A Grande era dos Piratas



 
FAQCalendárioInícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Vem me dar oi, eu faço um chá
por Adrian/Vampiro Hoje à(s) 03:53

» Aegir Ran Njord
por SirAlencar Hoje à(s) 02:49

» Mizzushiro T. Arashikage
por Mizzu Hoje à(s) 00:26

» [mini-gubaca] Estrela Cadente
por gubaca Hoje à(s) 00:12

» ||NPC|| Dora Dodgers, a Aventureira - Little Garden
por Bread Ontem à(s) 23:34

» ||NPC|| Boo, "Dog"
por GM.Furry Ontem à(s) 23:07

» NPC || A Aventureira
por GM.Furry Ontem à(s) 23:04

» [MINI - Gark] Alvorecer de uma nova aventura
por BoderoX Ontem à(s) 21:31

» Kaleb Blaze
por West Ontem à(s) 20:36

» Olá e desculpa
por Cubo Nito Ontem à(s) 20:06

» Jarok
por Jarok Ontem à(s) 19:29

» Hornee Diamond
por Bread Ontem à(s) 18:53

» [Mini - B.Bunny] O primeiro dia em Yakira Town
por Makei Ontem à(s) 17:50

» [MINI-kaito]O solitário Kaito
por Fanalis B. Ria Ontem à(s) 17:41

» [M.E.P] - [MINI - Gark] Alvorecer de uma nova aventura
por Makei Ontem à(s) 15:43

» [MINI - Hanatos] - Que o senhor me ensine a viver...
por Hanatos Ontem à(s) 13:47

» [M.E.P - Hanatos] - Que o senhor me ensine a viver...
por Rimuru Ontem à(s) 09:09

» [MINI-Plank] Inicio
por Rimuru Ontem à(s) 08:00

» Gregory Ross
por Wander Ontem à(s) 02:39

» Sol Clair
por mello Ontem à(s) 02:30

Facebook

------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG


Conheça o Fórum NS


Compartilhe | 
 

 [MINI-Sho Oma] A brisa gelada que abre as portas para o futuro

Ir em baixo 
AutorMensagem
JogadorManço
Membro
Membro
JogadorManço

Créditos : Zero
Warn :
Data de inscrição : 17/12/2018

MensagemAssunto: [MINI-Sho Oma] A brisa gelada que abre as portas para o futuro   Seg 17 Dez 2018, 02:48

Nome: Shu Oma
Idade: 18
Sexo: Masculino
Raça: Humano Normal
Tamanho: Normal
Estilo de Combate: Bojutsu
Localização: Micqueot Island-North Blue-
Grupo: Civil
Vantagens: Audição Aguçada
Desvantagens: Cego
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fanalis B. Ria
Pirata
Pirata
Fanalis B. Ria

Créditos : 27
Warn :
Feminino Data de inscrição : 30/11/2017
Idade : 22
Localização : The Wonderful Land

MensagemAssunto: Re: [MINI-Sho Oma] A brisa gelada que abre as portas para o futuro   Seg 17 Dez 2018, 03:20

~Mini-Aventura APROVADA~


Olá, seja bem-vindo ao OPRPG!!

Eu sou um Orientador, minha função é lhe ajudar a se adaptar neste universo do OPRPG.

Sendo assim irei lhe orientar de todas as formas possíveis, a partir de dicas no decorrer desta Mini-Aventura. Como esse fórum é bem complexo em suas regras, também irei tentar responder suas dúvidas, por isso, no menu de navegação (parte superior do site) existe um link M.P. O mesmo corresponde às mensagens privadas. Lá você poderá, em qualquer momento que achar necessário, me enviar dúvidas de como prosseguir no jogo; ou pode entrar no seguinte link: http://www.onepiecerpg.com/f3-duvidas-criticas-e-sugestoes , e criar um tópico para algum membro da Staff responder; mas caso tenha dúvidas durante a Mini, pode colocar em "off" no próprio post.

Sim... Vamos ao que importa?

Abaixo seguirão algumas dicas para que leia antes de criar seu primeiro post.

DICAS:


  • Lembre-se que você apenas narra as ações de seu personagem, seu personagem nunca FAZ ele sempre TENTA e também demonstre desde o 1º post qual o seu objetivo na aventura.
  • O ambiente que você se encontra, NPC's e todo o resto que compõe sua aventura, quem cuidará disso sera seu narrador.
  • As mini-aventuras servem para corrigir seus erros na narração durante a aventura e também formas melhores de deixar sua narração mais interessante.
  • Caso a Mini-Aventura fique sem post durante 5 dias por parte do player, a mesma será cancelada.


O 1º post é seu e eu serei o seu Orientador.

____________________________________________________



Convidado, continue tentando melhorar e você chega lá, não desista jamais!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
JogadorManço
Membro
Membro
JogadorManço

Créditos : Zero
Warn :
Data de inscrição : 17/12/2018

MensagemAssunto: Re: [MINI-Sho Oma] A brisa gelada que abre as portas para o futuro   Seg 17 Dez 2018, 16:01

"Como deve ser o Sol nascendo, A sensação de ver o alaranjado no horizonte, o sorriso de uma criança", essas são as perguntas que enchem a minha mente antes de dormir e após acordar. Tive a infelicidade de nascer cego, sem a possibilidade de fitar a fauna e a flora da ilha que abito, porém, a sorte me sorriu com as pessoas que me criaram, mesmo com essa deficiência foi me dado as melhores oportunidades para aflorar os lados positivos de minha peculiaridade, seja os outros sentidos, seja a imaginação que, gosto de dizer, se tornou os meus olhos.

Tendo a visão desgastada voltei-me à música, a minha audição deixava eu vivenciar as melodias e juntamente com a imaginação criavam uma imagem que eu podia ver claramente em meu interior, e como o cuidado que eu tinha com os sons foi progredindo com o passar das primaveras e a monotonia de minha casa, localizada em Micqueot, favorecendo a “decoreba” tentei criar um mapa da mesma, pois, por viver sozinho eu que a organizava. Não sabia o porquê de estar sozinho, porém, não perderia seu tempo se questionando qual o motivo de ser abandonado, mas apenas uma possibilidade passava em minha mente "Será que até aqueles que me criaram desistiram pela dificuldade que é ter um cego em sua família”?"

Mas a mesmice já não me agradava mais, na idade de descobertas viver a mesma vida todo dia não estava nos meus planos, mesmo com a deficiência visual queria me aventurar, ter as sensações de perigos que uma casa não proporciona, conhecer pessoas com a mesma ou diferentes peculiaridades que eu, acho que a vida é muito mais que essa ilha e eu quero viver, mas ir, literalmente, cegamente à aventura não parecia ser algo muito esperto. Então ao lembrar da fama da cidade com seus vinhos e a possível relação do dono, creio que seu nome era Müller, com mercadores do mundo todo “vi” uma porta se abrir, então estava pronto para abdicar do Shu atual e partir a novos horizontes.

Tentaria ir para o local que guardo minhas roupas e pegaria alguns trapos e vestiria a roupa para a ocasião importante de possivelmente conhecer o homem mais rico de Micqueot, se já estivesse vestido não ligaria para o restante das roupas e assim partiria para a cidade, não esquecendo do meu bastão guia ele que me protege de esbarrar em alguém e se acontecer me defender, pois, por ser cego tenho que aprender a me proteger de aproveitadores que podem vir a aparecer. Ao sair de casa, andaria calmamente mantendo o bastão a minha frente para tentar não tomar um passo em falso, após me distanciar de casa, prestando muita atenção nos sons que a cidade emanava tentaria notar e reconhecer se havia algo diferente, caso realmente tivesse ficaria entretido e curioso para descobrir o que o estava causando indo em direção a esse, em razão de que o novo Shu Oma vestia o uniforme de aventureiro e queria vivenciar tudo que pudesse. ”O que deve ser esse som?”

Caso estivesse tudo conforme o padrão, perguntaria ao vento na esperança de alguém atender–Com licença, para onde que fica a loja de vinhos?– Preferiria pedir apenas a direção para pessoa, visto que, parecer dependente não é meu desejo, caso essa não soubesse a agradeceria e tentaria de novo outra pessoa, tentando prestar muita atenção na voz do indivíduo para ter certeza se seu tom era firme e mostrava se ela realmente sabia aonde era, ou tremula e possivelmente enganada quanto ao local, preferindo assim optar por outra com o tom de certeza. Quando achasse alguém com a localização iria adiante tomando os devidos cuidados para não sair das coordenadas que me foram passadas e pensaria no que perguntar para Müller, já que, deve ter infinitas perguntas pelo provável tamanho do mundo em que vivemos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fanalis B. Ria
Pirata
Pirata
Fanalis B. Ria

Créditos : 27
Warn :
Feminino Data de inscrição : 30/11/2017
Idade : 22
Localização : The Wonderful Land

MensagemAssunto: Re: [MINI-Sho Oma] A brisa gelada que abre as portas para o futuro   Qua 19 Dez 2018, 11:47


Era mais um belo dia que começava em Micqueot, o Sol começava a nascer, pássaros começavam a cantar, pessoas se levantavam e iam trabalhar tanto no campo, quanto na cidade, todos viviam com mais um dia de suas rotinas enraizadas, na verdade, quase todos, havia um rapaz, seu nome era Shu Oma e ele tinha outros objetivos em mente, uma mudança repentina no que fazia todo santo dia, qual era essa mudança? Se aventurar pelo mundo, talvez se tornando um grande pirata e indo em busca do tão sonhado One Piece ou quem sabe se aliando ao governo, o que importava era que ele tinha tal objetivo e não desistiria dele tão facilmente.

Ao abrir os olhos, a primeira coisa que fez foi se levantar de sua cama, se vestindo com algumas das poucas roupas que possuía em seu armário, pegando seu bastão guia e partindo na direção da cidade ao fazer o caminha que já fez várias vezes antes. Utilizando seu bastão, o garoto andou por alguns minuto, até que começou a escutar o som da cidade e percebeu que havia chegado nela, sendo que lá, perguntou sobre a loja de vinhos, de modo que uma garota maravilhosa de cabelos brancos e olhos vermelhos se aproximou, sua aparência deixava princesas no chinelo, ninguém poderia se comparar a sua beleza, embora não pudesse ser vista pelo rapaz, tudo que ele escutava era uma voz horrível dizendo algumas palavras calmas, de modo que para ele soasse como a voz de uma velha acabada.

- Olá jovem, ah sim, é só virar a sua direita e seguir em frente por algumas quadras, com isso, logo vai dar de cara com a loja. –

Com isso ele se virou e andou, seguindo com as instruções da garota, até que começou a sentir um forte cheiro de uvas e vinho emanando de sua frente, muito provavelmente havia chegado na loja ou ao menos, estava próximo dela.

DICAS E CONSIDERAÇÕES:
 



____________________________________________________



Convidado, continue tentando melhorar e você chega lá, não desista jamais!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
JogadorManço
Membro
Membro
JogadorManço

Créditos : Zero
Warn :
Data de inscrição : 17/12/2018

MensagemAssunto: Re: [MINI-Sho Oma] A brisa gelada que abre as portas para o futuro   Qua 19 Dez 2018, 16:55


“Então realmente vou mudar”, esse pensamento que no momento em que saia de casa ocupava minha mente, mas também levantava a possibilidade de não ser o que eu esperava “Não vai ser fácil, ser cego e levar uma vida normal já é complicado, imagina se aventurar” e nesse momento fiquei receoso em sair, estagnado sem encostar o meu bastão guia no chão mostrando a insegurança de continuar o caminho, porém,  dei-me um tapa na cara, pode ser meio estranho para as pessoas que estavam em volta, mas necessário para me tirar não do sono, mas sim da dúvida “Não vai ser uma cegueira que vai me fazer desistir de viver”. Comecei então o “tic tic”, o som do contado do meu bastão com o chão, algo que me acalmava enquanto não parasse, pois, me dizia que ainda tinha caminho a andar e dessa vez eu estava me direcionando a cidade.

O motivo de ir a cidade era para encontrar o dono da loja de vinhos, porém, esse não era um caminho costumeiro para mim, por isso, questionei para quem escutasse como que chegaria lá, logo o meu pedido de ajuda foi atendido, pela sua voz aparentava ser uma mulher, como a visão não era o meu talento prestei mais atenção em sua voz e para isso mantive minha cabeça baixa, não sei como as pessoas “recebiam” esse gesto. - Olá jovem, ah sim, é só virar a sua direita e seguir em frente por algumas quadras, com isso, logo vai dar de cara com a loja. – A voz da mulher não agradava meus tímpanos, porém, era calma e eu estava à procura das direções para a loja e não de prazeres, já quando a moça tinha acabado de falar me dei conta que essa lembrava uma velha, ainda mais pelo seu comprimento inicial me chamando de jovem.

-Muito obrigado senhora, tenha um ótimo dia. “Bem, foi mais simples do que imaginei”, me distancio da mulher com um sorriso no rosto, pois, estava mais perto de meu objetivo e enquanto andava para a loja me indaguei e aquele sorriso de agora pouco se transformou em uma expressão séria, “Como iria sair da ilha? Não tenho navio e muito menos dinheiro”, as batidas de meu bastão foram ficando mais fracas e mais demoradas para ocorrer, depois de muito pensar veio o devaneio-“Mas Micqueot possui os dirigíveis, sim isso pode ser uma solução e posso tentar negociar minha casa acho que com o Banco, talvez por um empréstimo ou algo parecido para comprar os bilhetes, não sei muito bem como funcionam essas instalações da cidade, porém, darei um jeito"- depois de ter “solucionado” isso  abro um sorriso e tento tomar as direções indicadas pela mulher.

Sinto em minha nuca e em meus braços um calor “Deve estar ensolarado suponho, mas não tenho certeza”, tento me lembrar de algo que entregue o horário e com isso os cantos dos pássaros vem a minha mente e então reafirmo que deve ser possivelmente pela manhã, provavelmente a loja estará muito movimentada isso me extreme-se todo, se estiver muito cheio terei que me esgueirar pelas pessoas as tocando sem saber quem são e não poderei usar meu bastão guia para me ajudar, pode parecer estranho, mas com a cegueira outros sentidos ficam mas perceptivos, embora a minha audição seja muito melhor do que esses, ainda um simples toque sem permissão me faz sentir-me violado por não saber quem o está fazendo, mas eu devia saber que isso iria acontecer, não vou parar por isso.

Não muito depois de andar sinto finalmente o cheiro das uvas e de vinho, meu coração começa a acelera “Isso pode ditar o meu futuro, mais um cidadão de Micqueot ou um aventureiro” tento ouvir no caminho para o odor da possível loja, algo como diálogos mais altos  ou coisas parecidas que chamem a atenção e possam me dizer se a loja parecia estar movimentada nesse horário e assim me preparar, se realmente fosse a loja, começaria a passar a mão na porta de entrada na intenção de encontrar uma maçaneta, se a encontrasse a giraria, se não tentaria empurrar a porta para abri-la, caso essa estivesse fechada levantaria o meu bastão para tocar um possível sino que essa poderia ter na porta para assim chamar o atendente, caso não fosse necessário iria calmamente e com o bastão próximo de mim adentrando a loja na tentativa de ouvir o barulho de uma caixa registradora ou algo do tipo e tentando me direcionar sem tocar em ninguém ou o mínimo ao balcão e após chegar ao balcão perguntaria -O dono da loja de vinhos, Müller eu acho, esta no momento?- se estivesse iria tentar conversar com ele -Posso falar com ele?-, caso o balconista não me deixasse iria mentir, mas tentaria manter minha postura ao falar -Sou um mercador, e os vinhos de Müller agradaram o meu olfato e gostaria de conversar com ele sobre uma possível parceria-

Se alguém que entrasse em contato comigo bruscamente por não ter me notado ou vice versa eu pediria desculpas –Perdão senhor ou senhora, a culpa foi toda minha- e tentaria segurar a pessoa para essa não cair se o tranco fosse muito forte, e depois de ambos estarem bem continuaria a dirigir-me ao balcão. Na hipótese de não ser a loja e sim uma plantação de videiras, não bateria meu bastão, pois, o som não seria bom para escutar, visto que, o impacto no solo com o meu guia pode não ser tão alto, portanto, iria com andar com as mãos a minha frente na tentativa de não ir de cara com uma videira. Tentaria ouvir os barulhos de corte ou de sacos sendo postos no chão mostrando que já tinha trabalhadores ou só pessoas e iria na direção desses para perguntar aonde ficaria a loja de vinhos de Müller –Com licença aonde estou muito longe da loja de vinhos da cidade? - e ficando um pouco receoso de não estar lá e de ter sido ingênuo em confiar na mulher, assim sendo enganado por seus ouvidos.
Spoiler:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fanalis B. Ria
Pirata
Pirata
Fanalis B. Ria

Créditos : 27
Warn :
Feminino Data de inscrição : 30/11/2017
Idade : 22
Localização : The Wonderful Land

MensagemAssunto: Re: [MINI-Sho Oma] A brisa gelada que abre as portas para o futuro   Qui 20 Dez 2018, 15:22


O rapaz continuou seguindo caminho, até que ao perceber o cheiro daquilo que procurava, depois de seguir com o que o foi instruído, ele adentrou o lugar que já estava com a porta aberta, só conseguindo perceber que havia adentrado por ter saído do Sol e estar em um lugar com sombra e bem mais fresco do que o lado de fora. O jovem não escutava nada, talvez o lugar tivesse acabado de abrir e por isso não tivesse movimento algum, mas durante sua caminhada, seu bastão esbarrou em algo, o que acabou causando um som alto como se coisas de vidro estivessem se quebrando, juntamente com respingos que sentiu caindo nas pernas e pés.

Não demorou muito até que escutasse passos, eram bastante altos, claramente alguém estava se dirigindo até onde ele estava e pelo andar, parecia ser uma pessoa bem pesada e bastante determinada ou furiosa, levando em conta o que havia ocorrido, várias garrafas de vinho haviam caído no chão, provavelmente por estarem empilhadas de uma forma bastante frágil, de modo que o mínimo toque levaria tudo ao chão. Quando os passos pararam, tudo que o jovem fez foi dizer suas palavras para a pessoa, era um homem alto, com um grande bigode e cabelos pretos longos, não que isso fizesse diferença para aquele que havia acabado de chegar. Então o homem respondeu ao rapaz, parecendo estar irritado já em sua voz.

- Você acabou de destruir mais de 2.000.000 de berries em garrafas de vinho e quer se aliar a mim? Muller? O maior produtor e vendedor de vinhos do mundo? Que coincidência você ter me encontrado, justo hoje que estou fazendo uma visita em alguns de meus estabelecimentos... Como pretende pagar pelo prejuízo que me foi causado? –

DICAS E ORIENTAÇÕES:
 

____________________________________________________



Convidado, continue tentando melhorar e você chega lá, não desista jamais!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fanalis B. Ria
Pirata
Pirata
Fanalis B. Ria

Créditos : 27
Warn :
Feminino Data de inscrição : 30/11/2017
Idade : 22
Localização : The Wonderful Land

MensagemAssunto: Re: [MINI-Sho Oma] A brisa gelada que abre as portas para o futuro   Qua 26 Dez 2018, 16:23

Mini-Aventura CANCELADA...


Mini-aventura cancelada por inatividade. Caso queira reabrir sua mini mande PM para algum orientador, GM ou ADM.

____________________________________________________



Convidado, continue tentando melhorar e você chega lá, não desista jamais!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: [MINI-Sho Oma] A brisa gelada que abre as portas para o futuro   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[MINI-Sho Oma] A brisa gelada que abre as portas para o futuro
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» duvidas com mini pizzas congeladas
» Pizza Pré Assada - Fábrica ou Distribuidor
» A Porta que Deus abre ninguém fecha, cuidado a que ele fecha ninguém abre.
» quanto tempo dura a mini pizza na geladeira
» [Resolvido]ESTOU QUERENDO O ESQUEMA TV SAMSUNG LCD T220M.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A Grande era dos Piratas :: Personagem e Mundo :: Mini-Aventura :: Mini-Aventuras Concluídas ou Canceladas !-
Ir para: