One Piece RPG
[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 YTcHx


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
FAQCalendárioInícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [Mini - Hikari no kushaku] O alvorecer dourada
[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Emptypor Mephisto Hoje à(s) 20:52

» [MEP] - Hikari no kushaku
[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Emptypor Mephisto Hoje à(s) 20:49

» Giorgino Escanor
[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Emptypor Gina Hoje à(s) 18:19

» [Mini- ItoEis] Dinheiro, dinheiro, dinheiro
[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Emptypor ItoEis Hoje à(s) 16:23

» [MINI-MUGEN] COMEÇANDO COM TUDO
[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Emptypor Mugen Hoshi Hoje à(s) 15:43

» ~ Mudanças Importantes ~
[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Emptypor ADM.Tidus Hoje à(s) 12:52

» ~ Bombas & Explosivos ~
[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Emptypor ADM.Tidus Hoje à(s) 12:42

» Drake
[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Emptypor CrowKuro Hoje à(s) 12:00

» [MEP] -FuryousRavenloft
[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Emptypor FuryousRavenloft Hoje à(s) 10:55

» [Mini-FuryousRavenloft]-O Preço da Liberdade, Vingança se inicia!
[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Emptypor FuryousRavenloft Hoje à(s) 10:53

» Sette Bello
[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Emptypor Pippos Hoje à(s) 01:07

» [Mini-Yuusaku] Big Game Hunter
[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Emptypor Yuusaku Hoje à(s) 00:08

» Salazar Reis Wegis
[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Emptypor KingSalazar Ontem à(s) 22:51

» Samantha Evergreen
[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Emptypor ADM.Hoyu Ontem à(s) 22:09

» Naitlyn Daisy
[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Emptypor ADM.Hoyu Ontem à(s) 22:00

» Jinne Belmont
[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Emptypor ADM.Hoyu Ontem à(s) 21:59

» Julian D'Capri
[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Emptypor ADM.Hoyu Ontem à(s) 21:56

» Noelle Eisenhower
[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Emptypor ADM.Hoyu Ontem à(s) 21:46

» Alipheese Fateburn
[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Emptypor ADM.Hoyu Ontem à(s) 21:21

» Skÿller Van Der Veen
[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Emptypor ADM.Hoyu Ontem à(s) 21:10

Facebook

------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG


Conheça o Fórum NS


Compartilhe
 

 [Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
Hisoka Kurayami
Cabo
Cabo


Data de inscrição : 15/06/2017

[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco   [Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 EmptyTer 19 Mar 2019, 00:26



Mini-Aventura

[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Tenor



Enquanto muitos reagiriam de maneira desesperadora à situação, Dantes demonstrou uma frieza invejável, a qual ele deve principalmente a sua experiência de vida. Assim, mesmo na circunstância lancinante, o caçador de recompensas conseguiu manter a cabeça nas rédeas da racionalidade e pensar num plano para que pudesse ter chances de um contra-ataque. Desta forma, com seu timbre deslumbrante, o rapaz tentou dar a impressão de rendição, erguendo as mãos e solicitando que o pequeno vetusto aquiescesse com seu pedido. Todavia, o que ele não esperava era um vigor indomável por parte do macróbio, que retrucou intransigentemente o ladrão:

– Ora, seu! Não pense que vai levar as minhas mercadorias! – Redarguiu de glabela crispada e punho destro cerrado a frente do corpo, resistindo austeramente à ameaça do larápio.

– Kukukuku... Infelizmente o seu companheiro não é tão inteligente. – Comentou friamente, sugerindo que a atitude de rendição por parte de Dantes havia sido um comportamento sensato, ao contrário da resistência de Trebold.

Poucos instantes depois, o gatuno flexionou as pernas e não pestanejou em encurtar a distância entre Trebold e ele. Suas vestes largas esvoaçaram ao vento no ritmo de seu deslocamento, ao passo que seu chapéu fora deixado para trás e, antes mesmo que caísse no chão, a sua espada estava desembainhada, imediatamente irrompendo o ar verticalmente junto a um sibilo agudo, mirando precisamente na base do pescoço do provecto. Dantes teria pouco tempo de reação, mas dado sua proximidade com o macróbio, não teria muita dificuldade em protegê-lo se optasse pela escolha correta.

Dicas e Instruções:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
EmperorNie
Membro
Membro
EmperorNie

Créditos : 6
Warn : [Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 11/03/2019
Idade : 97
Localização : Dawn Island

[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco   [Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 EmptyTer 19 Mar 2019, 14:53


De certa forma, Dantes geralmente era o tipo de homem que tratava com respeito e empatia as pessoas ao seu redor, contudo tal gentiliza não se fazia presente quando alguém frustava suas expectativas ou negava sem pensar duas vezes um conselho seu, fato esse que havia ocorrido no exato momento em que Trebold decidiu retrucar o bandido. Aquele tipo de atitude realmente irritava o ceifador, que por coincidência, tinha plenas condições de descontar sua raiva tanto no bandido que estava em sua frente quanto na propriedade privada do senhor.

"E mais uma vez o mito do "idoso sábio" caiu por terra. E outra vez estou eu defendendo a propriedade de um velho, como sempre." - Com esse pensamento em mente, Edward iniciou seu contra-ataque contra o bandido.

Percebendo que seu oponente já estava numa distância razoável do ancião, Dantes optou por defende-lo utilizando da foice que tinha visto na parte traseira da carroça minutos atrás. Assim, ele pegaria a desgastada arma e tentaria defender o corte do meliante com a lâmina da foice, usando de um corte vertical para fazer isso.

Caso obtivesse sucesso, logo após proteger Trebold, o civil daria um forte chute no cavalo que estava na sua frente e gritaria com o mesmo, tentando fazer os animais se assustarem, e por consequência, Edward também queria que as montarias começassem á galopar em desespero, o que poderia prejudicando o espadachim, já que ele havia avançado com um salto contra o comerciante ( deixando ele numa posição desfavorável ) ao invés de atacar o senhor pelos laterais da carroça. Na verdade, a expectativa do aspirante à caçador de recompensas era justamente que a carroça acabasse atropelando o ladrão, no entanto era pouco provável que tal fato acontecesse dado a agilidade do seu rival, que provavelmente conseguiria evitar tal situação.

Enfim, independentemente dos resultados das suas duas ações anteriores, o fumante realizaria um corte ascendente contra seu inimigo visando acertar seu peitoral. Se por acaso Dantes tivesse que executar esse ataque em solo firme em função do desenrolar da batalha, ele utilizaria do solo arenoso ou das folhas do campo ao seu favor, rapidamente deslizando a lâmina da foice no chão no início do corte, fazendo assim com que a poeira ou as folhas subissem e atrapalhassem a visão do meliante. Dessa forma, ele deixaria seu oponente em uma possível de desvantagem caso ele tentasse desviar ou bloquear o ataque do ceifador, já que sua visão estaria parcialmente bloqueada em função do uso do terreno por parte de Edward.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hisoka Kurayami
Cabo
Cabo
Hisoka Kurayami

Créditos : 13
Warn : [Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 15/06/2017

[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco   [Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 EmptyQua 20 Mar 2019, 14:58



Mini-Aventura

[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Tumblr_naq9zfIN0p1tdnwpwo1_500



Dantes pensou e agiu muito rapidamente, imediatamente rotacionando o tronco para ter acesso à foice na bagagem da carroça, para que então, num movimento fugaz, voluteasse mais uma vez, colidindo a lâmina da gadanha surrada contra a katana adversária. O choque provocou uma chuva de faíscas que ligeiramente reluziu nas íris dos combatentes, cujos braços e armas tremiam harmoniosamente numa disputa de força, culminando em sucessivos ruídos agudos pelo abalroamento metálico. O pequeno velhinho, por sua vez, pouco a pouco retirou as mãos medrosas e tiritantes a frente do rosto, as quais outrora ousaram protegê-lo insignificantemente.

– Oh... Parece que não irá se entregar tão facilmente... – Provocou o larápio, mantendo o tom reptante por trás dos lábios sinuosos num sorriso cínico.

Cansado da disputa monótona, Dantes vislumbrou o cavalo que carregava a carruagem de soslaio, logo projetando que poderia usá-lo de alguma forma no duelo. Assim, com seu pensamento veloz, chutou as costelas do animal e vociferou na tentativa de abrir espaço para desestabilizar o inimigo. Assustado, o garanhão desequilibrou rapidamente, mas assim que recompôs a firmeza nas patas traseiras, relinchou ao passo que ergueu as dianteiras, sacudindo a charrete violentamente, o que derrubou alguns cubos de feno e o vetusto no chão.

– Tsc! – Resmungou o ladrão ao perceber as intenções do rapaz, no entanto, desequilibrado, o máximo que pode fazer foi lançar o corpo ao chão lateralmente, rolando no solo arenoso junto a uma nuvem de pulverulência, garantindo que não fosse atropelado pelo ginete quando ele saiu espantado em debandada. Quando se ergueu, o homem apresentava uma face entesada em decorrência das escoriações nos antebraços, as quais manavam um pouco de amálgama de sangue e sujeira.

Aproveitando da situação adversa de seu oponente, Dantes não hesitou antes de manter a sua ofensiva, desta vez com um golpe ascendente de sua gadanha, a qual teve sua lâmina propositalmente arrastada no solo antes de ser erguida violentamente contra o tórax inimigo. Com seu movimento, uma fumarola de poeira e esgalhos alçou, tampando a visão do gatuno que apenas detinha noção que um ataque vertical estava por vir. Assim, embora tenha conseguido evitar um corte profundo com um passo para trás, calculou errado o alcance da foice, que irrompeu a nuvem de ruínas rente ao peito do homem, talhando-o sem piedade com seu gume, o qual carregou consigo restos da indumentária e um fio de sangue do inimigo.

– ARGH! – Urrou o homem ao ser atingido, imediatamente levando a mão esquerda ao tórax, a qual teve os dedos preenchidos pelo caloroso líquido vital. Todavia, guiado pela sua frieza característica, ele não recuou e, pouco antes da perna de apoio cambalear em detrimento da lesão, usou o calcanhar para se impulsionar para a frente, carregando a sua espada com a mão direita numa incisão horizontal. – Tome! – O feitiço havia virado contra o feiticeiro, isso porque ainda havia restos de esgalhos pairando, responsáveis por ofuscar a visão de Dantes. Assim, beneficiando-se da mesma armadilha que o fez ser atingido, o rapace fez sua katana rasgar o ar lateralmente, da direita para a esquerda, deflagrando a nuvem já no flanco do abdômen do garoto, abrindo uma mossa nessa região.

O golpe fez o rapaz verter seu tronco e perder sua base, postura explorada pelo adversário que sucedeu o talho com um chute na boca de seu estômago. Num passe de mágica, os olhos que antes fitavam o chão lobrigariam um giro fugaz, agora mirando a abóbada celeste e, enfim, o caçador de recompensas ruiu com as costas no solo num baque surdo. Os raios solares, então, seriam amorados por uma silhueta negra que saltou, despencando com velocidade com sua espada erguida acima da cabeça, almejando um corte fatal contra a testa de Dantes.

Dicas e Instruções:
 


____________________________________________________

[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 His

[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Spz5CoK
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
EmperorNie
Membro
Membro
EmperorNie

Créditos : 6
Warn : [Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 11/03/2019
Idade : 97
Localização : Dawn Island

[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco   [Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 EmptyQua 20 Mar 2019, 18:00


- Merda ! - Quase que por impulso, o civil proferiu tal xingamento ao ser atingido pelos dois golpes do ladrão.

Apesar de ter conseguido infringir alguns danos razoáveis em seu adversário, Dantes acabou ficando em uma situação bem menos vantajosa do que à do bandido. Mas bem, ele não estava no direito de reclamar. Foi sua decisão optar por defender Trebold, e dessa forma iniciar aquela batalha, ao invés de deixar o homem ser punido por sua burrice. A responsabilidade da sua falha no combate estava totalmente depositada em suas costas e em função disso também cabia ao fumante a tarefa de lidar com o problema.

- Pelo menos o comerciante perdeu parte de sua mercadoria no processo e não está mais aqui para me dar nos nervos. - Ele tentava consolar a si mesmo enquanto presenciava a ofensiva do espadachim contra sua cabeça.

Edward, visando não sofrer danos do ataque de seu rival, tentaria rolar para o lado em um movimento rápido ao mesmo tempo que usaria uma de suas mãos para conter o ferimento em sua barriga, evitando assim uma possível perda excessiva de sangue. Logo em seguida, tendo em vista que seu oponente novamente havia avançado com um salto e teria pouco tempo para firmar suas pernas no chão quando chegasse no solo, o ceifador tentaria dar um forte chute em um dos joelhos do inimigo, com o claro objetivo de fazer com que ele perdesse o equilíbrio.

Independentemente do sucesso do golpe anterior, Dantes utilizaria novamente de sua desgastada foice realizar um corte lateral contra as pernas do ladrão, já que estava mais próximo delas por estar no chão e dessa forma em uma posição vantajosa para acertar essa região. No pensamento de Edward, ferir a parte inferior do corpo daquele homem seria essencial para dar um fim ao conflito que se desenrolava ali, tendo em vista que seu oponente era um homem ágil e dessa forma teria essa capacidade enfraquecida com a possível lesão.

Assim, após ter conseguido ou não atacar seu oponente, o aspirante à caçador de recompensas rapidamente tentaria recuar para a parte verdejante da estrada, enquanto ao mesmo tempo que fazia isso, tentava ficar de costas para o sol, objetivando evitar o inconveniente que viveu instantes atrás com o astro celeste. Durante sua corrida pela grama, ele tiraria sua jaqueta e a amarraria na região do ferimento abdominal, evitando dessa forma que mais sangue fosse desperdiçado sem uma boa justificativa.

Já longe de seu adversário, ele aguardaria o ataque de seu inimigo para que pudesse agir de acordo. Dessa forma, quando o espadachim avançasse contra o jovem ou contra a carroça, ele também atacaria utilizando de um salto para desferir um corte descendente contra um de seus pontos vitais, cabeça do usuário de katanas. Diferente de um ataque comum, o pulo de Dantes tomaria o sol como referência, o que significava que ele também tentaria atrapalhar a visão de seu inimigo novamente, dessa vez utilizando do brilho da estrela para isso.

E por fim, caso alguma coisa desse errado, ele se defenderia colidindo a lâmina das duas armas e tentaria recuar para longe do meliante, para assim reorganizar seus pensamentos e retomar uma postura favorável de batalha.

____________________________________________________

[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Fate-grand-order-anime-art-paren-avenger-edmond-dantes-chior
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hisoka Kurayami
Cabo
Cabo
Hisoka Kurayami

Créditos : 13
Warn : [Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 15/06/2017

[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco   [Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 EmptySex 22 Mar 2019, 03:14



Mini-Aventura

[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 4ada58c150760d3482dd8f0f08103be0de813949_hq



Mesmo numa posição desprivilegiada, Dantes não sucumbiu à capitulação. Com os olhos ofuscados pela posição do inimigo contra o sol, não conseguiu fazer mais que uma simples esquiva, volvendo o corpo pelo solo lateralmente. Por sorte, pôde contar com o ímpeto furioso do larápio que despencou irrestritamente, sem a possibilidade de mudar a direção de seu golpe. Como resultado, sua lâmina alvejou o chão, rasgando a areia numa linha vertical. Seus pés mal haviam tocado a superfície quando a sola do metacarpo de Dantes atingiu seu joelho de fora, desequilibrando-o e obrigando-o a apoiá-lo no pavimento junto a mão livre.

– Droga! – Interjecionou com o olho esquerdo fechado, já deduzindo a sucessiva ofensiva iminente do rapaz.

A gadanha de Dantes prorrompeu mais uma vez, agora calorosamente rasgando a panturrilha exposta do oponente, que dispôs de ventura, pois teria a perna inteira cortada fora, senão pelo posicionamento deslocado do caçador de recompensas depois de efetuar o chute. Ele grunhiu de dentes cerrados, cambaleando para trás em saltos de uma perna só para se recompor. Ofegava bastante, carregando em sua testa o rorejo da labuta. Enquanto isso, o esperto Dantes se reposicionou no cenário, possuindo ele a contrariedade do astro principal como vantagem. Já retirava sua jaqueta para amarrotá-la contra seu ferimento, quando seu inimigo viu nesta a abertura perfeita para seu contra-ataque.

– Como se eu fosse deixar! – Numa marcha cheia de dificuldades, o rapace transparecia ter perdido muito da celeridade apresentada outrora.

Desta forma, seu avanço foi extremamente fácil de ser lido, o que permitiu que Dantes largasse a jaqueta que se espargiu no solo gramíneo e já concebesse sua investida, usufruindo do mesmo apanágio estratégico que o adversário ao saltar na direção do sol. Seu corpo afugentou os feixes resplandecentes e se tornou umbroso, injungindo o ladrão ao levar o antebraço livre à frente da testa, ao passo que os orbiculares entesados se esforçavam em apaziguar a cegueira momentânea. Quando percebeu que não conseguiria fazer uma defesa adequada já era tarde demais. Forçou o peso do corpo contra a perna lesionada para uma corrida e ruiu átimos antes de ter a cabeça ceifada do corpo. Seu crânio rodopiou pelo ar e mergulhou na grama, onde girou algumas vezes até cessar, deixando um rastro de sangue que tingiu a relva de carmesim. Seu tronco, por sua vez, desabou de costas, pululando líquido vital em jorradas do espaço que outrora pertenceu à caixa craniana. Então, como um presente divino, um maço de cigarros deslizou pela fissura aberta na camisa do homem logo no primeiro ataque de Dantes, cessando na altura de seu coração. Estava aberto e pela metade, com algumas bitucas já espalhadas pelo cadáver ensanguentado. Por outro lado, o isqueiro guardado no bolso traseiro da própria calça finalmente poderia se dar ao luxo de ter o fulgor da flama mais uma vez.

Dicas e Instruções:
 


____________________________________________________

[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 His

[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Spz5CoK
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
EmperorNie
Membro
Membro
EmperorNie

Créditos : 6
Warn : [Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 11/03/2019
Idade : 97
Localização : Dawn Island

[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco   [Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 EmptySex 22 Mar 2019, 17:26


- Finalmente acabou... - Exausto em função da batalha e também por causa de seu ferimento no abdômen, Dantes suspira aliviado ao ver que seu golpe havia dado um fim à vida de seu adversário. - Oh ? Seria isso um presente dos deuses por eu ter matado esse maldito patife ? - Com um largo sorriso no rosto, o fumante percebia que o corpo de seu adversário havia lhe deixado uma recompensa digna do esforço que exerceu naquela batalha. Sem nem mesmo pensar duas vezes, ele correu até o maço e o pegou, ignorando a dor que dominava seu corpo em função da eminente oportunidade de saciar seu vício.

Após alguns segundos admirando a tóxica droga que tinha em mãos, Edward finalmente utiliza de seu isqueiro para ascender o cigarro, imediatamente pondo o mesmo no meio de suas lábios logo em seguida.

- Ah... - Enquanto lentamente soprava a fumaça emitida, Edward deixou escapar uma fala que evidenciava seu alívio proveniente do satisfação de seu desejo. - Bem, acho que agora eu terei que fazer o resto do caminho sozinho. Duvido muito que aquele velho maldito queira agradecer o homem que salvou sua vida com uma nova carona, ainda depois de eu ter pedido pra ele entregar suas mercadorias. - Com esse monologo, Dantes tentava criar algum ânimo para continuar com sua árdua caminhada em direção á Porto Branco, mas acaba cedendo à tentação e permite que seu corpo desabe nos campos verdejantes.

Enfim, após descansar e tratar de maneira amadora seu sangramento com sua jaqueta, o civil finalmente decide se levantar do gramado que havia estava lhe servindo de cama por alguns minutos. Seu objetivo não havia mudado : ele ainda tinha que procurar informações sobre como se tornar um caçador de recompensas em uma base da Marinha, além de que obviamente, também precisava restabelecer seu estoque de tabaco. Tendo traçado de maneira clara suas ambições, finalmente Dantes inicia sua caminhada à passos lentos em direção ao famigerado Palácio.


_______________________________________________________________________________

~FEEDBACK~

Visando uma maior qualidade nas orientações, a Staff gostaria de saber a opinião do que achou do orientador em que teve a responsabilidade de narrar. É uma pergunta básica que deve ser respondida com sinceridade, ajudando bastante a qualidade de orientação dos orientadores, afinal os mesmos saberão onde estão indo bem, pecando e assim melhorando gradativamente. Então a questão é a seguinte: "O orientador demonstrou um regular/bom/ótimo trabalho? Desde a parte de tirar dúvidas, as dicas, o carisma do orientador com você (principalmente a atenção que foi dada durante a mini-aventura), o desenrolar dela e por fim se reconheceu uma maior clareza do sistema narrativo."
Opinião: Não tenho do que reclamar, o Hisoka fez um trabalha excepcional. O orientador sempre postou em prazos de tempo ótimos e na única ocasião em que percebeu que ia se atrasar, me informou disso. Ele também foi bem claro com relação ao sistema e fez alguns comentários bastante úteis para o entendimento do mesmo, apesar de eu já ter alguma experiência com RPG de Fórum. Além de tudo, o layout das "orientações" dele também tão fenomenais, diga-se de passagem.

Se eu fosse obrigado à citar alguma coisa que TALVEZ pudesse prejudicar futuros orientandos, seria o uso de algumas palavras que não estão presentes no vocabulário usual da população no geral. Eu em particular não tenho problema com esse tipo de linguagem, mas se por acaso acontecer do Orientador pegar algum Orientando que não tenha tanta familiaridade com essas expressões da língua portuguesa, isso pode se tornar um problema para o novato. Eu não estou dizendo pro Hisoka parar de usar uma linguagem mais robusta ( até porque eu adoro esse jeito de escrever ), só quero dizer que talvez não seja a melhor opção utilizar algumas palavras no texto dependendo de quem você esteja orientando, até porque um novato vai dar de cara com um turbilhão de novas informações quando entrar no RPG, e dar mais um problema pra ele logo de cara não lhe fará nada bem.

No mais, queria parabenizar o Orientador pelo tarefa excelente que ele exerceu nesse tópico e lhe desejar sorte com outros Orientandos.

See Ya !

____________________________________________________

[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Fate-grand-order-anime-art-paren-avenger-edmond-dantes-chior
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hisoka Kurayami
Cabo
Cabo
Hisoka Kurayami

Créditos : 13
Warn : [Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 10010
Masculino Data de inscrição : 15/06/2017

[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco   [Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 EmptySex 22 Mar 2019, 22:11



Mini-Aventura

[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Giphy



O regojizo incomparável pelo estonteante eflúvio sorvendo por suas coanas até fez Dantes esquecer de sua chaga momentaneamente. Mesmo assim, bastou que deitasse na relva, na mira dos ardentes feixes solares que atravessavam um grupo de nuvens, para que tornasse a sentir seu ferimento latejar. A jaqueta utilizada como uma amarra improvisada não tardou a ficar encharcada de sangue, mas ao menos serviu para conter a hemorragia, ainda que não houvesse dúvidas que seria necessário um tratamento profissional para que não houvesse agravo na lesão.

Minutos depois, já com o cigarro quase que completamente consumido, senão pelo resto da bituca que relutava entre os dedos corados de sangue seco, Dantes exauriu a última fumarola entre os dentes, reunindo a energia remanescente para se erguer e retomar a caminhada até Porto Branco. Ao contrário de quando começou, antes de receber a carona, o castelo já preenchia a maior parte de sua visão. Subindo num aclive privilegiado, foi capaz de lobrigar a entrada da cidade principal, um enorme portão duplo de madeira. Seus passos, então, tornaram a deixar pegadas no solo arenoso, uma delas acompanhada da bituca desgastada e de brasa parca que afundou ao ser jogada pelo rapaz, marcando a trilha que desencadearia o marco inicial do caçador.

~Mini-Aventura ENCERRADA~


Observações:

Chegamos ao fim, meu caro Dantes! Muito feliz de ter orientado um player tão competente! Continue com essa qualidade narrativa e imensa criatividade que com certeza chegará longe no OPRPG! Muito boa sorte nessa jornada com seus amigos. Espero que sejam um grupo constante e de renome!

Minhas últimas ressalvas a você são:

Atente sempre ao português. Embora não exijamos que nossos jogadores sejam letrados em língua portuguesa, é sempre importante que a quantidade de erros sejam encurtados ao máximo. Para isso, tente sempre fazer uma releitura de seu post após criá-lo, de modo a retificar as falhas que sempre passam desapercebidas. Eu, por exemplo, faço uma revisão de um parágrafo sempre antes de passar para o parágrafo posterior, fora a revisão geral no fim da escrita.

Pense bastante antes de criar seu personagem. Devo frisar que ele é fixo por, no mínimo, seis meses. Isto é, depois de criar sua ficha, caso arrependa-se, somente poderá produzir um novo em meio ano! Não estruture um personagem que dependa de uma akuma no mi para você ter felicidade em narrá-lo, por exemplo. Além disso, saiba que o crescimento aqui é lento e progressivo, então conceba um personagem interessante desde o início. Não tente criar alguém que apenas será divertido com determinados objetivos, como level, poderes ou akuma, como citei.

Por fim, nunca se acomode! A evolução é constante, meu caro. Saiba que você sempre pode melhorar, independentemente do quão bom esteja. Os melhores players do fórum compreendem muito bem esse ponto e é por isso que estão sempre no topo! Bem, boa sorte, companheiro!

O que fazer agora que terminei minha Mini-Aventura?
- 1º passo: Agora que encerrou sua mini-aventura basta criar a sua ficha na Criação de Personagens usando o Modelo de Ficha.
- 2º passo: Corra e crie sua aventura. Onde? Há um tópico chamado Crie sua Aventura, lembre-se de que você somente pode criar uma aventura se sua ficha for aprovada e dentro do limite de pedidos de criação de aventura pendentes. Caso haja alguma pendência espere alguém aprovar a aventura anterior, para postar a sua.
- 3º passo: Aventura aceita? Então procure um narrador, onde? Em T.N.D crie um tópico para solicitar seu narrador, e aguarde o ADM responsável pela área escolher um narrador para você.
- AH! Leia as regras para que você não venha a tomar punições.
- Lembre-se você tem 30 dias para pedir os 6 créditos da conclusão da mini-aventura neste link.



____________________________________________________

[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 His

[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Spz5CoK
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco   [Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco - Página 2 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco
Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Personagem e Mundo :: Mini-Aventura :: Mini-Aventuras Concluídas ou Canceladas !-
Ir para: