One Piece RPG
Pirataria... - Página 14 XwqZD3u


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
InícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [Mini-Dori] Antes do começo
Pirataria... - Página 14 Emptypor Dori Hoje à(s) 09:30

» Sette Bello
Pirataria... - Página 14 Emptypor Pippos Hoje à(s) 06:36

» 10 Anos de OPRPG - Olimpíadas
Pirataria... - Página 14 Emptypor ADM.Senshi Hoje à(s) 05:40

» Timbre Mudo
Pirataria... - Página 14 Emptypor Wesker Hoje à(s) 04:16

» There's no good man in the west
Pirataria... - Página 14 Emptypor PepePepi Hoje à(s) 04:01

» Cap. 2: Da alvorada ao Crepúsculo, os aspectos da liberdade surgem!
Pirataria... - Página 14 Emptypor Akuma Nikaido Hoje à(s) 03:43

» Contos lunares - O Mercador e o Ifrit
Pirataria... - Página 14 Emptypor Takamoto Lisandro Hoje à(s) 01:24

» II - Aliados
Pirataria... - Página 14 Emptypor Takamoto Lisandro Hoje à(s) 01:17

» I - Pseudopredadores
Pirataria... - Página 14 Emptypor Lurion Hoje à(s) 01:16

» O começo do grande catálogo! Aventura na ilha das flores
Pirataria... - Página 14 Emptypor maximo12 Hoje à(s) 00:38

» Galeria Volker ~
Pirataria... - Página 14 Emptypor Axell Ontem à(s) 22:45

» Bastardos Inglórios
Pirataria... - Página 14 Emptypor Dante Ontem à(s) 21:35

» O bando nasce! Nobreza contra ralé!
Pirataria... - Página 14 Emptypor Aesop Ontem à(s) 21:10

» Capítulo I - Despedida
Pirataria... - Página 14 Emptypor GM.Noskire Ontem à(s) 19:28

» CAP. 2 - Preparação para a escalada
Pirataria... - Página 14 Emptypor Palitinho Ontem à(s) 18:00

» Cap. 2 - The Enemy Within
Pirataria... - Página 14 Emptypor King Ontem à(s) 17:56

» Tidus Belmont
Pirataria... - Página 14 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 17:40

» Fanalis B. Ria
Pirataria... - Página 14 Emptypor ADM.Ventus Ontem à(s) 17:30

» On The Top Of The World
Pirataria... - Página 14 Emptypor GM.Kekzy Ontem à(s) 16:32

» Capítulo I - Surgem os Eternos!
Pirataria... - Página 14 Emptypor Ripper Ontem à(s) 16:26



------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG
Naruto RPG: Mundo Shinobi
Conheça o Fórum NSSantuário RPG
Erilea RegionRPG V Portugal
The Blood OlympusPercy Jackson RPG BR
A Song of Ice and FireSolo Leveling RPG
Veritaserum RPG

------------

:: Topsites Zonkos - [Zks] ::


 

 Pirataria...

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 8 ... 12, 13, 14
AutorMensagem
Musyo Soo
Pirata
Pirata
avatar

Créditos : Zero
Warn : Pirataria... - Página 14 4010
Masculino Data de inscrição : 17/12/2011
Idade : 22
Localização : Aqui *-*

Pirataria... - Página 14 Empty
MensagemAssunto: Pirataria...   Pirataria... - Página 14 EmptyQui 02 Ago 2012, 22:04

Relembrando a primeira mensagem :

Pirataria...

Aqui ocorrerá a aventura da Civil Amanda. Na qual não possui narrador definido.


~ Aventura Normal ~

____________________________________________________

Pirataria... - Página 14 Soo2

Pirataria... - Página 14 506287UserSoo2

Pirataria... - Página 14 SwFrE Pirataria... - Página 14 Foxy_pirates_jolly_roger_by_zxcv11791-d4adlli
Voltar ao Topo Ir em baixo

AutorMensagem
banido_177
Membro
Membro


Data de inscrição : 23/03/2012

Pirataria... - Página 14 Empty
MensagemAssunto: Re: Pirataria...   Pirataria... - Página 14 EmptyDom 02 Dez 2012, 17:38

O Fim se Aproxima


Não podia estar acontecendo. Como diabos aquele tritão era tão rápido, e tão perspicaz? Ele previa os golpes do espadachim com facilidade, esquivando-se deles como se os visse em câmera lenta. Pelo menos o jovem não ganhou mais um inimigo, mas um aliado. Em contrapartida, a jovem e bela espadachim havia conseguido fugir, pelo menos por enquanto. ”Ah... mas que bosta. Agora eu mal sinto a minha perna. E qual é a desse gigante? Por que ele está me ajudando? Talvez seja algo que os gigantes têm, um senso de justiça ou algo assim, que faz com que eles ajudem sempre os marinheiros, como era o caso daquele outro, ainda maior que este." – Pensou. A dor fez com que ele se acalmasse um pouco. As chances de alcançar a jovem eram remotas, tinha que focar totalmente no tritão, e este estava bem à sua frente. ”Bem, pular e atacar é uma péssima ideia. Ele é mais rápido do que eu... bem mais rápido, e no ar eu não tenho chances de me esquivar. Sim, preciso atacá-lo do chão. – Concluiu. Apenas virando-se de modo que ficasse de costas no chão, procuraria em seus pertences a garrafa de cerveja. Sentia sede e pretendia saciá-la ali mesmo. Levaria a garrafa aberta à boca, apenas levantando um pouco a cabeça para que o líquido não derramasse muito. Tendo bebido cerca de cinco goles, a lançaria na direção do gigante, como um pedido de agradecimento e finalmente se levantaria. A luta estava só começando...

Erguido, encararia o tritão enguia bem nos olhos, sorrindo. Sim, aquela era a luta que ele queria. Simplesmente matar não era divertido. Sawyer gostava daquele tipo de coisas, quando dificuldades se punham em seu caminho e tinha que superar aos próprios limites para vencê-las. Sacudiria as duas espadas, para limpar parte da sujeira que haveria nelas. Esperaria cerca de três segundos em pé, para que a dormência na sua perna se atenuasse um pouco. Pisaria no chão algumas vezes com ela, fazendo bastante força, para o mesmo propósito. ”Grandalhão, temos que ir juntos. Ele esquivando, mate-o.” – Diria. Não tinha habilidade com as palavras, mas estas eram simples e diretas.

Começaria a correr em arco, com ambas as espadas em mãos, e os braços esticados para baixo e para trás. O arco se abriria para a esquerda, voltando a se fechar à direita, um pouco atrás de onde a enguia estava. Pretendia que o gigante fosse reto na direção do inimigo pois dado o seu tamanho, era a forma mais rápida de chegar lá, e com a movimentação de Sawyer, o homem-peixe estaria um pouco cercado. Assim que estivesse posicionado, Sawyer faria um corte com a cane-sword em diagonal. Assim que a enguia se movesse para a esquiva, o jovem atacaria mais uma vez, agora com a katana. Esta era mais rápida pelo seu formato curvado e por ser menor em tamanho, por isso seria melhor para acertar um inimigo daquele tipo. Se conseguisse ver onde a enguia estava, atacaria ali com um corte em arco mirando onde ela estivesse mais vulnerável, seja lá onde fosse. E se porventura não conseguisse vê-la, giraria em torno de si mesmo com ambas as espadas ao redor do corpo, com as lâminas viradas no sentido do movimento, para que pudesse ter alguma chance de acertá-la.

Se durante algum momento de sua corrida a enguia se movesse, Sawyer mudaria a sua rota, indo até ela e atacaria primeiramente com uma estocada com a cane-sword, também para que o seu oponente desviasse. Logo em seguida ele daria um passo para a mesma direção que a enguia estava tomando e tentaria atacar com as duas espadas simultaneamente, ambos os cortes em diagonal, paralelos, porém com sentidos diferentes. Um subiria, o outro desceria e se a enguia tivesse alguma parte de seu corpo entre as espadas, provavelmente a perderia. Se em qualquer momento a enguia o atacasse, Sawyer saltaria para trás, para os lados ou para as diagonais para trás-para o lado quantas vezes fossem necessárias, até estar fora de sua área de alcance. Esperava sinceramente que o gigante fizesse a sua parte naquela batalha, pois sozinho suas chances eram bem poucas.


Quantidade aleatória (1,20) :
12

Ai ai... vamo que vamo! Pirataria... - Página 14 3840504489

EDIT: Bem, bem, como eu editei duas vezes pra ajeitar o code, o primeiro rand mudou e eu não vi quanto tirei nele. Tou pondo outro rand aqui em baixo, mas acho que você deve fazer um no teu post, de qualquer jeito. Foi mal aê. D:

Quantidade aleatória (1,20) :
12


Última edição por Karasu em Dom 02 Dez 2012, 17:41, editado 2 vez(es) (Razão : Os edits foram pra ajeitar o code.)
Voltar ao Topo Ir em baixo
DEV.Ryan
Agente em Treinamento
Agente em Treinamento
DEV.Ryan

Créditos : 53
Warn : Pirataria... - Página 14 10010
Masculino Data de inscrição : 17/11/2011
Idade : 28

Pirataria... - Página 14 Empty
MensagemAssunto: Re: Pirataria...   Pirataria... - Página 14 EmptyTer 04 Dez 2012, 12:30

Era ridículo, não, não sei se pode chamar o momento de ridículo mas aquilo realmente era fora do comum. O loiro apenas se deitava e assim com toda a sua ignorância, começava a rastejar pelo chão a procura de alguém que pudesse o tornar um agente do governo. Não demorava muito e alguém da marinha aparecia ao chão logo a frente de Ryan, parecia ter um corte no estômago e uma espada ensanguentada logo ao lado:

" Hmmmmmm..... Alguém da marinha..... Será que eles contratam gente pro governo ?? hmmmmmmm.... Não custa nada perguntar, ele ta ali tão bem da vida no chão igual a mim, só preciso tentar.... "

Ele ainda não entendia a situação, o cara estava ferido no chão, mas quem disse que ele ligava pra isso, era como se fosse mais um fato que passava despercebido a frente do ignorante. As palavras sairiam de sua boca, ele estava próximo de seu objetivo até que em um momento importuno um machado caia ao seu lado, nada que Ryan fosse perceber, porém outra coisa caia ali próximo a ele e esta conseguiu chamar a sua atenção, ela caiu bem a sua frente. Era uma espada, aquele ambiente era de combates e o grande bruto estava agora, exatamente, no meio de um cenário de luta. As armas dos dois componentes da luta estavam próximo a ele, mas a única coisa que parecia atrapalhar seu caminho era a espada. Com muita brutalidade ele se levantaria, tentando ao mesmo tempo pegar a espada que havia sido cravada a sua frente, em seguida ele tentaria jogá-la para cima e para frente:

- Quem foi o cuzão que quer perder o cú neste exato momento ? Estou pronto pra te fazer ver o inferno..... Só quero me tornar um agente do governo, alguém ae pode me contratar ??

Sua voz sairia alta, mas ao mesmo tempo ele parecia estar calmo. Era como se ele tivesse percebido o combate e quisesse entrar naquela grande "putaria" digamos assim. Mas não, ele é muito burro e distraído para isso, não percebeu nada, apenas queria seu lugar como agente do governo e uma bela pistola para ele cuidar. Começaria a se "aquecer" levemente, abriria os braços com grande força e brutalidade, com o impulso tentaria encostar suas mãos e braços pelas costas. Ele então andaria até o homem no chão e agacharia dizendo alto para o mesmo:

- Você tem alguma pistola ou revólver ae amigo ?! Hoje eu quero ver cérebros voando !! Bora cara, me transforma em um gostosão agente do governo.

Esperava uma resposta, ele queria uma arma e sua contratação. Não parecia estar gritando por qualquer motivo, aquele lugar estava cheio de batalhas e com certos barulhos Ryan falava alto tudo que podia, para que o homem completamente machucado ouvisse, mesmo que nosso amigo não tivesse percebido ainda a presença dos dois homens naquele combate e também não tivesse percebido o machucado no estômago do marinheiro ao chão, ele ficaria ali com seus óculos escuros esperando sua arma e sua contratação.

Off:
 

____________________________________________________

Pirataria... - Página 14 F8pfiLI Your face, your ass... What's the diference ?!  
 Hail to the king Baby !  

Pirataria... - Página 14 Pbucket
Conheça minha voz:
 

Play with me:
 


Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
O Painel a esquerda no fórum irá te ajudar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.facebook.com/vtavaresl
Chaos
Designer
Designer
Chaos

Créditos : 9
Warn : Pirataria... - Página 14 10010
Masculino Data de inscrição : 23/10/2011
Idade : 27

Pirataria... - Página 14 Empty
MensagemAssunto: Re: Pirataria...   Pirataria... - Página 14 EmptyQui 06 Dez 2012, 13:23

O jovem guerreiro que há pouco se situava próximo a mim investiu rapidamente contra aquele ser esquisito que se distanciava. Virei o rosto, já estava decidido sobre o que fazer, e comecei a movimentar-me. Uma zona se dispunha em volta, batalhas paralelas e fugas eram cenas frequentes naquela cena semi-apocalíptica. Ao dar a primeira longa passada, com os cabelos ruivos ao vento e as mãos cerradas, vejo o homem-peixe se mover em uma velocidade notável.

"Rápido!" - De imediato soube que aquele oponente necessitaria de uma abordagem diferente caso almejasse realmente vencê-lo. Sem martelo, ou qualquer outra arma, tudo que me restava era utilizar meu tamanho como vantagem. Um sentimento de saudades me atingiu, a lembrança do meu machado se formou a minha frente, e então sangue. O estranho havia desferido dois poderosos chutes incomuns no rapaz, que agora estava caído. Reflexamente desferi um chute contra o homem-peixe, fazendo-o se afastar do homem caído.

Rosto:
 
- É HORA DO PAU, SEU ESTRANHO! - Trovejava o mais alto que podia, já afastando ligeiramente minha perna esquerda pra frente, e erguendo os punhos na frente do rosto. - CHAOS ESMAGA! - Esperava o jovem se recolocar de pé, enquanto observava o homem-peixe.

- Grandalhão, temos que ir juntos. Ele esquivando, mate-o. - O pequeno humano sussurrava proximo à mim, com dificuldade, entendi o plano. Ele iria distraí-lo, e eu destroçá-lo. Gostava daquilo, senti meu corpo se arrepiar rapidamente. Em concordância, acenei levemente com a cabeça, sem tirar os olhos do homem-peixe, e atento para reagir a qualquer movimento deste. "Ele é rápido..precisa parar...!"

Esperaria o rapaz iniciar sua movimentação. Independete desta, correria contra o ser estranho. Precisava confrontá-lo, pois se fossemos separados ele iria se esquivar de ambos. Ao iniciar minha investida, abriria os braços assim que me aproximasse, sempre indo em direção ao homem-peixe, independente para que lado ele se movesse. Iria avançar, mas esperar, o pequeno com certeza iria atacá-lo de alguma maneira, era o óbvio.

"Mova-se, pequeno, quando esse bicho tentar escapar ou revidar, será o fim!" - Buscaria permanecer proximo ao homem-peixe durante a investida, com os braços abertos, fechando um circulo ao redor desse. Planejava pegá-lo, quando tentasse desviar dos ataques do rapaz, ou quando tentasse investir contra o mesmo. Usaria a mão mais próxima para capturá-lo, e então fecharia a outra na parte debaixo da mão usada, para evitar que tentasse sair por baixo, enquanto vigiava sua movimentação de cima. Caso durante toda a investida não fosse capaz de tentar segurá-lo, e notasse que tanto o rapaz quanto o oponente se distanciavam, correria na direção dos mesmo, sempre no intuito de tentar segurar o homem-peixe enquanto estivesse tentando fugir, ou atacar.

Concomitantemente a toda a batalha, ficaria atento caso uma arma grande o suficiente aparecesse. Se tivesse a oportunidade, mas sempre privando pela luta que se desenrolava, apanharia a arma e colocaria nas costas, deixando as mãos livres para apanhar o inimigo.

Quantidade aleatória (1,20) :
7

____________________________________________________


Pirataria... - Página 14 IyN8Z19

Cadetblue - Fala
Darkseagreen- Pensamento

Pirataria... - Página 14 MYLJuND

Voltar ao Topo Ir em baixo
GM.Noskire
Sargento
Sargento
GM.Noskire

Créditos : 29
Warn : Pirataria... - Página 14 10010
Masculino Data de inscrição : 22/02/2012
Idade : 28
Localização : Limbo

Pirataria... - Página 14 Empty
MensagemAssunto: Re: Pirataria...   Pirataria... - Página 14 EmptyQui 06 Dez 2012, 17:00

Edmund havia separado os marinheiros em dois grupos e mandou um deles para os canhões. O outro o seguiu, Noskire junto à eles, estavam em torno de vinte marinheiros. Eles continuaram avançando durante um bom tempo, mas não encontraram nenhum inimigo pelo caminho.

"Será que Edmund sabe para onde esta indo? Ou será que ele está nos afastando da batalha de propósito?"

O tempo continuou passando e Noskire começou a se sentir inquieto. Até gostava de lutar, mas a espera era angustiante. Depois de mais alguns passos, Edmund falou:

- Nossa missão é proteger as cargas do deposito! Não deixem escapar!

O pelotão foi virando a esquina e Noskire ouviu alguns suspiros, o que aumentou sua preocupação. Aumentou seu passo e, ao também virar a esquina, viu, no meio do mar, um navio da marinha sendo seguido por outro, de velas negras. Ambos danificados.

"Será que são piratas?"

Mas sua dúvida durou pouco tempo, pois viu outro navio negro ancorado no porto da cidade, com uma grande tripulação, aparentemente saqueando o armazém. Um deles assoviou e o elemento surpresa desapareceu, sem contar que os saqueadores estavam em vantagem numérica, isso poderia ficar complicado. Ficou indeciso entre ir para cima ou se proteger e pensar num plano, quando Edmund se pronunciou:

- Vocês e vocês! Comigo na linha de frente! Vocês seis deem entrem pelos fundos do deposito, E vocês três... A volta pelo quarteirão, pegarão alguns por trás e tentem.. Não morrer.

Noskire foi designado para o terceiro grupo. Não gostou da ideia de atacar os inimigos por trás, mas achou melhor não questionar seu superior. Se virou e foi em direção ao seu objetivo, seguido pelos outros dois. Mal tinha saído da rua e o barulho da luta entre os marinheiros e os saqueadores começou, o que o fez aumentar o passo. No caminho, prestou atenção nos dois marines que o acompanhava. O atirador era magro e parecia que não aguentaria o recuo da própria arma. O segundo já parecia ser mais forte e resistente, embora tivesse um rosto um pouco estranho. Os dois pareciam ser soldados, assim como Noskire, mas eles precisavam de uma estratégia para vencerem e, como nenhum dos dois se pronunciou, Noskire tomou a iniciativa e falou, enquanto caminhava com eles.

- Bem, sou Noskire. Indo direto ao ponto, nós devemos nos unir para ficarmos mais forte. Então você - diria apontando para o atirador - ficará mais atrás e nos dará cobertura, enquanto que eu e você - diria apontando para o outro marine - iremos na frente e atacaremos com tudo. Ok?

Esperaria que eles concordassem, mas, caso algum não concordasse, diria:

- Apesar de eu estar na marinha à pouco tempo, eu já prendi dois piratas e matei mais um. Sem contar que consegui escapar de um navio pirata estando desarmado e só. Você conseguiria fazer algo assim? E você aceita tomar as responsabilidades caso seu plano dê errado? Se falharmos, o que você dirá para Edmund, hã? Ou pior, para Thor? Eu assumo toda a responsabilidade se vocês me seguirem.

Apesar de ser uma mentira, tinha uma parte de verdade nisso, e esperava que eles acreditassem. Mas, independente da resposta, continuaria indo em frente. Ao virar mais uma esquina, viu três dos saqueadores à sua frente, ambos atiradores. Diria bem baixo, de forma que apenas os dois o escutassem.

- Fique aqui Lier, me dê cobertura caso eu precise, mas cuidado para não me acertar. E somente atire se um dos saqueadores nos vir e tentar nos atacar. Wayne, vamos tentar pegá-los desprevenidos, tente me imitar.

Se abaixaria e deixaria Lier para trás, usando de sua furtividade para se aproximaria de seus oponentes até chegar bem perto deles. Não gostava de atacar um inimigo desprotegido, então esperava que Wayne fizesse barulho suficiente para chamar a atenção dos atiradores. Caso os três estivessem lado à lado, usaria suas pernas para se impulsionar para frente e para cima e tentaria desferir um soco horizontal mirando a cabeça do que estivesse mais à sua direita, tentando depois empurrar a cabeça dele em direção as outras, com o objetivo de fazer os três baterem a cabeça e cairem. Se algum ficasse consciente, tentaria nocauteá-lo com um soco mirando o seu rosto. Caso errasse, tentaria acertar uma direta de direita no rosto do que estivesse mais perto de si, tentando usar sua força para arremessá-lo para trás e, quem sabe, derrubar outro saqueador.

Caso os três não estivessem alinhados, apontaria o mais à esquerda para Wayne e iria para cima do mais à direita. Tentaria acertar um soco vertical no estômago do oponente, algo parecido com um pêndulo indo de trás para frente, o que esperava que lhe tirasse o fôlego. Se errasse ou o inimigo aguentasse o soco, tentaria outro golpe no corpo, mas desta vez, um soco horizontal mirando as costelas. Se acertasse o primeiro soco e o inimigo caisse, usaria suas pernas para se impulsionar em direção ao oponente do meio e desferiria uma direta de direita mirando a mandíbula do atirador. Se derrotasse os dois saqueadores e Wayne estivesse com dificuldades, diria:

- Deixa comigo!

Entraria no meio de Wayne e do atirador e tentaria atingi-lo com um soco horizontal nas costelas, seguido de um soco vertical mirando o rosto, caso acertasse o primeiro soco, ou um soco horizontal mirando a têmpora caso errasse. Se Wayne ou Lier resolvessem ignorá-lo, iria para cima dos saqueadores correndo o mais rápido possível e executaria a mesma estratégia. Se seu alvo não o percebesse, diria "EI!" um pouco mais alto do que o suficiente para chamar sua atenção, mas não tão alto para chamar a atenção de todos os trinta saqueadores. Se seu alvo ainda não o percebesse, tentaria mudar seu alvo para o mais próximo 'disponível'. Se nenhum o percebesse, pararia a um passo do atirador que estivesse mais atrás e bateria levemente no seu ombro, aumentando a força até ele olhar. Quando ele olhasse, desferiria um soco horizontal da direita para a esquerda, tentando derrubá-lo para o lado sem chamar a atenção dos outros. Repetiria o processo.

Se fosse atacado com projéteis, nas pernas, ou com golpes retos, como estocada, tentaria esquivar dando um rápido passo para o lado que tivesse mais espaço disponível. Se fosse atacado com golpes altos, acima de seu peito, se curvaria para baixo e tentaria passar por baixo do golpe inimigo e continuaria o seu. Caso contrário, tentaria curvar e afastar seu peitoral para fora da trajetória do golpe. Caso visse que sua esquiva não seria suficiente, tentaria rolar pelo chão, com cuidado extra para não cair sobre seu braço ou batê-lo em algum obstáculo, tentando evitar o golpe e se levantando o mais rápido possível. Caso visse que rolar também não seria suficiente, tentaria bloquear o golpe com a sua direita, caso fosse um soco ou chute alto, ou desviar o golpe usando a sua mão, caso contrário. Se fosse atacado com algo que não tivesse como desviar, como chamas, recuaria o mais depressa possível com rápidos passos para trás. Se algum aliado fosse atacado, tentaria empurrá-lo para fora do perigo ou desviar o ataque, se possível e se achasse necessário. O tempo inteiro, tentaria manter seu braço esquerdo curvado e encostado ao lado do corpo, na tentativa de dar uma proteção à mais ao seu ferimento. Todos seus ataques seriam desferidos com seu braço direito.

OFF:
 

Quantidade aleatória (1,20) :
10
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ashrya L. Winter
Pirata
Pirata
Ashrya L. Winter

Créditos : Zero
Warn : Pirataria... - Página 14 10010
Feminino Data de inscrição : 22/06/2012
Idade : 25
Localização : No Mar.

Pirataria... - Página 14 Empty
MensagemAssunto: Re: Pirataria...   Pirataria... - Página 14 EmptySab 15 Dez 2012, 14:57

~ Marshall Wolfnys e Yami , Alexios , Axell e Karasu ~


A cena se dividia em duas. De um lado o pirata Yami escondia-se atrás de um poste, estancando seu ferimento usando de suas próprias vestes e preparando-se para um embate final contra o Atirador Axell, que passava agora por seus próprios problemas... Sua perna estava completamente dormente, não conseguia mover-se direito. Do outro lado entretanto, Wolfnys Lupus encontrava seu fim e o azarado civil Marshall tinha o azar de ter Alexios, O meio gigante, como seu oponente... E como se não bastasse, ele estava enfurecido.

Yami corria em direção ao atirador, enquanto este tentava equilibrar seu corpo diante de seus dois membros inutilizados pelo liquído da fugitiva médica. Não havia corpos naquele caminho e o lutador fora obrigado a correr em campo aberto, sua sorte? Axell tinha sua taxa de acertos diminuida diante do peso morto que era sua parte esquerda do corpo, um tiro foi disparado em direção a perna de Yami , este pegava de raspão e não fora o suficiente para parar o pirata que ziguezagueava pelo caminho. Ele aproximava-se e Axell notando tal ação tentava jogar o corpo para trás afim de se esquivar, mas tarde de mais. O golpe giratório de Yami acertava-o no ombro arremeçando-o para o lado, e em sequência o mesmo realizava uma acrobacia, impulsionando seu corpo com os braços tentando dar dois chutes no rosto de Axell... Neste instante o agente aproveitava e realizava seu segundo tiro, este acertava em cheio entre as costelas de seu oponente. Yami dava o golpe com menor potencia por causa disso, e no mesmo instante que o atirador caiu no chão desmaiado, o pirata caiu no chão com outro sangramento... Talvez tivesse perdido seu rin nessa. Ele tentava levantar-se mas não conseguia, a técnica usada no meio-gigante cobrava seu preço naquele instante: Suas pernas não tinham força alguma e ele não conseguia se mover.

Simultaneamente Wolfnys tinha sua mente mergulhada na escuridão da inconsciencia. As suas ultimas lembranças era a mágoa de ver a médica morrer por ele, e seu pedido de ajuda para o civil misterioso com a espada, o homem gigante havia o ameaçado e intimado e este mesmo o fez perder a consciencia. Luno correu com toda sua fúria e revolta pela covardia do pirata em direção ao mesmo, um único soco com todo o ódio lançava o pirata por cima de Marshall que não fazia nada além de perguntar se queria mesmo sua ajuda. Os ossos de Wolfnys se estalavam e sangue saia por sua boca, o recipiente que Gina havia colocado quebrava-se... Por cima de um Marshall desacordado pelo golpe, ambos estavam presos pelo agente.
Alexios sobressaltava-se apos sua vitória: Seu parceiro estava vulnerável. O meio gigante corria para alcançá-lo e apenas visualizar o mesmo desacordado no chão, junto do pirata completamente indefeso sem conseguir levantar o corpo do solo. Afim de finalizar logo com aquilo o meio gigante preparava sua ténica correndo na direção do mesmo. Marinhes vinham de dentro do rombo da muralha, outros apesar de feridos cercavam o outro lado da rua, Yami estava cercado e o enorme homem corria em fúria em sua direção... Então algo acontecia: Antes do mesmo realizar o ataque explosões eram ouvidas por toda parte, duas casas próximas explodiam em chamas junto de objetos, um destes voava em direção à seu parceiro e, usando de seu próprio corpo, Luno protegia Axell, mesmo Yami sem querer pelo tamanho de seu corpo. As chamas consumiam tudo e queimavam-lhe a pele de aço de gigante. Embora a situação estivesse sobre controle em relação aos presos, vários pontos da cidade começavam a consumir-se em fogo, um fogo que não era fácil de apagar. Cidadãos saiam de suas casas afim de ajudar, e a marinha agora tinha outro foco além de prender seus presos.



~ Ragnar ~


Um sorriso frio, e sem uma real expressão de felicidade aparecia no rosto do homem proximo a Richard. Kaien acenava com as mãos para alguns de seus companheiros e passava a mão ao redor do ombro do humanoide levando-o até um canhão. Com neutralidade ele dizia:
- Para atirar com um canhão, precisa-se ter um real alvo... E bem, não confiamos em estranhos para fazer isso, não correremos riscos de que mate algum civil inocente em vez de um verme do governo.
Assim, dito isto, ele acendia o pavio de um dos canhões e mirava em uma casa especifica. O estouro ressoava e quando atingia o alvo, a casa explodia em chamas assim como vários pontos da ilha. As chamas tremulavam ao vento, crepitavam, e dava para aquela manhã bela uma tonalidade de crepusculo.
- Levem-no para uma cabine, dê-lhe tratamento adequado. Deixaremos você em Dawn Island... Yue já chegou no outro navio. VIREM A ESTIBORDO ! É HORA DE PARTIR!
O punisher virava, ao mesmo tempo que Ragnar era levado para uma cabine com uma cama, uma roupa normal de civil e era acompanhado de uma mulher de cabelos negros. Esta cuidava de suas feridas e lhe trazia rum e comida... Havia sido metido em algo que não entendia, e até agora esperava pela festa. Kikyou, a garota que cuidava de seus ferimentos havia dito que comemorariam em Dawn Island, com fogos de artifício




~ Karasu, Chaos e Ryan~


A batalha contra o tritão enguia se estendia. Gigante e homem uniam-se para derrotar o oponente ágil que lhes barravam o caminho. Chaos avançava em uma corrida brutal em direção ao homem-peixe à sua frente enquanto este ficava encurralado pela movimentação em semicirculo de Karasu. A enguia olhava de um lado a outro e então, quando o marinhe efetuava seu golpe com a espada em diagonal mas... Mais uma vez encontrava o ar. A enguia saltava girando o corpo para o lado fazendo com que o corte encontrasse o vazio, no ar ela girava ficando de cabeça para baixo no exato instante que Karasu saltava para acertá-la, já que estava vulnerável. Simultaneamente o gigante chegava, e acertava-a em cheio deixando-a sem opção. Karasu avançava pronto para finalizar quando percebeu que esta, mesmo caida no chão, tinha algo em suas mãos. Ela clicou em algo e uma explosão irrompeu-se da casa na frente destes. Chamas para todos os lados, um fogo que não se apagava derretia sua orelha e sua parte esquerda do corpo, não via seu inimigo e Chaos apenas visualizava o suficiente para vê-lo correr em conjunto de três outros homens encapuzados. O gigante também estava a ser queimado pelo fogo e sem caminho pelos destroços... Em sequência deste, várias outras explosões começaram, chamas irrompiam-se em certos pontos da cidade e os marinheiros que acabavam de finalizar com os presos, já tinham outra obrigação a caminho.[font][/i">

Ryan via-se, pela primeira vez, no cenário de combate que realmente era aquilo ali. O bruto levantava-se empunhando a espada dentada a sua frente, e em fúria gritava desafiando sem perceber que Hamaku Thor e Beto avançavam em sua direção. Eles se aproximavam mais rapidamente do que o jovem egocentrico poderia contar. Beto saltava sobre ele afim de pegar sua espada, mas antes de alcançar a própria Hamaku Thor empunhava seu martelo e em um único e poderoso golpe horizontal acertava-o de guarda aberta. As costelas de Beto quebravam, podia-se reparar seu peito tomando um formato estranho. O corpo do homem caia de lado inerte e sem uma formação firme. Estava acabado. Neste instante as chamas chegavam até eles. Ryan sendo um homem que não visa nada além de seus interesses poderia até não perceber a situação atual, mas Hamaku Thor ouvia-o pedir por uma arma e ser agente e fora assim que recebeu sua primeira ordem:
- Se quer juntar-se ao governo, AJUDE A APAGAR AS CHAMAS! A arma receberá depois! HOMENS, LEVEM OS PRESOS E SOEM A SIRENE DE INCENDIO!
O jovem sedutor enfim tinha seus objetivos perto de serem atingidos. Corria para auxiliar e em meio as chamas conseguia suas primeiras queimaduras... O fogo não se apagava facilmente, era diferente do normal e em contato com a pele consumia-a até extinguir-se as chamas. No calor que era, naquele inferno e nos gritos de civis, o jovem ajudou a controlar o caos.





~ Noskire ~


Os seus companheiros assentiam com a organização de Noskire, nenhum realmente tomaria uma iniciativa se não fosse por este. Organizados e diante dos gritos de combate o jovem avançava furtivamente em direção ao oponente. Lier atirava e estes então voltavam a atenção para o jovem lutador que os alcançavam. Não fora dificil, em alguns golpes estavam desacordados mas os que carregavam as cargas haviam conseguido alcançar o navio. O homem em cima do mastro realizava três tiros, e Edmund caia em agonia no chão... O único ainda de pé daquele esquadrão.
Poderia ser que conseguissem recuperar e vencê-los... Mas uma garota de cabelos roxos passava, e clicando um botão que encontrava-se na palma de sua mão ela realizava um salto caindo já dentro da embarcação... Simultaneamente uma explosão ocorria no armazem. Noskire fora lançado para longe com chamas que consumiam-lhe a pele e que não queriam apagar. Mais uma vez o fogo atingia o jovem marinheiro, sua consciencia ocilava e este desacordava... A pancada fora realmente forte.



A guerra marcou ShellsTown. Famílias enterravam maridos e filhos que não veriam ter futuro. A cidade tinha suas principais casas, de nobres e mercadores ricos, manchadas pelas chamas... A marinha estava debilitada pois a prisão havia sido destruída por explosivos plantados pelos misteriosos terroristas. Todos os marinheiros e Agentes do governo, assim como os civis que auxiliaram e foram renomados assim, encontravam-se no patio do QG. Lá, em fileiras hierarquicas recebiam o discusso de Hamaku Thor pelos acontecimentos, a tristeza e o pesar das percas e o incentivo de uma melhora, de um crescimento para a Marinha e o Governo com aquela experiência. Todos recebiam bonificações de guerra, alguns recebiam medalhas pelos seus atos heróicos e palavras encorajadoras. Dois dias haviam se passado desde o acontecimento, os feridos encontravam-se enfaixados e tratados, e os mortos enterrados. Os presos que mais uma vez estavam em seus lugares vestiam vestes e identificações... A prisão de Shells Towns não poderia prender ninguém por agora, e estes estavam sendo transportados para LogueTown, aonde enfrentariam o julgamento de seu respectivo responsável e presos ali ou mandado para lugar pior se necessário. Estes homens miseráveis estavam ajoelhados no porto, aguardando os navios com escoltas chegarem para levá-los enfim, a cidade não poderia dispensar suas autoridades. Os responsáveis pelas explosões foram denominados Piratas, suas reais identidades mantidas em segredo para não causar o caos, o caos e o pânico naqueles que não sabem que estes foram fugitivos... Poucos presenciaram o fato, como Noskire. Os verdadeiros responsáveis estavam longe, celebrando em um navio de agora velas brancas que fingia-se de mercador, Richard Sharpe estava entre estes... Celebrando com seu ferimento, e agora ciente do objetivo destes: " Derrubar o Governo Mundial e revelar seus podres ". Quem havia realmente vencido essa guerra? Os Piratas?A Marinha?O Governo? Os Revolucionários?....

Todos tiveram suas perdas, e apenas tristeza vive no coração daqueles que nada tinham haver com aquilo.





AVENTURA FINALIZADA !!!!! Ô GLÓÓRIAAA!


Wolfnys Lupus:
● Exp: 92
● Edc: 45
● Ganho: Roupa de Prisioneiro, branca com listras pretas em horizontal, toca de prisioneiro, placa de identificação: 0041, chinelo de prisioneiro. Cicatriz de uma perfuração entre as costelas, tanto na frente quanto atrás.
● Ranking: Pirata
● Perdido: 400.000B$
● Perdidas: Vestes em aparência:
Citação :
roupas da imagem abaixo, lembrando que a luva cobre a mão toda, não apenas a palma.


Yami:
● Exp: 51
● Edc: 30
● Ganho em aparência: Roupa de Prisioneiro, branca com listras pretas em horizontal, toca de prisioneiro, placa de identificação: 0042, chinelo de prisioneiro.
● Perca: 420.000B$
● Perca: Bota Simples.
● Perca Vestes em aparência:
Citação :
óculos meio azulado
●Perda :Cigarros e Esqueiro

Marshall:
-> Cartaz de Recompensa no valor de 2.150.000,00 B$
● Exp: 40
● Ganho em aparência: Roupa de Prisioneiro, branca com listras pretas em horizontal, toca de prisioneiro, placa de identificação: 0043, chinelo de prisioneiro.
● Ranking Pirata
● Perca 50.000 B$
● Perca em Aparência:
Citação :
geralmente anda com uma capa negra e uma camisa branca por baixo,usa calças pretas e botas de couro


Luna:
● Exp: 43
● Edc: 15
● Medalha: Enterprise (Capturou Yami com Recompensa de 2.310.000,00 B$ )
● Recompensa do Pirata Yami: 693.000 B$
● Bonificação de Guerra: 100.000 B$
● Cicatriz de queimaduras em formato de círculos por todo o braço esquerdo e metade das costas.

Axell:
●Bonificação de Guerra: 100.000 B$
●Exp: 41
●Edc: 9

Richard:
●Exp: 40
●Edc: 3

Karasu:
●Exp: 42
●Edc: 10
- Bonificação de Guerra: 100.000B$
- Queimaduras cobrindo a orelha, rosto, pescoço e ombro da parte esquerda do corpo e um pouco do braço.


Ryan:
●Exp: 40
●Edc: 0
- Bonificação de Guerra: 50.000 B$
- Cortes pequenos pela extensão de toda a costa.
Ranking: Agente

Chaos:
●Exp: 39
●Edc: 3
- Bonificação de Guerra: 75.000B$ (Recompensa menor por acabar de entrar pro Governo)
- Queimaduras em formato de círculos pelo braço esquerdo.
- Ranking: Marinhe

Noskire:
●Exp: 39
●Edc: 3
- Bonificação de Guerra: 100.000B$
- Cicatriz de vários cortes no peito, e na bochecha esquerda.


Localização:


Lupus, Yami e Marshal: Pode deixar no porto de Shells Town ou colocar-los no navio fazendo assim de suas próximas aventuras começar dentro do navio, fica a cargo da narradora Ashrya (são 6 posts para chegar até LogueTown)

Richard: Próxima aventura seguindo em alto mar até Dawn Island em navio de revolucionários


Notificado Geral: Para os players que voltarem pra suas aventuras antigas (antes dessa putaria toda começar) façam a continuação desta aventura, aqueles que não têm mais uma aventura anterior a esta, estão livres para começarem uma próxima aventura sem que tenham de seguir o que foi deixado nesta aventura (caso queiram).

____________________________________________________

Pirataria... - Página 14 EjlifBS
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Pirataria... - Página 14 Empty
MensagemAssunto: Re: Pirataria...   Pirataria... - Página 14 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Pirataria...
Voltar ao Topo 
Página 14 de 14Ir à página : Anterior  1 ... 8 ... 12, 13, 14

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Off - Game :: Area Livre :: Histórico-
Ir para: