex 26 Fev 2016, 22:14




Ao escutar a lista de 'defeitos' que seu corpo possuía, Anne se contentava a manter um sorriso alegre, aguardando ele terminar de falar. Se tinha algo em que ela tinha confiança era em sua aparência que, até então, permanecia incomparável até às mulheres mais belas já vistas. Dava de ombros, quando ele retornava ao seu momento depressivo e aguardava, pacientemente, as informações chegarem até ela. E quando chegavam damn, eram uma bomba. "Posso confiar no que ele disse?" Observava os olhos dele com cuidado, procurando qualquer indicação de que estivesse mentindo. Só que escutar o nome 'Marcos' realmente acionava alguns neurônios dormentes. "Ah! Lembrei! Esse rapaz era de Centaurea Island!" Revirava os olhos e suspirava por mais tempo do que deveria. - Haaaaaaaaaaaaaaah~ Isso vai me dar uma dor de cabeça...

Se aproximaria em um movimento rápido do rosto de Jack, tentando dar um selinho no canto da boca dele. Passando o indicador no pescoço até a ponta do queixo. - Brigada, Jack! Te vejo depois? - Piscaria um dos olhos, permitindo que suas iris douradas cintilassem com a luz. - Agora preciso resolver um problem...ão... Argh! Ser da marinha é um saco, toda essa estupidez de dever cívil e código moral. Você entende né? - Estremecia ao pensar que iria fazer algo em prol de outra pessoa, conquanto logo contentava-se ao lembrar que talvez isso atrapalhasse o seu concerto. "Nada pode estragar minha apresentação! Humpf!" Saltava do banco e iria, em passos rápidos em direção ao QG. Precisava conversar com Iara, urgentemente.

Teorias de conspiração tinham alguns efeitos sobre a mente das pessoas. Por um momento, parecia que tudo e todos estavam mentindo e iam contra ela... Hum, não é como se Anne já não agisse desconfiando de qualquer um a todos os momentos. Só que agora pareciam ser capazes de pular no pescoço dela a qualquer momento. Evitaria ruas vazias, tomando a rota mais populosa, mesmo que fosse a mais longa até o QG. Ignoraria qualquer um que tentasse falar com ela no caminho, e se alguém a interrompesse iria gritar. Sim, gritar. Nada mais efetivo em uma cidade que a cada 5 habitantes, 6 são marinheiros. Caso conseguisse chegar no quartel da marinha sem problemas, iria imediatamente atrás da ruiva. - Ei, viu a Iara por aí? A ruiva, rainha do gelo... E tal? - Perguntaria na recepção pela superior e amiga colorida.

Caso recebesse as direções, iria direto, caso contrário, teria que continuar a perguntar e procurar pelo prédio. Se conseguisse encontrá-la, a puxaria para algum lugar em que elas ficariam a sós, sem outras pessoas escutando a conversa. Claro que, aproveitaria para 'acidentalmente' tocar algumas partes sensíveis do corpo voluptuoso da ruiva. Mas nada que uma risada sem graça não desculpasse. E então falaria de suas descobertas. - Iara, meu anjo... Lembra a missão que eu disse que eu completei mais cedo? Parece que o cara se deixou ser capturado, e que o tal Yuki, que foi comigo, na verdade chama Marcos. E ele veio de Centaurea Island, de onde você estava coordenando o transporte daquelas caixas. E o prisioneiro também é de fora da ilha. Pelo que eu descobri, os dois se conhecem e o ladrão foi preso de propósito... E agora? - Olharia para ela questionante. Simplesmente porque... Anne não era uma marinheira. Havia descoberto a trama diabólica de... alguma coisa. Agora passava a bola para quem quisesse resolver.

Citação :
Posts: 30

Objetivos:
- Entrar na Marinha
- Completar 2 1 missões
- Adquirir vantagens Ambidestria e Temperamento Calmo
- Adquirir vantagem Boa Fama pelo ofício Artista - Melodia Escarlate
- Aprender as perícias Sedução e Hipnose
- Se tornar uma Popstar!

Localização:
- Baterilla

Ganhos:
- Violino
- Alistamento na Marinha
- 1 Missão Completa
- Uniforme da Marinha
- Botas lvl 1
- Espada lvl 1
- Pistola lvl 1
- Adaga lvl 1
- Dinheiro das carteiras

Perdas:
- Boné da Marinha

Relações:
- Moira: Ruiva de corpo voluptuoso que possui cargo na marinha mais elevado que Anne. Está em uma amizade colorida com a mesma, em que ambas não sabem onde é que se situam nessa relação. É fria, distante e orgulhosa.
- Yuki/Marcos: Marinheiro que Anne tem uma relação distante, realizou uma única missão com ele.
- Jack: Uma biba maravilhosa que coordena um bar de caçadores de recompensa em Baterilla. Bestie de Anne.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dragonmbr
Civil
Civil
Dragonmbr

Créditos : Zero
Warn : First Chronicle - Página 7 5010
Masculino Data de inscrição : 01/04/2013
Idade : 24
Localização : Casa da mãe joana

First Chronicle - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: First Chronicle   First Chronicle - Página 7 EmptySab 27 Fev 2016, 16:11

NARRAÇÃO


Finalmente, Anelisa descobriu por que aquele marinheiro era familiar, e não gostou muito de saber disso- Haaaaaaaaaaaaaaah~ Isso vai me dar uma dor de cabeça... ela não queria se envolver em confusão, não após marca o seu show em um dos lugares mais movimentados da cidade, em um movimento rápido Anelisa se aproximou de Jack e o beijou na forma de selinho, Jack não se importou, - Brigada, Jack! Te vejo depois? - Jack a riu e falou -Claro, por que não? você é muito divertida.- como despedida falou anelisa- Agora preciso resolver um problem...ão... Argh! Ser da marinha é um saco, toda essa estupidez de dever cívil e código moral. Você entende né? - ele apenas riu observando Anelise correndo para fora da taberna, após 4 minutos ele falou em uma voz baixa, para que ninguém que estivesse no bar ouvisse falou -Sua filha se tornou uma bela mulher, e quem diria.... Ela vai trilhar seu próprio caminho.-

Anelisa correu em direção a QG da marinha, tentando evitar ruas vazias, o que não foi difícil já que as ruas estavam lotadas, o sol estava se pondo, e era ora de voltar para casa, o numero de pessoas fez com que Anelisa demorasse mais do que o normal para chegar ao QG, assim que chegou estava suada, e respirando pesado, teve sorte de achar, iara rapidamente, ele estava na frente do QG, dando bronca em dois marinheiros por insubordinação, ela foi surpreendida por Anelisa , que a agarrou pelo braço e começou arrastar ela para um lugar mais privado, aproveitando para passar a mão em partes intimas de Iara enquanto isso, -Mas que Merda você esta fazendo!!- Iara protestou, mas permitiu ser empurrada, os dois marines que estavam recebendo broncas cochichavam entre si e davam risada.


As duas mulheres foram até a área de treinamento da marinha, que estava vazia com exceção da duas, -Vamos fala logo o que você quer? -, perguntou Iara com os braços cruzados batendo com os dedos inquietos batendo em sua pele, - Iara, meu anjo... Lembra a missão que eu disse que eu completei mais cedo? Parece que o cara se deixou ser capturado, e que o tal Yuki, que foi comigo, na verdade chama Marcos. E ele veio de Centaurea Island, de onde você estava coordenando o transporte daquelas caixas. E o prisioneiro também é de fora da ilha. Pelo que eu descobri, os dois se conhecem e o ladrão foi preso de propósito... E agora? -Iara olhou para Anelise por um longo tempo sua expressão era seria, Anelisa quase pensou que Iara não havia acreditado nela, quando Iara deu um sorriso e logo depois a beijou, o beijo demorou 3 segundos, após beijar Iara falou com um tom alegre na voz -Você realmente é incrível, vou revistar o criminoso, se ele tiver qualquer coisa que não deveria, vamos interrogar os dois até contarem tudo.-Após isso ela saiu as presas indo em direção as celas onde os criminosos ficavam.

Anelisa ficou lá sozinha, ela já havia recuperado o fôlego, mas continuava suada, o que ela faria em seguida?Ela ainda conseguia ver a Iara ao longe poderia perfeitamente a seguir .







____________________________________________________

Link(s) da(s) Ficha(s):[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


tédio....:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
anthic
Ciel Noir
Ciel Noir
anthic

Créditos : Zero
Warn : First Chronicle - Página 7 10010
Feminino Data de inscrição : 29/11/2013

First Chronicle - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: First Chronicle   First Chronicle - Página 7 EmptySab 27 Fev 2016, 16:41




Cansada, suada e de mal humor por ter corrido sob o tempo ensolarado de Baterilla, finalmente chegava ao QG. "Ah! Céus! Finalmente alguma coisa acontecendo ao meu favor! Humpf!" Sorria, involuntariamente por ver a ruiva na entrada do prédio. Não por ver a pessoa em si - um caso era um caso - todavia, por poupar o trabalho. "Eu juro que se tivesse que andar a droga do quartel inteiro pra achar essa peituda, fazia picadinho de alguém!" Puxava Iara na frente dos dois marinheiros, ignorando toda a etiqueta da organização, dando vazão às suas tão orgulhosas características de desordem e insubordinação. Contudo, não era isso o importante. As respostas dela eram hora frias, hora quentes. "Essa mulher não decide se quer ou não! Ai ai... E quando a gente tava na cama ontem, não tinha pressa nenhuma entre minhas pernas... Hyahaha..."

Lambia os lábios ao relembrar da última memória das duas em um ambiente privado. Não é que locais públicos fossem algum impedimento para Anne. Nah. Mas aquela não era hora. A voz da Iara a trazia à realidade, e lembrava do motivo que estava ali, soltando toda a informação que havia adquirido de uma vez só. "... por que ela tá me olhando assim? Será que ela não ac-- Mmmm..." Correspondia ao beijo, deixando uma das mãos deslizar 'acidentalmente' para as nádegas preenchidas, só que logo era separada daquele momento. "Maldito dever cívil..." - Ah não senhora! Só fiz o meu dever. - Se qualquer outra pessoa dissesse isso, provavelmente seria com o respeito e dignidade ao seu superior, realmente orgulhoso pelo feito. Anelise? Dava um sorriso debochado, dando um tapinha na bunda da Iara, agilizando-a para resolver esse problema logo.

A progressão do que aconteceria ali tinha qualquer coisa a ver com ela? Óbvio! É importante salientar que mulheres são criaturas detentoras de uma característica muito marcantes. São vingativas até o último fio de cabelo. E ter sido enganada por um criminosinho qualquer, querendo passar a pena nela? "[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]" Iria retornar a ofensa mil vezes mil, antes de se dar por contente. Iria fazê-los sofrer por terem tentado esse ultraje! Andando a passos tranquilos, passando a mão no rosto para tirar o excesso de suor, seguiria Iara para descobrir o que aconteceria daquela situação. Quem sabe dar alguns pitacos sobre o resultado da punição.

Citação :
Posts: 31

Objetivos:
- Entrar na Marinha
- Completar 2 1 missões
- Adquirir vantagens Ambidestria e Temperamento Calmo
- Adquirir vantagem Boa Fama pelo ofício Artista - Melodia Escarlate
- Aprender as perícias Sedução e Hipnose
- Se tornar uma Popstar!

Localização:
- Baterilla

Ganhos:
- Violino
- Alistamento na Marinha
- 1 Missão Completa
- Uniforme da Marinha
- Botas lvl 1
- Espada lvl 1
- Pistola lvl 1
- Adaga lvl 1
- Dinheiro das carteiras

Perdas:
- Boné da Marinha

Relações:
- Moira: Ruiva de corpo voluptuoso que possui cargo na marinha mais elevado que Anne. Está em uma amizade colorida com a mesma, em que ambas não sabem onde é que se situam nessa relação. É fria, distante e orgulhosa.
- Yuki: Marinheiro que Anne tem uma relação distante, realizou uma única missão com ele.

____________________________________________________



[Você precisa estar
registrado e conectado para ver esta imagem.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dragonmbr
Civil
Civil
Dragonmbr

Créditos : Zero
Warn : First Chronicle - Página 7 5010
Masculino Data de inscrição : 01/04/2013
Idade : 24
Localização : Casa da mãe joana

First Chronicle - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: First Chronicle   First Chronicle - Página 7 EmptySab 27 Fev 2016, 20:28

]
NARRAÇÃO


Anelise resolveu seguir Iara até a celas dos prisioneiros, chegando lá falou em um tom exigente para o carcereiro, -Me traga o batedor de carteira que o Yuki trouxe mais cedo, e revistem a cela e ele-o carcereiro bateu continência e foi as pressas fazer o que Iara tinha pedido, após isso as duas mulheres foram para um sala, com paredes grosas e uma porta de aço, Iara entrou e deixou a porta aberta, lá dentro havia apenas uma lamparina, e uma mesa de fero, com quatro bancos 2 de cada lado da mesa, as paredes eram brancas e mofadas, e havia um espelho gigante em um dos lados.

Iara se sentou em um dos bancos, e falou para -Voce é melhor com palavras do que eu, que interrogá-lo?-, após Anelise responder, o guarda chegaria trazendo o prisioneiro e um den den mushi e falaria, -Achamos esse den den mushi na cela dele senhora!!- após isso colocou o den den mushi na frente da tenente e o prisioneiro no banquinho que ficava de frente do vazio, o vazio ficava ao lado da tenente.

se Anelisa não quisesse interrogar o suspeito a tenente falaria -Então volte para seu quarto, use qualquer cama disponível no alojamento amanha seu dia vai ser longo -



____________________________________________________

Link(s) da(s) Ficha(s):[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


tédio....:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
anthic
Ciel Noir
Ciel Noir
anthic

Créditos : Zero
Warn : First Chronicle - Página 7 10010
Feminino Data de inscrição : 29/11/2013

First Chronicle - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: First Chronicle   First Chronicle - Página 7 EmptyDom 28 Fev 2016, 00:47




Perceber que a informação que Jack havia dado, ao ver o marinheiro retornando com um den den mushi, era verdadeira, era mais um alívio do que qualquer coisa. Imagina chegar arrumando barraco na marinha dizendo que um dos colegas era um traidor, para depois descobrir que a fonte era falsa. Uma dor de cabeça enorme. Enoooooorme. "Agora sim isso tá parecendo um romance policial! Hyahaha! Hora do interrogatório!" Aguardava o prisioneiro ser posicionado na sala de interrogatório, quando começava a falar, ainda de pé, em um canto da sala. - Olha, não vou mentir pra você. As coisas não estão parecendo nada bem pra você e pro Marcus. - Dava de ombros e começava a andar em direção ao centro da sala, dando a volta na mesa.

Quando estava passando pelas costas dele, passava o indicador na nuca dele brevemente. - Eu não preciso perder muito tempo aqui, afinal, o Capitão tá com o Marcus na outra sala de interrogatório e... Bem... Não preciso dizer que os métodos dele são mais extremos que os meus, certo? Logo, logo, vamos saber tudo que vocês estavam planejando... - Passava por trás dele, sentando-se sobre a mesa, ao lado de Iara, acariciando o rosto da ruiva, dando a impressão que pouco se importava com o que o rapaz pensava. - Como a minha estimada tenente estava de bom humor hoje, ela decidiu oferecer alguns benefícios caso alguém abrisse a boca. Só que você sabe, quem chega primeiro, serve primeiro.

Olharia para o rapaz, se levantando da mesa e indo sentar-se na cadeira vazia, ao lado de Iara. - Quem contar primeiro vai receber tratamento especial, enquanto o outro vai ser executado. Se os dois confessarem juntos, ambos vão presos por alguns anos, e se ninguém falar nada... Bem, já sabemos que são culpados, então vão ficar presos pro resto da vida. - Ajeitava os cabelos e revirava os olhos. - Não se engane, eu nem aguentei ficar na outra sala vendo o que o capitão estava fazendo com o Marcus, afinal, eu conhecia ele há muitos anos... E o traidor vai abrir a boca. Na pior das hipóteses, o capitão ainda vem aqui fazer a mesma coisa com você. - Dava de ombros novamente, soprando um pouco dos fios de cabelo que passavam à frente do seu rosto. - Esta é sua primeira e última chance de ser liberado dessa coisa toda. É só confessar e vamos fazer tudo desaparecer. Promessa de escoteira. - Dava um sorriso encantador, como que alguém como ela poderia estar mentindo? Bem, nada que saiu da boca dela era verdade. Desde o capitão torturador até o rapaz ser liberado. Mas nada como um pouco de pressão psicológica misturada com a esperança de ser liberado.

Citação :
Posts: 32

Objetivos:
- Entrar na Marinha
- Completar 2 1 missões
- Adquirir vantagens Ambidestria e Temperamento Calmo
- Adquirir vantagem Boa Fama pelo ofício Artista - Melodia Escarlate
- Aprender as perícias Sedução e Hipnose
- Se tornar uma Popstar!

Localização:
- Baterilla

Ganhos:
- Violino
- Alistamento na Marinha
- 1 Missão Completa
- Uniforme da Marinha
- Botas lvl 1
- Espada lvl 1
- Pistola lvl 1
- Adaga lvl 1
- Dinheiro das carteiras

Perdas:
- Boné da Marinha

Relações:
- Moira: Ruiva de corpo voluptuoso que possui cargo na marinha mais elevado que Anne. Está em uma amizade colorida com a mesma, em que ambas não sabem onde é que se situam nessa relação. É fria, distante e orgulhosa.
- Yuki: Marinheiro que Anne tem uma relação distante, realizou uma única missão com ele.

____________________________________________________



[Você precisa estar
registrado e conectado para ver esta imagem.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dragonmbr
Civil
Civil
Dragonmbr

Créditos : Zero
Warn : First Chronicle - Página 7 5010
Masculino Data de inscrição : 01/04/2013
Idade : 24
Localização : Casa da mãe joana

First Chronicle - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: First Chronicle   First Chronicle - Página 7 EmptyDom 28 Fev 2016, 21:24


NARRAÇÃO


Anelise começou seu interrogatório, - Olha, não vou mentir pra você. As coisas não estão parecendo nada bem pra você e pro Marcus. - quando o prisioneiro ouviu o nome “Marcus”, olhou assustado, não precisava ser um gênio para saber que ele não esperava que a marinha soubesse o nome verdadeiro de Marcus, após isso Anelise passou por trás do prisioneiro passando seu indicador na nuca do homen, os dedos dela estavam gelados, o homem pego desprevenido deu um pequeno pulo da cadeira e arrepiou, - Eu não preciso perder muito tempo aqui, afinal, o Capitão tá com o Marcus na outra sala de interrogatório e... Bem... Não preciso dizer que os métodos dele são mais extremos que os meus, certo? Logo, logo, vamos saber tudo que vocês estavam planejando... - após isso se sentou no na mesa e acariciou o rosto de Iara, que apenas deu um sorriso, mas depois voltou a cara carrancuda encarando o prisioneiro, (ela estava fazendo o papel de policial mal).

O rapas olhava estranho para Anelisa como se tentasse entender, o que se passava na cabeça dela, mas a atenção dele era distraída pela beleza e voz encantadora da mulher-- Quem contar primeiro vai receber tratamento especial, enquanto o outro vai ser executado. Se os dois confessarem juntos, ambos vão presos por alguns anos, e se ninguém falar nada... Bem, já sabemos que são culpados, então vão ficar presos pro resto da vida. - fingindo não se importar fala novamente arrumando os cachos do cabelo, - Não se engane, eu nem aguentei ficar na outra sala vendo o que o capitão estava fazendo com o Marcus, afinal, eu conhecia ele há muitos anos... E o traidor vai abrir a boca. Na pior das hipóteses, o capitão ainda vem aqui fazer a mesma coisa com você. - o homem ficou assustado, ele engoliu seco e continuou e agora estava olhando para baixo , tentando não encarar ninguém nos olhos, aquele homem havia quebrado, estava totalmente derrotado.

Novamente fingiu não se importa com o que ele responderia dando de ombros e falando - Esta é sua primeira e última chance de ser liberado dessa coisa toda. É só confessar e vamos fazer tudo desaparecer. Promessa de escoteira. - o homem finalmente encarou Anelisa nos olhos, os olhos dele mostravam que estava derrotado, -Nos somos revolucionários, O plano era entrar na prisão e organizar uma rebelião de dentro...Enquanto os guardas estivessem concentrados em deter os presos os revolucionários atacariam a prisão por fora, iríamos liberta todos os presos....- enquanto falava os olhos dele encaravam a mesa, como se estivesse envergonhado, assim que acabou de falar olhou para Anelisa e falou -Voce foi escoteira? - a voz dele expressava preocupação temendo pela resposta da linda mulher que estava em sua frente.

Após isso Iara novamente iria se manifestar -Levem esse homem de volta para cela, e emitam um mandato de prisão para yuri- o homem gritava em desespero, “Mentirosa,Mentirosa”foi necessário dois marinheiros para conte-lo, mas mesmo assim não foi o suficiente em uma cotovelada, deixou um dos marinheiros sem ar e pegou a pistola do mesmo apontando diretamente para Anelisa, um barulho de tiro ecoou por toda a sala, Anelisa viu a própria morte, o tempo parecia congelado o primeiro que fez o movimento foi o preso, ele deixou a arma cair no chão e caiu no chão de joelho, ele estava com um buraco em seu peito, ao seu Lado Anelisa viu Iara com uma arma na mão, do cano dela saia uma pequena fumaça, ainda ajoelhado o ladrão disse em seu ultimo fôlego de vida, -Eles levaram o meu filho.... O meu querido filho.... ele era inocente.... não merecia estar preso. -, Após isso caiu de rosto no chão e uma poça de sangue se formou rapidamente em sua volta.

Iara falou com os marinheiros em fúria -Seus emprestáveis, se ele tivesse matado a Anne voces teriam pagado com sua vida, Agora tirem esse corpo daqui!! - os marinheiros com os rostos corados de vergonha olharam para baixo e arrastaram o corpo do preso, um velho de cabelos grisalhos para fora provavelmente para o necrotério, deixando um rasto de sangue pelo caminho, não que os marinheiros se importassem com isso logo de manha teriam mais recrutas para limpar a bagunça, Uma vez só Iara colou sua testa no de Anelisa e falou com a boca apenas a centímetros de Anelisa color=#6600FF]-Agora vá dormi, você teve um dia cheio hoje, e fiquei sabendo que vai fazer uma coisa importante amanha. -[/color] após falar isso ela sairia, mas se Anelisa a beijasse ela iria aceitar o beijo de bom grado.




____________________________________________________

Link(s) da(s) Ficha(s):[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


tédio....:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
anthic
Ciel Noir
Ciel Noir
anthic

Créditos : Zero
Warn : First Chronicle - Página 7 10010
Feminino Data de inscrição : 29/11/2013

First Chronicle - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: First Chronicle   First Chronicle - Página 7 EmptySeg 29 Fev 2016, 00:10




S-u-c-e-s-s-o! Quando ele começou a abrir a boca e contar os planos, uma satisfação indescritível tomou conta da jovem. Havia descoberto uma trama de revolucionários que queriam causar caos em Baterilla e ainda iriam atrapalhar o seu show. "Humpf! Ai deles." Esboçava um sorriso angelical, conivente à pergunta dele. - Escoteira? - Uma longínqua lembrança de quando ela manipulou o grupo de escoteiros se virar contra o instrutor e amarrar ele pelado contra uma árvore, passando mel nele perto de uma colmeia. O sorriso simpático se tornava diabólico, enquanto apoiava a cadeira apenas nos dois pés traseiros. - Eu fazia escoteiros chorarem como um hobbie. Hyahahaha! - A resposta era óbvia - havia mentido pra ele da forma mais cruel possível. Ofereceu esperanças sem ter, realmente, uma saída. Todo o planejamento havia sido jogado fora com alguns minutos de conversa.

Anne só não podia afirmar que estava entretida naquele momento, pois o homem havia tirado uma pistola de um dos marinheiros em uma breve luta e mirou a jovem. "Droga... Porque ele não estava preso à mesa? Tantas coisas pra fazer, tantas coisas pra alcançar e vou morrer aqui... Acho que foi cedo de mais pra falar que os céus estavam ao meu favor..." Dizem que quando se está prestes à morrer, a vida inteira passa diante de seus olhos. Bem, não foi exatamente isso que viu. - Kyaaaaaah!!~ - Junto com o som estridente da explosão de pólvora da pistola, sua visão embaçou enquanto sentia seu corpo sendo jogado para trás, com a cadeira caindo no chão. Sentia uma dor aguda em sua cabeça. "Pronto. Morri. Achei que um 'headshot' iria doer mais..." Fechava os olhos, entregando-se à confortável escuridão do além.

Um segundo, dois... Aos poucos cerca de 10 segundos se passavam quando Anne resolveu abrir os olhos, confusa. - Ué...?? - Erguia as mãos instintivamente, passando sobre o seu rosto, procurando um buraco da bala que estivesse saindo sangue copiosamente. A primeira coisa que viu foi... o teto. Sim. Em um acesso histérico acabou se desequilibrando e caiu no chão. A dor que sentiu havia sido de sua cabeça acertando o chão. Estava viva! E saudável! Nada de buracos de bala. Olhava o ambiente, vendo Iara guardando a pistola, gritando com os marinheiros que carregavam o corpo do revolucionário para fora da sala. - Ahem... Estou bem. - Levantava-se em um só movimento, sentindo um pouco de tontura.

Olhava para a ruiva, com a face corada pelo ocorrido, fazia o possível para mudar de assunto o mais rápido que era humanamente capaz. - É uma pena que ele morreu... Errr~ Agora você vai ter que mandar revistarem todas as celas das prisões pra ver se mais algum deles tem algo em posse que possa auxiliar em uma fuga... Lacrar todas as chaves junto com o capitão e torcer para que o Yu--Marcus delate os outros implicados, com a data... - Do jeito que Anne falava, parecia uma sugestão, que bem no fundo, bem lá no fundo, era uma ordem. Não queria nada atrapalhando seu show. E se isso ocorresse durante a apr-- - Ah! AH!! Peraiii!! Eu lembro de ter visto o Marcus conversando com o Kaneca? Kanoa? Uh... Kaneki! Isso! Da 'Big House of Shows', onde vou me apresentar amanhã... Talvez seja bom investigar isso... Vai que resolvem explodir o palco, não quero ter que me apresentar no além tão cedo!! Hyahahaha~ -

Deixava Iara para trás com sua risada eloquente e agradável, indo para o seu quarto, tomar um bom banho, lavar os cabelos, revisar as músicas que iria tocar no dia seguinte e tentar dormir. Sabe-se lá se conseguiria controlar toda a sua ansiedade. Tentaria respirar fundo e se acalmar, só que os céus pareciam pregar peças com uma frequência especialmente desagradável na bela jovem. Quem sabe uma visita noturna de uma ruiva pervertida e submissa não ajudasse? Mas isso já seria pedir demais.

Citação :
Posts: 33

Objetivos:
- Entrar na Marinha
- Completar 2 1 missões
- Adquirir vantagens Ambidestria e Temperamento Calmo
- Adquirir vantagem Boa Fama pelo ofício Artista - Melodia Escarlate
- Aprender as perícias Sedução e Hipnose
- Se tornar uma Popstar!

Localização:
- Baterilla

Ganhos:
- Violino
- Alistamento na Marinha
- 1 Missão Completa
- Uniforme da Marinha
- Botas lvl 1
- Espada lvl 1
- Pistola lvl 1
- Adaga lvl 1
- Dinheiro das carteiras

Perdas:
- Boné da Marinha

Relações:
- Moira: Ruiva de corpo voluptuoso que possui cargo na marinha mais elevado que Anne. Está em uma amizade colorida com a mesma, em que ambas não sabem onde é que se situam nessa relação. É fria, distante e orgulhosa.
- Yuki: Marinheiro que Anne tem uma relação distante, realizou uma única missão com ele.

____________________________________________________



[Você precisa estar
registrado e conectado para ver esta imagem.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dragonmbr
Civil
Civil
Dragonmbr

Créditos : Zero
Warn : First Chronicle - Página 7 5010
Masculino Data de inscrição : 01/04/2013
Idade : 24
Localização : Casa da mãe joana

First Chronicle - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: First Chronicle   First Chronicle - Página 7 EmptySeg 29 Fev 2016, 16:45


NARRAÇÃO


Com o susto do barulho Anelisa solta um pequeno grito enquanto cai de costa no chão, após um tempo pensando que havia morrido Anelisa abre os olhos novamente, e falou - Ué...?? -enquanto apalpava o rosto a procura do buraco da bala, felizmente não havia nem um, a Iara da um sorriso vendo essa sena mas isso não impediu de dar uma bronca nos marinheiros descuidados, após estar novamente em pé , ainda um pouco corada devido ao mico, falou tentando mudar de assunto- É uma pena que ele morreu... Errr~ Agora você vai ter que mandar revistarem todas as celas das prisões pra ver se mais algum deles tem algo em posse que possa auxiliar em uma fuga... Lacrar todas as chaves junto com o capitão e torcer para que o Yu--Marcus delate os outros implicados, com a data...Ah! AH!! Peraiii!! Eu lembro de ter visto o Marcus conversando com o Kaneca? Kanoa? Uh... Kaneki! Isso! Da 'Big House of Shows', onde vou me apresentar amanhã... Talvez seja bom investigar isso... Vai que resolvem explodir o palco, não quero ter que me apresentar no além tão cedo!! Hyahahaha -, ao fim faz uma piada, a Iara apenas da um sorriso sem mostrar os dentes e fala -Realmente isso seria uma pena...- enquanto falava lambia os lábios superiores encarando a cintura de Anelisa.


Após isso Anelisa foi para seu quarto, onde tomou um banho caprichado, a água estava fria, mas Anelisa não se importou, tomou um banho e foi para cama, não demorou muito para pegar em um sono, pois estava cansada do dia corrido, cedo um barulho de conversa acordou nossa bela adormecida, -Ficou sabendo???? o Yuki era um revolucionário, Ontem a tenente moira ficou a noite toda caçando ele, mas ele conseguiu fugir.- a outra voz parecia desinteressada, pois ele já sabia-A tenente voltou faz duas horas e foi direto para o quarto, ela deve estar exausta-, a primeira voz novamente falou, mas dessa vez mas distante como se eles estivessem falando enquanto se moviam-Gostaria fazer uma massagem na tenente, adoraria desestressar ela - o tom dele era malicioso, a ultima coisa que Anelisa ouviu deles eram uma risada que aos poucos sumiu.

Anelisa estava com o cabelo bagunçado e com bafo do lado do seu travesseiro era possível encontrar uma poça de baba, o que explicava a umidade no lado direito do rosto , pela janela em seu quarto, Anelisa viu que era um dia lindo, o sol estava brilhando no céu mas não tão intensamente, as arvores se mexiam um pouco indicando que estava ventando e agora que os barulhentos se foram, era possível até ouvir os cantos do passarinhos, o que Anelisa iria fazer agora?




____________________________________________________

Link(s) da(s) Ficha(s):[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


tédio....:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
anthic
Ciel Noir
Ciel Noir
anthic

Créditos : Zero
Warn : First Chronicle - Página 7 10010
Feminino Data de inscrição : 29/11/2013

First Chronicle - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: First Chronicle   First Chronicle - Página 7 EmptySeg 29 Fev 2016, 23:34




Acordava no dia seguinte refrescada com uma boa noite de sono. Aquele era O dia. A primeira apresentação de grande porte que faria diante de milhares de pessoas! Sentia o coração batendo com tanta força que parecia prestes a saltar do peito! Uma efusão, um ânimo tão grandes que jamais havia visto antes. Reclamava que os dias estavam entediantes, pois bem. Foi pega em uma artimanha de revolucionários, desvendou um mistério, impediu que os presos fossem liberados e ainda tinha seu show prestes a acontecer! Iria fazer de tudo para que as coisas dessem certo. Definitivamente. Vestindo suas infelizes roupas de marinheira, para um novo dia. "Não vejo a hora de sair desse troço enjoado!"

Sua atenção era tomada por uma conversa que se passava próxima. "Ugh... Bad vibes! Se o Marcus conseguiu fugir, ainda tem chances de dar merda!! Argh!!" A vontade era de virar uma mesa e sair quebrando tudo. Só que provavelmente seria presa. Em um dia normal, talvez nem ligasse, já que seria solta no mesmo dia. Só que esse não era um bom dia pra perder tempo. Quando a conversa terminava, Anne esboçava um sorriso malicioso. Pegava suas armas, arrumava os cabelos e fazia toda a higiene que mulheres fazem de manhã, indo em direção ao quarto da ruiva, em seguida. "As vezes ocupar alguns momentos que seriam de ociosidade não é lá perda de tempo... Hyahaha~"

Chegando lá, não se daria ao trabalho de bater na porta. Não. Ficaria diante da mesma, hesitante. "Com o Marcus a solta... As coisas não parecem que vão ficar pacíficas assim... Ai mas que saco! Podia estar ali, com as mãos contra dois pedaços de carne macios e tal... Unf! Fica dormindo aí Iara, que vou resolver essa zoeira e já volto!" Retraia a mão que já estava na maçaneta e ia direto para o bar do Jack. Caso conseguisse chegar lá, saltaria para cima dele em um abraço, deixando o cabo da kataná acertar o estômago dele 'sem querer'. - Ah! Ops! D-desculpa meu amor! Não sou de ficar carregando armas por aí, é mais pra assustar, sabe? - Mostrava a língua pra ele e piscava um dos olhos, com um sorriso malévolo.

O problema é que não tinha tempo para perder naquela situação. Cada momento que gastava, era um problema em potencial que podia arruinar o show. Quem ligava se os presos fossem soltos, muitas pessoas e marinheiros morressem (note que marinheiros não são pessoas na cabeça de Anne) e o caos fosse instalado na ilha? Provavelmente a maioria dos cidadãos se incomodariam, bastante. Só que a morena pouco se importava. Desde que não atrapalhasse os próprios planos dela, pena que esse não era o caso. - Jack, meu lindo, você já deve estar sabendo do problema que você causou ontem. - Falava olhando seriamente pra ele.

Em um momento raro, não estava sorrindo ou flertando. Parecia mesmo uma marinheira, quem diria. - Você... - Dava uma pausa prolongada. - Ajudou a marinha a impedir uma revolução, pode se sentir orgulhoso agora!! - Voltava ao seu sorriso habitual, só que dessa vez se aproximava dele, preocupada. - Só que o tal Marcus conseguiu fugir, se ele quiser fazer algo durante o show, não vou me perdoar! Você não sabe onde ele pode estar se escondendo? - Tinha esperanças de que aquilo funcionasse... Quem sabe?

Citação :
Posts: 34

Objetivos:
- Entrar na Marinha
- Completar 2 1 missões
- Adquirir vantagens Ambidestria e Temperamento Calmo
- Adquirir vantagem Boa Fama pelo ofício Artista - Melodia Escarlate
- Aprender as perícias Sedução e Hipnose
- Se tornar uma Popstar!

Localização:
- Baterilla

Ganhos:
- Violino
- Alistamento na Marinha
- 1 Missão Completa
- Uniforme da Marinha
- Botas lvl 1
- Espada lvl 1
- Pistola lvl 1
- Adaga lvl 1
- Dinheiro das carteiras

Perdas:
- Boné da Marinha

Relações:
- Moira: Ruiva de corpo voluptuoso que possui cargo na marinha mais elevado que Anne. Está em uma amizade colorida com a mesma, em que ambas não sabem onde é que se situam nessa relação. É fria, distante e orgulhosa.
- Yuki: Marinheiro que Anne tem uma relação distante, realizou uma única missão com ele.

____________________________________________________



[Você precisa estar
registrado e conectado para ver esta imagem.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dragonmbr
Civil
Civil
Dragonmbr

Créditos : Zero
Warn : First Chronicle - Página 7 5010
Masculino Data de inscrição : 01/04/2013
Idade : 24
Localização : Casa da mãe joana

First Chronicle - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: First Chronicle   First Chronicle - Página 7 EmptyTer 01 Mar 2016, 15:58


NARRAÇÃO


A primeira coisa que fez quando se levantou foi pegar suas armas, para logo após isso fazer a higiene pessoal, e foi em direção ao quarto da ruiva, mas acabou desistindo em frente a porta e foi em direção ao bar de Jack o caminhão foi tranqüilo, alguns homens babavam quando a via, algumas mulheres cutucavam ou até mesmo batiam em seus maridos que se perdiam nas curvas de Anelisa mesmo estando acompanhado por suas mulheres, chegando lá Anelisa percebeu que o velho do dia anterior também estava lá, ele estava conversando com Jack, a mulher que ele estava sentado estava logo do lado dele, sentada no balcão, comendo um pedaço de pão, e um como de algum liquido, olhando melhor Anelisa percebeu que a cólera que estava no pescoço do velho também estava presa no braço direito do senhor.

Isso não impediu Anelisa de pular nos braços de Jack o abraçando, Jack foi pego de surpresa, mas isso não evitou que ele afastasse o cabo da Katana, de sua barrigabatendo na lateral do cabo com a mão direita para só depois corresponder o abraço de Anelisa, pelo visto Jack era mais acostumado com armas do que Anelisa, - Ah! Ops! D-desculpa meu amor! Não sou de ficar carregando armas por aí, é mais pra assustar, sabe? - Anelisa falou mostrando a língua de maneira fofa, Jack não se importou apenas falou sorrindo, -Ola minha querida, já estava com saudades!!!- Jack falou sorrindo, apo Anelisa falou - Jack, meu lindo, você já deve estar sabendo do problema que você causou ontem. -, Jack olhou com olhos curiosos mas não teve tempo de responder pois Anelisa já começou a falar novamente empolgada para contar a historia toda, -Você... - Anelisa fez uma pausa, para atiçar mais ainda a curiosidade de Jack e então falou tudo de uma vez só, - Ajudou a marinha a impedir uma revolução, pode se sentir orgulhoso agora!! - , “orgulho” , não era bem o que Jack sentia, isso ficou evidente com a cara de nojo que ele fez.

Após isso expressando preocupação na voz Anelisa, - Só que o tal Marcus conseguiu fugir, se ele quiser fazer algo durante o show, não vou me perdoar! Você não sabe onde ele pode estar se escondendo? -, antes que Jack pudesse responder, o velho tossiu, se foi uma tosse para chamar atenção ou uma verdadeira Anelisa não sabia dizer, -HAA!!! Desculpe Tomas, a presença dessa Deusa é tão brilhante que acabo esquecendo, que eu acabo esquecendo das coisas.-Jack falava juntando ambas as mãos na frente de seu corpo em sinal de suplicação, fazendo um barulho de palma quando fez o movimento, os olhos do senhor analisaram o rosto de Anelisa, mas rapidamente voltou sua atenção para Jack, e falou em uma voz cansada e sofrida, -Que seja, mas lembrasse não temos muito tempo, logo logo será irreversível...- , Jack ficou mais serio, e falou novamente -Não se preocupe, eu admiro o que você fez, eu mesmo não teria feito o mesmo se estivesse em seu lugar, seu carregamento chegara, amanha no mais tarda. - Por apenas um segundo Jack olhou para a mulher com coleira com nojo, o velho deu um sorriso com a resposta e se sentou ao lado da mulher de cólera.

A atenção de Jack se voltou novamente para Anelisa e falou, -Não sei dizer onde Marcus estas, revolucionários são os mais difíceis de se rastrear, sempre tentam agir pelas sombras, mas se tiver outra coisa que eu possa ajuda, não pensaria duas vezes em ajudar minha deusa. - Jack falava, se curvando e estendendo sua mão direita para Anelisa, mas rapidamente voltou ao normal pois ouviu um barulho de algo se quebrando, A mulher acorrentada havia deixado o copo cair, ela estava tremendo tendo convulsões, o velho segurou a mulher por trás segurando fortemente o pescoço da mesma como se fosse dar um mata leão, e logo em seguida, pegou uma pílula em seu bolso e colocou na boca da mulher, a fazendo engolir, após engolir as convulsões pararam, a dedo do senhor estava sangrando, provavelmente havia sido mordido, ele largou a mulher e engoliu ele mesmo outra pílula, a mulher voltou a comer.

Após isso dois homens entraram na taberna, ambos muito bonitos, eles sentaram em uma mesa e pediram uma bebida, Anelisa notou que Jack não parava de olhar para um.




off: se quiser por aprender a pericia agora Fu feliz



____________________________________________________

Link(s) da(s) Ficha(s):[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


tédio....:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
anthic
Ciel Noir
Ciel Noir
anthic

Créditos : Zero
Warn : First Chronicle - Página 7 10010
Feminino Data de inscrição : 29/11/2013

First Chronicle - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: First Chronicle   First Chronicle - Página 7 EmptyTer 01 Mar 2016, 23:33




Inicio do Aprendizado de Sedução


Ver a cara de Jack olhando fixamente para um dos rapazes que entrou no bar foi impagável. Realmente era uma biba assumida e sem medo de ser feliz. Depois de alguns segundos, ele voltava a si, vendo que Anne esta observando-o, interessada no que aquilo ia dar. Esboçava um sorriso pervertido para a moça. "Realmente é um desperdício... Um homem bonito desses gosta de pole dance... Eh..." Era pega de guarda baixa quando ele se aproximava, puxando-a para próximo dele. - Você, bonita desse jeito, não sabe usar esse charme para conseguir as coisas certas. - Voltava a olhar para o rapaz, sentado e conversando com o amigo, obnubilado às intenções de Jack.

O mesmo olhava para Anne de cima em baixo, como se estivesse medindo algo, assentindo com a cabeça. - Meu amor, vou te ensinar a usar esse seu rostinho lindo pra alguma outra coisa além de servir de paisagem. Hehehehehe~ - Ele soltava uma risada pervetida que chegava a dar calafrios em Anne. Não sabia ao certo como reagir, além de nunca ter precisado de muito mais do que algumas palavras, uma piscadela e todos estarem aos seus pés. Só que se aprendesse algo mais útil do que isso, realmente era bem vindo. Jack voltava para a posição de um barman respeitável (como se isso fosse possível). - Me diga... Já seduziu alguém? - Anne só conseguia erguer uma sobrancelha e abrir um sorriso sardônico. - É uma pergunta séria? - A jovem tinha como hábito ser o centro da atenção, conseguir as coisas com algumas palavras. Se ela já havia seduzido alguém??

Só que as próximas palavras de Jack traziam uma nova realização para ela. - Pelo que eu to vendo, o máximo que você consegue é que as pessoas tenham uma vontade quase incontrolável de montar em você, quantas vezes for possível. Mas e aí? E depois? - Ele dava um sorriso, dando alguns segundos para ela perceber que era verdade. No máximo ela se insinuava para alguém e as coisas mais ou menos aconteciam conforme a vontade dela. Já teve vários momentos em que teve problemas e precisou se virar para escapar de uns caras mais barra pesada. No fim, apenas o seu corpo havia causado impacto, era isso, sedução? Preferia ficar em silêncio. - Heh~ To vendo que entendeu que só dar uma chave de boceta não é o suficiente. Meu amor, deixa eu te falar. Sedução é a arte de fazer quem você quiser comer na sua mão. De pensar em você a cada momento e querer te agradar de todo modo por não conseguir ficar longe!

Jack começava a infatuar-se e se inspirar, como se sua fala fosse um discurso humanitário de um ganhador do nóbel. - Sedução tem a ver com linguagem corporal, o olhar, o movimento da boca, o tom de voz. É o controle absoluto sobre as duas cabeças. É a submissão total da sua vítima, ao ponto que ela é incapaz de pensar em mais nada, a não ser você. Sedução não é o acender de uma chama incontrolável. Isso você faz só de rebolar por aí que nem uma cadela no cio. Sedução é a arte de entrar na alma dos outros, brincando com seus desejos e fantasias, e colocar uma algema. E se você for boa o suficiente. Uma algema que nunca pode ser removida, heheheheh~ - O que Anne fez até então parecia brincadeira de criança. Jack, no fundo, bem no fundo, era um cara bem perverso. E a morena precisava admitir que gostava daquilo. Bastante. A ideia de algemar as pessoas com uma força invisível e torná-las completamente submissas parecia um tanto quanto... tentadora. - Estou a ouvidos.

O mesmo sorriso perverso de Jack, surgia no rosto de Anne. Ele aproximava o rosto do dela, lentamente. Com o indicador, tocava no queixo dela, fazendo com que ela, inconscientemente passasse os olhos dela pelos dele, vendo que estava olhando para a boca dela, infatuado. Enquanto seus lábios estavam entreabertos, perdidos em um mundo alheio. O hálito fresco chegava às suas narinas. Seu corpo ia pendendo para frente lentamente, como se fosse beijá-la, mas passava direto, próximo à sua boca, indo até sua orelha, com uma voz profunda e mansa. - Seduzir não é ser uma vadia, mostrar decote e abrir as pernas pro primeiro ricasso que passar. Tem a ver com o imaginário. A indução da imaginação até uma jaula em que você controla tudo que entra e sai da cabeça da pessoa, até que a única coisa que fica lá dentro é a sua imagem. - Ele se afastava de Anne, a deixando um pouco ofegante. Balançava a cabeça, entendendo um pouco do que ele estava falando.

Ficaram conversando por vários minutos, Jack explicava diversas técnicas relacionadas ao que poderia fazer. Anne, como já passou grande parte da vida nesse meio, não tinha dificuldade em entender porque fazia algumas coisas, o que não fazer mais. E o que podia adicionar ao seu arsenal para que tivesse mais efeito. De acordo com as orientações de Jack, permanecia trocando olhares com o outro rapaz da dupla que havia entrado. Rapidamente abaixando o rosto, mimetizando a ruborização do rosto, e logo olhava para Jack, sem antes olhar na direção novamente. Isso servia para fazer a outra parte ganhar confiança em se aproximar, e ainda, de guarda baixa. Depois de algum tempo, o rapaz não aguentou mais esperar e se levantou. Claro que Jack, percebendo a chance (se já não fosse esse o plano dele desde o início), deixou Anne para conversar com o jovem e foi para a mesa conversar com o que ele esteve de olho desde o início.

Com a aproximação, Anne esboçava um sorriso tímido, ajeitava o cabelo lentamente atrás da orelha, exibindo 'acidentalmente' sua nuca, e naturalmente deslizava a mesma mão pela nuca até chegar até a clavícula. Os olhos do rapaz acompanhavam todo o movimento até chegar no decote comportado dela, e ser obrigado a olhá-la novamente para não parecer um pervertido. Colocava a mão livre entre as pernas, chamando atenção novamente do rapaz, que passava os olhos pelo corpo perfeito da morena, não conseguindo conter a saliva e engolindo seco. A mão entre as pernas logo se movimentava, indo para o copo que Jack havia deixado estrategicamente próximo. O movimento delicado, fluido e calculado. Fazia Anne ao levá-lo próximo dela, acariciando as bordas com o indicador livre, produzindo um som agradável, tirando-o do momento de contemplação que se encontrava.

Finalmente, depois de Anne ter tomado a total dominância naquele breve início, o rapaz finalmente tinha coragem de falar. - Tudo bem? Posso te acompanhar em um drink? - Anne apenas sorria, misteriosamente, virando o corpo para o balcão e levando o copo aos lábios. Lentamente os abria, deixando o vidro gelado tocar a parte inferior e um pouco da bebida passar pela sua boca. Passava levemente a língua sobre o local umedecido e o mordia lentamente, sem se dar ao trabalho de olhar para o rapaz. Ele fazia um sinal apressado para uma atendente, subordinada de Jack, para trazer um drink igual ao de Anne. E quando se virava de volta, ela estava com o pescoço apoiado nas mãos, enquanto o cotovelo pendia no balcão. Seus olhos dourados olhavam atentamente para o rapaz, como se dissessem 'me divirta, se for capaz'.

Ele bem que queria dizer algo, engajar em uma conversa. Falar de todas as coisas que já fez e já viu. Impressionar uma bela moça que estava em sua frente. Mas tudo que pensava e achava pareciam tão insignificantes diante dela. Não conseguia encontrar palavras, aquilo jamais havia acontecido. Por mais que fosse a mulher mais linda, de longe, que já havia visto na vida, não era um garotinho inexperiente. Mas não conseguia entender o motivo de estar tão perdido em uma rede inescapável. Sentia-se sem forças, impotente de continuar. Sua auto-estima degradada e toda vez que piscava, a única coisa que conseguia ver era aquele rosto angelical. Ela não havia dito sequer uma palavra e o efeito era daquela magnetude. Imagine se já tivesse partido para a próxima etapa. Só que parecia não ter necessidade. O rapaz a observava, sem querer perder nenhum detalhe, enquanto a jovem deixava o copo 99% cheio no balcão, e se levantava na direção dele.

Uma emoção indescritível surgia em seu peito. Como se ele estivesse sendo aceito por uma deusa. Ela se aproximava cada vez mais dele, em um movimento lento e tranquilo, até que virava o rosto, como se jamais tivesse a intenção de dar uma chance à ele. Via-a esboçar um sorriso empático, conquanto cruel. Parecia estar sorrindo para um animal de estimação. Aquilo definitivamente fez o coração do rapaz despedaçar. Mantinha os lábios entreabertos, vacilando seus olhos com os deles. O indicador passava por baixo de seu queixo, fazendo-o perder o controle sobre os próprios membros. E a sua voz melodiosa, profunda e ao mesmo tempo carinhosa e tenra, soava próximo dele. Só que, até o fim, Anne sequer se deu o trabalho de se comunicar com o jovem. Vendo que Jack já havia saido do bar com o outro rapaz, era hora de deixar o ambiente também. - Coloque o drink na conta dele... - Falava com a atendente, deixando o bar.

Fim do Aprendizado


E então todos sairam felizes. Anne com sua nova habilidade a ser utilizada em prol de seus próprios interesses nefastos (pobre Iara), Jack com seu bofe e todos nadando em um pote de ouro sob o arco-íris da homossexualidade. Nada como mais um dia comum na vida de Anelisa Silverbugh. "Sério, comum? Hoje é aquele fucking dia! O dia do maior show que essa ilhazinha já viu, e vem com essa de dia comum?!? Qual seu problema??" Tirando os, cada vez mais frequentes, surtos psicóticos achando que existe uma entidade superior controlando todas as suas ações... *coff coff*...

Anne decidia por ir ao 'Big House of Shows' para ver como as coisas estavam indo. Mais especificamente, para encontrar com o rapaz que a havia contratado pela primeira vez. Sabendo que revolucionários estavam presentes naquele local, e com planos malévolos, eles só tinham dois alvos a curto prazo. A marinha e a apresentação. E do jeito que a sua sorte com os céus estava indo desde que resolveu sair de Centaurea Island, provavelmente iriam fazer alguma coisa para tentar ofuscar o seu brilho. "E isso eu não posso permitir! Recalcados!" Iria direto para lá, e caso chegasse, procuraria por algum rosto familiar, ou na pior das hipóteses procuraria por algum atendente. - Oi, tudo bem? O Kaneki tá por aí? Eu tenho o show aqui hoje de noite e queria saber como as coisas estão indo... - Esboçava o sorriso mais doce e cativante que era capaz. O suficiente para que países entrassem em guerra.

Citação :
Posts: 35

Objetivos:
- Entrar na Marinha
- Completar 2 1 missões
- Adquirir vantagens Ambidestria e Temperamento Calmo
- Adquirir vantagem Boa Fama pelo ofício Artista - Melodia Escarlate
- Aprender as perícias Sedução e Hipnose
- Se tornar uma Popstar!

Localização:
- Baterilla

Ganhos:
- Violino
- Alistamento na Marinha
- 1 Missão Completa
- Uniforme da Marinha
- Botas lvl 1
- Espada lvl 1
- Pistola lvl 1
- Adaga lvl 1
- Dinheiro das carteiras

Perdas:
- Boné da Marinha

Relações:
- Moira: Ruiva de corpo voluptuoso que possui cargo na marinha mais elevado que Anne. Está em uma amizade colorida com a mesma, em que ambas não sabem onde é que se situam nessa relação. É fria, distante e orgulhosa.

____________________________________________________



[Você precisa estar
registrado e conectado para ver esta imagem.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por anthic em Dom 06 Mar 2016, 23:13, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




First Chronicle - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: First Chronicle   First Chronicle - Página 7 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
First Chronicle
Voltar ao Topo 
Página 7 de 9Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: South Blue :: Centaurea Island-
Ir para: