One Piece RPG
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Ato 157: Se eu quisesse tua opinião, Eu tirava na Porrada
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Emptypor K1NG Hoje à(s) 3:58 pm

» BOOH!
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Emptypor CaraxDD Hoje à(s) 3:44 pm

» [M.E.P][MINI-doflamingoPDC]-Busca por orientador
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Emptypor Doflamingo pé de caximbo Hoje à(s) 3:19 pm

» Kenzö Tenma
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Emptypor K1NG Hoje à(s) 3:14 pm

» [MINI-DoflamingoPDC] A pantera negra da ilha montanhosa
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Emptypor Doflamingo pé de caximbo Hoje à(s) 3:12 pm

» 10º Capítulo - Parabellum!
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Emptypor GM.Alipheese Hoje à(s) 3:06 pm

» Um Destino em Comum
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Emptypor Jean Fraga Hoje à(s) 3:01 pm

» Caçadoras Eternas: Almas entrelaçadas!
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Emptypor Kenshin Himura Hoje à(s) 2:33 pm

» The Hero Rises!
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Emptypor Achiles Hoje à(s) 2:29 pm

» Ideias para missões/plots - Utilidade pública
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Emptypor Skÿller Hoje à(s) 12:34 pm

» MEU TOPICO
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Emptypor ZORO.MP3 Hoje à(s) 11:24 am

» ZORO
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Emptypor ZORO.MP3 Hoje à(s) 11:21 am

» [KIT] Hisoka
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Emptypor Veruir Hoje à(s) 11:06 am

» [LB] O Florescer de Utopia III
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Emptypor GM.Midnight Hoje à(s) 10:43 am

» Kit kenshin
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Emptypor Blum Hoje à(s) 8:46 am

» Bitch Better Have My Money
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Emptypor Kylo Hoje à(s) 3:54 am

» The One Above All - Ato 2
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Emptypor Thomas Kenway Hoje à(s) 2:16 am

» Seasons: Road to New World
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Emptypor Ravenborn Hoje à(s) 12:33 am

» Que tal um truque de mágica?
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Emptypor Veruir Hoje à(s) 12:21 am

» Pedido de Kit Drake
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Emptypor Volker Ontem à(s) 11:29 pm



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPGPeace Sign RPG
Pokémon Adventure RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 [CF] Primeiros passos em uma nova estrada

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... 9, 10, 11, 12  Seguinte
AutorMensagem
ADM.Tidus
Duque Azul
Duque Azul
ADM.Tidus

Créditos : 65
Warn : [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 10010
Masculino Data de inscrição : 10/06/2011
Idade : 27
Localização : 1ª Rota - Karakui

[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Empty
MensagemAssunto: [CF] Primeiros passos em uma nova estrada   [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 EmptyTer Jan 05, 2016 12:08 pm

Relembrando a primeira mensagem :

[CF] Primeiros passos em uma nova estrada

Aqui ocorrerá a aventura dos(as) Civis Gregory W Ross, Kurihara L Riki e Yukimura Sanada. A qual não possui narrador definido.


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
Ryuza Ying
Pirata
Pirata


Data de inscrição : 05/02/2012

[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: [CF] Primeiros passos em uma nova estrada   [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 EmptyTer Fev 16, 2016 7:24 pm

- Me lembre de nunca beber nada que ela oferecer... – Acho que ninguém naquele grupo beberia daquela bela cachaça de laranja.

- Então... Mapa. – Kurihara estava um tanto quanto perplexo com toda aquela cena que acabara de presenciar, assim como o resto do grupo, mas não tinham tempo para ficarem ali pensando no que tinha acontecido porque, provavelmente, o que estava pra acontecer não seria do agrado deles.
- Procurem por coisas interessantes no navio, preciso de um mapa e uma bússola, o que provavelmente esse velhote tem.– O navegador deu a ordem, e partiu em busca dos objetos citados, a embarcação não era muito grande, tinha uns 18 metros de comprimento e uns 8 de largura, com um metro e meio de altura acima do nível em que flutuava, uma pequena cabine se encontrava no convés que estava cheio de tralhas, barris e redes de pesca, a maioria estavam tão deterioradas que não podiam ser utilizadas.

Kurihara adentrou na cabine de navegação e em uma bancada que circundava o leme ele encontrou uma velha bússola e um mapa mofado, mas iria servir.
Enquanto isso Gregory se aproveitava da situação para se engraçar com Shannon. Sofia estava preocupada com os acontecimentos no porto, então foi olhar o que estava acontecendo. Pelo visto o velho não tinha morrido com as flechadas que recebera, de alguma forma aquela bebida o havia deixado imune ao sentimento de dor e certamente dado uma resistência maior. Era possível escutar os gritos vindos do armazém, uma batalha parecia estar sendo travada por lá.

Não parecia existir nenhum outro tripulante naquele barco, sendo assim os aspirantes a piratas começaram a se mover, Gregory ajudou o louco navegador a remover a ancora e a içar a vela, mas acabaram esquecendo da corda que prendia o navio ao porto, já estavam em movimento quando sentiram o solavanco. Que jogou todos no chão, um barril caiu e saiu rolando pelo convés, o loiro boxeador, durante a queda, pensou ter escultado o barril exclamar uma expressão de dor. A garrafa da estranha bebida que estava na mão de Shannon também caiu. A garrafa rolou e acabou caindo em um dos buracos no assoalho do navio, indo parar no deposito. Sofia se levantava, e ao olhar em direção ao armazém conseguia ver luzes de tochas se movendo na direção em que estavam.

- Melhor corrermos com isso, acho que eles estão vindo ver como as coisas estão, e não estamos em condições de arrumar mais brigas ainda.

A corda, por sorte, era tão velha como o barco, e agora estava sendo tencionada pelo barco que com a vela içada, tentava se mover, a corda acabou cedendo, dando outro solavanco, mas dessa vez ninguém caiu.
- Vire a vela naquela direção. – Ordenou Kurihara, e o loiro boxeador, que se encontrava pensativo, obedeceu sem hesitar. Enquanto realizava a tarefa podia ouvir, graças a sua boa audição, homens gritando. – Ali, aquele é o barco daquele velho! – E uma outra voz completou. – Rápido, atrás deles!

A partida não seria tão tranquila quanto pensaram, a noite no mar estava calma, a maré tranquila, mas o que estava por vir não era nada agradável. Sofia que pensava sobre sua família, olhando para a ilha, avistava a movimentação. Duas pequenas embarcações, que cortavam o negro mar fazendo-o se encher de bolhas e espuma. Dois rápidos Drakkars vinham na direção dos fugitivos, cada um deles com 6 remadores de cada lado, e no convés logo poderiam ver arqueiros, os capas azuis, com suas armas em mãos, cordas retesadas, tochas sendo espalhadas pelo convés.
Logo iria chover, uma chuva que o grupo não gostaria, uma chuva de flechas em chamas.
Barco de vocês:
 


Drakkars:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wander
Pirata
Pirata
Wander

Créditos : 14
Warn : [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 10010
Masculino Data de inscrição : 05/07/2013
Idade : 22
Localização : Não sei :D

[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: [CF] Primeiros passos em uma nova estrada   [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 EmptyQua Fev 17, 2016 6:28 am

Musiquinha pra perseguição velozes e furiosos Awwww Yeaaaa







Como um simples carpinteiro, só me restava ver aquilo tudo abismado. - É incrível... Quando é para me ferrar, esses caras agem numa prontidão do caralho. - Pensei, sentido a raiva crescer dentro de mim. Tentava imaginar alguma coisa que eu pudesse fazer para ajudar na fuga, mas só o que me vinha em mente eram coisas fúteis. Observava os barcos inimigos tantando ficar em nossa cola enquanto torcia não só para que o velho maluco estivesse sóbrio quando afirmou que este era o navio mais rápido do West Blue mas também que esse fosse o navio mais rápido do South.

Quando percebi que havia arqueiros e fogo naquelas embarcações, logo me dei conta que aquela combinação não seria nada agradável. - RIKI MARTIN, MALDITO! ACELERA ESSA PORRA! - Não perderia tempo e já tentaria lançar redes de pesca e algumas das tralhas no caminho daqueles imbecis, com objetivo de tentar atrasá-los enroscando as redes nos remos ou fazendo-os ter que contornar os obstáculos. - EI, NÃO TEMOS NADA A VER COM AQUELE VELHO! - Gritaria para os marinheiros. Logo depois, não perderia tempo e procuraria pelo convés pelo barril o qual eu tive a impressão de ouvir uma voz para que eu pudesse o levar comigo até a cabine do navegador, onde eu buscaria ter cobertura para evitar a chuva de flechas.

Caso no meio de minhas ações a chuva de flechas viesse, eu tentaria correr até a cabine do navegador para sair do perigo. Se eu notasse que não daria tempo, buscaria me posicionar atrás do mastro para usá-lo como forma de evitar as flechas. No caso de eu não conseguir chegar nem até a cabine e nem até o mastro tentaria usar uma das tralhas como escudo ou então pular em um dos buracos do piso que tivesse tamanho o suficiente para eu passar. Se fosse necessário, usaria também de pulos e impulsos para esquivar das flechas. Após evitar o ataque inimigo, voltaria ao convés para concluir minhas ações, caso eu tivesse sido interrompido.

Na hipótese de eu notar que um de meus aliados era lerdo demais para se proteger das flechas, tentaria salvá-los empurrando e carregando eles até a cabine.

Uma vez estando na cabine do navegador, procuraria por alguma fonte de fogo, como por exemplo velas acesas, fósforos e isqueiros, e o entregaria para Shannon. - Você consegue mandar uma flecha incendiária? - Daria minha ideia e então voltaria para minhas próprias preocupações. Tentaria verificar o barril para ver se tinha sido apenas minha imaginação ou se realmente havia alguém ali. - Ei! Tem alguém preso ai? - Caso fosse necessário, usaria meus conhecimentos de carpintaria, ferramentas que eu eventualmente achasse pelo recito e também meus punhos reforçados pela manopla para desmontar a estrutura.

Se houvesse alguma calmaria ou se minha presença não fosse requerida ali, tentaria chegar no porão da embarcação para verificar se encontraria remos ou coisas úteis.

____________________________________________________

Falas
Pensamentos
Esquizofrenia (Fantasia)

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] |[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

RIP:
 

Titulo Internacional:
 


Última edição por Wander em Sex Fev 19, 2016 2:01 am, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Akane Kazumi
Pirata
Pirata
Akane Kazumi

Créditos : Zero
Warn : [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 10010
Feminino Data de inscrição : 05/01/2014
Idade : 23

[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: [CF] Primeiros passos em uma nova estrada   [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 EmptyQua Fev 17, 2016 3:09 pm





Durante toda sua vida Kazumi sempre soube que a vida de um pirata era cheia de emoção e adrenalina, o que ela não sabia era que acabaria entrando nessa vida também. Quando seu mestre lhe ensinou sobre a arte da espada há muitos anos atrás, a moça jamais imaginou que se tornaria uma pirata igual a ele, bem... Pelo menos uma aspirante de pirata ela já era, para se tornar uma pirata de verdade a trilha ainda era muito longa, entretanto isso não impedia que coisas ruins e controvérsias surgissem em seu caminho como os tais capas azuis que por infelicidade do destino surgiam atrás deles. A moça franziu a testa observando a situação enquanto parecia pensar num plano. Encarou Shannon com um olhar nada amigável depois do incidente que fez o velho ficar completamente descontrolado e atrair toda a atenção para eles. A nova integrante do "bando" não era nem de longe alguém de quem Kazumi gostasse muito, mesmo assim ela sabia que não tinha sido culpa da garota, na certa foi culpa do Okama que encontraram mais cedo no bar e por causa daquela figura estavam em apuros daquele jeito, ainda assim sentia um pouco de ciúme devido a atenção que a garota estava recebendo da parte dos rapazes, mas isso era irrelevante no momento.

Olhava então para os Drakkars que vinham em sua direção enquanto tentava pensar em alguma coisa. Mirou os olhos nas velas dos mesmo enquanto tentava pensar num jeito de acabar com a mobilidade dos mesmos ou pelo menos atrasá-los. Seria impossível fazê-lo enquanto estivesse no barco do velho, seria necessário aproximação, mas como fazer isso se eles estavam com flechas de fogo armadas mirando em sua embarcação.

- Fugir ou gritar não adianta. Se uma dessas malditas flechas atingir as velas será nosso fim. - disse ela para Gregory enquanto caminhava lentamente até a popa do navio. Ela tinha um pequeno plano, era arriscado, mas talvez fosse possível executá-lo.

Sacaria então sua espada enquanto no convés superior e tentaria subir sobre a cabine, ficaria aguardando a saraivada de flechas, era muito perigoso tentar o que ela estava prestes a tentar, porém era a única escolha. Assim que as flechas começassem a se direcionar às velas tentaria golpeá-las com a espada para cortá-las no meio quebrando seu centro de gravidade e impedindo que as pontas incandescentes atingissem as velas do navio.

Se por acaso não tivesse êxito e alguma das pontas flamejantes tivesse atingido uma das velas tentaria apagar o fogo, procuraria um balde encheria de água e jogaria nas velas ou em qualquer lugar que estivesse em chamas. Tentaria ao máximo ser cuidadosa e enquanto tentava atingir as flechas com a espada tentaria ficar atenta para não ser atingida pelas mesmas, sempre tentando esquivar delas e cortá-las para impedir danos grandiosos. Assim que a primeira saraivada tivesse sido contida, desceria até o convés para verificar se não havia nenhuma ponta de flecha pegando fogo próxima à algo que pudesse incendiar e tentaria apagá-las caso existissem. Se mais alguma coisa pegasse fogo no convés tentaria apagar usando água e baldes.

____________________________________________________

Fala - "Pensamento" - Narração

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Objetivos:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alek
Pirata
Pirata
Alek

Créditos : 1
Warn : [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 10010
Feminino Data de inscrição : 09/06/2013
Idade : 22
Localização : Penumbra - 5ª Rota

[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: [CF] Primeiros passos em uma nova estrada   [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 EmptyDom Fev 21, 2016 1:50 am




O Filho Único

"Chaotic."



Parece que a saída não seria assim tão fácil. Avistava, de longe, as duas embarcações que nos seguiam, as quais pareciam bem mais velozes, além de estarem com os tais Capas Azuis, preparando suas flechas incendiárias com alvo em nosso navio.
Manteria a vela na mesma posição, já que, daquela forma, ela teria total impulso na direção de nosso destino, já que os ventos pareciam guiar-nos na exata posição em que precisávamos. Com cuidado apenas, manteria-me com as mãos ao timão, procurando ajustar o leme do navio com base na possível correnteza, mantendo-nos na direção desejada inicialmente.

- Essas flechas serão um problema. Tentem cuidar delas. - Eu também o faria, mas apenas procurando desviar ou sair do caminho de flechas que pudessem vir a ser problemáticas, e também me mantendo longe de coisas que pudessem vir a ser incendiadas. - Teremos uma viagem turbulenta, pelo visto.





____________________________________________________

[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 >
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Falas da Mao
Falas da Aggy
Falas de Players Aliados
Falas de NPCs Aliados
Falas de Inimigos




RIP:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ryuza Ying
Pirata
Pirata
Ryuza Ying

Créditos : 13
Warn : [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 10010
Masculino Data de inscrição : 05/02/2012

[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: [CF] Primeiros passos em uma nova estrada   [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 EmptyDom Fev 21, 2016 5:11 pm

O grupo não teve tempo para montar um plano de ação conjunto, assim que viram o que estavam para enfrentar, começaram a agir cada um por si. O navegador Kurihara comandou o barco com maestria, mantendo ele firme e aprumado na direção do vento que mais lhe favorecia, acontece que a direção que estavam tomando estava um pouco mais ao norte da rota que deveriam tomar, se ficassem muito naquela direção teriam um atraso na viagem. Mas o que importava naquele momento era fugir dos Drakkars que estavam em sua direção, o curso poderia ser ajeitado depois de tê-los deixado para trás.

Gregory desesperadamente começou a pegar as redes danificadas que estavam jogadas sobre o deque e começou a lança-las no mar, na tentativa de que estas atrapalhassem a aproximação dos perseguidores. Acontece que o boxeador não sabia como lançar uma rede com exatidão, ele só as jogava de qualquer jeito e elas caiam no mar e afundavam. Gregory lançava também barris vazios, pedaços de madeira, e varas de pesca, nada adiantava. Até que um dos Drakkars se aproximaram de mais, uma rede lançada anteriormente por Gregory estava tão destruída e sem os pesos que não afundou e, por sorte, ficou no trajeto dos remos direitos da embarcação que tentava os contornar pela direita. A rede se enroscou em dois dos seis remos esquerdos, fazendo os remadores terem de parar. Com 6 remos trabalhando na direita, e apenas 4 na esquerda, aconteceu o que se deveria acontecer, a embarcação começou a fazer uma curva.
A falta de comunicação e ordem da tripulação contribuiu para que não corrigissem o erro a tempo, o drakkar fez uma curva saindo totalmente do curso. Seus remos direitos se chocavam na popa do drakkar da esquerda, realizando um baque que atrasava os arqueiros do mesmo.

A maré começava a ficar revolta, e Kurihara como um bom navegador percebeu que a mesma não estava a favor deles, mas a mesma maré que os atrasava, atrasavam agora o seu último perseguidor. Akane estava pensativa, se perguntando sobre o que deveria fazer. As flechas começaram a ser lançadas, a primeira leva era de flechas normais, não incendiarias.
A espadachim conseguia evitar duas delas que caiam em sua direção. O navio era alvejado por cerca de 12 delas, mas nenhuma atingia a vela. Gregory correu e puxou suas parceiras para dentro da cabine, e em seguida rolou o barril que tinha ouvido falar algo para dentro da mesma.
- Ei! Tem alguém preso ai? – Como resposta um som abafado de socorro, e batidas. Prontamente o aspirante a carpinteiro tomou em suas mãos um pé de cabra que estava disposto perto dali, e arrancou a tampa do barril, o movimento do barco fez com que o mesmo tombasse, revelando um jovem garoto dentro do mesmo.

Enquanto isso Akane subia no teto da cabine, e se preparava para proteger a vela da próxima leva de flechas que já alçavam voo. O céu se iluminou com aquela dúzia de flechas flamejantes que logo em seguida castigavam o navio, era possível ver que algumas delas estavam dando início a um foco de incêndio na madeira velha do convés, mas nenhuma atingiu a vela, graças a Akane.
Spoiler:
 

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

>>narração<<
||pensamento||
::Minha fala::
**Fala da Fantasia**


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Wander
Pirata
Pirata
Wander

Créditos : 14
Warn : [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 10010
Masculino Data de inscrição : 05/07/2013
Idade : 22
Localização : Não sei :D

[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: [CF] Primeiros passos em uma nova estrada   [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 EmptySeg Fev 22, 2016 5:09 am

Posts de viagem: 2/4


- Nunca gostei de chuva... - Meus olhos refletiam as flechas quase camufladas no céu da noite. Normalmente uma chuva me deixaria entediado, mas aquela ali fazia meu peito apertar em um sentimento de ódio. Era mais um dos tantos obstáculos que viriam naquele árduo caminho da pirataria...

Corri pelo convés enfurecido e, mesmo com a dor em meu ombro, tive que carregar as duas garotas que pareciam estáticas diante da ocasião amedrontadora. Soltei um urro de dor, mas segui meu caminho até a cabine com os pés batendo no piso com força. Sentia que aquela raiva e a paixão por aquelas mulheres me moviam diante daquela situação - Não morram antes de me concederem seus primeiros beijos. - Disse em tom de zombaria logo após salvá-las. Esperava que aquela atitude me rendesse frutos futuramente, afinal, se terei que andar junto com aquelas lindas mulheres, não aguentarei ficar sem a paixão de todas elas.

- Eita, você é foda mesmo hein? - Pensei, erguendo meu próprio ego.

- Eu sei. - Respondi, cheio de si.

Após a queda das flechas, voltei ao convés e resgatei o barril. Após meus esforços, consegui abrir o mesmo e encontrar um rosto desconhecido saindo de dentro dele. Era uma cena meio engraçada para mim, mas rir me faria perder a sensação que me fazia continuar a ignorar minhas dores. Por isso, contrairia meu rosto e morderia os lábios, segurando o riso por tempo o bastante para esquecer a cena. - Mas o que? Quem é você e por que morava em um barril? - Esperaria algum tipo de resposta para só então prosseguir. - De qualquer forma, acho que estamos juntos nessa. O velho dono desse navio partiu para cima de um navio da marinha como um idiota e por estarmos a bordo do navio dele fomos confundidos como cúmplices dele, apesar de não termos tido nenhuma participação no crime... Veja o fogo. Eles estão tentando nos matar sem escrúpulos! Só nos resta fugir, então se puder se aliar a gente momentaneamente... - Tentaria omitir o fato que a maioria dos integrantes daquele grupo eram infames para não assustá-lo, afinal, como dizem por ai, as primeiras impressões são o que importam. - Droga, pensar nisso me lembra a primeira vez que falei com Sofia... - Cerraria os punhos, sentindo uma pontada de vergonha.

Seguiria ate a porta e observaria os céus. Assim que fosse seguro ir para fora, procuraria por alguma corda e por um balde. Se não encontrasse cordas, procuraria também por tecidos e no caso de eu não achar baldes, usaria meus conhecimentos para improvisar um recipiente usando caixas ou engradados. Amarraria o recipiente usando o que quer que eu tivesse encontrado e então o lançaria ao mar para logo em seguida puxá-lo de novo. Dessa forma, tentaria usar a agua que havia capturado para combater os focos de incêndio. Repetiria isso quantas vezes fossem necessárias para evitar que o fogo se espalhasse.

Caso no meio de minhas ações o inimigo atacasse mais uma vez, eu tentaria correr até a cabine do navegador para sair do perigo. Se eu notasse que não daria tempo, buscaria me posicionar atrás do mastro para usá-lo como forma de evitar as flechas. No caso de eu não conseguir chegar nem até a cabine e nem até o mastro, tentaria usar uma das tralhas como escudo ou então pular em um dos buracos do piso que tivesse tamanho o suficiente para eu passar. Se fosse necessário, usaria também de pulos e impulsos para esquivar das flechas. Após evitar o ataque inimigo, voltaria ao convés para concluir minhas ações, caso eu tivesse sido interrompido.





OFF: Só avisando que tenho uma nova desvantagem: Falar sozinho através de pensamentos ou falas.
Lembrando que como temos um navegador de oficio pilotando o navio, o tempo de viagem diminui em 20%. Dai ao invés de 5 posts, serão apenas 4 até Baterilla [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 1409407853

Historico:
 

____________________________________________________

Falas
Pensamentos
Esquizofrenia (Fantasia)

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] | [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] |[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

RIP:
 

Titulo Internacional:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alek
Pirata
Pirata
Alek

Créditos : 1
Warn : [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 10010
Feminino Data de inscrição : 09/06/2013
Idade : 22
Localização : Penumbra - 5ª Rota

[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: [CF] Primeiros passos em uma nova estrada   [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 EmptyTer Fev 23, 2016 8:18 pm




O Filho Único

"Chaotic."



Era quente e bonito. Dançava alegremente, algo ligeiramente belo em sua característica incontrolável, que saciava por consumo. Vivia para isso, e, dessa forma, continuava a sua existência.
O fogo era, sem sombra de dúvida, o elemento mais bonito existente, o mais irônico e incompreensível. Escondia a sua fragilidade lógica por detrás de uma agressiva destruição, que o fazia parecer cada vez mais bruto e independente, quando, na verdade, sua existência dependia daquilo. Consumir o oxigênio e se espalhar pelo material mais frágil que ele, consumível como a madeira. O fogo era um exemplo claro da vida inconsequente. Seu destino lhe encontraria brevemente, e, em um momento, ele acabaria por ser extinguido, porém, aproveitava cada segundo que ainda lhe restava, destruindo e consumindo existências, fossem obras de arte, memoriais, armas de guerra, arautos de paz. O fogo consumia tudo o que lhe poderia ceder mais tempo de vida, e, em breve, se esvairia como se nunca houvesse vivido, levando, junto de si, os restos da existência alheia.

- Controlem o fogo. Apaguem-no, que seja. - Dizia à tripulação. O fogo, sem dúvidas, era belo e extremamente frágil, escondendo tal fragilidade por trás de uma capacidade altamente destrutiva, mas, naquele caso em específico, ele estava tentando consumir algo de extrema superioridade. Não era madeira ou qualquer coisa facilmente consumida: Tratava-se de um Deus.

Tinha noção de que, aparentemente, seguia numa direção claramente mais à norte do que à oeste. Não era um problema, entretanto, apesar de que isso, em escala maior, acabaria por nos fazer permanecer no mar por mais tempo. Com as mãos ao timão, portanto, viraria o leme para a direita, dessa forma, tomando o navio para a esquerda e alinhando-o na direção exata com relação à bússola e o mapa indicando Baterilla, procuraria, porém, reconhecer a direção da maré naquele momento, virando o navio aos poucos de forma que impedisse-o de ter a maré contra a sua lateral, assim, pegando-o pela diagonal, ou mesmo pela frente. Não havia problema, porém, em tê-la completamente na direção contrária a qual seguia, até mesmo porque o navio possuía aquele formato afiado na frente com o mesmo propósito de "cortar" as marés, entretanto, apenas não viraria o navio para ajustar com a maré caso isso me tirasse da direção mesmo que aproximada de Baterilla.
Caso necessário, ajustaria as velas de forma que recebessem o vento lateralmente, podendo, então, navegar à bolina, deslizando lateralmente através da maré em direção a meu destino. O intuito maior, portanto, era o de abusar da "vantagem" de possuirmos velas triangulares, que apesar de serem mais difíceis de manejar que as quadrangulares de nossos inimigos, podiam ser facilmente movidas e rotacionadas, como as de uma caravela. Assim, procuraria a posição perfeita para, à bolina, ter impulso maior que os capas-azuis teriam com suas velas fixas, podendo despistá-los.





____________________________________________________

[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 >
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Falas da Mao
Falas da Aggy
Falas de Players Aliados
Falas de NPCs Aliados
Falas de Inimigos




RIP:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Shannon
Civil
Civil
Shannon

Créditos : Zero
Warn : [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 2010
Feminino Data de inscrição : 30/05/2013
Idade : 99

[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: [CF] Primeiros passos em uma nova estrada   [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 EmptyQua Fev 24, 2016 1:49 pm






--------------------------------
Nós podemos ser heróis, apenas por um dia


Todas aquelas coisas acontecendo não eram nada como Shannon esperava. Primeiro, um velho que nem conhecia havia tomado um gole de sua bebida e no mesmo instante se tornou completamente insano. Segundo, vários barcos os perseguiam loucamente, atirando flechas incendiárias e nem se importando com a diferença absurda de pessoas de um grupo para o outro. Ela não sabia oque podia piorar, até a maldita garrafa escapulir de suas mãos depois de um baque no convés.

“Não existe sossego nesse lugar!”


Agora, dentro da cabine do barco, na tentativa de se proteger das diversas flechas incendiárias atiradas da embarcação adversária, Shannon procuraria pela garrafa que Gina a entregara, e se caso estivesse por perto ou nas mãos de alguns dos seus novos “amigos”, pegaria sem dizer o porque. Caso a garrafa estivesse em algum lugar fora da cabine, Shannon caminharia até ela caso não houvesse perigo eminente e retornaria a cabine. Dentro da mesma, Shannon rasgaria um pequeno pedaço do seu vestido com a ponta de uma das flechas, e segurando uma parte do tecido cortado com uma das mãos vagas e a outra parte com a boca, contornaria a região próxima da ponta da flecha, e por fim daria um nó.

Depois da tentativa de montar uma flecha com fogo, Shannon colocaria seus materiais sobre algo plano e iria até uma das flechas ainda em chamas fincadas na madeira do convés e pegaria para si. Caso alguém estivesse com algo que proporcionasse fogo, ela o pegaria antes da flecha adversária. Logo, despejaria um pouco da bebida no nó e acenderia o mesmo, posicionando a flecha no arco.

Mirando pela janela da cabine e com a flecha pronta para ser atirada, Shannon procuraria por algo nas embarcações inimigas que fosse inflamável, sendo estes álcool e afins, e se encontrasse atiraria no mesmo instante. Caso não encontrasse, e se algumas das embarcações possuísse vela, atiraria na mesma. Se nenhum apresentasse nada do que ela buscava, simplesmente miraria no peitoral de um dos remadores e atiraria. Depois da primeira flecha atirada, a ruiva pegaria mais algumas das flechas na aljava, as posicionaria no arco, miraria no peitoral de algum dos remadores adversários e atiraria.

Se algum dos arqueiros percebesse que a garota estava atirando da janela e ousasse ataca-la, a mesma rolaria para os cantos e daria um berro na tentativa de alertar os outros. Caso ela percebesse que a flecha não estava indo na direção da janela, e sim nas partes do lado dela (se um dos arqueiros percebesse que ela estava tentando desviar para os lados, talvez este pensaria que acertar o lugar pra onde ela rolava teria algum resultado), ela abaixaria.    



~ Legenda ~

"Pensamento"  


____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] - [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] - [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Última edição por Shannon em Qua Fev 24, 2016 6:16 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Akane Kazumi
Pirata
Pirata
Akane Kazumi

Créditos : Zero
Warn : [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 10010
Feminino Data de inscrição : 05/01/2014
Idade : 23

[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: [CF] Primeiros passos em uma nova estrada   [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 EmptyQua Fev 24, 2016 3:17 pm








Fogos de Artifício? Antes fosse isso, na verdade todas aquelas luzes que surgiam no céu eram parte de um espetáculo, mas de nada favoreciam os aspirantes a pirata que tentavam prosseguir com a fuga dos tais capas azuis e isso era o maior dos obstáculos enfrentados no momento. A ruiva cerrava os dentes enquanto o brilho das flechas era refletido em seus olhos e ela mordia o lábio inferior logo em seguida demonstrando uma frustração e irritação que não eram muito comuns para ela.

"Só podem estar brincando com a nossa cara", pensou Kazumi quando viu a chuva incandescente ser direcionada novamente para eles. Por causa de sua tentativa de salvar a vela da embarcação tinham conseguido ganhar algum tempo, mas graças à nova ameaça não era possível determinar por quanto tempo estariam seguros, precisava manter-se firme no teto da cabine e pronta para defender a vela. Sacaria novamente a garrafa de rum procurando algum conteúdo e dando um último gole na mesma o mais rápido o possível, caso ainda houvesse o que beber ali o que provavelmente ainda deveria haver. Tentaria abaixar-se até a janela da cabine antes das flechas caírem e buscaria pela novata da tripulação com o mesmo olhar e a expressão mal-humorada.

- Ei novata! Sabe como se coloca fogo nas coisas? Então coloque fogo na maldita vela daqueles caras! - diria ela referindo-se à outra moça e entregaria a ela a garrafa com o restante da bebida.

Voltaria ao teto o mais rápido que pudesse colocando-se de pé e esperando a saraivada seguinte, tentaria fazer o mesmo que fizera da última vez, tentando golpear as flechas com precisão usando sua espada para desviá-las de preferência em direção ao mar para que se apagassem e não viessem a piorar o problema do foco de incêndio no navio. Tentaria enquanto atinge as flechas esquivar-se de possíveis projéteis que pudessem atingi-la se movimentando em ziguezague e girando o corpo no próprio eixo usando uma das pernas como apoio para o giro e para potencializar o movimento da espada e sua rebatida como se fosse uma dança cheia de graça e precisão. O Álcool em seu organismo lhe dava calma e também coragem para fazer esse tipo de loucura, portanto não estava assustada, mas sim empolgada o bastante para ficar ali durante horas, só não sabia ao certo se seu corpo acompanharia

- Como é? Alguém vai apagar esse fogo? Eu estou meio enrolada aqui em cima! - gritaria ao mesmo tempo em que atacasse as flechas. Estava esperançosa que a menina tivesse um pouco de bom senso e não desperdiçasse sua preciosa garrafa de rum à toa, que ela viesse a fazer algo de útil com a mesma para o bem deles e dela mesma.

____________________________________________________

Fala - "Pensamento" - Narração

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Objetivos:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Meiko Matsunaga
Civil
Civil
Meiko Matsunaga

Créditos : Zero
Warn : [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 10010
Feminino Data de inscrição : 18/06/2013
Idade : 28
Localização : Baterilla

[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: [CF] Primeiros passos em uma nova estrada   [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 EmptyQua Fev 24, 2016 5:14 pm


Em um momento estávamos de partida do porto da ilha, eu olhando para ela enquanto se afastava no horizonte e pensando no passado e futuro, e então estava sendo perseguida por um monte de navios pertencentes a guarda-costas de um nobre. Aquilo realmente me fez começar a pensar que poderíamos ter escapado dali de uma melhor maneira, mas ao mesmo tempo também seria uma boa oportunidade para eu finalmente ter uma boa luta e demonstrar ao restante do grupo do que eu era capaz. Porém havia o problema de eles estarem a toda aquela distância, sem dúvida não havia muito que eu pudesse fazer dali, para piorar se considerando que estávamos em um barco pesqueiro, provavelmente estávamos sem canhões ou pólvora que pudéssemos utilizar para derrubar os navios, e mesmo que tivéssemos eu não era boa de pontaria. Eu realmente precisaria armar alguns canhões depois, e assim eu voltava a imaginar se seria viável fazer um canhão de disparo múltiplo com capacidade de atirar várias vezes, se bem que também seria bem pouco efetivo se eu não criasse um sistema que o recarregasse à medida que atirava.

Acabava me perdendo nos pensamentos do meu projeto, e no instante seguinte eu era jogada por Wander dentro da cabine do navio no último instante para ser protegida da chuva de flechas do navio inimigo. Eu poderia não gostar dele, e realmente estar torcendo alguns instantes atrás para que as flechas acabassem o atingindo de maneira mortal, mas teria que me lembrar de agradecer por ele ter feito aquilo depois. “Ou vou apenas não atirar nele por dizer isso”, pensei quando ele falou a besteira sobre eu dar a ele meu primeiro beijo. Eu rapidamente me coloquei de pé e percebi o garoto resgatado de dentro do barril, tinha que admitir que ele parecia ser o tipo de pessoa com posses, principalmente pela roupa que vestia, então minha primeira impressão era de que havia sido sequestrado. “Bem, isso explica porque o velho estaria disposto a nos dar uma carona acho... se bem que não ouvi muito bem o que ele falou.”

- Bem, eu diria que agora estamos todos no mesmo barco... então é melhor ajudar, ou ficar fora do caminho! – Eu falava para o clandestino após ouvir sua resposta para a questão de Gregory, e também o que este falou para o garoto. Sem dúvida ele não teria muita alternativa, mas mesmo assim eu permaneceria de olho nele por um instante, reparando em sua reação, tudo que não precisávamos era de um moleque nos atrapalhando, e caso ele chegasse a nos atrapalhar de alguma forma estaria mais do que disposta a estrear minha foice com ele.

Após verificar a reação do garoto, eu seguia para o lado de fora da cabine para verificar em qual situação nos encontrávamos, sendo que aquilo que via estava longe do ideal, ainda que de certa forma melhor do que eu esperava. Parecia que apenas um dos navios que estavam nos perseguindo antes ainda estava em nosso encalço, não que isso fosse uma notícia ótima, mas pelo menos não teríamos que lidar com uma vantagem numérica tão grande. Mesmo assim eles pareciam ainda ter arqueiros, e flechas incendiárias preparadas, porém parecia que Akane havia protegido a vela de levar qualquer tipo de dano permanente. Mas por outro lado, o restante do navio não estava tão intacto, pois enquanto as velas estavam intactas, e por isso poderíamos prosseguir em nossa fuga, o resto do navio estava com vários focos de incêndio. “Saímos da frigideira direto para o fogo”, pensei, percebendo que se não apagássemos aquelas chamas nós estaríamos em sérios problemas.

Com este pensamento fixo em minha mente, e tentando evitar a ideia de uma pistola de água pressurizada que começou a tentar tirar meu foco, eu corri feito louca para verificar o que havia ali no interior da cabine, procurando principalmente por velas reservas ou cobertores, qualquer tipo de pedaço de pano que fosse grosso e resistente, e de preferência não parecesse ser de material inflamável, e caso não fosse capaz de achar qualquer coisa melhor, tomaria minha própria blusa. Após ter selecionado o pano, eu iria começar a enrolar esse ao redor de si mesmo, e dar um nó na ponta, eu já tinha alguma experiência com apagar labaredas pelo tempo que passei trabalhando em uma forja, mas nunca havia encarado um incêndio daquele tipo. Eu olhava ao redor, e notava que Gregory também estava tentando apagar o fogo com uma outra estratégia, ele estava tentando coletar água do mar e usar está nas labaredas. Caso ele obtivesse sucesso em sua tentativa de achar ou improvisar o balde e conseguisse coletar alguma água do mar, eu iria correr para perto dele, e sem falar nada pegar o balde e enviar o pano que havia preparado dentro da água, para encharcar este. Caso ele não fosse capaz de concretizar seu projeto, eu iria me aproximar, e falar de maneira calma, ou tentando parecer calma pelo menos:

- Tudo bem, não existe um reservatório no navio? Tipo, precisa ter água doce para beber durante a viagem certo... aonde costuma ficar? – Seria a minha questão, e esperaria uma resposta afirmativa ou negativa dele antes de tomar uma atitude. Caso ele confirmasse, eu começaria a procurar pelo tal reservatório, seguindo qualquer direção dada por ele, ou apenas seguindo para o interior do navio e procurando a esmo. Caso encontrasse usaria está água para molhar o pano, e também aproveitaria para dar uma olhada de leve na carga, tentando manter meu foco no fogo lá fora e deixar de pensar em qualquer coisa legal que achasse. Depois de um tempo, caso não encontrasse, eu apenas seguiria para a fase dois do meu plano, ir até as chamas e tentar usar o pano amarrado para apagar estas com batidas, como meu mestre costumava fazer algumas vezes se labaredas acabassem saindo da forja. Caso o pano acabasse por pegar fogo de qualquer forma, principalmente caso ele estivesse seco, atiraria no chão e pisotearia, e caso tivesse acabado por usar a minha blusa também iria pegar ela do chão após apagar e diria, bem irritada: - E agora vou ter que fazer outra blusa... maravilha! Agora realmente quero matar esses malditos! – E aguardaria para ver se eles se aproximavam e se poderia ter uma chance de matar alguém para me acalmar, e caso mais flechas viessem para cima de nós, tentaria esquivar delas da melhor maneira possível.


____________________________________________________

- Fala - Narração - Pensamento - Outros –
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ryuza Ying
Pirata
Pirata
Ryuza Ying

Créditos : 13
Warn : [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 10010
Masculino Data de inscrição : 05/02/2012

[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: [CF] Primeiros passos em uma nova estrada   [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 EmptyQui Fev 25, 2016 11:12 pm

O grupo estava em sérios apuros, mas logo começavam a se organizar e criar estratégias para contornar aquela situação. Começando pelo navegador daquela velha embarcação, Kurihara estava dominando o barco com maestria que, por incrível que pareça, era realmente bastante rápido velejando para um barco de pesca; Gregory tinha acabado de abri o barril em que se encontrava o garoto, a feição daquele jovem era a de total medo, estava desnorteado e sem reação, ficou ainda pior depois da enxurrada de palavras que o loiro rapaz fez cair sobre ele.

- Mas o que? Quem é você e por que morava em um barril?
- O.. Ma... Que... E... – O garoto nem sequer conseguia formar uma frase.
- De qualquer forma, acho que estamos juntos nessa. O velho dono desse navio partiu para cima de um navio da marinha como um idiota e por estarmos a bordo do navio dele fomos confundidos como cúmplices dele, apesar de não termos tido nenhuma participação no crime... Veja o fogo. Eles estão tentando nos matar sem escrúpulos! Só nos resta fugir, então se puder se aliar a gente momentaneamente... – No rosto do rapaz uma expressão de espanto, mas no fundo era possível ver algo como alegria no momento em que ele soube que o velho tinha ido embora. Afinal, o pensamento de Sofia sobre o garoto, baseado em sua aparência, estava correto. A tripulação, obviamente, ainda não sabia, mas aquele garoto tinha sido sequestrado pelo velho, mas isso é uma história a ser contada depois. O que acontece é que o garoto respondeu apenas:

- A... Arr... Aaar... AR... – E repetia isso como um mantra. Gregory se cansando disso, assim como Sofia, partiram então para fora da cabine, seguindo as ordens do belo e louco Kurihara.
- Controlem o fogo. Apaguem-no, que seja.

- Bem, eu diria que agora estamos todos no mesmo barco... então é melhor ajudar, ou ficar fora do caminho! - Disse Sofia para o garoto catatônico.

Enquanto isso Shannon procurava pela garrafa de bebida que tinha deixado cair, uma busca sem sucesso, pois a garrafa tinha caído em um dos buracos do convés, ela agora estaria em meio as tralhas do compartimento de carga da embarcação, frustrada a garota estava pronta para desistir do seu plano de flechas incendiarias, quando Akane surgiu do teto de cabeça para baixo em uma janela da cabine.
- Ei novata! Sabe como se coloca fogo nas coisas? Então coloque fogo na maldita vela daqueles caras! – A médica tinha acabado de dar uma boa golada na bebida, e sacrificaria aquele resto pelo bem da tripulação... – e de sua vida consequentemente.
Entregou a garrafa para a arqueira, que logo dava início a confecção das flechas.

Akane estava se levantando para retornar a sua estratégia de proteger a vela, mas foi justo no momento em que o seu companheiro navegador decidiu mudar o curso do barco. A curva foi um tanto quanto brusca, o barco cortou uma onda e deu um salto, a médica foi incapaz de se segurar, rolou de cima da cabine, e por dupla sorte não acabou; primeiro, caindo no mar; segundo, se cortando ou perfurando com a própria espada desembainhada. Caiu de frente em cheio no chão do convés, o som seco da madeira velha rachando com apenas o impacto do corpo da garota era preocupante. O baque fazia seus seios doerem, assim como o seu queixo que tinha batido na madeira que a parou, pois seus braços não conseguiram absorver todo impacto da queda. A mulher estava a se levantar, quando sentiu um vulto passar bem ao lado de sua bochecha, o calor da chama que banhava uma flecha. Corrigindo o que tinha dito... Sorte tripa, apesar das dores e do susto, Akane estava bem.

Gregory conseguia improvisar seu balde e começava a apagar os focos de incêndios, mas estes só aumentavam a cada onda de novas flechas. Sofia voltou para a cabine em busca de um pano, e encontrou um pano preto, bem grosso cobrindo algo. Prontamente a garota o pegou e se pôs a amarrar a ponta, enquanto ouvia o garoto que continuava com aquele mantra “ar, ar, ar...” agora ele também apontava para trás de Sofia, mas a ceifadora o ignorou e saiu para molhar o pano e ajudar Gregory.

Shannon tinha conseguido fazer apenas duas flechas incendiarias com a quantidade de rum que tinha na garrafa. Pois a flecha em seu arco e atirou na vela inimiga, mas devido a curva que sua embarcação estava fazendo, o tiro passava direto e atingia o mar. O drakkar parecia estar tendo problemas para fazer a curva tão rápida quanto a feita pelo velho barco de pesca. O segundo tiro de Shannon foi em cheio, na base da direita da vela da embarcação inimiga, podia ver na escuridão da noite as chamas se espalhando, o movimento dos capas azuis para darem fim ao incêndio. Mas aquilo não os salvaria, mesmo que aquele drakkar perdesse sua vela, ainda tinham remadores, poderiam voltar ao encalço do grupo.

Todos então pararam para ver o garoto recém saído do barril rolando uma trambolho para fora da cabine, indo até o lado do barco, mirando o bico de ferro daquela coisa no barco inimigo... E apertando o gatilho. PVUFFFF... Uma grande lança de ferro amarrada a uma corda voava pelo mar indo de encontro ao casco do Drakkar dos capas azuis, o som da madeira sendo destroçada e perfurada pela lança era nitidamente, o som da vitória.
O garoto se virava para o grupo. – Arpão... – Conseguia finalmente concluir, um pouco antes do corpo da arma ser puxado pela corda, e cair no mar, afundando. O garoto tomava um susto e dava um salto para trás, e se voltava para o grupo novamente, todo desconsertado. A arma que os salvara tinha se perdido.

____________________________________________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

>>narração<<
||pensamento||
::Minha fala::
**Fala da Fantasia**


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




[CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Empty
MensagemAssunto: Re: [CF] Primeiros passos em uma nova estrada   [CF] Primeiros passos em uma nova estrada - Página 10 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[CF] Primeiros passos em uma nova estrada
Voltar ao Topo 
Página 10 de 12Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... 9, 10, 11, 12  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Oceanos :: South Blue :: Briss Kingdom-
Ir para: