A Grande era dos Piratas



 
FAQCalendárioInícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [MINI-*Shark D. Davy*] *Mundança...*
por Fanalis B. Ria Hoje à(s) 01:55

» [MINI-Shark D. Lee] A Primeira de Muitas
por Fanalis B. Ria Hoje à(s) 01:55

» [MINI-Ulricheisen] O Sopro Inicial
por ulricheisen Hoje à(s) 01:41

» [Mini - Hou Yi] Capítulo 0.5
por Hou Yi Hoje à(s) 01:07

» Olar Marilene
por Curly Bill Ontem à(s) 23:50

» [M.E.P] Curly Bill
por Curly Bill Ontem à(s) 23:30

» Me apresentando aqui, tá okay?
por Reinhardt Ontem à(s) 23:27

» [MINI - Bill Curly] - Meu Ódio Será Tua Herança
por Curly Bill Ontem à(s) 23:25

» [MINI-Kurokami] Alvorada
por Rimuru Ontem à(s) 19:51

» [M.E.P] Towetz
por Towetz Ontem à(s) 19:00

» [MINI-*Towetz*] O Fanfarrão de Shells Town
por Towetz Ontem à(s) 18:47

» [MINI-*Lion King*] *Bandidos Malvados*
por Fanalis B. Ria Ontem à(s) 14:42

» Jimmy, o atirador vermelho
por Fanalis B. Ria Ontem à(s) 14:40

» [MINI-Sr. Gomes] Teste
por Fanalis B. Ria Ontem à(s) 14:36

» [MINI-TheUndead] Faço-os lembrarem.
por Fanalis B. Ria Ontem à(s) 14:36

» [MINI-*Slayer-Sama*] *Dragon Slayer*
por Fanalis B. Ria Ontem à(s) 14:36

» [M.E.P] - TRIPZAP
por TripZap Ontem à(s) 13:25

» MINI-TRIPZAP
por TripZap Ontem à(s) 13:24

» Masimos Titã Howker
por Marciano Ontem à(s) 08:13

» Aaron DeWitt
por GM.Yami Ontem à(s) 02:57

Facebook

------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG


Conheça o Fórum NS


Compartilhe | 
 

 Ishida Kurai

Ir em baixo 
AutorMensagem
ADM.Bowel
Administrador
Administrador
avatar

Créditos : 62
Warn :
Data de inscrição : 13/09/2015
Idade : 28

MensagemAssunto: Ishida Kurai   Ter 04 Dez 2018, 14:43

~ PESSOAL ~


Nome: Ishida Kurai
Idade: 26
Altura: 3,00 m
Peso: 125 Kg
Mão predominante: Direita
Sexo: Masculino
Raça: Humano
Tamanho/Espécie: Pernas Longas
Origem: Desconhecido
Localização: Las Camp - West Blue
Grupo: Civil


~ ATRIBUTOS ~

LEVEL: 1
EXP: 10/25
BERRIES: 50.000

HP: 44
SP: 62

DANO: 1 + [3] + (2) = 4 Normal
ACERTO: 1 + (2) = 3 Normal
PONTARIA: 0 Inábil
ESQUIVA: 6 + [3] + (2) =11 Habilidoso
BLOQUEIO: 1 Normal
RESISTÊNCIA: 1 Normal
PERCEPÇÃO: 0 + [2] = 2 Normal
MANIPULAÇÃO: 0 + [2] = 2 Normal
VELOCIDADE DE ATAQUE: 3



KENBUN-SHOKU HAKI


Citação :
LEVEL: -X-
EXP DO PODER: 000/050

BUSOU-SHOKU HAKI


Citação :
LEVEL: -X-
EXP DO PODER: 000/050


~ ESTILOS DE COMBATE ~


Citação :
• Estilo de Combate: Taekwondo
LEVEL DE COMBATE: 1
EXP DE ESTILO: ~PRIMÁRIO NÃO POSSUI EXP~


~ Perícias ~

Citação :

• Acrobacia
• Estratégia
• Luta de Rua
• -X-
• -X-


~ Ofícios ~

Citação :
• (ofício)
• -X-
• -X-
• -X-
• -X-
• -X-


~ FAMA & REPUTAÇÃO ~


Photoplayer:
Spoiler:
 
Alcunha:
Recompensa:

Citação :
LINK DOS JORNAIS:

~ AKUMA NO MI ~


Citação :
Nome:
Tipo:
Energia:
Bonificação:

~ EQUIPAMENTOS ~



• ARMA(S)
-Nome:
Bônus:
Dano:
Requerimentos:
Custo:

• CABEÇA
-Nome: -x-
Bônus: -x-
Requerimento: -x-
Custo: -x-

• TRONCO
-Nome: -x-
Bônus: -x-
Requerimento: -x-
Custo: -x-

• BRAÇOS
-Nome: -x-
Bônus: -x-
Requerimento: -x-
Custo: -x-

• MÃOS
-Nome: -x-
Bônus: -x-
Requerimento: -x-
Custo: -x-

• PERNAS
-Nome: -x-
Bônus: -x-
Requerimento: -x-
Custo: -x-

• PÉS
-Nome: -x-
Bônus: -x-
Requerimento: -x-
Custo: -x-


~ INVENTÁRIO~


(MÁXIMO DE 10W)


~ EMBARCAÇÕES ~


Nome:
Tipo:
Descrição:
Velocidade:
Número de tripulantes máximos acomodados:
Lotação máxima no transporte:
Número de ilhas sem precisar reabastecer:
HP:
Canhões:


~ TÉCNICAS ~


• -X-
• -X-
• -X-
• -X-
• -X-


~ TÉCNICAS SUPREMAS~


• -X-
• -X-
• -X-



~ EXTRAS ~



APARÊNCIA: Kurai é um homem extremamente alto, grande e musculoso, com cabelos vermelhos, curto e espetado, ele tem duas cicatrizes simétricas em ambos os lados do rosto, e tem pernas longas. Sua boca, que geralmente é coberta, contém dentes extremamente afiados e grandes e é capaz de se expandir para um tamanho enorme. Ele tem olhos afiados, intensos e vermelhos, sobrancelhas altamente arqueadas e cílios inferiores proeminentes sob cada olho. Ele usa um enorme lenço esfarrapado que cobre sua boca e os ombros dele. Ele também usa um colete de couro, que expõe a maior parte de seu torso, ele também usa luvas e calças escuras, um cinto com uma fivela em forma de crânio e botas com espiras. Seu tronco é bem definido, com músculos abdominais proeminentes cobertos de tatuagens cor de rosa, ele usa pulseiras cravadas em seus braços, bem como almofadas de joelho em apenas um deles.

PERSONALIDADE: Kurai tem uma atitude muito séria, provida por seu mau humor, e se dedica a lidar eficientemente com qualquer as ameaça possível que possa vir a atrapalhar seus objetivos. O Ishida é capaz de reconhecer suas falhas e agir de forma pragmática se ele perceber que está em desvantagem. Ele é um indivíduo muito frio que coloca a eficiência acima de tudo o mais, e é considerado um perfeccionista, e também sabe quando reconhecer e dar os elogios aos seus inimigos. Ele também é capaz de ser extremamente brutal quando necessário, e é incrivelmente apaixonado por doces, e tenta programar seus lanches nos mesmos horários todos os dias. Além disso, o mesmo é extremamente privado sobre seus hábitos alimentares, pois ele é extremamente guloso e desleixado, falando consigo mesmo em êxtase sobre a qualidade da comida. Ele também parece valorizar os donuts não saudáveis. Por esta razão, ele come seus lanches isolado dos outros, e essa é a única vez que ele descobre sua boca, da qual ele tem vergonha e atacará impiedosamente qualquer um que a veja. E Kurai também é um homem honrado que não gosta de que outras pessoas interfiram em suas lutas.

HISTÓRIA:
ORIGIN
Pouco se sabe do lugar de onde Kurai realmente veio, já que o mesmo fora achado em um velho bote, vagando pelos mares, e foi encontrado por um velho pescador próximo de Las Camp, no West Blue, também não haviam informações sobre seus pais, quem foram, ou até se estavam vivos, já que não havia nada no bote além da criança de cerca de 1 ano. De imediato o pescador soube que aquela criança seria tratada diferente das outras, pois seu cabelo era de uma cor rara, e para piorar a situação, seus dentes eram tão afiados quanto o de um tubarão, e de cada lado de sua boca havia enormes cicatrizes, fazendo com que os adultos se afastassem de si, e as crianças o fizessem de chacota. Vendo que o garoto sofreria bastante se fosse para qualquer orfanato, o velho pescador tomou a criança para si, tendo a tarefa de cuidar do mesmo até que a morte estivesse à sua porta, e pudesse explicar suas origens. Além de prepará-lo para viver como quisesse.

CHILDHOOD
Depois de bastante tempo vivendo com o velho pescador longe do centro da ilha, o Ishida completou seus 7 anos, e até então não havia saído mais do que 200 metros longe do casebre de madeira, que era sua moradia. O aviso, ou apelo, fora feito por seu "pai", Jirou, mas mesmo que este tivesse de se manter alguns períodos longe do pequeno, o ruivo nunca viera a desobedecê-lo, o que era uma preocupação a menos para o velho homem. Mas neste dia em especial, O Ishida mais velho estava em casa, junto do pequeno Kurai, que estava animado para este dia, já que seu pai disse que teria alguma coisa especial para esse dia.

Tomaram o café da manhã e em seguida partiram para fora da casa. E ao lado esquerdo do casebre havia um tronco de árvore cortado, que foi utilizado de banco para que Jirou se sentasse, e na grama em frente ao mesmo, Kuroi estava sentado. - Então meu filho, vou te dizer algumas coisas, que podem não te agradar, mas você já tem idade suficiente para entender isso. - Explicou logo o mais velho, deixando o ruivo levemente assustado com o q poderia ser dito. - Primeiro eu queria te dizer que eu não sou seu verdadeiro pai, e sua mãe não está morta. - Disse o Ishida mais velho sem sequer hesitar. E pela surpresa Kurai levantou-se, e quando estava pronto para sair dali sentiu um toque no braço direito. -Escute até o final, ok? - Pediu Jirou, e mesmo contra sua vontade, o ruivo voltou a se sentar, até que terminar de escutar tudo que seu "pai" tinha a lhe dizer.

- Eu te achei no mar vagando sozinho, então não sei nada sobre seus pais ou de onde veio. - Voltou a explicar o velho, fazendo algumas poucas lágrimas caírem dos olhos do pequeno. - E eu acabei por te trazer para morar comigo e te impedi de ir à cidade por dois motivos. - E essa parte da explicação fez com que o pequeno Ishida ficasse irritado, mas não veio a dizer nada. - E é por seu cabelo e por sua boca. - E como a gota d'água, Kurai esbravejou. - COMO PÔDE FAZER ISSO COMIGO, NÃO SABE COMO É SUFOCANTE ESTAR NESSA CASA SEM NADA PARA FAZER, NINGUÉM PARA CONVERSAR. - Gritou o mesmo derrubando algumas lágrimas de raiva. - Me desculpe Kurai, eu não queria que você se sentisse assim, mas entenda, as pessoas daqui não se acostumam fácil assim a coisas diferentes, ninguém por aqui tem cabelos da mesma cor que a sua, e a boca também, e se eles não gostarem disso, você pode estar em apuros. - Jirou tentou explicar que fizera o que achava que seria o melhor para o ruivo. - Eu posso me cuidar sozinho. - Disse ainda chorando o Ishida, indo para seu quarto.

Algumas horas depois, quando Jirou se preparava para arrumar as coisas e ir pescar, Kurai saiu de casa silenciosamente, e o mais velho não o percebeu fazendo tal coisa. - Eu preciso ver com meus próprios olhos como vão me tratar, eu sempre soube que era diferente dos outros, pois eu já havia visto algumas pessoas passando aqui perto, mas eu não tenho certeza de como eles vão me tratar, e eu quero experimentar isso agora. - Pensou o pequeno Ishida enquanto andava a esmo, já que nunca havia estado em lugar algum da ilha fora os 200 metros que lhe eram limitados fora de casa. E perdido, o ruivo andou por bastante tempo até achar algumas construções, que eram parecidas com a casa que morava. Animado com a possibilidade de conhecer novas pessoas, o Ishida avançou no único caminho que ia em direção ao centro das casas, e conforme foi chegando muitas pessoas deixaram de suas coisas de lado para ver quem chegava ali, e de imediato as faces dos adultos foram tomadas por medo e terror, enquanto as crianças que ficavam por ali começaram a rir. - Sua boca está aberta até as orelhas, ele parece uma enguia pelicano. - Riu uma das crianças, caindo no chão de tanto rir, e influenciados pela fala, os adulto correram gritando. - Saiam de perto dele. A enguia pelicano está vindo atrás de nós.


A situação fez com que Kurai ficasse paralisado, pois estava acontecendo tudo que seu pai avia lhe dito. - [color:7a91=66ccff]Então eu estava errado. - Refletiu o ruivo, mas logo saiu de seus pensamentos, pois seu rosto foi acertado por um forte soco partindo de uma das crianças, mas esta era bem mais velha que o Ishida. - Suma daqui seu monstro, nunca mais se atreva a aparecer aqui. - Ao redor deste as outras crianças riam sem pudor do caído. E do chão, o mesmo a cada instante se sentia mais amaldiçoado pelo que tinha feito com seu pai anteriormente, algumas lágrimas já desciam por seu rosto, aumentando o riso dos outros. E um instante depois, seu estômago foi acertado por um forte chute, desferido pelo mesmo que lhe acertara antes. - Não me ouviu seu maldito suma daqui. - Disse ainda mais irritado o agressor, e quando Kurai se preparava para se levantar, uma voz feminina foi ouvida. - Deixem ele em paz! - Esbravejou uma menina, tinha a mesma idade do ruivo e era muito bonita para a idade. - O que você pensa que está fazendo, Naomi? Eu já te disse que você vai ser minha esposa, então não deve ficar perto de nenhum outro homem sem ser eu. - Esbravejou o que tinha agredido o ruivo. - Cala a boca Takeshi, você não manda em mim. Deixe ele sair daqui, logo. - E o garoto chamado Takeshi, apesar de irritado, fez o que a garota disse e deixou o Ishida em paz. - Vamos sair daqui. - Ordenou para as outras crianças, que logo o seguiram, deixando Naomi e Kurai sozinhos. - O-o-o-obrigado. - Agradeceu o ruivo, timidamente, pois não esperava que alguém o ajudasse em tal situação. - Você deve sair daqui logo, ou eu vou ter problemas. - Disse a menina, o que deixou o garoto confuso, mas o mesmo rapidamente obedeceu. E correu o mais rápido que podia para ir para sua casa.

Ao chegar em casa, depois de um bom tempo, seu pai logo o abraçou, está extremamente preocupado com o ruivo. - Kurai! Onde você estava? - Perguntou o mais velho, o que causou a lágrimas caindo dos olhos do pequeno, causando espanto ao outro, que nunca o vira chorar. - O que houve? - Perguntou achando estranha a ação do Ishida menor. - Me desculpe pai, eu não acreditei no que você disse e fui para uma vila. - Revelou Jurai, deixando Jirou ainda mais preocupado. - Foi como o senhor disse, muitos fugiram de mim, outros riram de mim e um garoto me bateu, até a menina que me salvou não queria ficar perto de mim. - Disse o ruivo chorando bastante, deixando toda a angústia que sentia sair junto com as lágrimas. - Não se preocupe meu filho, eu vou te treinar agora, apesar de que eu não sei muita coisa. Se esforce que você vai ser o homem mais forte desse mundo, eu tenho certeza. - Disse o Ishida mais velho, fazendo o menor limpar as lágrimas e assentir determinado, fazendo uma boa risada sair da garganta de Jirou.

TRAINING

Alguns dias depois do incidente, o treino de Kurai começou, seu pai deixava algumas tarefas e o ruivo tinha de realizar, infelizmente Jirou não podia passar muito tempo com o pequeno, fazendo com que o mesmo tivesse de fazer a maior parte do treino sozinho, mas foi aí que fora descoberta a genialidade do mesmo, pois este conseguia fazer o que lhe era dito facilmente, então em menos de 3 meses Kurai aprendeu tudo que seu pai podia lhe ensinar. E para não interromper o aprendizado do mesmo pela metade, o mais velho levou seu filho para a cidade para conhecer um antigo amigo seu, para ver se o mesmo podia terminar o treinamento de Kurai, antes de saírem de casa, o ruivo pegou um velho lenço esfarrapado que havia na casa e enrolou em si, cobrindo sua boca, seu pescoço e parte dos ombros. - Para quê isso, meu filho? - Perguntou Jirou, curioso com o que seu filho havia feito. - Eu nunca mais vou deixar que vejam minha boca, se essa é minha maior fraqueza, ninguém mais a verá, somente o senhor. - Disse o ruivo determinado. E com um risinho por parte de Jirou saíram de casa.

No centro da cidade, era possível ver os olhos vermelhos de Kurai brilharem, animados por ver coisas novas, e pelo lenço velho cobrir sua boca, não tiveram quaisquer problemas no caminho até o seu destino, que era o QG da Marinha da ilha. - O que estamos fazendo aqui? E o que significa esse símbolo na parede? - Perguntou extremamente curioso o pequeno, causando uma pequena risada no mais velho. - Calma meu filho, tudo a seu tempo. - Explicou Jirou, mas foram interrompidos por um soldado da Marinha. - O que querem aqui? - Perguntou cheio de autoridade. - Estamos aqui para ver Hideki, sou um velho amigo dele. - Explicou o Ishida. E com isso o soldado empalideceu, pois sabia que o velho realmente conhecia seu superior, pois ninguém ousava chamá-lo por seu primeiro nome. - Vou chamá-lo, espere um momento. - Disse o soldado, que saiu completamente nervoso, causando uma crise de risos no Ishida.

Depois de um tempo esperando, o homem apareceu bastante surpreso, pois não imaginava que voltaria a vê-lo novamente. - Então você ainda está vivo Jirou. Hahaahha – Riu o Marinheiro, junto do Ishida. - Faz realmente muito tempo, eu não imaginava que teria que voltar aqui. - Falou Jirou. - E o que você quer aqui? - Peguntou Hideki. - Quero que você arrume treinamento para esse rapaz. É o meu filho. - Explicou o pescador. - Oh, você com filho. Isso que é novidade. Mas me diz, que tipo de treinamento? - Um sorriso zombeteiro apareceu no rosto do Marinheiro. - Pior do que aquele. - Disse o pescador com um sorriso no rosto, e Hideki empalideceu. - É para já. Vamos garoto. -E assim o treinamento de Kurai teve continuidade. Aproveitando o tempo livre, o ruivo também procurou pelos mais diversos assuntos para melhorar, então com um outro Marinheiro, o mesmo aprendeu sobre acrobacia e luta de rua, além de ler diversos livros sobre estratégia, o que o fez se tornar um adversário em tanto.

E assim a vida de Kurai seguia até os dias de hoje, agora com 26 anos, seu pai acabou por falecer, e após o enterro deste, o ruivo decidiu que entraria para a Marinha, que virou uma espécie de paixão sua após seu treinamento com o velho Hideki, tanto que era fissurado em uma única coisa envolvendo a Marinha, se tornar um o Almirante de Frota, e fazer com que a Marinha acabasse com o máximo de piratas que pudesse.


~ VANTAGENS E DESVANTAGENS ~


Vantagens:
• Genialidade
Spoiler:
 
• Ambidestro
Spoiler:
 
• Noção Exata do Tempo
Spoiler:
 
• Temperamento Calmo
Spoiler:
 
• Voz Encantadora
Spoiler:
 

Desvantagens:
• Monstruoso

Citação :
Sua boca, que geralmente é coberta, contém dentes extremamente afiados e grandes e é capaz de se expandir para um tamanho enorme. Com essas características, a boca de Kurai pode causar espanto, nojo, repulsa e até desprezo das pessoas que a veem

Spoiler:
 
• Mau Humor
Spoiler:
 
• Devoção

Citação :
Se tornar o Almirante de Frota, e fazer com que a Marinha acabasse com o máximo de piratas que pudesse.

Spoiler:
 



~ PERSONAGENS CONHECIDOS ~



PLAYERS:
 

NPC's Importantes:
 

NPC's Criados:
 

Link da Mini Aventura concluída ou da ficha antiga cancelada: Ficha Antiga

____________________________________________________

Ficha | Aventura





Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: Regras | Mudanças Importantes | Crie seu Personagem | Mini-Aventuras
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Ishida Kurai
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A Grande era dos Piratas :: Personagem e Mundo :: Arquivo de Fichas :: Civis-
Ir para: