One Piece RPG
As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Capítulo I: Meu nome é Cory Atom! Filho de Kouha Atom
As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 Emptypor Kiomaro Roshiro Hoje à(s) 18:06

» There's no good man in the west
As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 Emptypor PepePepi Hoje à(s) 17:45

» The Victory Promise
As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 Emptypor Apoo Hoje à(s) 16:58

» On The Top Of The World
As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 Emptypor GM.Kekzy Hoje à(s) 15:59

» Red Albarn e o Alvorecer de um Herói
As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 Emptypor GM.Doodles Hoje à(s) 15:22

» [Mini-Handa] Uma beleza preguiçosa
As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 Emptypor Handa Hoje à(s) 05:11

» Al mare!
As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 Emptypor Fanalis B. Ria Hoje à(s) 05:00

» Vermelho
As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 04:15

» Ficha - Dylan Jones
As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 02:31

» Dylan Jones
As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 02:30

» [MINI - Gon Vinteluas] *SENHORAS E SENHORES!*
As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 Emptypor Bijin Ontem à(s) 22:16

» [MINI-Yahikko] - A partir do zero!
As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 Emptypor ADM.Tidus Ontem à(s) 20:32

» Una Regazza Chiamata Pericolo
As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 Emptypor Vrowk Ontem à(s) 20:03

» Unidos por um propósito maior
As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 Emptypor madrickjr Ontem à(s) 17:22

» [MEP] 01 | Eco
As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 Emptypor DJ GBR Ontem à(s) 17:06

» [MINI - DJ GBR] 01 | Eco
As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 Emptypor DJ GBR Ontem à(s) 17:03

» A justiça não é cega!
As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 Emptypor Van Ontem à(s) 15:11

» Faíscas da Revolução
As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 Emptypor K1NG Ontem à(s) 13:46

» O Sapo Mágico
As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 Emptypor K1NG Ontem à(s) 13:15

» Apresentação 3 - Falência Abrasiva
As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 Emptypor GM.Furry Ontem à(s) 12:06



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 As Crônicas de Gelo e Peixe Act I

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 47
Warn : As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 26
Localização : 1ª Rota - Karakui

As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 Empty
MensagemAssunto: As Crônicas de Gelo e Peixe Act I   As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 EmptyQua 13 Jan 2016, 12:19

Relembrando a primeira mensagem :

As Crônicas de Gelo e Peixe Act I

Aqui ocorrerá a aventura do(a) civil Ineel. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Dante
Orientador
Orientador


Data de inscrição : 30/03/2013

As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: As Crônicas de Gelo e Peixe Act I   As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 EmptySex 12 Ago 2016, 22:23

Fury of the storm


Dormir perto de uma lareira quente... Eu nunca havia tateado algo do tipo, era algo muito bom de se sentir, ainda mais com todo o frio lá fora, apesar de eu amenizar grande parte dele com minha pelugem de fato volumosa. As chamas deviam ser calorosas comigo próximo dali, e eu não tinha problema nenhum em me deitar no chão, fiz isso a minha vida inteira ao contrário dos humanos. Agora só me restava tirar um bom cochilo, até amanhecer. Sentia-me feliz com essa sensação, era reconfortante, e distinto de dormir em uma caverna com o chão duro, petrificado e frio. Enquanto eu estava deitado provavelmente ouviria um monte daquelas baboseiras humanas, acho que meu mais novo amigo deveria ter acordado com o frio talvez. Sou grato por ele, e além de tentar manter meus companheiros ursos longe de perigo, acho que esse homem também é um dos motivos de eu querer ajudar a ilha. Estou decidido quanto a isso, e não pretendo dar pé atrás até dar um fim nesses patifes. Não que eu seja um herói ou algo do gênero. As últimas palavras da humana me atormentavam um pouco, mais sopa de urso... Quantos ursos foram mortos para alimentá-los? Tudo bem que esse deve ser um dos poucos meios de sobrevivência, mas... “Não quero que minha espécie e terra natal seja devastada pelos humanos, só de pensar nisso já fico aterrorizado, e desolado com tal acontecimento”

Iria cochilar o Maximo possível para repor minhas forças e expulsar meu cansaço, relaxar os músculos realmente é importante. Após dar um breve bocejo, tentaria cair em sono profundo, e após minha jornada de sono iria ficar de pé em prontidão, rumo aos desejos e planos do Tritão, para acabar com aqueles meliantes. Claro que eu não iria seguir a estratégia do homem-peixe tão cegamente, eu iria me preparar para aquilo, e obviamente faria também meus próprios planos. Não faço ideia se esse peixe sabe como planejar uma invasão, mal o conheço. Mas, se eu sair vivo de lá, com um navio, e com aqueles infelizes mortos, já basta para mim. É tudo que eu quero, não pretendo morrer aqui, mas se for lutando, não me arrependerei, é assim que eu almejo perecer.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sylvanas
Narrador
Narrador
Sylvanas

Créditos : 7
Warn : As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 04/05/2013
Idade : 101
Localização : Elbaf

As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: As Crônicas de Gelo e Peixe Act I   As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 EmptySeg 15 Ago 2016, 23:23

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



Narração


Depois da confusão, Margery acalmava a todos usando sua simples gentileza. O urso se acomodava perto da lareira e então se deitava como se nada daquilo antes tivesse acontecido, sua pelagem fazia com que ele mal sentisse frio e a combinação com a lareira fazia com que ele sentisse até um pouco de calor mas que não o desconfortava e fazia com que ele caísse em sono profundo em alguns minutos, antes ouvindo a voz do visitante mas não se interessando nela.

- Sabe aonde há um lugar para descansar aqui? Perdi quase todas as minhas forças durante essa tempestade. Eu prometo que depois que me recuperar eu ajudo vocês, seja lá com que for. - Entre duas colheradas na cumbuca da sopa que quase queimava sua língua de tão quente que estava, Edward parecia querer ajudar com o que fosse preciso o casal após a gentileza dos dois.

- Não se preocupe com isso... Nós ajudamos a quem podemos de bom coração, sabemos o que é passar frio e fome de verdade e mesmo tendo a ultima fatia de pão da ilha, nós dividiríamos. - Margery assentia com a cabeça, enquanto seu marido falava olhando diretamente para Edward. - Temos um colchão e alguns cobertores...Margery, arrume pro menino... Agora vou me deitar, boa noite. - Assim ele deixava a  cumbuca em cima da mesa e entrava no quarto enquanto a senhora aprontava um colchão e alguns cobertores velhos no solo junto ao urso e a lareira.

Por causa do frio, o odor de velhice daquelas coisas não podia ser sentido, não estava empoeirado pois naquele local coberto de neve não havia poeira. Margery após ver o garoto se deitar e se cobrir, agora sentindo o calor tanto da lareira quanto o calor que emanava do corpo do urso, dizia entrando em seu quarto. - Bem, parece que o homem peixe adormeceu sozinho... Hehe, nesse frio é mesmo difícil ficar acordado e desperto. - Assim ela pegava uma das cobertas que havia sobrado e cobria o tritão que adormecia.

O silencio agora se instaurava no local, os únicos sons presentes eram o som da tempestade de neve que assobiava la fora e o som da lareira e do fogo que consumia a madeira dando estalidos para mostrar seu poder e fúria.


Histórico:
 

Histórico:
 

Off:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Aventuras:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
King
Revolucionário
Revolucionário
King

Créditos : 2
Warn : As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 13/09/2012
Idade : 18
Localização : Cisplatina

As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: As Crônicas de Gelo e Peixe Act I   As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 EmptySab 20 Ago 2016, 21:19

Sweet Dreams


Deitava-me. Sentia um grande conforto, nunca sentido antes em minha vida. Acostumado a dormir no chão, até a rústica mobilha local me confortava. Sentia meus olhos cada vez mais pesados, próximos a fechar. Tentava resistir a vontade, porém não conseguia. Simplesmente aceitei e então tudo escureceu.

Abri os meus olhos e me vi em outro local. Completamente diferente de Fernand Island, uma forte tempestade de areia cobria minha visão. O calor era escaldante e minha sensação de impotência era a mesma da ilha do gelo. Sem noção de onde estava apenas seguia em frente, me afundando cada vez mais na areia. Eu lutava, tentava resistir mas era tudo inútil.

Foi então que , de repente, a tempestade se acalmara. Estava sem forças e sedento por água, e a figura de uma criança surgiu na minha visão. Tentava me comunicar, fora inútil. Minha garganta estava seca demais para qualquer mísero som saísse dela. Levantava minha mão esquerda em sua direção, trêmula por minha falta de força. Outra tentativa inútil de comunicação.

E ela se aproximou de mim. Percebia que aquele era meu fim. Um semblante que não passava alma, com olhos vermelhos e uma camisa listrada ensanguentada, começara a rir maleficamente e correu até mim. Retirou uma faca com um único gume de sua calça e fincou em meu peito.

...

Acordaria assustado na cama, com quaisquer das minhas mãos em meu peitoral. Estava com batimento acelerado com tamanho susto. " Foi só mais um pesadelo " Pensaria enquanto limparia minha testa do suor frio que a percorria. Verificaria então se ainda estava com todos os meus pertences. E pela minha surpresa, estava. Talvez esses sujeitos estranhos são de confiança.

Me levantaria e procuraria quaisquer um dos três que estavam conversando sobre "mudar" a ilha na última noite. Poderia ter algo que me interessasse. - Então..... Sobre o que você e os outros dois estavam falando exatamente? Acho que eu posso os ajudar... Indagaria.

____________________________________________________

Narração

– Fala –

"Pensamento"

Título

Ouça a voz da Elise:
 



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Dante
Orientador
Orientador
Dante

Créditos : 2
Warn : As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 30/03/2013
Idade : 20
Localização : Vivo me perguntando onde

As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: As Crônicas de Gelo e Peixe Act I   As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 EmptyQui 25 Ago 2016, 23:22

Bora Bixo!


Com o silencio tomando tudo, relaxava meu corpo aos poucos, deixando o cansaço tomar conta de mim agora, para eu expulsá-lo de meu corpo durante uma jornada de sono. Eu estava feliz dessa vez, mais do que o comum, até porque, o que eu fiz foi sair de rotina e fazer algo incomum. Eu estou cada vez mais perto de finalmente viajar em um navio, creio eu. É realmente animador, saber que amanhã eu provavelmente irei lutar e enfrentar alguns patifes. Talvez eu leve algumas porradas, mas, bem, eles são só humanos, não me oferecem tanto perigo assim. Minha consciência ia se esvaindo aos poucos, de segundo a segundo eu ia me perdendo dentro de meu sono, e então entrava em um estado adormecido. Como é revigorante descansar um pouco...

Sonho

“Bocejava, após um bom tempo de cochilo, finalmente eu estava novo em folha. Mas... Tem algo que está muito errado aqui. “Por que diabos eu estou... em casa?” Eu me deparava novamente com a caverna velha e umedecida, mas que no fundo, tinha um grande significado para mim e para minha família. Por gerações ursídeos haviam nascido e crescido ali, eu não era o único deles. – Mir! – Aquela voz, eu não poderia me enganar nem a mil km de distância, ou após mil anos sem ouvi-la. Eu tinha certeza de que eu sempre a reconheceria, não importasse como. Virava-me, e então me deparava com a face de alguém que eu mais amei na vida. Era meu pai... – Ursinho tolo, você deve seguir a vida que quer, vá atrás de seus sonhos, seja livre! – Dava uma pausa, falando de um modo irônico no isso, e depois tornando a conversa totalmente séria – Vá para o mar! – Falava com um grande ênfase, passando sua empolgação para mim também

Sentia como se novamente eu tivesse 10 anos de idade, a mesma sensação que eu sempre tive ao reencontrar meu pai depois de um longo dia de caçada. Bons tempos... Antes que eu pudesse notar qualquer mudança, meu pai já havia sumido num piscar de olhos, e eu na verdade já estava em outro lugar. Um sentimento de perda se alastrava por mim após o sumiço de meu pai, e eu me deparava com um lugar bem curioso por sinal. Eu estava debaixo da água, dentro de uma espécie de redemoinho, o chão estava seco em baixo, quanto que ao meu arredor estava cheio de água, eu estava preso dentro de um circulo aquático muito estreito. E não entendia o porquê. Após alguns segundos aquele circulo ia ficando cada vez menor, quando que chegou a um momento em que ele se fechou de vez, com a água toda sendo arremessada contra mim. Eu conseguia acompanhar a água sendo derramada centímetro por centímetro, e, milésimos antes dela me atingir com seu impacto, tudo se apagava, e eu então abria meus olhos, despertando.”

Sonho


Despertaria, e logo após me voltaria para aquele garoto de ontem. Ele poderia ser um bom aliado para nós, e eu não perderia a oportunidade de poder levá-lo comigo para aquela luta. Após ouvir suas falas, iria respondê-lo em prontidão dessa vez, com um semblante sério, brandiria minha voz grave pelo recinto – Nós pretendemos libertar a ilha de alguns patifes que estão sendo um pé no saco para os habitantes da ilha... Na verdade minha intenção é acabar com aqueles desgraçados e depois pegar o navio deles, quem sabe, para eu sair daqui. E então o que acha? – Falaria, enquanto que pensava no que eu poderia fazer a seguir. Já deveria estar de manhã, mas eu ainda não tinha um machado em mãos, para lutar contra esses humanos.

____________________________________________________

Tiro de sorte? Sorte é não tomar um tiro meu
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Sylvanas
Narrador
Narrador
Sylvanas

Créditos : 7
Warn : As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 10010
Masculino Data de inscrição : 04/05/2013
Idade : 101
Localização : Elbaf

As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: As Crônicas de Gelo e Peixe Act I   As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 EmptySab 27 Ago 2016, 22:52

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



Narração


A noite fria e aconchegante daquela ilha era realmente assustadora, não só pela temperatura que poderia matar qualquer desavisado mas também pelo fato de que os sonhos que se tornavam mais profundos poderiam até mesmo assustar alguns, e era isso que acontecia com Edward que acordava suando frio após um pesadelo. - Então..... Sobre o que você e os outros dois estavam falando exatamente? Acho que eu posso os ajudar... - O urso que já estava acordado, ouvia o garoto e o respondia. – Nós pretendemos libertar a ilha de alguns patifes que estão sendo um pé no saco para os habitantes da ilha... Na verdade minha intenção é acabar com aqueles desgraçados e depois pegar o navio deles, quem sabe, para eu sair daqui. E então o que acha? - Respondendo o garoto, agora ele pensava na falta que um machado lhe trazia... Mas qual seria o problema? alguns pensariam, afinal, suas garras penetrariam qualquer couro e sua mandíbula poderia ser devastadora se bem usada.

Talvez o urso não fosse bem um selvagem como alguns pensariam. - Bom dia senhores, espero que tenham dormido bem... - A voz de Margery quebrava o silencio. - Temos um pouco de pão velho para nos alimentar, se quiserem podem pegar... - Chegava a ser triste a pobreza que aquelas pessoas viviam, Margery colocava uma bandeja grande com algumas unidades de pão velho e duro em cima da mesa, talvez pudesse servir pra dar energia, em troca de alguns dentes quebrados... Não que isso impedisse que a senhora devorasse um dos pães com selvageria.

- Ah que noite boa que tive... - O marido de Margery saia do quarto coçando uma das nádegas com uma das mãos enquanto a outra pegava um dos pães e ele começava a come-lo com a mesma selvageria que sua mulher. Em meio a uma mordida e uma mastigada, ele começava a falar tentando alguma atenção do urso e do garoto. - Então aquele negócio ainda esta de pé?... Posso ir com vocês se precisarem de mim, tenho uma espingarda escondida debaixo da cama... - Seu olhar ficava sério.

Algumas batidas na porta assustavam a todos que a olhavam atentamente, menos o tritão que ainda dormia profundamente. Margery abria a porta e um monte de neve entrava na casa, e logo depois era possível ver um velho de barbas brancas que iam até seu peito, era um velho muito magro que mal tinha dentes na boca. - Olá Margery, hoje é o dia de novo... Vim buscar suas coisas, o que você tem pra hoje? - Margery abria mais a porta deixando a vista o urso que assustava o velho e mais o garoto. - Diga a eles que não tenho nada... E que agora a ilha vai deixar de ser o brinquedinho deles, pois esses três aqui vão matar todos eles, um por um!! - Ela dizia apontando para os estranhos em sua casa.

O velho se assustava e ficava indignado. - O que? Eles vão fazer isso?... Bem, que façam logo então... Mas não posso chegar lá sem sua contribuição ou eu eles me matam sabia!? - O velho dizia cuspindo algumas vezes. - Não se preocupe... Eu confio neles, acho que são guerreiros enviados pelos Deuses para nos libertar... Olha só isso, temos um urso! Nem aquele grandalhão deles pode bater em um urso não é? - O marido de Margery dizia abrindo um sorriso. - Se eles estão esperando os presentes da ilha, vamos dar a eles os presentes que merecem!! - Dessa vez, ele ia até seu quarto e voltava com uma espingarda, a carregando na frente dos dois guerreiros somente esperando alguma ação dos mesmos.

Dessa vez, o tritão começava a falar, parecendo que já estava acordado a algum tempo. - Com certeza, mas antes precisamos de um plano... Sabemos que eles estão em um navio e estão somente em dois, mas a força deles ainda é desconhecida... Acho que toda a ajuda é bem-vinda nesse caso. - Agora ele se levantava tirando as cobertas de cima de si e olhava para o homem com a espingarda.


Histórico:
 

Histórico:
 

Off:
 


____________________________________________________


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Aventuras:
 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 Empty
MensagemAssunto: Re: As Crônicas de Gelo e Peixe Act I   As Crônicas de Gelo e Peixe Act I - Página 6 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
As Crônicas de Gelo e Peixe Act I
Voltar ao Topo 
Página 6 de 6Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: North Blue :: Minion Island-
Ir para: