A Grande era dos Piratas



 
FAQCalendárioInícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Raksha Ragnarson
por GM.Senshi Hoje à(s) 02:22

» [M.E.P.] Valerie Valentine
por Valerie Valentine Hoje à(s) 00:36

» [MINI - Valerie Valentine] Sussurros de Ohara
por Valerie Valentine Hoje à(s) 00:29

» Mini - Saskwatch - Futuro promissor
por Saskwatch Ontem à(s) 23:56

» Mini - Saskwatch - Futuro promissor
por Saskwatch Ontem à(s) 23:55

» [M.E.P] Lou White
por Brandt Ontem à(s) 23:27

» [Mini- Lou] True Damage
por Brandt Ontem à(s) 22:32

» [MINI-Big Brady] O Início
por Big Brady Ontem à(s) 22:08

» [Mini-Aventura] José Cardoso
por Rottweiler Ontem à(s) 21:02

» Aaron DeWitt
por GM.Yami Ontem à(s) 20:50

» Masaru Rokudo
por ADM.Raizen Ontem à(s) 20:32

» [Mini - EmperorNie] Em meio ao cheiro de tabaco
por EmperorNie Ontem à(s) 18:00

» [Mini - Last] - O Mini-aventureiro
por Hisoka Kurayami Ontem à(s) 17:40

» [MINI-SovereignHajime] O Começo da Jornada
por SovereignHajime Ontem à(s) 12:09

» [Mini - Freccia] Acordar
por Freccia Ontem à(s) 04:54

» Bell Farest
por Far Ontem à(s) 03:18

» [Mini - Night] - A despedida e o início
por Mephisto Ontem à(s) 02:41

» [Mini - Keel Lorenz] - A New Dawn
por Keel Lorenz Ontem à(s) 00:27

» [M.E.P] Freccia
por Fanalis B. Ria Ter 19 Mar 2019, 23:14

» [MINI-Hanabi] Happy New Year
por Fanalis B. Ria Ter 19 Mar 2019, 20:23

Facebook

------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG


Conheça o Fórum NS


Compartilhe | 
 

 [MINI - Bill Curly] - Meu Ódio Será Tua Herança

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Curly Bill
Membro
Membro
Curly Bill

Créditos : Zero
Warn :
Data de inscrição : 09/12/2018

MensagemAssunto: [MINI - Bill Curly] - Meu Ódio Será Tua Herança   Dom 09 Dez 2018, 23:25

Nome: William “Curly Bill” Brown
Idade: 17 anos
Sexo: Masculino
Raça: Humano
Tamanho: Normal
Estilo de Combate: Atirador
Localização: Malkiham Island
Grupo: Civil
Vantagens: Ambidestria
Desvantagens: Amnésia (causa por um tiro na cabeça)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Galaxy Dante
Orientador
Orientador
Galaxy Dante

Créditos : 15
Warn :
Masculino Data de inscrição : 30/03/2013
Idade : 19
Localização : Eu não existo longe de vc

MensagemAssunto: Re: [MINI - Bill Curly] - Meu Ódio Será Tua Herança   Seg 10 Dez 2018, 04:10

~Mini-Aventura APROVADA~


Olá, seja bem-vindo ao OPRPG!!

Eu sou um Orientador, minha função é lhe ajudar a se adaptar neste universo do OPRPG.

Sendo assim irei lhe orientar de todas as formas possíveis, a partir de dicas no decorrer desta Mini-Aventura. Como esse fórum é bem complexo em suas regras, também irei tentar responder suas dúvidas, por isso, no menu de navegação (parte superior do site) existe um link M.P. O mesmo corresponde às mensagens privadas. Lá você poderá, em qualquer momento que achar necessário, me enviar dúvidas de como prosseguir no jogo; ou pode entrar no seguinte link: http://www.onepiecerpg.com/f3-duvidas-criticas-e-sugestoes , e criar um tópico para algum membro da Staff responder; mas caso tenha dúvidas durante a Mini, pode colocar em "off" no próprio post.

Sim... Vamos ao que importa?

Abaixo seguirão algumas dicas para que leia antes de criar seu primeiro post.

DICAS:


  • Lembre-se que você apenas narra as ações de seu personagem, seu personagem nunca FAZ ele sempre TENTA e também demonstre desde o 1º post qual o seu objetivo na aventura.
  • O ambiente que você se encontra, NPC's e todo o resto que compõe sua aventura, quem cuidará disso sera seu narrador.
  • As mini-aventuras servem para corrigir seus erros na narração durante a aventura e também formas melhores de deixar sua narração mais interessante.
  • Caso a Mini-Aventura fique sem post durante 5 dias por parte do player, a mesma será cancelada.


O 1º post é seu e eu serei o seu Orientador.

____________________________________________________

"Teu coração é livre, tenha coragem de segui-lo"


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Curly Bill
Membro
Membro
Curly Bill

Créditos : Zero
Warn :
Data de inscrição : 09/12/2018

MensagemAssunto: Re: [MINI - Bill Curly] - Meu Ódio Será Tua Herança   Ter 11 Dez 2018, 03:00

A dor de cabeça latente parecia marteladas contra uma bigorna. Ele acordou vendo tudo turvo diante de seus olhos e mal sabendo distinguir a claridade da escuridão, precisou ficar alguns minutos sentado sobre a lona que cobria o chão antes que a visão tivesse voltado por inteiro. Perguntou-se por quanto tempo estava entocado naquele local, tinha um objetivo bem definido em mente, mas por algum motivo teve de mudar o destino e adaptar-se a situação. A cabeça ainda doía quando Bill se levantou para mijar e nem mesmo o agradável calor da fogueira era capaz de amenizar seu estado físico ou de espírito. O ferimento em sua cabeça, na parte de trás, onde a cabeleira loira cobria ainda doía, mesmo que estivesse cicatrizado, ele podia sentí-lo doer como uma lembrança gritante, uma estaca cravada em seu peito de uma traição que deveria ser cobrada, nem que fosse até os confins do mundo para isso.

Sentou-se em volta do fogo novamente. Deixando o ar quente amenizar a brisa gélida da noite. Tinha pouquíssimos pertences e provisões, o que o fazia ter noção de que sua estadia ali estava no fim, seu maior problema era, estavam atrás dele e sabia que aqueles homens iriam perseguí-lo até alguém perecesse. Péssima hora para ter se envolvido em confusão, péssima hora para acreditar que o antigo bando do qual fazia parte era uma família unida e sem crises, péssima hora para ter topado participar daquele golpe estúpido e mal bolado que o deixou naquelas condições. Ele mal havia se recuperado de uma facada nas costas e agora essa. Ainda sentado ao redor da fogueira ele tomou seu cantil, três goles e bastaram, a água acabou e ele deveria estar alguns quilômetros da próxima fonte de água potável. Inclinou o corpo para trás projetando-se sobre uma bolsa lateral adaptada dos alforjes de um cavalo, sua última porção de comida havia sido ingerida cerca de uma hora atrás.

Respirou fundo e ficou ali em silêncio observando a dança das chamas, o crepitar da madeira tornando-se carvão e deixando o ar quente tocar seu rosto como o toque gentil de uma mãe. Não tinha outro jeito, precisava seguir em frente, precisa sair daquela ilha, precisava de dinheiro, precisava de malditas férias e por mais que no interior de sua cabeça todos esses questionamentos perdurassem surgindo como a erupção de um vulcão, por fora ele guardava a expressão serena e um pouco apática.

Jogou terra na fogueira apagando as chamas até as brasas. Eliminou seus rastros e com o clarear de um novo dia Curly Bill, ou apenas William Brown, voltou a por seus pés na estrada, seguro de que, por enquanto, o revólver em sua cintura era a única arma que possuía, mas na eterna torcida de que não iria precisar usá-la nem tão cedo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Galaxy Dante
Orientador
Orientador
Galaxy Dante

Créditos : 15
Warn :
Masculino Data de inscrição : 30/03/2013
Idade : 19
Localização : Eu não existo longe de vc

MensagemAssunto: Re: [MINI - Bill Curly] - Meu Ódio Será Tua Herança   Sex 14 Dez 2018, 22:21

~Post NEGADO~


Primeiramente olá meu caro, e seja bem-vindo ao fórum. Antes de tudo, gostaria de lhe dizer que tenho enrolado um pouco nos últimos dias por conta do fim de temporada, mas pretendo consertar essa falha. Outra coisa também, é que um post negado não é nada de tão alarmante, ainda mais numa mini-aventura que serve justamente para aprender as regras e não cometer isso numa aventura pra valer.

Então, vamos lá, tive que negar por conta do god-mode, e irei lhe explicar o que é e como contornar essa situação nos seus posts.

O que é god-mode: Basicamente, god-mode é afirmar ações que fazem uma diferença significativa na trama e/ou cenário, ações de luta, fazer surgir items, etc... Em resumo, no seu post isso está presente no momento que você fala ter um revolver, afirma ter conseguido apagar a fogueira com areia, que a noite estava fria, acabou a água e tal. Em alguns momentos como você afirmar o ferimento na cabeça até ok, pois já vem da desvantagem a amnesia devido ao tiro e tudo o mais, é o background do char. Se você dissesse que estava ali naquela praia próximo à fogueira, deixando claro que foi no passado, seria aceito também.

Afirmar coisas mais simples, ou que só se resumem ao seu char, como emoções, gestos simples, expressão corporal etc, é ok, isso passa. Só o restante, que pode influênciar no mundo em que você está e nos outros que não.

Como resolver: Quando for fazer ações que mudam algo, você tem que deixar claro que está tentando, ou botar as conjugações no futuro do pretérito, dai sim, seu personagem irá tentar fazer tal ação, como por exemplo andar até achar a cidade ou bater em alguém, e no post do narrador/orientador será dito se você conseguiu. Começando no seu post atual, eu diria que pra iniciar ai na praia e na fogueira, você deveria deixar claro de certa forma que já estava ali há um dia, e as outras ações como apagar a fogueira e tudo o mais por como tentativa, ok? Boa sorte. Irei tentar postar mais rápido agora.

____________________________________________________

"Teu coração é livre, tenha coragem de segui-lo"


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Curly Bill
Membro
Membro
Curly Bill

Créditos : Zero
Warn :
Data de inscrição : 09/12/2018

MensagemAssunto: Re: [MINI - Bill Curly] - Meu Ódio Será Tua Herança   Seg 17 Dez 2018, 19:51

A dor de cabeça latente parecia marteladas contra uma bigorna. Ele acordou vendo tudo turvo diante de seus olhos e mal sabendo distinguir a claridade da escuridão, precisou ficar alguns minutos sentado com as pernas cruzadas antes que a visão tivesse voltado por inteiro. Perguntou-se por quanto tempo estava entocado naquele local, tinha um objetivo bem definido em mente, mas por algum motivo teve de mudar o destino e adaptar-se a situação. A cabeça ainda doía quando Bill se levantou para mijar e nem mesmo o agradável calor da fogueira era capaz de amenizar seu estado físico ou de espírito. O ferimento em sua cabeça, na parte de trás, onde a cabeleira loira cobria ainda doía, mesmo que estivesse cicatrizado, ele podia sentí-lo doer como uma lembrança gritante, uma estaca cravada em seu peito de uma traição que deveria ser cobrada, nem que fosse até os confins do mundo para isso. Alguns dizem que ferimentos como aquele tornam o homem capaz de prever o tempo, eles sempre doem quando o clima muda, ele no entanto preferia acreditar que isso era apenas uma falácia.

Sentou-se em volta do fogo novamente. Deixando o ar quente amenizaria o frio que a noite poderia ter. Não sabia exatamente o quanto tinha para a viagem e talvez fazer um inventário seria a melhor solução, mas Bill tinha pressa, muita pressa. Todos os fatores o faziam ter noção de que sua estadia ali estava próxima ao fim, seu maior problema era, estavam atrás dele e sabia que aqueles homens iriam perseguí-lo até alguém perecesse. Péssima hora para ter se envolvido em confusão, péssima hora para acreditar que o antigo bando do qual fazia parte era uma família unida e sem crises, péssima hora para ter topado participar daquele golpe estúpido e mal bolado que o deixou naquelas condições. Ele mal havia se recuperado de uma facada nas costas e agora essa. Ainda sentado ao redor da fogueira ele levou as mãos ao rosto, esfregou os olhos cansados que narravam a história de noites mal dormidas principalmente pelos pesadelos que o assombravam. Inclinou o corpo para trás projetando o rosto para o céu e fitando o mesmo.

Retomou a posição inicial, mas preferiu deixar as pernas esticadas, podia sentir um leve formigamento na direita. Respirou fundo e ficou ali em silêncio observando a dança das chamas, o crepitar da madeira tornando-se carvão e deixando o ar quente tocar seu rosto como o toque gentil de uma mãe. Não tinha outro jeito, precisava seguir em frente, precisa sair daquela ilha, precisava de dinheiro, precisava de malditas férias e por mais que no interior de sua cabeça todos esses questionamentos perdurassem surgindo como a erupção de um vulcão, por fora ele guardava a expressão serena e um pouco apática.

Tentou colocar os pensamentos em ordem, mas só conseguia se recordar da noite fatídica.

- Caralho... - murmurou espirrando logo em seguida.

O que sabia? Johnny estava morto, ele viu a cabeça de rosto barbado rolar até seus pés, Betty no melhor dos casos estava sendo tortura e estuprada - se não os dois - pelos malditos marinheiros que a capturaram. No entanto, Bill preferia acreditar que ela sabia que é esse tipo de coisa que acontecesse com mulheres que se envolvem nisso, gostaria de resgatá-la, mas não poderia resgatar nem a si mesmo agora. Vern...Vern Kidston por outro lado era um miserável e além disso, um miserável traidor. E Bill iria atrás dele, iria atrás dele mesmo que perdesse cada parte de si mesmo nessa busca. No entanto, tinha preocupações mais urgentes no momento. Levantou-se e olhou em volta, tentando ter uma visão geral de onde estava. Devia ter descansado por algumas horas, mas considerado que mancava era bom não ficar parado por muito tempo. Era fácil ele ser pego naquela situação, tinha certeza disso. Iria recolher o que pudesse ter em mãos, apagaria a fogueira e se colocaria a andar. Precisava de água, comida, talvez alguns três dias para dar um jeito no tornozelo inchado e dolorido, e dinheiro, como sempre.

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Galaxy Dante
Orientador
Orientador
Galaxy Dante

Créditos : 15
Warn :
Masculino Data de inscrição : 30/03/2013
Idade : 19
Localização : Eu não existo longe de vc

MensagemAssunto: Re: [MINI - Bill Curly] - Meu Ódio Será Tua Herança   Qui 20 Dez 2018, 04:23

A noite havia sido fria e cruel, como todo bom assassino. Não bastasse a dor dos ferimentos ao longo do seu corpo, havia também os temores que ecoavam por sua cabeça atormentando Bill incessantemente. Em meio à floresta, acordou naquela ainda mais fria manhã tremendo. A fogueira já não estava mais queimando e emanando calor, apenas uma minúscula quantidade de fumaça poderia ser recebida do que outrora fora uma brasa. Estava bem cedo, o sol a recém começava a nascer e no meio daquele verde e branco, caminhou em direção à cidade mancando, mesmo que seu tornozelo não sinalasse doer tanto quanto imaginava. Isso, não sem antes pegar o que sobrara de comida e água, levando também consigo seu velho revolver, talvez o único companheiro que tinha por ora.

Em meio à alvorada, seus passos encontravam a cidade sem dificuldade, já que conseguia vê-la por entre a floresta da distância em que estava. Lá percebia que o clima era mais ameno, não nevava tanto e o calor aumentava, na mesma medida em que seu corpo parava de tremer intensamente. Talvez essa fosse uma das poucas coisas agradáveis que havia sentido em alguns dias, e poderia ter essa certeza ao ver aquele povo calmo e despercebido da cidade. Não havia tanto movimento, nem tantas pessoas andando na rua, era apenas tranqüilidade. Nas ruas, poderia ver diversas casas e alguns estabelecimentos comerciais, como um bar, do qual uma música muito baixinha poderia ser ouvida da sua distância, e luzes e pessoas rindo. Um ferreiro, batendo aço de fundo, e uma loja de roupas mais ao lado. E o que ele faria então, sabendo disso?

Off:
 

____________________________________________________

"Teu coração é livre, tenha coragem de segui-lo"


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Curly Bill
Membro
Membro
Curly Bill

Créditos : Zero
Warn :
Data de inscrição : 09/12/2018

MensagemAssunto: Re: [MINI - Bill Curly] - Meu Ódio Será Tua Herança   Ter 25 Dez 2018, 11:30

De alguma maneira, o ambiente lhe era agradável. Bill, em todo seu ser, nunca foi fã de grandes cidades e aglomerações, algo que provavelmente retificava suas origens camprestes. Era uma pessoa fruto de seu meio, adepto a visões de pastos e claras montanhas pela manhã. Em todo o caso ainda estava longe de ser um ermitão da montanha ou coisa do tipo.

Não tinha muita coisa consigo, foi o que concluiu quando recolheu seus pertences. Na caminhada até a cidade e refletindo sobre seu atual estado ele lembrou-se de uma antiga falácia que nada mais era que o trecho de uma música bem famosa entre seu ciclo social.

- Mães, não deixem seus filhos crescerem para serem cowboys. Faça-os virarem doutores, advogados, e tal... - murmurou enquanto cantarolava a canção. - Eu devia ter ouvido mais isso.

Cuspiu pouco antes de chegar à cidade. Às vezes esbanjava uma careta sofrida, mais por raiva de estar mancando do que por dor propriamente dita. Não fazia tão frio na civilização, talvez pelas construções cortarem o ar, ou pela simples presença humana e seus agregados. Em todo o caso, o frio diminuía e mesmo ele gostando do cenário onde a natureza reina soberana, agradecia imensamente que havia parado de tremer e espirrar.

Mirou o bar logo de início, perguntou-se se era muito cedo para beber, mas no fim das contas parecia ter chegado a um estágio da vida onde esse questionamento era completamente inútil. Iria adentrar no bar, debruçar-se sobre o balcão e tentar se familiarizar com o ambiente. Era melhor voar baixo, não queria atrair atenção desnecessária mesmo achando que só por ser um forasteiro iria acabar fazendo exatamente isso.

- Ei, amigo. O que anda acontecendo por aqui nesses últimos dias? - falaria ao atendente
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Galaxy Dante
Orientador
Orientador
Galaxy Dante

Créditos : 15
Warn :
Masculino Data de inscrição : 30/03/2013
Idade : 19
Localização : Eu não existo longe de vc

MensagemAssunto: Re: [MINI - Bill Curly] - Meu Ódio Será Tua Herança   Dom 30 Dez 2018, 14:17

Bill entrava no bar e percebia aquela multidão de gente desorganizada e bêbada, pessoas cambaleando por todos os cantos e cheiro de álcool entupindo suas narinas. Não haviam brigas ali, apenas pessoas bêbadas e desorganizadas, um monte de cadeiras ao chão e algumas no meio do caminho. As mesas, cheias de cerveja e cachaça, e o barman, por mais que houvesse toda aquela algazarra de pessoas bêbadas cantando e dançando aos montes, sorria nitidamente, talvez estivesse fazendo um bom dinheiro com a festa. - Ei, amigo. O que anda acontecendo por aqui nesses últimos dias? – Perguntou ao tombar sobre o balcão. – Nada de fora do normal na verdade... Esses caras fazem isso todos os fins de semana. – Sorria enquanto limpava um dos copos com um paninho. – Dizem que um navio pirata aportou perto daqui... Eles tem muita coragem, numa ilha como essa lotada de caçadores. – Ele largava agora o copo que acabara de limpar, e pegava uma garrafa atrás de si numa prateleira, enchendo o copo de cerveja. – Você parece novo por aqui, então, vai querer uma gelada? Essa é por conta da casa. – Sorriu abertamente, com os olhos fechados. Todos naquele ambiente pareciam estar animados e alegres, mesmo que, alguns, estivessem assim mais por conta da bebida.

Três homens dançavam em conjunto atrás de William, indo para um lado e para o outro com seus braços sobre os ombros uns dos outros. Eles cantavam alguma canção indecifrável, já que suas vozes estavam totalmente distorcidas pelo álcool e falavam de modo enrolado, como se tivessem esquecido a letra e soubessem apenas o ritmo. Um outro par de homens um pouco mais ao lado, um chegava e quebrava uma garrafa de cachaça contra a cabeça do outro, que, por sua vez, apenas olhava por alguns segundos com um semblante sinistro e sério enquanto sua cabeça sangrava, para, segundos depois, começar a gargalhar intensamente. Bom, uma coisa era certa, aquelas pessoas tinham um jeito bem “exótico” de festejar. – Curly Bill... – Essa voz aparecia por trás, e se destacava de todo o resto. Ela levava um tom convicto e tinha certeza de quem estava chamando. Bastava agora se virar para saber o que esperar.

Off:
 

____________________________________________________

"Teu coração é livre, tenha coragem de segui-lo"


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Curly Bill
Membro
Membro
Curly Bill

Créditos : Zero
Warn :
Data de inscrição : 09/12/2018

MensagemAssunto: Re: [MINI - Bill Curly] - Meu Ódio Será Tua Herança   Sex 04 Jan 2019, 01:01

O bar lhe era um cenário cativo, agradável até, não importava a quantidade ou o estado dos bêbados em volta, ali era o tipo de lugar onde todo homem vale apenas o que consegue beber. Ou no pior dos casos a qualidade do uísque que consome. Filosofias de bêbados a parte, a breve explicação do atendente agraciou seus ouvidos, só não foi melhor do que a cerveja gratuíta que lhe foi oferecida.

- Não precisa dizer duas vezes, parceiro. - respondeu olhando por breves instantes os bêbados. A felicidade parecia vir junto da birita e não era algo irreal de se pensar, uma vez que, quando o álcool marca presença no corpo, tudo fica mais simples.

A animação dos bebuns o fez ficar em alerta por algum tempo, não iria imaginar que o ataque de um ao outro seria visto como piada e motivo de risada. Talvez ele estivesse tão tenso de fugir por tanto tempo que quase que instintivamente levou a mão sobre o cabo do revólver quando ouvira o som dos estilhaços de vidro da garrafa quebrada. O que não foi nada além de um susto seguiu em clima festivo.

- Mas então, estão pagando bem pelos pir... - diria ao barman depois de um longo gole de cerveja se suas palavras não tivessem sido cortadas.

Um breve arrepio percorreu sua espinha no instante que a voz chamou seu nome. Era como um fantasma sussurrando em seu ouvido, uma assombração até que razoavelmente familiar, como um encosto que sempre te acompanha pronto para pesar em seus ombros. Iria se virar, calmamente e sem movimentos bruscos, tentando levar a mão direita à arma, mas sem sacá-la, apenas pronto para fazê-lo. Tudo por precaução.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Galaxy Dante
Orientador
Orientador
Galaxy Dante

Créditos : 15
Warn :
Masculino Data de inscrição : 30/03/2013
Idade : 19
Localização : Eu não existo longe de vc

MensagemAssunto: Re: [MINI - Bill Curly] - Meu Ódio Será Tua Herança   Dom 06 Jan 2019, 21:28

O atirador se virava lentamente enquanto encostava sua mão no coldre, seus olhos contemplariam um rosto que não havia visto nunca antes, mas tinha certeza do que aquele olhar significava, e certamente, não era um com boas intenções. – É, você mesmo hahaha. – Ele abria um sorriso ganancioso no rosto, como quem havia encontrado o pote de ouro no final do arco-íris. – Tenho assuntos a resolver com você, espero que entenda. Poderíamos fazer isso lá fora? Não quero acabar com a diversão dos cavalheiros aqui... – Ele sorria de olhos fechados simpaticamente, mas no fundo, Curly tinha certeza que era apenas um semblante falso. Era alguém que de fato não conhecia, mas este alguém talvez o conhecesse ou tivesse ouvido falar dele, quem sabe.

O homem esperaria que ele se retirasse do local, e se isso não ocorresse, prontamente iria colocar a mão no seu coldre sacando sua arma e mudando totalmente seu semblante. O barman iria se esconder atrás do balcão no mesmo instante, enquanto que os bêbados sequer ligariam para aquilo e continuariam a desfrutar do próprio delírio alcoólico. – Então vai ser do jeito dificil? Hahahahaha, prefiro assim também! – Enfim ele dava um sorriso verdadeiro, mas não tinha a melhor das intenções de toda forma. Aqueles dentes amarelados, em conjunto do grande cavanhaque eram destacados no seu rosto, junto do chapéus de cowboy.

Se Bill escolhesse sair, por outro lado, ele daria dez passos de distância sem dar as costas, e enfim parando em posição para sacar a arma. O ruído do vento seria a única coisa que ambos ouviriam naquele momento, até que um dos dois resolvesse ter a iniciativa de disparar. As mãos do inimigo tremiam suavemente, mas ele parecia confiante e concentrado. – Escolheu o jeito mais fácil então? Não esperava isso de você, se bem que estou julgando o livro pela capa... -
OFF:
 

____________________________________________________

"Teu coração é livre, tenha coragem de segui-lo"


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: [MINI - Bill Curly] - Meu Ódio Será Tua Herança   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[MINI - Bill Curly] - Meu Ódio Será Tua Herança
Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A Grande era dos Piratas :: Personagem e Mundo :: Mini-Aventura :: Mini-Aventuras Concluídas ou Canceladas !-
Ir para: