A Grande era dos Piratas



 
FAQCalendárioInícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Raksha Ragnarson
por GM.Senshi Hoje à(s) 02:22

» [M.E.P.] Valerie Valentine
por Valerie Valentine Hoje à(s) 00:36

» [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara
por Valerie Valentine Hoje à(s) 00:29

» Mini - Saskwatch - Futuro promissor
por Saskwatch Ontem à(s) 23:56

» Mini - Saskwatch - Futuro promissor
por Saskwatch Ontem à(s) 23:55

» [M.E.P] Lou White
por Brandt Ontem à(s) 23:27

» [Mini- Lou] True Damage
por Brandt Ontem à(s) 22:32

» [MINI-Big Brady] O Início
por Big Brady Ontem à(s) 22:08

» [Mini-Aventura] José Cardoso
por Rottweiler Ontem à(s) 21:02

» Aaron DeWitt
por GM.Yami Ontem à(s) 20:50

» Masaru Rokudo
por ADM.Raizen Ontem à(s) 20:32

» [Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco
por EmperorNie Ontem à(s) 18:00

» [Mini - Last] - O Mini-aventureiro
por Hisoka Kurayami Ontem à(s) 17:40

» [MINI-SovereignHajime] O Começo da Jornada
por SovereignHajime Ontem à(s) 12:09

» [Mini - Freccia] Acordar
por Freccia Ontem à(s) 04:54

» Bell Farest
por Far Ontem à(s) 03:18

» [Mini - Night] - A despedida e o início
por Mephisto Ontem à(s) 02:41

» [Mini - Keel Lorenz] - A New Dawn
por Keel Lorenz Ontem à(s) 00:27

» [M.E.P] Freccia
por Fanalis B. Ria Ter 19 Mar 2019, 23:14

» [MINI-Hanabi] Happy New Year
por Fanalis B. Ria Ter 19 Mar 2019, 20:23

Facebook

------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG


Conheça o Fórum NS


Compartilhe | 
 

 SeaGull Newspaper - Agosto a Dezembro de 2018

Ir em baixo 
AutorMensagem
Marciano
Emissário da Morte
Emissário da Morte
Marciano

Créditos : 42
Warn :
Masculino Data de inscrição : 15/09/2014
Idade : 25
Localização : Na Monstrolandia...

MensagemAssunto: SeaGull Newspaper - Agosto a Dezembro de 2018    Seg 10 Dez 2018, 14:12





SeaGull Newspaper

Agosto a Dezembro de 2018



Meus caros leitores! Chegamos a mais um final de ano e viemos lhes trazer todos os acontecimentos dos Blues, Farol e Grand Line. A quantidade de piratas e revolucionários está de fato em alta, a marinha está recrutando o máximo de jovens possíveis para combater tamanha demanda de criminosos, chegando a contratar diversos grupos de caçadores. Contudo; alguns atos do governo está a ser suspeito perante o jornal! A constituição da marinha e governo negam quaisquer atos que manchem sua reputação. Estarei investigando mais a fundo alguns situações, mas enquanto isso fiquem atentos as novidades!!!



East Blue



Conomi Island

O caos se alastrou no centro da cidade de Conomi. Relatos afirmam que os revolucionários guerrearam contra os agentes do governo e que os criminosos possuíam um gigante como aliado. O gigante foi identificado como Pierce Uzhavich Moschny, atingindo dez metros de altura. Devido a essa arma secreta os revolucionários acabaram conseguindo derrotar os agentes, apesar de muitos negarem isso. O governo relatou que deslocaram novatos para abordar a situação e que foi um erro do responsável pela missão.

Loguetown

Um confronto em um navio que seguia para loguetown, envolvendo uma pistoleira e alguns piratas, acabou chamando a atenção de um navio da marinha. O capitão Esmeraldo presenciou uma brava civil enfrentando os bandidos no convés. Noelle Eisenhower, uma jovem de cabelos loiros, 26 anos, pistoleira, natural de Loguetown saiu de Conomi em uma embarcação, não suspeita inicialmente, sentido a sua cidade natal. A viagem aparentemente tranquila quando os tripulantes da embarcação revelaram-se ser piratas ao abordar um pequeno barco de civis que navegava nas proximidades de Loguetown. Com um devido e bravo senso de justiça, a pistoleira interveio na ação e solicitou a rendição dos piratas, segundo informado pela jovem um homem conhecido como Nestor, se auto proclamou como capitão, confrontou-a em um duelo de pistolas. Infelizmente o combate pendeu para o lado do meliante que antes dar o fim em Noelle, foi parado bravamente pelo talentoso Capitão Esmeraldo que junto com a corajosa tripulação de marinheiros. Os piratas foram rendidos e presos no local. Apesar dos esforços, um dos homens acabou escapando e mais tarde, após interrogatório realizado no pirata Nestor, descobriu-se que o líder do bando era um homem com tatuagens tribais e uma com marcas de queimadura na mão direita que atende pelo nome de Sílabas. Após o ocorrido, a civil Noelle foi conduzida pelos honrados homens da Marinha até Loguetown onde lá ingressou para a grandiosa organização após passar na admissão e ser tornar uma marinheira. Em sua primeira missão, a marinheira realizou a proteção de um estabelecimento que estava sendo perturbado por bandoleiros. Os dois suspeitos foram rendidos pela jovem que segundo superiores lutou bravamente contra os mesmos e os prendeu com sucesso. O civil que solicitou os serviços da marinha agradeceu aos superiores do esquadrão pelo serviço prestado. Ainda na ilha, Noelle Eisenhower, foi direcionada a acompanhar e ajudar o Sargento Mama na missão de recuperar um valioso colar que foi roubado de um museu. Seguindo as ordens e as informações obtidas, Noelle e o sargento Mama embarcaram no Zepelim que tinha como destino a cidade de Baterilla. Durante o trajeto, a jovem marinheira reconheceu Sílabas e pode comprovar visualmente que ele e seu comparsa, conhecido como Verbo, estavam em posse do objeto roubado. Segundo o depoimento do sargento Mama, a jovem entrou em um embate com os piratas e foi auxiliada pelo mesmo. Com a aeronave sabotada pelo pirata Sílabas, nossos bravos homens da Justiça, foram obrigados a abandonar o local. Verbo foi capturado pelo marine Mama e o pirata Sílabas escapou da perseguição da jovem. Segundo o superior da missão, o colar não foi encontrado e o que tudo indica que o mesmo esteja em posse do pirata que além de derrubar o Zeppelin nas proximidades da cidade, matou o piloto e copiloto da aeronave.

A cidade mais movimentada do East blue faz jus a seu nome, afinal. Em uma entrevista com Sargento Yama, foi explicado a situação que ocorreu com alguns piratas em ascensão. O marine disse a seguinte situação: “Loguetown ainda se recupera do ataque daqueles piratas. O último incêndio foi apagado a poucas horas, os prejuízos para os comerciantes das embarcações afetadas são inestimáveis. Fanalis B. Ria, não se deve mais subestimar esses novatos, como se já não fosse responsável pela explosão de diversas embarcações, os subordinados da Ruiva mataram uma esquadra de soldados comandada pelo Sargento Wolves, enquanto sua capitã, aparentemente aliada de mais dois novatos perigosos; William West e Lotus Chô.” Meus caros leitores não se deixem enganar pela bela aparência da jovem meliantes, pois, poderá ser um erro fatal. Dotada de madeixas longas avermelhadas e uma enorme foice em seu punho, a garota já possui uma recompensa de B$ 6.200.000 milhões de bellys. Rimuru Tempest é um dos piratas que segue a ruiva. Identificado como da raça celestial, baixa estatura e uma beleza peculiar para um homem. O último do bando foi identificado como um Mink-Panda alcoólatra denominado pela marinha como; O Juggernault Soviético. Segundo o depoimento do sargento, o bando ainda não possui uma recompensa muito elevada, mas seus últimos atos certamente chamaram a atenção da marinha e num futuro próximo poderão se tornar piratas aterrorizadores.

E com certeza Loguetown tem se tornado uma cidade cada vez mais perigosa, com constantes ataques de terroristas até a instituições não-militares do Governo Mundial. Em um fim de tarde comum, enquanto os cidadãos de bem voltavam para suas casas, uma célula de terroristas do ER invadiu um dos principais escritórios de logística do Governo Mundial em Loguetown. Os terroristas entraram gritando “Morte ao Governo Mundial” e matando alguns dos nossos. Relata a recepcionista Morgana Stora, que teria sido agredida pelos desordeiros. "Foi horrível! Foi horrível!" Ela conta em lágrimas. Nossas equipes identificaram que se tratava do grupo do terrorista Edmund Dante Romanov, composto pela filha do psicopata, Astrid, e Balor Steffens, um ex-caçador de recompensas perito em disfarces que se corrompeu para a vida de terrorismo. Disse o reverendíssimo Tenente-Comandante Kattleback Cruzis, em uma entrevista coletiva concedida a nossa equipe sobre o ocorrido. "Além deles, identificamos também o famoso ativista, guerrilheiro e atualmente terrorista, Gehard 'Gue' Chevarra, filho do ilustríssimo Don Chevarra, nobre local. Um garoto que era promissor, mais um exemplo de como essa 'causa revolucionária' maldita tem corrompido nossa juventude. Devemos lutar contra ela ou ela só nos levará a destruição!" Disse o tenente. Informantes também nos passaram que um grupo de caçadores de recompensa estaria indo atrás da célula terrorista para capturá-los.



South Blue



Baterilla

Foi interceptado através do den den mushi o seguinte comunicado da marinha: "Comunico o desaparecimento de toda a frota do Capitão Santino Baron D'Avilla, "a Estrela Etérea" e Tenente Cliff. A última comunicação que recebemos da embarcação foi de que estavam deixando o Farol, após entregar recompensas a alguns caçadores na localidade, e depois disso não tivemos mais notícias dos mesmos. Contudo; deixo aqui dito minha desconfiança com relação ao clã de caçadores do Kisame, Príncipe dos Mares. Nie, Assassino dos Mares e Gallore Strange. Além de uma pequena figura não identificada, principalmente depois do sumiço desta importante frota, tendo em vista o também sumiço dos caçadores na exata mesma data. Suspeito a possibilidade de estarem de alguma forma ligados ao Exército Revolucionário, mas enquanto não tenho informações concretas, essa informação é confidencial. Registro a execução dos piratas Dan e Lan Strauss, ex-caçadores de recompensas foragidos, pelas mãos do clã do Príncipe dos Mares, o qual já os havia prendido em ocasião anterior, tendo eles implicado fuga da embarcação da Navy que os transportava até a prisão. Vale destacar que, ao que pudemos comprovar, Lan, o irmão ruivo, havia se tornado usuário de uma Akuma no Mi, o que teria dificultado as coisas para os caçadores, fazendo com que ficassem extremamente feridos. Contudo, ao final, mesmo com um ótimo trabalho do clã, o pirata tritão Hilgrin, que estava com os irmãos, conseguiu escapar da captura, e fugir sem seu band. Visto que o mesmo fora exterminado pelos caçadores, incluindo o imediato Spyke." Após o comunicado do Tenente Hans, o quartel não quis dizer mais nada. Talvez fosse apenas um tenente com problemas psicológicos. Afinal, caçadores ajudam a erradicar o mal que os piratas exercem pelos mares.


West Blue



Yakira Town

Hoje registramos uma ocorrência um tanto quanto bizarra e misteriosa na Central de Inteligência da Marinha. Um caso que precisa ser estudado e entendido mais afundo, apesar das poucas evidências que temos por enquanto. O sargento Stanley havia deixado a ilha de Ilusia guiando uma pequena embarcação de oficiais para Yakira Town, a pedido de reforço do Tenente Engels que travava uma batalha naval próxima a ilha. Ao que parece, o admirável conseguiu vencer sozinho a ameaça pirata no mar, mas não recebeu sinal da embarcação de Stanley. Haviam desaparecido. Dois dias depois uma das equipes de busca e salvamento da Marinha de Ilusia registrou o encontro do sargento Stanley, junto dos corpos de boa parte dos soldados na embarcação, mas com o navio em ruinas. Haviam sinais de luta, algumas cabines tinham sinais de que haviam sido reviradas e o barco estava totalmente sem condições de navegar, a mercê das correntezas. O mais interessante é que o sargento Stanley, o único sobrevivente, foi encontrado com ambos os braços quebrados, com uma fratura exposta em um deles, uma das pernas retorcida e, pasmem, um dos olhos arrancado. Ele tem quadro estável, e apesar de conseguir manter a consciência, as poucas respostas que ele dá se limitam a falar quatro nomes; "Ahab", "Edmure", "Henri", "Aigle" e repetir inúmeras vezes a palavra "tornado". Nossas centrais de inteligência têm trabalhado incessantemente para entender este caso, traçar o perfil destes indivíduos, e temos estudado inclusive a possibilidade real de um usuário de Akuma no Mi no West Blue, apesar de esta possibilidade ainda ser muito vaga.

Toroa Island

Segundo testemunhas alguns piratas foram abordados após saírem da biblioteca de Toroa. O grupo era Asken Kanogan, um espadachim que dizem crer e agir no Deus Lusacan. Helves, uma celestial arqueóloga. Bruce Chaos Sun, um mink macaco e Kryn Nerelin, um jovem espadachim de boa aparência. O grupo pirata se deparou com marinheiros que os identificaram e iniciaram um combate, perto de onde Kryn e sua parceira ganhavam a ajuda de Bruce, que saia do bar sem pagar, o que ocasionou que a dona chamasse a marinha. Nesse espaço de tempo, um sujeito misterioso sequestrou Aya, amiga dos piratas Helves e Asken. Em meio aquele caos todo, os dois grupos se uniram para uma causa maior, a perseguição do velho do saco. Ambos grupos correram até encontrar um laboratório do governo, o qual estava sendo protegido por marinheiros. O grupo entrou em combate enquanto o símio Sun invadiu o local. Dentro, mais embate com marinheiros aconteceu, além de agressão a cientistas e possíveis mortes. Lá, encontraram Aya e com ela estavam mais um símio, um gorila chamado King e um tritão estranho. Seguindo um caminho subterrâneo, onde estavam, saíram em um local perto de um armazém do Q.G. da marinha. Boatos dizem que se dividiram com intuito de conseguirem o que almejavam e depois se reuniriam novamente. Asken comprou uma embarcação para fuga. Prontos, o grupo liderado por Helves, foram para a Filial do Banco, onde assaltariam, enquanto o negro chamaria toda a atenção para si da Marinha, invadindo o Quartel. O assalto ao Banco foi tranquilo em questão de civis, apenas pressão moral e reféns, nenhuma morte. Porém; os seguranças internos morreram todos, ou quase todos. Sem guarda, chegou mais uma vez a marinha, liderados pelo sargento Mison. O poderoso homem chamou a atenção do grupo rebelde e propiciou a evacuação do local pelos marinheiros, porém não resistiu a ira dos assaltantes, principalmente Helves e Kryn. Bruce, havia conseguido escapar do Banco junto a King, Aya e o tritão, que havia conseguido uma maleta com certa quantidade de dinheiro da recente filial bancária instalada na ilha. De lá, o grupo seguiu para a embarcação, segundo as testemunhas. No Quartel General, o negro havia falhado e sido preso, porém, em certo momento, ao ser abordado pelo velho que havia sequestrado Aya, o mesmo o soltou e colocou para provar sua força perante a unidade reguladora dos humanos, a Marinha. Invocando e ascendendo Lusacan em seu corpo, o negro sofreu, se feriu, mas conseguiu sair do Q.G. com seguidores e se dirigiu até a embarcação, ponto de encontro. No caminho, o grupo se uniu e enfrentou um grupo de marinheiros que faziam a ronda no porto. Posteriormente, seguiram até a área mais abandonada do porto, onde zarparam e foram em direção a Reverse Mountain. Não a mais informações do grupo, mas caso avistarem os criminosos informem as autoridades, pois, apesar de parecerem piratas inofensivos, seus atos repulsivos falam por si só.

Las Camp

Na cidade de Las Camp ocorreram alguns confrontos com revolucionários. Marinheiros que protegiam um carregamento enfrentaram esses criminosos durante sua missão. Mas no fim a dupla de meliantes conseguiram derrubar os marines. O roubo do carregamento não parou por aí, pois, um sargento da marinha acabou seguindo a dupla até um ponto onde eles tiveram que se esconder em um prédio grandioso. Um dos revolucionários reconhecido como Nyx, um Mink-felino, decidiu por ficar para trás e enfrentar o tal sargento, Kyriel. O mink explodiu uma parte dos andares do prédio durante o confronto com o sargento, mas no fim foi capturado e preso quando o mesmo atravessou a explosão e feriu gravemente o ombro esquerdo do garoto. Segundo nossas fontes, Nyx foi levado em uma maca até os corredores da prisão e quando já estava quase chegando a sua cela, acabou sendo salvo pelos seus companheiros revolucionários que atrapalharam Kyriel para a fuga ser feita. Jiya, outra revolucionária, o ajudou até encontrarem a saída, junto com uma nova pessoa chamada Xi, uma atiradora que parecia gostar de matar pessoas e estava presa no quartel. Na saída da prisão mais um sargento apareceu, Shiza. Ela tentou enfrentar o trio e os feriu durante o confronto, mas não teve chances de impedir a fuga devido ao número maior de lutadores do lado da revolução. Testemunhas afirmam que o trio seguiu até o porto onde efetuaram sua fuga da ilha. É de se impressionar como sargentos deixam prisioneiros escaparem do quartel, mas segundo o responsável do Q.G. Ilusia já foi informado do ocorrido e estão em busca dos revolucionários.


North Blue



Lvnell

Segundo testemunhas revolucionários e piratas se aliaram na cidade de Lvnell. Do lado revolucionário, a missão começou com Katherine Silverstone, A filha do vingador; tentando seduzir os homens, eles caíram facilmente em suas ações até que a invasão começou nocauteando os guardas do portão e Mephisto arrombando o mesmo, enquanto que Raizo e Athenas foram pela retaguarda da missão em pontos dos quais conseguiam pular o muro. Dentro do galpão saíram vários guardas e a batalha entre os revolucionários começou travando um longo e duradouro confronto do qual os revolucionários tiveram uma vitória acima deles, conseguindo saquear o galpão e começar a sua distribuição pelas casas das regiões, entregando suprimentos para eles. Siegfried Uller Frey, Barba Ruiva e Rurik causaram o caos para dentro de um arsenal da marinha, eles conseguiram criar desastre o bastante para que o Capitão Eric fosse pessoalmente resolver aquele caso. Ele via que o Frey não era capaz de ferir o capitão, sendo bem difícil de enfrentá-lo e a diferença de forças era tão grande a ponto que o marinheiro brincava em meio ao combate, mas com uma distração, ele conseguia acertar um único golpe no marinheiro que lhe distraiu. Os meliantes conseguiram escapar com um veículo de fuga. Dentro do barco, eles se encontravam, dando uma fuga marítima daquela ilha e indo direto para a reverse mountain.


_________________________________________



Farol


Apesar da desordem que o Farol costuma ter, devido a quantidade de piratas que tendem a ir para Grand Line, contudo poucos realizam tal feito... um grupo em particular acabou por se destacar dos demais. “Eu, Fanalis B. Ria, declaro agora, como portadora de um vibre card e futura Rainha dos Piratas, que vamos fugir hoje ou morrer tentando lutar por nossas vidas e liberdade!" Foram estas as palavras marcantes em seu discurso que inspiraram e motivaram habitantes do Farol inteiro a segui-la em uma grande revolta. No dia anterior a Ruiva já havia desafiado e vencido o velho Karthus, o ancião conhecido por seus desafios maníacos em troca dos Log Pose. Muitos tem seus objetivos roubados ao perderem para o velho que habita o farol. Vendo a situação dos perdedores que, mandando parte de sua tripulação adiante, a Ruiva permaneceu para lutar pelos oprimidos em um plano de fuga em massa daquele lugar. Por um momento, o Farol se dividiu em dois, de um lado, os fracos e antes perdedores com suas chamas novamente acessas através da liderança da Ruiva e seu fiel seguidor, Juggernault Soviético. Do outro, homens ainda leais ao Don, que tinha seus barcos almejados. Com a ajuda de mais alguns lutadores que se destacavam em meio aquele caos, e com o ânimo de um peculiar bardo que só sabia cantar em tirolês, Fanalis B. Ria conquistou a passagem até a vitória, ao fim, cerca de vinte piratas em quatro barcos diferentes conseguiram escapar, deixando para trás seus companheiros de derrota, homens há muito sem esperança, que agora rogam para que os bem sucedidos daquela ocasião vivam seus sonhos por eles. O conflito foi pronunciado como a "Guerra dos Piores". A princípio Karthus permanece vivo e inteiro, mas aborrecido devido os perdedores terem abandonado o farol, pelo menos alguns.


Grand Line



1° Rota ~ The Wonderful Land

Relatos indicam que o bando da Ruiva atacou novamente! Invadiram e usurparam os nobres de Wonderful Land que estavam sobre a escolta da marinha. Além de soldados marinheiros, estima-se a perda da dupla de mercenários, Skrýmir; o gigante gélido e Genji, além do Sargento Faker. Por sorte eles tiveram a decência de liberar os burgueses, quase todos, Robert Musik continua desaparecido e provavelmente sequestrado pelos piratas. Apesar do comando ter sido da Ruiva, e não tenho dúvidas disso, testemunhas afirmam ter certeza que ela não planejou tudo sem uma certa ajuda. “Grande detetive Rimuru", foram o que os habitantes comentaram, apesar de ninguém conhecer de fato o garoto. Boatos indicam que o celestial enganou a marinha, atraindo os marines para uma armadilha mortal e, segundo os sobreviventes, não pudemos agir em outras áreas de confliot. O comandante das tropas, Sargento Wolves, continua desaparecido, amanhã será feito seu funeral junto de todos os outros. O bando da Ruiva, já denominado pela Marinha, está cada vez mais perturbando as leis da marinha. Segundo o tenente, que optou por permanecer com seu nome em sigilo, já está montando um esquadrão “ANT-RUIVA” com objetivo de erradicar esses piratas que estão evoluindo. Os cartazes estão sendo reavaliado pela marinha e logo o aumento de recompensa será posto devidamente nos criminosos.

2° Rota ~ Ilha Aracne

O bando Chevalie, segundo nossas fontes, se hospedaram em um local na ilha Aracne. Um perigoso pirata apareceu no local, Orfeu, um dos comandantes do terrível supernova Mille Kellig. Após um desentendimento entre os dois grupos, que acabou resultando em violência, o bando pirata conseguiu vencer ele e seus subordinados, e Jacob ficou com a Ushi Ushi no mi model Bison. Uma akuma no mi que o outro pirata carregava. Por terem salvo a estalagem, Nimura concedeu a eles crachás VIPs que dava acesso gratuito aos serviços pagos da hospedaria. Querendo explorar a ilha, os piratas meliantes se reuniram e seguiram juntos para a floresta de Arance, em direção à parte escura onde poucos ousam ir. Alguns boatos dizem que Buzz encontrou por acaso uma akuma no mi. Logo após encontraram um velho doido que surtou quando pisaram sem querer em uma das típicas aranhas da floresta, decidiu por enfrentar o bando, mas não demorou muito para o velho recuar quando o barulho da batalha chamou a atenção da Aranha-Mãe. O grupo tentou lutar contra o gigantesco aracnídeo, mas foram vencidos facilmente, enquanto Jacob foi envenenado. Algumas habitantes dizem que os piratas foram em busca de tratamento e que estão vivos. É uma pena que esses piratas que assombram as ilhas não terem possuído seu fim com a famosa Aranha Rainha. Os piratas possuem cartazes sendo eles; Ryu Tetsuya, O Punho Dourado. Jacob Allan, O Touro. E, Buzz Bee, Ladrão de Mel. Tenham cuidado ao se depararem com esses criminosos, pois, são usuários das terríveis frutas do diabo.

3° Rota ~ Jingle Bell Island

Tudo começou quando um misterioso robô caiu no meio da cidade de Jingle Bell Island e começou a provocar uma ventania sem fim onde é totalmente incomum na ilha, isso fez o agente conhecido como “O Inquisitor” ser encaminhado para a missão onde investigaram a causa do problema e ao desabilitarem o robô, conseguiram retirar a placa-mãe do mesmo para que levassem ao cientista de Endeavor Try, Aune Technies. Ao chegarem por lá foram recepcionados como estrangeiros e que gerou uma grande desconfiança sobre os agentes devido a não gostarem de estrangeiros, em especial, agente do governo ou marinheiros. Foi dado a liberdade para que Aune investigasse a placa-mãe que mais tarde revelou que pertencia a um dos oficiais de Mille Kelig e a mesma estava se dirigindo até a ilha em busca de recuperar a placa-mãe, os agentes foram avisados por Delta através de Eugene sobre este ataque e a ilha se preparou para receber os piratas, com uma boa preparação, eles conseguiram conter grande maioria e o Agente Hoyu se encontrou com Lâmia, A suicida. Travaram uma batalha de vida e morte, onde o agente se saiu vitorioso e conseguiu capturar a pirata ainda com vida e levou ela até a cidade de Endeavor Try, onde se encontrou questionado por Eugene que pegou a custódia da capturada.

4° Rota ~ Tuntz Tuntz Island

Os piratas Helves e Kryn chegaram por um dos cantos mais afastados do porto da ilha. Segundo testemunhas fora avistado a jovem celestial e Asken no centro da cidade. Um dos piratas acabou sendo atacado e o autor desse ataque era um agente líder de uma missão que havia desconfiado dos dois, conhecendo os seus rostos através de seus cartazes e tentando impedi-los de regressar ao barco e capturá-los. O resultado disso foi a morte do agente pelos piratas. Civis afirmam terem avistado Kanogan invadir o porto, mas não sem antes que todos se separassem, indo Helves para a floresta para investigar uma atitude suspeita de alguns agentes e entrando em um confronto e saindo vitoriosa até que alguém a capturasse e Kryn indo para a cidade pelo mesmo caminho pouco tempo depois, mas não sem antes tirar a vida de muitos inocentes que corriam para o lado oposto da invasão, enquanto que Asken ficou no porto. Helves a procura dos homens que haviam lhe sequestrado, segundo testemunhas, perseguindo um homem que supostamente sabia sobre a localização deles e a informação sobre os escravos e após uma dura batalha, obteve informações sobre uma construção, os líderes, seguindo para o líder que havia levado os escravos até lá. O lugar onde ela foi parar ela uma área residencial e teve a sua missão concluída, entregando as informações e completando a missão pelo exército revolucionário e se juntando aos mesmos, enquanto que Nerellin matava uma criança por perto e indo matar a pessoa da qual a Anja tinha lembranças e tinha pedido ajuda. Ninguém mais avistou os piratas pela cidade, mas caso avistem informem as autoridades imediatamente, pois, os criminosos mataram nobres agentes do governo e não possuem misericórdia.

5° Rota ~ Pindorama

O bando da Red Legion após a luta contra Aard, se viu em uma emboscada por agentes do governo que haviam observado a luta e estavam preparados para pôr um fim nos criminosos. Apesar de conseguirem escapar, o Rei Vermelho foi ferido gravemente e segundo nossas fontes o grupo se separou. Aparentemente os outros membros da célula revolucionaria receberam uma nova missão, ir até Pindorama e socorrer Lampião, o comandante local, que estava sendo pressionado por Ash e Dust, dois usuários de akuma e também proficientes em Haki. A relatos que os membros embarcaram no expresso oceânico até Pindorama. Tendo descoberto que no expresso havia um vagão com escravos, eles os resgataram. Porém! Pagando o preço de caírem em outra emboscada tanto externa quanto interna, devido alguns agentes disfarçados entre os escravos. Mais uma batalha intensa, apesar de rápida, sucedia e com a ajuda de Dormaru, um senhor mestre em Haki, o grupo conseguiu escapar junto aos escravos resgatados. A Red Legion acabou por se desfazer, sem maiores informações referente ao motivo, uma nova célula revolucionária foi criada, denominada como; Seasons! Que é regida pelos irmãos: Tidus e Axell Belmont! A filha do grande marinheiro Till, Elsa Volkerball e Frisk Dreemurr. Chegaram em pindorama e decidiram por libertar alguns escravos que trabalhavam em uma fazenda. Segundo nossas fontes, Axell chegou de trem na cidade e causou uma confusão na estação enfrentando um agente no local, o resto do grupo se encontraram com lampião e receberam a informação do que ocorrerá na estação de trem, e se dirigem para lá. Depois de uma difícil luta contra o agente que causava ilusões, o grupo saiu vitorioso. Testemunhas afirmam que a célula estava em outra missão com intuito de libertar outros escravos e destruir uma arma antiga que estava sendo reconstruída pelo governo utilizando os poderes de Jasmine que havia sido capturada na estação quando Axell entrou na ilusão do agente. O governo nega tal situação e diz que os revolucionários estão tentando manipular o povo.

6° Rota ~ Reino Sakura

O bando das Calamidades foi avistado em Sakura Island. Segundo testemunhas, o grupo se separou ainda com motivos desconhecidos. Aaron DeWitt, Fantasma Escarlate, acabou por seguir para Big Horn juntamente com Bell Farest, Lâmina Demoníaca. Alguns moradores afirmam que Aaron foi visto usando os poderes da Numa Numa no Mi. Se tornando um Homem-pântano. Categorizada como uma rara Logia. Bell também foi avisado utilizando as capacidades de outra rara Logia, identificada como a Suna Suna no mi. Tornando-se um Homem-Areia. Duas Logias em um mesmo bando certamente fará a marinha priorizar o grupo que o próprio nome já diz o que são. Masimos Titã Howker, Emissário da Morte, foi visto em Cocoa juntamente com Nero Blackwater. Segundo testemunhas o tritão obteve o poder de uma rara arma conhecida como; Babylon do trovão. Alguns boatos mencionam que o grupo estaria orquestrando um tipo de plano para criar caos na ilha. Sakura não possuir quartel general da marinha, mas ainda assim tem a guarda real do reino que já está ciente da chegada do bando na ilha. Relatos afirmam que Masimos e Aaron haviam ido atrás de Bell que se envolveu em uma confusão com o Necrotério do Shichibukai William Fish. O espadachim foi o primeiro a se infiltrar no local após derrotar o robô PX-SNOW, depois disso abriu as portas para os prisioneiros e também um exército de zumbis serem libertados, causando um verdadeiro caos no território do Shichibukai. Em meio a essa confusão, as Calamidades tiveram que lidar inicialmente com os guardiões do Necrotério, poderosos cyborgs capazes de dar um certo trabalho para os piratas. Porém, o verdadeiro inimigo surgiu apenas depois quando cada um deles foi desafiado por um desconhecido que não parecia ter ligação com o Necrotério, segundo os poucos sobreviventes do massacre. Alguns tiveram bons resultados em combate, outros nem tanto, mas no final nenhum desses inimigos que também se intitulam “Calamidades” chegou a ser derrotado, o que significa que uma batalha no futuro ocorrera entre esses os piratas. Byakushi, a Calamidade inimiga de Masimos, é um usuário da zoan mística do Shinigami e com o auxílio da “Joia da Alma” guardada no Necrotério foi capaz de devorar a alma de todos aqueles que estavam presentes o quarto andar do necrotério, com exceção das três Calamidades e da ex-caçadora de Recompensas, Vayu, os únicos fortes o bastante para resistir ao poder da morte. Alguns civis afirmam que avistaram o navio dos piratas seguiram para Alabasta.







Créditos

Roteiro:
Marciano

Edição de imagem:
DEV.Ryan

Revisão e Supervisão:
Marciano

____________________________________________________

~Fala / Narração


 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Marciano
Emissário da Morte
Emissário da Morte
Marciano

Créditos : 42
Warn :
Masculino Data de inscrição : 15/09/2014
Idade : 25
Localização : Na Monstrolandia...

MensagemAssunto: Re: SeaGull Newspaper - Agosto a Dezembro de 2018    Ter 25 Dez 2018, 13:55





Entrevista #10: Ravenborn



1: Quem é o Ravenborn? De onde você vem? Para onde vai? O que deseja?

Bem, o Raven da vida real é um rapaz com (atualmente) 18 anos de idade, daqui do Brasil mesmo, e que mora em Recife. Desde o começo desse ano eu tenho cursado Ciência da Computação numa federal daqui do estado e, no momento, estou no segundo período (e puta merda, a vontade de estrangular uns professores é real), mas por mais difícil que esteja lidar com algumas das cadeiras, acho que tá dando pra levar kkk. Desde pequeno eu gostei muito dessas coisas de jogos, desenho animado e computador em geral, e eventualmente eu passei por uma fase em que eu consumia anime a uma velocidade estúpida todo dia, que foi inclusive a época em que eu comecei a assistir One Piece. Quanto ao futuro, esse contato todo com essa cultura me fez sonhar em fazer os meus próprios jogos, e eu fiquei com essa ideia na cabeça de virar Game Designer. Agora, eu sei bem que não é exatamente um mercado fácil, especialmente se você for um desenvolvedor indie, então eu não acho que vou tentar transformar isso numa carreira - a área de TI ainda tem bastante coisa interessante que eu posso tentar, afinal. Mas como sempre foi e ainda é uma paixão, eu ainda pretendo criar alguns jogos ou eu provavelmente me arrependeria no fim da vida, então sei lá, quem sabe vocês não me veem publicar alguma coisa daqui a alguns (muitos) anos Norio

2: Menino Raven é antigo no forum e isso é inegável. Quer contar um pouco da sua história até agora?

Talvez eu seja até um pouquinho mais antigo do que pareço . A verdade é que eu conheci o fórum enquanto eu procurava algum RPG de One Piece pra jogar (acho que tava assistindo Thriller Bark na época, a hype tava enorme), e ele foi o primeiro link que apareceu. Eu nunca tinha visto um RPG de fórum e apesar de parecer tudo bem estranho à primeira vista, eu comecei a ler as regras e achei bem interessante. A questão é que na época eu basicamente nem cheguei a jogar (talvez tenha criado uma ficha, não lembro) e esqueci do fórum por bastante tempo, até que a vontade de jogar um RPG voltou e eu procurei ele outra vez - criando essa conta, já que eu não faço a menor ideia de qual era o nick/senha da outra Norio. Fiz a Mini-Aventura novamente, já que eu não lembrava de porra nenhuma (por sinal, serei sempre grato ao Sky por me ensinar com paciência Mestre Miagy) e finalmente eu estava pronto para me aventurar no mundo do OPRPG.

Mas, bem, tiveram alguns imprevistos To nem aí!. O primeiro personagem que eu criei foi basicamente baseado no Braum (eu tenho esse hábito de recriar os personagens que eu gosto pra narrar, não sei se é algo bom mas enfim kkkk), e mesmo antes de ter a ficha aprovada, eu comecei a conversar com alguns outros novatos da época, no intuito de me juntar a um bando, já que eu queria ser Pirata. O problema é que pouco tempo depois de eu começar minha primeira aventura (solo, já que eu iria me encontrar com o bando mais pra frente) o pessoal com quem eu ia fazer grupo foi sumindo, e eu acabei resetando. Isso aconteceu duas vezes, inclusive, e eu só parei quando eu resolvi que não ia fazer mais personagem pra bando nenhum e criei o Ryou. Eventualmente, eu me juntei com o Hizy e a gente se divertiu bastante narrando junto, mas como o fórum resetou (é, dessa vez não fui eu), não deu pra ir tão longe assim com a dupla.

Chegado o reset atual, eu tava pra fazer outra dupla com o Hizy quando fui convidado pelo Van, que eu tinha conhecido e conversado um pouco durante o reset anterior, pra entrar num grupo que ele tava montando (que futuramente viria a se tornar a famosíssima Red Legion). Conforme fomos juntando pessoas, o grupo foi ficando bem, bem grande, e ficamos entre ser piratas ou revolucionários (se bem me lembro, vai ver eu tô viajando), até decidirmos ficar com o último. Foi assim que eu conheci o Raizen, o Tidus e o Axell, inclusive, gente que no máximo já tinha ouvido falar a respeito antes. Foi uma sensação engraçada, porque estávamos eu e o Hizy no meio de um monte de veteranos, galera que pra nós, relativos novatos ainda, eram basicamente umas lendas kkkk. Muita coisa aconteceu de lá pra cá, mas mesmo com os altos e baixos, eu não tenho dúvidas de que foi uma experiência incrível (e que vai melhorar, fiquem de olho na Seasons), e me deu a chance de fazer amizades pra vida toda. Só tenho a agradecer ao pessoal.

3: Para alguns que não sabem, você teve outra personagem após o reset. Qual é a maior diferença entre ela e o personagem atual?

Bem lembrado, kkk. Já no início do reset, quando a Red Legion ainda tinha todos os seus vários membros, eu me juntei com o Hizy (que era a pessoa com quem eu de longe tinha mais intimidade, já que tínhamos jogado juntos no reset passado) e começamos a planejar nossos personagens. No meu caso, eu criei a Aisha, que usava um PP da Morgiana e era a irmã mais velha do personagem do Hizy, que por conta do passado deles, tinha uma desconfiança imensa de estranhos e fazia de tudo pra proteger o irmãozinho - o problema é que pouco tempo depois de começar a narrar com ela, eu percebi que ia acabar não me dando tão bem com a personagem, e acabei fazendo outra ficha o quanto antes pra não ficar tão pra trás assim. Eu não sei dizer bem exatamente o que me fez largar a personagem, pra ser sincero, mas eu acho que foi uma opção melhor do que acabar resetando tarde demais e não ter mais como me juntar com o pessoal.
Dessa segunda ficha nasceu Frisk, que é meu personagem atual. Sendo sincero, ele foi feito meio às pressas e na hype que eu tinha pra Undertale na época (por sinal, ótimo jogo, joguem se tiverem a oportunidade), e é um personagem bem, bem raso. Como eu não podia perder muito tempo já que a aventura já estava andando, eu corri com a construção da história e da personalidade, não planejei muita coisa pra futuro dele, nada. É um personagem bem falho na minha opinião Norio. Felizmente, com ajuda do pessoal, eu consegui ir desenvolvendo ele aos poucos, de forma que mesmo que ele tenha começado como um personagem bem ruinzinho, é agora um que eu tenho bastante orgulho de ter criado. Ainda dá pra melhorar muita coisa no Frisk (assim como na sua segunda personalidade), mas isso eu acredito que dá pra ir fazendo ao longo das aventuras, como foi até então. Às vezes eu acho engraçado como alguém que era basicamente um novato no reset passado tem um dos personagens mais fortes do atual, e novamente, eu acho que isso é tudo graças a todo mundo que me ajudou nessa aventura toda. No fim, eu gosto bastante do Frisk e não me arrependo de ter trocado de ficha. Mesmo assim, a ideia é sempre seguir melhorando!

4: Como um player antigo no forum tenho a certeza que narrou/leu/participou em aventuras engraçadas ou interessantes. Consegue se lembrar de alguma aventura "marcante"?

Ah, com certeza. Acho que só considerando as aventuras que tivemos nesse reset atual, já tem bastante história interessante pra contar. Mas acho que se eu tivesse de contar a aventura mais marcante que o grupo da gente teve, provavelmente seria a que tivemos em Cactus Island, o Buggy fez um trabalho incrível como narrador e a aventura teve ação de qualidade do início ao fim. É uma aventura que eu realmente recomendo o pessoal dar uma lida se aparecer a oportunidade, porque foi realmente muito legal (apesar de que minha narração da época era meio cringy e me deixa com vergonha hoje em dia).  O Frisk tomou um suco de laranja num bar cheio de caçadores; um banheiro caiu em cima do Tidus e do Axell; um NPC muito importante pra gente morreu (por minha culpa, fuck); nós fomos presos; o Axell ficou semi-morto e foi salvo por um médico que roubou as coisas dele como pagamento, só pra depois ser considerado uma espécie de herói profético por uns índios da ilha (ganhando o título de Cavalo Louco); escapamos da prisão com ajuda de personagens do Overwatch; sequestramos um agente do governo; rolou uma guerra imensa entre nosso grupo + os índios contra marinheiros e agentes, contando inclusive com vários personagens que eram filhos do antigo personagem do Volker além do próprio Till Volkerbäll; o Frisk teve que lutar ao lado do Till contra um Comandante revolucionário que tinha perdido o controle por causa da Akuma no Mi...e isso é apenas um resumão da parte que aconteceu mais perto do meu personagem, ainda rolou muitas outras coisas do lado do Raizen e do Matheus também. Foi confusão atrás de confusão, surpresa atrás de surpresa, e eu acho que foi a aventura mais divertida que eu tive o prazer de ter aqui no fórum (apesar de termos saído de lá quebrados, valeu a pena Oh yeah! XD).

5: Bom, como antes citado nessa entrevista, Raven é um player antigo então não é de se surpreender que ele já tenha tido personagens antes e pós reset, existe um personagem que você considera como marcante de alguma forma? Seja aquele que você mais gostou de narrar ou tenha feito parte de um bom momento em sua vida?

Apesar do Frisk ser de longe o meu personagem que mais se desenvolveu e de eu gostar muito dele, acho que é importante falar um pouco do Ryou também, já que ele foi  o primeiro personagem do reset passado com quem eu consegui durar bastante (e provavelmente teria continuado durando, não fosse o fórum ter resetado). Como eu já falei mais acima, eu criei alguns personagens no começo da minha estadia no fórum, mas tive que excluir cada uma das fichas porque o pessoal com quem eu ia formar bando sumia ou parava de jogar; foi com isso que eu decidi que se eu continuasse fazendo personagem pra grupo, eu não ia nunca sair dos Blues e fazer alguma coisa legal. Foi pensando nisso que eu criei o Ryou (percebe-se a minha falta de criatividade pra nomes, já que eu simplesmente meto o nome do PP nos personagens ), a ideia era ter um personagem independente de qualquer bando ou grupo, um com quem eu pudesse jogar tranquilamente mesmo se estivesse solo.  Ele até lembra um pouco o Frisk no sentido de que também tinha duas personalidades, uma mais calma e outra agressiva, mas o caso dele tava mais pra uma bipolaridade já que as personalidade não tinham uma separação tão grande assim. Eu acho que ele foi marcante justamente por ter todo esse tema de liberdade em volta dele, já que eu decidi que ia fazer o que desse na telha com o personagem, que ele iria ajudar quem quisesse ajudar, e bater em quem quisesse bater. Narrar ele junto com o Hizy foi divertido de verdade pra mim (acho que em parte por conta da narração do Blum também, que por mais loucura-pura que fosse, era bem engraçada e divertida de participar). Eu aprendi muito com ele (especialmente a fazer personagens pra mim, não pra grupo), mesmo que talvez não tanto quanto eu aprendi com o Frisk, e com certeza vai ser um personagem que eu vou lembrar pra sempre.

6: Para alguém com tanta história e experiência, para chegar aonde chegou você deve ter tido uma dedicação em cada personagem e como player também, isso é um fato, há algo que possa falar para os jogadores que estão chegando agora? Compartilhe um pouco do seus conhecimentos com os mais novos

Vocês tão quase me fazendo parecer mais velho do que eu realmente sou Norio. Mas nesse caso, sim, eu acho que tenho algumas dicas que eu posso dar pro pessoal que tá chegando agora - não levem nada do que eu disser como verdade, mas pensem um pouquinho a respeito, provavelmente vai servir pra alguma coisa kkk.

Primeiro, quanto à criação de personagens, isso é algo que como eu já comentei algumas vezes aqui eu tive de aprender na marra, mas não faça um personagem pros outros, faça ele pra você. No final das contas, você só estaria arriscando ficar desmotivado e acabar resetando mais pra frente no jogo. Outra coisa: PvP é algo que quase nunca acontece nesse fórum (exceto em eventos, é claro), então a menos que você dê muita importância pra isso, não existe necessidade nenhuma de se preocupar tanto assim com build. Se você tem uma ideia legal, que use uma Akuma no Mi bem fraca pra combate, mas acha que ela seria extremamente divertida de narrar...sério, vai em frente. Tanto eu quanto outras pessoas do grupo já passamos por momentos de desmotivação, e não existe nada pior do que ter que ficar postando por obrigação. Mais importante do que qualquer build forte pro late game é você se divertir com seu personagem (até porque é esse o objetivo de um RPG, se divertir kkk), então comece por aí que com certeza vai ser melhor.
.
Segundo, tentem sempre aprender com o pessoal mais experiente, especialmente no quesito da narração. Uma narração boa é muito importante pra chegar longe aqui no RPG, e por mais que não dê pra entregar uma "fórmula definitiva" pro sucesso nesse quesito, você sempre vai absorver muita coisa boa só de ler as aventuras de uns players com narração legal (o Volker é um bom exemplo, vai ler as aventuras dele). Se você sentir que mesmo isso não tá te ajudando tanto, ler mais livros também foi algo que me ajudou bastante (eu passei a narrar em primeira pessoa depois de voltar a ler Rick Riordan, por exemplo), e você pode também pedir dicas ao pessoal. O importante é não se acomodar e não ficar achando que você tem uma narração "incompreendida". Se as suas notas estiverem vindo baixas, com certeza tem algo que dá pra consertar, e é importante aceitar o fato de que você pode melhorar em vez de insistir em ficar batendo na mesma tecla.

7. Bem, acho que com tanto tempo no forum você esteve presente em grande parte de mudanças importante, ao menos uma delas que tenha mudado um sistema por completo, poderia nos falar um pouco sobre uma das mudanças que você considera melhor e outra pior? Conte-nos os motivos também?

Como eu não só estava presente mas também ajudei um pouco na época do último reset, eu acho que consigo falar um pouco sobre isso sim. Sendo bem direto, eu acho que uma das mudanças dessa época que mais me agradou foi a parte de transformar a XP em pontos de atributo, removendo assim aqueles treinos bem chatos que precisava fazer antes e simplificando bastante o jeito de se medir a força de um personagem. Se você tem um total de 50 de XP, isso significa que você tem um total de 50 pontos distribuídos + bônus, como Arma , EdC e afins. Isso facilitou bastante a vida de todo mundo.  Ao mesmo tempo, eu também sou grande fã das mudanças que fizemos nas técnicas: apesar de nos níveis mais baixos o dano delas ser basicamente o mesmo de um ataque normal, isso pelo menos resolveu o problema de técnicas que conseguiam dar Hitkill no reset passado, já que você podia buildar Full Acerto pra ter altas chances de acertar, e ainda assim fazer uma técnica de Dano + Acerto pra causar um estrago esmagador mesmo tendo um Dano baixo. A mudança puxou o uso delas bem mais pro lado narrativo, o que é algo que eu ao menos considero ser bom. Fora isso, teve também a adição das Técnicas Supremas, que por si só é um sistema bem divertido de usar, então no geral foi uma mudança que eu curti bastante.

Do lado "ruim", eu sinceramente sempre vejo uma coisinha ou outra que me desagrada em alguma mudança, às vezes por motivos pessoais mesmo, outros porque eu simplesmente não vejo sentido. Uma mais recente foi remover completamente a possibilidade de causar certos efeitos a partir de técnicas no PvP, como a Paralisia. Eu entendo que PvP quase nunca acontece, e que esse tipo de coisa gera choro no fim das contas, mas na minha opinião você mudar uma coisa dessa forma só porque vai ter gente chorando por se achar injustiçado é bem zoado. Eu também não fui muito com a cara das mudanças nas Meitous/Babylons que fizeram recentemente, já que depois de removerem até o Kairouseki, elas simplesmente não parecem mais uma alternativa minimamente viável se comparadas a uma Akuma no Mi. E por último mas não menos importante, eu acho que resistência é quebrado e tem é que nerfar mesmo Norio.

8. Ah, chegamos naquele ponto, as amizades, acho que em outras edições essa pergunta já deve ter aparecido, mas é sempre bom relembrar dos bons momentos com outros jogadores. Nos conte um pouco sobre as amizades que fez durante esses anos jogando, quem são as pessoas que você mais considera? Por que?

Eu falei um pouco disso nas outras sessões, mas com certeza tem muita gente nesse fórum com quem eu pude criar uma relação muito legal, e eu só tenho a agradecer a todo mundo. Não acho que dê pra citar todos de cabeça assim, então eu peço desculpas se eu esquecer de alguém, mas vou dar o meu melhor aqui Norio.
Primeiramente, o Sky, que foi como um professor pra mim dentro e fora da mini-aventura, e sempre me ajudou muito em bastante coisa desde o reset passado; o Hizy, que foi a primeira pessoa com quem eu realmente consegui fazer uma dupla de fato (já que os bandos em que eu entrava costumavam sumir ), ele foi alguém com quem eu me diverti demais jogando no reset passado e um pouco também nesse atual, e eu com certeza nunca vou esquecer dessas aventuras que a gente fez; os gêmeos Hoyu e Roronoa Caio Ceji, que apesar de eu nunca ter tido a chance de jogar junto com eles, acabaram se tornando grandes amigos com quem eu converso praticamente todo dia, amizades que com sorte eu vou levar pra vida; e por fim, mas não menos importante, todo o pessoal do meu grupo atual, Tidus, Axell, Raizen e Volker principalmente, que foram os de quem eu acabei de me aproximando mais ao longo desses anos, e que são basicamente uma família pra mim. Não dá pra citar todo mundo, mas o fórum como um todo me proporcionou a chance de encontrar muita gente legal, e mais uma vez, eu só tenho a agradecer. Valeu seus lindos.

9. As vezes acontece dos jogadores sentirem um certo desânimo com o personagem ou pensam em build que seriam melhores e que se adaptariam melhor com o estilo de narrar, em algum momento, jogando com o personagem atual Frisk, sentiu vontade de desistir do personagem por algum motivo? Conte-nos a respeito?

Ah sim, com certeza. Aconteceu mais de uma vez ao longo desses anos, inclusive, e eu não tenho a menor dúvida de que eu teria resetado se não fosse pela força que o pessoal do grupo me deu nessas ocasiões. Eu já falei isso aqui, mas como o Frisk foi um personagem criado nas pressas e no hype, ele não foi bem planejado e é um personagem bem raso. Quando os problemas começaram a aparecer (a dificuldade de lidar com a dupla personalidade, por exemplo) eu já comecei a me perguntar se tinha sido realmente uma boa ideia fazer o personagem correndo (spoiler: não foi), mas deu pra continuar jogando sem muito estresse até aí. A primeira vez em que eu realmente achei que fosse resetar foi quando o Hizy saiu do grupo. Algumas pessoas já tinham deixado o grupo nesse ponto, que tinha começado bem grande e foi diminuindo aos poucos, mas nenhuma dessas saídas me afetou tanto porque eu não era tão próximo assim desse pessoal. Mas no caso do Hizy, que era não só um bom amigo como também alguém com quem eu tinha jogado por um bom tempo no outro reset, eu fiquei incerto quanto a seguir sem ele.

Felizmente, eu conversei com todo mundo na época, e o Raizen principalmente me ajudou pra caramba. Num de seus raros momentos de paciência (Norio), ele conversou comigo e me convenceu a continuar tentando, a arranjar novos objetivos pro meu personagem (que era bem apegado ao do Hizy, na época) e ver no que ia dar. Então eu segui jogando e me esforçando pra me divertir com o pessoal, a aventura logo após isso inclusive sendo a mais divertida que eu tive nesse reset até agora (a de Cactus, leiam). Depois disso, eu acho que nunca teve um momento em que eu cheguei tão perto de criar outra ficha, mas momentos de desânimo houve sim, geralmente com a saída de outras pessoas (que a essa altura eu já considerava uma família). Quando o Axell parou de jogar, por exemplo, ou quando o Raizen saiu do grupo também, eu fiquei um pouco na dúvida de como ia ser o futuro dali pra frente. De vez em quando a falta de planejamento do Frisk volta pra me atormentar, mas isso aos poucos eu acho que tô conseguindo resolver To nem aí!. Então é isso, se você em algum momento se sentir desanimado com seu personagem, tente conversar com o pessoal com quem você joga, ou a algum amigo seu aqui no fórum. Mas se nada adiantar, de novo, o importante aqui é se divertir. Não tem vergonha nenhuma em resetar se você não estiver se divertindo nem um pouco com o personagem atual.

10. Conte-nos um pouco sobre seus planos para o futuro, seja como player - para adquirir algum cargo ou algo do gênero - e como personagem, o que você mais espera para esse ano de 2019 que está entrando ai?

Hmm, eu diria que como player, o meu objetivo mais importante por agora é melhorar a minha narração, que na minha opinião tem estado beeem estagnada ultimamente. Não que ela não tenha melhorado ao longo desses anos, mas eu sinto que ela tem estado mecânica demais - os posts não são mais tão divertidos de ler como antes, salve um ou outro. Eu não acho que devo ir atrás de cargos no futuro, pelo menos não por enquanto, a não ser que aconteça como aconteceu uma vez, que a área de Mini-Aventuras tava parada, e eu peguei algumas junto com o Marciano pra ajudar. Nesses casos, eu não me importaria de dar uma forcinha. Mas desde o ensino médio e agora com a faculdade (e somado a isso, minha vagabundagem) eu tenho tido cada vez menos tempo pra dedicar ao fórum em si. Então eu prefiro não tentar de novo por enquanto do que arriscar e acabar deixando alguém na mão, como aconteceu na minha época de GM em que eu simplesmente sumi por falta de tempo Norio.

Pro personagem, porém, tem bastante coisa que eu quero fazer. A princípio, chegar no Lv6 vai ser um marco muito legal, porque vai abrir diversas portas pro Frisk; desde uma nova técnica suprema, pra qual eu tenho planos junto com o Volker de fazer algo usando o Poço de Lázaro, até uma especialização de EdC pra mudar um pouco o meu jeito de lutar com ele que tá bem engessado. Também tem muita coisa interessante pra fazer como um grupo nessas próximas aventuras, incluindo a treta com o Ross, que se der certo vai ser um feito enorme e que com certeza vai criar um impacto no fórum como um todo. E depois disso, enfim, vai ser desbravar o Novo Mundo, que pra mim era praticamente um meme (especialmente com aquela parte da descrição das técnicas de nível mais alto kkk) já que eu nunca tinha visto ninguém chegar lá no fórum. Acho que isso em si já é uma honra, chegar tão longe assim foi uma puta de uma jornada - jornada essa que eu espero que continue divertida daqui pra frente.

11. Agora vamos falar do que o povo gosta Dat Beard, vamos falar de tretas! Nos exponha alguma treta que tenha acontecido durante seu período no forum (dentro do bando ou no próprio rpg), quanto mais detalhes melhor!

Nessa parte eu acho que eu infelizmente vou decepcionar muita gente Norio. Eu tenho o costume de tentar me manter fora de confusão tanto quanto possível, e eu sinceramente acho que nunca cheguei a me desentender com ninguém aqui no fórum ao ponto de poder chamar isso de "treta". Algo que não se encaixa bem nisso, mas que acaba sendo uma história um pouco engraçada, foi mais ou menos da época em que eu entrei no fórum com essa conta, e eu tinha convidado um amigo pra jogar junto comigo (apesar de que no fim das contas ele não se interessou tanto e nem sequer chegou a terminar a Mini-Aventura, se bem me lembro). Enfim, como eu estava passando as férias na casa dele, nossas contas estavam com o mesmo IP, o que é uma flag clara pra DA. Nesse momento, eu e ele recebemos uma MP muito amigável do Van, que na época eu acho que era ADM, mandando um gentil "Que palhaçada é essa?" e falando algo sobre Double Account Oh yeah! XD

Eu tive que tirar uma foto com meu amigo e mandar pra staff na época, essa porra inclusive ainda deve estar por aí em algum lugar . Eu acho que fora isso, o mais próximo que eu poderia chamar de treta eram as brigas que volta e meia aconteciam na RL, geralmente envolvendo o Raizen pistolando com alguma coisa Norio. Mas como o grupo nesse ponto já era basicamente uma família, acho que todo mundo entendia bem que ele era esquentado mesmo, tanto que muitas vezes ele vinha pedir desculpas no dia seguinte. Deixo minhas desculpas aos treteiros e treteiras de plantão, mas eu infelizmente não tenho muito a comentar nessa parte não

12. Estamos chegando a mais um fim de entrevista, eu gostaria de ter mais tempo para produzir as perguntas, mas já estou entregando-as com atraso xD, poderia indicar outro player para aparecer na próxima entrevista? Favor não indicar players já entrevistados.

Bem, como com essa minha entrevista agora quase todo mundo do nosso grupo já foi entrevistado (no caso eu, o Tidus e o Volker), acho que é uma boa oportunidade pra completar isso. Se ele tiver afim, claro: eu indico o Axell








Créditos

Entrevistador:
Cubo Nito
Johnny Bear


____________________________________________________

~Fala / Narração


 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Marciano
Emissário da Morte
Emissário da Morte
Marciano

Créditos : 42
Warn :
Masculino Data de inscrição : 15/09/2014
Idade : 25
Localização : Na Monstrolandia...

MensagemAssunto: Re: SeaGull Newspaper - Agosto a Dezembro de 2018    Ter 25 Dez 2018, 16:07





Especial de Natal #1:

Perguntas para os Staffers!





1- O que é o fórum para você?

2- O que o fórum lhe proporcionou ou ainda lhe proporciona?

3- Estamos atualmente numa era estável e com uma enorme leva de players novatos.  A staff geralmente é formada pelos membros mais antigos, existem alguns casos a parte, mas quase sempre são players que possuem uma enorme bagagem. O que você (macaco veio) diria para os novatos que não sabem como criar uma boa ficha, uma boa aventura ou até mesmo combinar um bom enredo com narrador... qual experiência você mais gostaria de transmitir aos inexperientes?

4- Por final pedirei que deixe uma mensagem de natal para o fórum. Talvez queira agradecer a alguém que lhe ajudou antigamente, ou alguém que lhe inspirou a jogar ou a se tornar um Staffer. Uma amizade em particular, enfim. Fique à vontade para expor o que desejar!





~~ Respostas ~~



Tonikbelo/Hitler/Boss/BeijoGrego.

1. É meio chiche, mas o fórum é a minha segunda casa. Estando aqui a mais de 7 anos, é onde eu passo a maior parte dos meus dias, já que normalmente não saio muito ou faço outras atividades no meu dia a dia e tendo dedicado tanto tempo assim, e sendo hoje o dono, eu me apeguei de verdade a ele, é quase um filho pra mim. Eu realmente amo esse lugar e as coisas que ele me proporcionou, mas confesso que as vezes acabo vivendo uma relação de amor de ódio, já que mesmo me divertindo com o que faço na maior parte das vezes, sempre tem aqueles momentos de frustração e que eu tenho vontade de só largar tudo de vez. Importante é que no final eu sempre tenho ainda mais vontade de me dedicar a ele e ajudar ele a continuar crescendo e evoluindo.

2. Nesse tempo todo, não dá pra deixar de destacar a quantidade de amigos que esse lugar me deu. Eu conheci aqui muita gente que serei eternamente grato por tê-las conhecido e que gostaria de levá-las pra sempre em minha vida. Tem muita gente foda e que eu tenho um carinho muito especial, fazendo com que nossa amizade vá além do fórum em si. Tem também todas as experiências e aprendizados que esse lugar me proporcionou. Quando se está num lugar assim a tanto tempo, você passa por muita coisa que te faz aprender bastante, as vezes até mesmo ensinamentos que você pode levar pra vida além daqui. Por fim são as milhares de horas de diversão durante minha estadia aqui, elas já me proporcionaram muitas gargalhadas e tenho certeza que ainda continuarei me divertindo muito e conhecerei ainda mais pessoas graças a ele.

3. Quando se é novato é realmente difícil conseguir criar algo que vá te fazer se prender por muito tempo e eu não vejo isso como algo totalmente ruim, afinal, a infinidade de possibilidades que se tem num RPG como esse gera mesmo esse sentimento de querer experimentar mais e mais coisas e isso acaba te fazendo as vezes não se agradar com a ficha atual. Mas como a pergunta era sobre uma boa ficha, bom, eu não sei se há de fato um padrão do que seria uma boa ficha, já que em teoria se ela agrada ao dono, ela é boa, então, faça aquilo que você saiba que vá te agradar e não tente muito condicionar sua jogabilidade apenas a um fator ou a jogabilidade com outras pessoas. Coisas que não dependem de você podem se tornar bem frustrantes se não realizadas e isso faz com que se acabe perdendo o gosto pela ficha. Foque em coisas que você possa realizar independente de fatores externos e tenho certeza que você conseguirá se divertir muito!

4. Minha mensagem vai para todos do fórum, sem exceções, até mesmo para aqueles que já nem estão mais aqui e também para os que chegarão algum dia. Todos vocês foram e são muito importantes para o que o One Piece RPG é hoje, e como dono eu me sinto muito honrado de ter todos vocês aqui. Como disse, este lugar significa muito para mim e sem cada um de vocês ele certamente não seria o que é hoje e eu seria alguém bem menos feliz se não fosse assim.

Evitarei fazer dedicatórias aqui de forma individual ou citar nomes, porque seria muito injusto já que não dá pra fazer isso com todos, mas tenho certeza que as pessoas que foram importante pra mim sabem disso e deixo aqui pra elas um agradecimento por tudo que fizeram por mim!

Obrigado por todos vocês terem sido meus amigos nesse tempo! Tenham a mais absoluta certeza que até mesmo aqueles com quem eu não tenho muito contato tem um lugarzinho no meu coração, porque no fim, cada segundo da minha vida que dediquei para ajudar esse fórum só valeu a pena porque no final todos nós pudemos nos divertir juntos. Vocês são fodas!

Desejo a todo o One Piece RPG um Feliz Natal e um próspero Ano Novo e espero todos aqui denovo em 2019 para continuarmos nossa história!



Tidus/Taidus/BlueLegion/Luiza

1. Hum... Acho que nunca parei para pensar a fundo sobre isso, mas acho que o principal é um local onde podemos nos reunir com os amigos para jogar RPG de um universo que tanto amamos. Conheci muita gente bacana nesse tempo de fórum, provavelmente só fiquei aqui tanto tempo por conta disso, com tempo acabei criando um carinho especial pelo fórum, foi meu primeiro RPG do gênero e por mais que inicialmente tenha ficado apreensivo acabei gostando mais do que podia imaginar e hoje abandonar isso seria quase tão difícil quanto largar um vicio.
O fórum é um lugar para "viver outra vida", nos desligarmos um pouco dos problemas de nossas vidas e pensar nos problemas da vida dos nossos personagens (Norio) mas pelo menos aqui podemos descer a porrada em quem não gostamos sem medo do amanhã AUSHSAUSAHASASUHASU.

2. Essa pergunta é meio parecida com a anterior então vou tentar não me aprofundar no que já falei, como ser lazer, um escape e um local para jogar com os amigos e fazer novas amizades jogando conversa fora em vez de fazer algo produtivo da vida.
Mas algo que o fórum me proporciona muito é vontade de escrever e ler, eu nunca fui uma pessoa que lê muito, digo por laser, já que por obrigação sempre tem o que ler. Me ajudou muito na escrita e ainda ajuda, português é uma linguá de merda onde temo um monte de "porque" pra varias coisas diferentes por exemplo (Brazil, por quê?).
Enfim, o fórum também proporciona muitas risadas e perolas, então se você não participa do Discord ta dando bobeira e deixando de rir com as bobeiras e frases fora de contexto.

3. O primeiro passo é a criação do personagem, tudo começa e pode terminar ali mesmo. Antes de fazer um personagem PENSE bem, mas muito bem mesmo, não faça a primeira coisa que vier na sua cabeça, analise suas opções e pense consigo mesmo: "Eu vou gostar de narrar isso? Vou conseguir narrar isso?" As vezes temos uma ideia diferente, super inovadora mas não conseguimos entrar no personagem.
Outra dica é não fazer um personagem preso a alguém ou a alguma coisa, um erro que muita gente comete é fazer um personagem que só funciona junto do personagem de outra pessoa ou item, essa outra pessoa para de jogar e seu personagem morre junto, já vi isso acontecer com muita gente, o meu personagem mesmo é irmão do personagem do Axell, mas mesmo que algum de nós venha a parar o outro ainda consegue dar continuidade ao personagem.
Criem metas, criem lore pro seu personagem, ter um objeto maior além de "quero akuma, haki e etc" porque depois de pegar tudo isso isso ainda tem muita coisa pela frente (mais da metade da GL), objetivos maiores e pessoais, como atingir um determinado rank, derrotar uma pessoa que lhe causou problemas na história ou durante sua jornada e etc, o jogo não se resume a pegar uma Akuma no Mi e fim, zerei a vida, na verdade isso é só o começo.
E por fim mas não menos importante um segredo: seu personagem não é imutável! Muita gente desanima com o personagem e cria outro porque cansou do atual, mas cara você não precisa ser igual do começo ao fim, nem nós no mundo real nascemos de uma forma e continuamos assim pra sempre, nossos pensamentos mudam, nossas ideologias mudam, então por que a de nossos personagens não? Tudo o que você precisa fazer é realizar um desenvolvimento de personagem, o RPG não se resume apenas a dar soco na cara de NPC safado.

4. Primeiramente eu gostaria de agradecer e desejar um feliz natal a todos que fazem esse fórum funcionar até hoje, desde o ADM.Geral (vulgo Toni) até o player novato que entrou hoje, por mais que a gente brinque sobre cargos, importâncias e tudo mais, a verdade é que todos são importantes para o fórum, desde o cara que ta avaliando uma aventura até aquele que está mestrando ou participando de uma, tudo isso é necessário, sem um não há o outro.
Também deixo um feliz natal pro pessoal da Seasons, antiga Red Legion, que esteve comigo desde o inicio dessa era mesmo as vezes eu querendo matar um ou outro, mas isso acontece nas melhores famílias. Para a Staff por mais que sejam um bando de funcionários públicos mas sem a parte do salário. E para você jovem gafanhoto que leu isso até aqui, um feliz natal para você e boas festas, não bebam demais porque ano que vem tem mais se Enel nos permitir.



Volker/Volkerbola/LendárioDominadorDeSerpentes/Cachaceiro.

1. Invariavelmente uma extensão da minha casa. Por mais que estar na staff possa representar uma forma de ‘trabalho’ dentro de um ambiente onde inicialmente você se propõe apenas a se divertir pode parecer estranho em um primeiro momento. Mas creio que se não estivesse nela, talvez minha estadia no fórum não fosse tão duradoura. É uma casa, pois o ambiente ajudou, mesmo com os atritos, tretas o raio que seja é  um lugar onde se pode ter a oportunidade de conhecer muita gente bacana, de tirar boas risadas, de ficar até tarde da noite jogando Gartic, lol e afins com o pessoal, enfim o fórum pra mim é muito mais que um fórum.

2. As melhores fucking aventuras, bizarrices, inconstâncias, tretas, fichas, técnicas surreais, nego resetando pra não ser sósia do Dante, gente sendo rebaixada de patente, colar que não enferruja, NPC imune a efeitos, Player com Boa Aparência não pegando ninguém, player que posta dois parágrafos rulando ilha de GL, gente passando raiva porque tava só o Noé no Evento, gente levando coice de Alpaca, nego que não usa justify. Enfim, proporciona um misto de sentimentos que pode nos fazer explodir de raiva como também nos fazer rolar de rir. Aconteceu no passado, acontece hoje, certamente irá acontecer no futuro.

3. Leiam as Regras (É sério.), criem um personagem que possa tanto estar em um grupo ou solo, vejam quais grupos possuem mais coisas que te interessam, tenham coerência não apenas na forma de criar ficha como também na condução de sua aventura, tenha sempre tudo anotado e repassem sempre ao novo narrador como foi sua aventura a fim de manter uma linha de evolução de personagem ao invés de ficar sendo arremessado entre enredos totalmente diferentes. Pense muito bem no seu Estilo de Combate, ser espadachim é legal mas a chance de você ser igual a outras duzentos players espadachins no fórum é grande, logo é bom ter em mente um meio para se destacar dentro de algo comum ou escolher algo diferente e trabalhar dentro disso. (Eu não vou me extender mais que isso senão eu vou fazer um tutorial).

4. Pois bem, eu vou ligar o foda-se. Feliz Natal povo. Que vocês bebam até cair, que não se emocionem com o Peru de Natal (ou se emocionem, sei lá), que comam muita rabanada, que não trollem no amigo oculto da família (ou trollem, vai que a pessoa merece). Bom, tendo feito a mensagem padrão, eu vou deixar umas mensagens de fim de ano para algumas pessoas específicas.

Tidus, Raven, Axell e Peixe Pistola - Obrigado por partilharem comigo mais um ano, compreendo que fora um ano complicado em alguns aspectos, mas quero deixar claro que se depender de mim não apenas esse fim de ano, como o ano que vem vocês continuarão tendo não apenas o meu carinho, como meu apoio sempre que necessário. Vocês são o melhor time que eu poderia ter.

Galera do Niel - Obrigado pelos PDLs perdidos, os PDLs ganhos, as risadas, as trolladas, os ragequits. Que ainda tenhamos muitos High Elo Gameplays e menos terrinhas saindo da teamfight 5x5 da md5 para ter de lavar o pau.

Hoyu, WildRagnar, Bowel - Obrigado por terem neste ano se comprometido em narrar minhas aventuras, sou grato pelo tempo disponibilizado e pelas conversas que tivemos nas calls durante tal período.

Alipheese e Luiza - Pelo imenso prazer de tê-las conhecido neste ano de 2018, seja para falar de técnicas ou pra chamar para fazer instâncias no Ragnarok. Saibam que é uma grande satisfação ter passado esse ano com vocês.

Calamidades - Serei simples e direto. Obrigado pela paciência e disponibilidade de me permitirem desenvolver o enredo de duas aventuras com vocês, foi foda narrá-los e mais ainda trocar ideia com vocês.

Kiodo, Ryoma e Rigel - <3



Furry/Sério/Negador/Negador/NegadorSupremo.

1. Uma valvula de escape. Onde da pra vir jogar um papo fora, esquecer dos problemas e viver uma fantasia. Embora me stresse nele também… Afinal, por se importar e gostar de estar nele é impossível não se estressar as vezes quando as coisas divergem do que você (eu) acho certo.

Não posso abraçar o clichê de uma segunda casa, ou qualquer um desses, mas é algo próximo, afinal não sou adepto a jogos, jogo absolutamente nada, nem pedrinha no lago e por isso o fórum é o único game/passatempo que mantenho.

2. Acima já daria pra entender um pouco.

É um passatempo saudável na maior parte do tempo. O que mais me proporcional foi conhecer gente doente, ou são depressivos, ou psicopatas e sim ainda proporciona isso. Mas também risadas já que meu modo de ser às vezes causa confusão, o que eu gosto e me faz rir. Isso ocorre na vida real também, geralmente é difícil encontrar alguém que goste de cara de mim pelo meu modo de me expressar. Sendo parcialmente bipolar ou ambíguo acabo por me divertir com a reação dos outros e as minhas próprias.

3. Lado Tsun:
Não mexam comigo, vou mandar vocês pra aquele lugar, não gosto de novato. Vocês não leem a desgraça das regras e ficam me fazendo perguntas idiotas que era só ter lido. O que tenho pra dizer é isso aqui:

http://www.onepiecerpg.com/t11082-curiosidades
http://www.onepiecerpg.com/t33242-tutorial-de-tecnicas
http://www.onepiecerpg.com/t37720-regras-para-criacao-de-tesouros
http://www.onepiecerpg.com/t42828-sistema-de-criacao

Leia e não faça pergunta idiota.

Lado Dere:

Tenha paciência, o forum acima de tudo é um lugar para conversar. Livre-se das ideias de vou rushar, pegar a akuma mais forte, vou ser apelão. Mude sua mentalidade e faça amigos, crie uma história própria em contata, reset a ficha se não estiver se divertindo. Não fique só na ideia de quero ser o mais forte, a não ser que essa seja a única forma de diversão que você conhece.

4. Tsun:

Agradecer? Hahahahah, vocês que deviam me agradecer.

Dere:

Bom, agradeço a todos que não me stressam, isso já é uma vitória já que não sou a mais simpática das pessoas.

Pessoalmente tenho 3 agradecimentos especiais, que são referentes a 3 amizades que fiz que posso dizer que foram únicas no que diz respeito à liberdade de conversar e confiança. Infelizmente duas se afastaram desse meio.

Kazumi, Lince, e Alip.

Como eu disse, não sou das pessoas mais fáceis de se manter um convívio. Sou zueiro, sou brincalhão, falo bobagem e tiro com a cara dos outros em chats de grupo, aceito bem também zoação e essas coisas, mas só essas 3 malas aí que acabei considerando como irmãs caçulas com as quais senti confiança de conversar em privado sobre qualquer coisa.

Tem claro outras pessoas de quem gosto e convivo a tempos, mas enfim. Para essas 3 malas os meus mais sinceros pêsames por conviver comigo.

Aos demais, foco força e fé para mantermos o fórum rodando. Por vezes pode ser fonte de alguma frustração, mas acredito que para a maioria e na maior parte do tempo ele trouxe coisas boas.



Alipheese/Avaliadora/Leitora/Cocotinha.

1. O fórum para mim, em um primeiro momento foi onde eu pude encontrar um espaço, tanto para exercer e trabalhar na minha criatividade, como também como um meio de uma fuga dos problemas, acredito que muitas pessoas possam acabar procurando Rpgs no geral para tal, então não acho que seja uma coisa muito estranha. Aos poucos, tornou-se mais que isso, pois eu comecei a me engajar e ver que era um lugar que me trazia alegria, stress e os mais diversos sentimentos aos quais me fazem até hoje, pensar sempre em trabalhar para ajudar a fazer as coisas darem certo, então, talvez se fosse perguntada em uma palavra, "lar", talvez fosse a mais próxima.

2. É engraçado, como comentei, em um primeiro momento eu vim em busca de uma distração, ou diversão e bem, eu encontrei muito mais. Não só consegui construir amizades e laços, como posso dizer que eu me arrependeria amargamente caso não tivesse entrado, pois bem em meu caso, literalmente conheci pessoas que mudaram e ainda mudam a minha vida todos os dias e isso me impactou e ainda impacta de forma muito positiva em minha vida. Para além das pessoas, até hoje me garante tanto muita diversão, como muita dor de cabeça, querer fazer as coisas darem sempre certo da trabalho ahuashaus.

3. Bom, acho que em relação a quem compõe a Staff, posso ser considerada especialmente nova, mas vamos lá, acho que a primeira coisa que a pessoa deve sempre se focar, é em criar uma ideia que lhe seja atrativa a longo prazo, pensar muito bem no que se quer e pensar em seu personagem como alguém vivo, o que ele gosta, o que não gosta, Hobbys, sabe, traços que deem de fato vida a sua ficha fazem toda a diferença. E bem, como avaliadora se tem algo que eu amo poder ver, é um personagem crível, acho que faz toda a diferença. Muitos buscam uma ficha perfeita mas, sendo bem honesta, nos defeitos e dificuldades que moram as partes mais legais, um herói sempre corajoso ou um vilão que tem certeza do que quer o tempo todo, que não passa por dificuldades se torna cansativo eventualmente, assim como pessoas, personagens podem e devem ter sim suas falhas. Mas no fim, acho que o mais importante é encontrar o que você se sente confortável interpretando, pois só assim pode dar vida a idéia e se divertir muitão o/.

4. Bom, de fato você testa muito a minha maturidade aqui sauhasuas, vou tentar não aproveitar-me muito desse espaço. Primeiramente, eu gostaria de agradecer aos membros do meu grupo, sejam aqueles que ainda permanecem ativos, ou aqueles que acabaram por seus próprios motivos se afastando, se eu estivesse só, talvez eu não tivesse coragem de ter começado e foi muito importante pra mim, ter insistido e feito com que dentro do possível as coisas dessem certo. Outra pessoa que especialmente eu gostaria de agradecer e nem todo espaço do mundo, me vai ser o suficiente é ao Mephisto, tanto como orientador, você me deu uma luz imensa, como também sua amizade em muitos momentos me foi importante e se hoje eu encontrei a minha luz, sua mão teve grande influência em me abrir portas, em meus próprios erros, que bem, mesmo eu não sendo capaz de me perdoar, você abriu um caminho que...De coração, serei eternamente grata. Espero que a vida possa lhe proporcionar pelo menos metade da felicidade que hoje eu vivo graças a isso que você me ajudou e sei que com isso você vai ser o cara mais feliz do mundo com isso sahusahs. Tem também o Furry, que é quase um irmãozão, que eu gosto pra caramba e é sempre divertido de conversar e mesmo do jeito truculento e meio tsundere ~~ Ele tem uma paciência comigo que vou te dizer, merece um premio a parte, é uma pessoa que eu desejo todo o bem do mundo, também E~~ ainda que só eu veja isso kkkk, ou que ele vá dizer que estou o difamando, ele é....Quase como uma melancia, é alguém que é durão por fora, mas mole por dentro <3( leve como elogio><). Bom, eu vou tentar não abusar muito dessa oportunidade e não fazer algo muito meloso, é quase um teste de maturidade mesmo, pois a vontade foi de aproveitar e abusar desse espaço só pra isso mas, bem...

Se houve uma pessoa que mudou minha vida de muitas formas, foi uma pessoa que eu conheci através do fórum, é a pessoa que hoje eu tenho ao meu lado ( Senshi) como uma parceira pra vida e bem, há muito que eu poderia dizer aqui, mas por atitudes e palavras, espero poder sempre passar essas coisas, em outros meios, mas, deixo aqui como algo que de fato eu não seria eu, se não dedicasse um espacinho para... Eu...sempre falo isso mas, agradeço todos os dias pelo dia que eu decidi entrar aqui, pois me possibilitou a conhecer. É uma pessoa que me faz todos os dias redescobrir o significado do que realmente é ser feliz e amada, como nunca fui e bem... É alguém que com todo meu corpo, alma e coração, farei de tudo sempre para que seja sempre a mais feliz <3.

Mas bem, acho que talvez seja meio egoísta deixar o espaço só para agradecimentos, então gostaria de deixar algo para os players também, as vezes o fórum pode ser difícil.Eu mesma tive muitas dificuldades, em muitas coisas dentro do fórum, fosse com grupo, com prazos e até mesmo avaliações( É, eu não sou da " panela" como gostaria de dizer que existe e faço parte sauhsu, eu só me ferrei em quase tudo) Mas não desanimem! Se juntem com pessoas, construam amizade e laços, mesmo que em aventuras diferentes, rivalidades podem até mesmo ser positivas também. Se a sua pegada é de lobo solitário em aventura, ainda assim aproveite, acho que em um fórum, não há nada mais precioso que podemos tirar aqui do que os laços, sejam de amizade e... Até inimizade, o que faz um fórum são as pessoas.

Vai soar capenga mas~~ Me deixa asuhaus.

~~ Do futuro Simbolo da paz ( se Deus permitir asuhasu) Um feliz natal e um ótimo ano novo a todos o/.



Hoyu/Avaliador/AgenteSadafenho/OlhosPervertidos.

1. É um fórum, ué. que pergunta besta. Bom, o OPRPG hoje em dia se tornou um dos meus principais lazeres, seja diretamente, através dos próprios posts e leitura de outras aventuras ou indiretamente, como pelos canais do discord. Quando entrei pela primeira vez nunca imaginei que fosse investir tanto tempo da minha vida em um rpg de fórum, ainda mais de One Piece, que na época eu não tinha chegado nem na saga BW mas cá estou eu, vários anos depois firme e forte. Mais do que um jogo, encontrei no fórum uma família e amigos que vou levar para sempre.

2. A resposta é meio óbvia, mas ele me proporciona diversão (como imagino que seja para todos que estão lendo isso também). Acima de tudo o fórum é um lazer; para alguns é uma responsabilidade também, mas é uma responsabilidade gostosa, pois consigo me divertir até quando to avaliando uma aventura, resolvendo tretas na staff ou quando narrava. Felizmente creio que todos (ou pelo menos a maior parte) concordam com essa idéia, pois se o fórum fosse chato duvido que teria todo esse fluxo de players. Xzibit

3. Não sei se eu sou a pessoa mais indicada para dar dicas sobre isso, porque no último reset eu mesmo era um puta random que trocava de ficha a cada semana Awwww Yeaaaa Mas uma dica que dou é não ser levado pelo hype. Ainda mais com a regra dos 6 meses, o hype pode ser sua ruina. Sei de relatos de players que fizeram fichas no hype (eu incluso) muito parecidas com o personagem base e acabou ficando chato. Personagem é que nem tatuagem: tenha a ideia e deixe ela um tempo de molho, se depois de pelo menos uma semana ela ainda parecer boa, quer dizer que o hype não está encobrindo seus pensamentos. Geralmente a idéia da tatuagem é 1 ano, mas ninguém vai esperar 1 ano para fazer um personagem Norio Sobre uma boa aventura, isso depende de ambos os lados, e comunicação é essencial. O que posso dizer é: seja fiel ao seu personagem e seja paciente. Mesmo que você esteja desanimado, alguma hora, se continuar perseverente e avançando, vai ter uma aventura que vai te deixar tão empolgado a ponto de cair o cu da bunda.


4. Por onde começar... Tem muitas pessoas que eu gostaria de agradecer, mas principalmente quero agradecer à todos do fórum por se manterem ativos e permitir que essa grande comunidade continue firme e forte, trazendo alegria para tanta gente. Sou muito feliz de fazer parte dessa família, e espero que continuemos sempre à crescer e melhorar. Quero agradecer também à todos os amigos que conquistei, amigos que já passaram tardes conversando comigo, que me arrancaram boas risadas, que me ajudaram e me apoiaram até aqui. Raven, Cubo, Bjarke, Raizen, Rigel, Yami, Alip, Buzz, Bowel (a staff em geral Xzibit ), Kiodo, Wander, Senshi, Jacob, enfim, todos esses gostosos que me marcaram de alguma forma. Feliz Natal para todos, e que o bom velhinho traga muito xp para todos vocês!

Agradeço a participação de todos os membros que puderam participar! E  para os players, espero que apreciem esse Especial de Natal com os (Vadios) Staffers. Um Feliz Natal a todos que jogam, ajudam e frequentam nossa humilde segunda casa. Abraço Galera!!!







Créditos

Roteiro:
Marciano


____________________________________________________

~Fala / Narração


 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Marciano
Emissário da Morte
Emissário da Morte
Marciano

Créditos : 42
Warn :
Masculino Data de inscrição : 15/09/2014
Idade : 25
Localização : Na Monstrolandia...

MensagemAssunto: Re: SeaGull Newspaper - Agosto a Dezembro de 2018    Qui 27 Dez 2018, 20:19


____________________________________________________

~Fala / Narração


 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: SeaGull Newspaper - Agosto a Dezembro de 2018    

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
SeaGull Newspaper - Agosto a Dezembro de 2018
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A Grande era dos Piratas :: Personagem e Mundo :: Jornal :: Sea-Gull Newspaper-
Ir para: