A Grande era dos Piratas



 
FAQCalendárioInícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [MINI-*Shark D. Davy*] *Mundança...*
por Fanalis B. Ria Hoje à(s) 01:55

» [MINI-Shark D. Lee] A Primeira de Muitas
por Fanalis B. Ria Hoje à(s) 01:55

» [MINI-Ulricheisen] O Sopro Inicial
por ulricheisen Hoje à(s) 01:41

» [Mini - Hou Yi] Capítulo 0.5
por Hou Yi Hoje à(s) 01:07

» Olar Marilene
por Curly Bill Ontem à(s) 23:50

» [M.E.P] Curly Bill
por Curly Bill Ontem à(s) 23:30

» Me apresentando aqui, tá okay?
por Reinhardt Ontem à(s) 23:27

» [MINI - Bill Curly] - Meu Ódio Será Tua Herança
por Curly Bill Ontem à(s) 23:25

» [MINI-Kurokami] Alvorada
por Rimuru Ontem à(s) 19:51

» [M.E.P] Towetz
por Towetz Ontem à(s) 19:00

» [MINI-*Towetz*] O Fanfarrão de Shells Town
por Towetz Ontem à(s) 18:47

» [MINI-*Lion King*] *Bandidos Malvados*
por Fanalis B. Ria Ontem à(s) 14:42

» Jimmy, o atirador vermelho
por Fanalis B. Ria Ontem à(s) 14:40

» [MINI-Sr. Gomes] Teste
por Fanalis B. Ria Ontem à(s) 14:36

» [MINI-TheUndead] Faço-os lembrarem.
por Fanalis B. Ria Ontem à(s) 14:36

» [MINI-*Slayer-Sama*] *Dragon Slayer*
por Fanalis B. Ria Ontem à(s) 14:36

» [M.E.P] - TRIPZAP
por TripZap Ontem à(s) 13:25

» MINI-TRIPZAP
por TripZap Ontem à(s) 13:24

» Masimos Titã Howker
por Marciano Ontem à(s) 08:13

» Aaron DeWitt
por GM.Yami Ontem à(s) 02:57

Facebook

------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG


Conheça o Fórum NS


Compartilhe | 
 

 Baltazar Vincent Encausse

Ir em baixo 
AutorMensagem
ADM.Bowel
Administrador
Administrador
avatar

Créditos : 62
Warn :
Data de inscrição : 13/09/2015
Idade : 28

MensagemAssunto: Baltazar Vincent Encausse   Ter 04 Dez 2018, 14:24

~ PESSOAL ~


Nome: Baltazar Vincent Encausse
Idade: 23 anos
Altura: 1,74m
Peso: 66KG
Mão predominante: Ambidestro
Sexo: Masculino
Raça: Humano
Tamanho/Espécie: Normal
Origem: Loguetown
Localização: Toroa Island
Grupo: Civíl


~ ATRIBUTOS ~


(Começa com 10 pontos, BÔNUS RACIAL EM AZUL E BÔNUS DE EDC EM VERMELHO)

LEVEL: 1
EXP: 10/25
BERRIES: 50.000

HP: 44
SP: 62

DANO: 1 [2 EdC] = 3
ACERTO: 0 [3 Raça] [2 EdC] = 5
PONTARIA: 0
ESQUIVA: 0 [3 Raça] [2 EdC] = 5
BLOQUEIO: 0
RESISTÊNCIA:0
PERCEPÇÃO: 4 [2 Raça] = 6
MANIPULAÇÃO: 5 [2 Raça] = 7
VELOCIDADE DE ATAQUE: 3


KENBUN-SHOKU HAKI

Citação :
LEVEL: -X-
EXP DO PODER: 000/050
BUSOU-SHOKU HAKI

Citação :
LEVEL: -X-
EXP DO PODER: 000/050

~ ESTILOS DE COMBATE ~

Citação :
• Estilo de Combate: Taekwondo
LEVEL DE COMBATE: 1
EXP DE ESTILO: ~PRIMÁRIO NÃO POSSUI EXP~

~ Perícias ~
Citação :

• Atuação
• Disfarce
• Sedução
• -X-
• -X-

~ Ofícios ~
Citação :
• (ofício)
• -X-
• -X-
• -X-
• -X-
• -X-

~ FAMA & REPUTAÇÃO ~

Photoplayer:
Baltazar Vincent Encausse:
 
Alcunha: O Mestre dos Disfarces
Recompensa:
Citação :
LINK DOS JORNAIS:
~ AKUMA NO MI ~

Citação :
Nome:
Tipo:
Energia:
Bonificação:
~ EQUIPAMENTOS ~


• ARMA(S)
-Nome:
Bônus:
Dano:
Requerimentos:
Custo:

• CABEÇA
-Nome: -x-
Bônus: -x-
Requerimento: -x-
Custo: -x-

• TRONCO
-Nome: -x-
Bônus: -x-
Requerimento: -x-
Custo: -x-

• BRAÇOS
-Nome: -x-
Bônus: -x-
Requerimento: -x-
Custo: -x-

• MÃOS
-Nome: -x-
Bônus: -x-
Requerimento: -x-
Custo: -x-

• PERNAS
-Nome: -x-
Bônus: -x-
Requerimento: -x-
Custo: -x-

• PÉS
-Nome: -x-
Bônus: -x-
Requerimento: -x-
Custo: -x-

~ INVENTÁRIO~

(MÁXIMO DE 10W)

~ EMBARCAÇÕES ~

Nome:
Tipo:
Descrição:
Velocidade:
Número de tripulantes máximos acomodados:
Lotação máxima no transporte:
Número de ilhas sem precisar reabastecer:
HP:
Canhões:

~ TÉCNICAS ~

• -X-
• -X-
• -X-
• -X-
• -X-

~ TÉCNICAS SUPREMAS~

• -X-
• -X-
• -X-


~ EXTRAS ~


APARÊNCIA: Baltazar é um jovem adulto de estilo fino e um tanto desleixado, ele é caucasiano de altura média, seus cabelos são loiros e vão até a altura de orelha. Seus olhos são de puro tom de esmeralda e seu corpo é magro e levemente definido. No que se trata de vestimenta Baltazar tem seus requisitos, mas no geral é bastante desleixado, está sempre trajando sua camisa social branca, sua gravata vermelha e seu blazer preto e surrado, de calças veste uma social preta levemente justa e botas de couro pretas.

No pescoço usa um colar de contas (3) colorido, duas vermelhas e uma verde e na orelha esquerda dois brincos-argolas pequenos. A primeira vista ele pode parecer um garoto gentil e doce, visto que sua postura é sempre positiva e cômica, mas quem prestar atenção pode perceber os olhos vazios que o garoto carrega.

PERSONALIDADE: Dono de uma personalidade irreverente, Baltazar na maior parte do tempo é uma pessoa cômica, que usa de seus sarcasmo e ironia para conquistar e também para afastar os outros ao seu redor. Costuma ter uma postura que aos olhos dos outros pode parecer se a de um preguiçoso, mas não é nada mais do que a sua tranquilidade tomando lugar. Seu bom humor não reflete necessariamente na maneira que ele está se sentindo, mas ele o usa como escape para evitar pensar ou sentir coisas desagradáveis. Geralmente é preciso de muito pra que alguém ou algo abale o seu psicológico, sempre com uma visão otimista, busca procurar a melhor forma de resolver as coisas. Apesar de ser um manipulador, Baltazar é mais profundo do que aparenta, seu lado oculto que dificilmente se mostra, trás um rapaz um tanto melancólico que apenas busca entender quem ele é e o que o mundo espera dele. No geral, ele é bem metódico e observador quando se faz necessário e faz o que for preciso pra alcançar seus objetivos, desde seduzir alguém, como se humilhar de maneira degradante, não que represente que ele está realmente sentindo essas coisas, mas o rapaz é desprendido de qualquer orgulho que o prenda a tolices, seu olho é sempre no objetivo final.

HISTÓRIA:  A história de Baltazar começa quando ele ainda era apenas uma criança, filho de pais artistas, sempre teve pessoas – a quem chamava de família, que o amavam e o acolhiam. O “Circo dos Encausse”, como era chamado, viaja pelos blues trazendo alegria e diversão para todos os mares e, para o pequeno Baltazar, tudo era exatamente resumido naquilo: diversão. Seus pais nunca foram do tipo que o prendiam ou manifestavam seus próprios ideais nele, os dois queriam desde sempre que o garoto pudesse sentir que tinha a liberdade de escolher qual caminho queria trilhar e onde queria que sua vida o levasse.

Ao completar 3 anos de idade, o garoto surgiu com uma súbita atração pela arte do teatro, então, seus pais com muito orgulho cuidaram pessoalmente do ensinamento que o filho recebia. Se havia decidido aprender, então aprenderia com os melhores. O pai tratava de ensinar tudo sobre vestuário, maquiagem e acessórios, ensinando-o a se tornar outra pessoa mudando sua aparência, já a sua mãe cuidava de tudo relacionado a arte de atuar, emular vozes, maneirismo e emoções diferentes. Aos 4 anos já se apresentava em alguns atos do circo.

Com o tempo, por mais que amasse muito o seu papel ali, sabia que não era o que ele queria. Conforme viajavam, conheceu uma grande gama de pessoas com as mais intensas e divertidas histórias – contos que o assustavam e outros que o intrigavam, chegou em um ponto de idealizar todas as histórias que ouvia na sua mente como se fosse o protagonista das mesmas. Conforme crescia, Baltazar sentia-se mais maravilhado no mundo em que vivia, mas não com a própria vida, nada mais o agradava. As corridas ao redor dos blues haviam se tornado entediantes, coisa alguma preenchia o coração dele com animação, até que completou 19 anos.

Passeando pelas terras de Centaurea Island enquanto acontecia mais uma das apresentações do circo, encontrou-se perdido em uma das florestas da ilha, enquanto se aventurava mata a dentro, acabou por encontrar um jovem que treinava por ali, este, percebendo que estava sendo observado sumiu dos olhos curiosos de Baltazar e reapareceu lhe desferindo um golpe imobilizável. O loiro não conseguia acompanhar os movimentos do rapaz e tampouco desviar. Demorou uns 5 minutos até o agressor entender que tudo não passava de um mal-entendido, revelou que seu nome era Willy e finalmente libertou o jovem circense.

Intrigado com o que Willy fazia ali, começou a questionar, já que o rapaz estava mais propenso a conversar do que estava antes, não demorou pra que entrassem no embalo um do outro e começassem a papear sobre toda e qualquer coisa que viesse a cabeça. Willy, um jovem levemente definido, tinha por volta de seus 20 anos, cabelos brancos e a pele negra. Por mais que a conversa já viesse acontecendo por 5 horas, Baltazar reparava que o novo amigo não falava muito sobre si mesmo, o máximo de informação que havia revelado era seu nome, mas algo nele fazia a curiosidade do loiro atiçar. Em contra partida, o circense abria boa parte de sua vida, contava suas histórias, suas decepções, suas esperanças, suas experiências e a vontade de conquistar algo a mais.

Pelos próximos dias enquanto a trupe estivesse naquela ilha, aqueles matagais seriam o ponto de encontro dos dois garotos que aos poucos progrediam sua relação, conhecidos, amigos, amantes, Baltazar já considerava aqueles, os melhores dias de sua vida. O respeito, compreensão e a atração que sentia eram recíprocos e aquela foi a primeira vez que o garoto encontrou algo que parecesse real. Chegada a hora do circo ir pra outra ilha, Willy convidou o garoto a ficar e tomando uma decisão que nunca achou que tomaria na vida, decidiu ficar para trás, seus pais apesar de não entenderem bem aquelas coisas "moderninhas" não reclamaram, o filho estava tentando voar com as próprias asas e para eles isso era motivo de orgulho.

A vida em Centaurea Island era pacata, todo o tempo que Baltazar tinha era gastado com Willy, que enquanto treinavam na floresta, lhe ensinava a arte de lutar taekwondo, que pela qual, era um especialista. Metade do dia era usada para passar tempo com o seu amante e a outra metade ele passava na cidade, usava de sua habilidade para fazer imitações que fariam as pessoas rirem e assim talvez conseguir um pouco de dinheiro, essa rotina durou por anos, até o aniversário de 22 anos de Baltazar.

Tudo estava prestes a ruir. Aparentava ser um dia como qualquer outro, Baltazar passava o seu tempo padrão com Willy, até que o rapaz percebendo algo diferente mandou-o esconder-se, ele obedeceu. Um grupo de homens que pareciam-se com piratas estavam atrás de seu amado, eles pareciam estar querendo cobrar um acerto de contas, Baltazar já tinha ouvido alguma história do gênero da boca de Willy, ele havia dito que um dia teve um desentendimento com um pirata escravagista que tentava sequestrar uma sirena que vivia na cidade, para Baltazar, eles estavam cobrando a conta. Eram muitos homens pra apenas um garoto, indefeso, Willy não sobreviveu. Baltazar assistia tudo chocado e com um pesar em seu coração, mas nada pode fazer para ajudar. Então, correu até o centro da cidade onde denunciou tudo o que havia acontecido a marinha e por mais que tivesse sido considerado o suspeito principal, visto que os tais piratas haviam sumido do mapa, como se nunca tivessem existido, em nada deu, já que não tinham provas suficientes pra resultar numa condenação.

Ganhando a alcunha de membros da cidade de "o mestre dos disfarces", decidiu mudar-se de ilha, tentar um novo recomeço e é assim que começa a sua história em Toroa Island.



~ VANTAGENS E DESVANTAGENS ~

(MÁXIMO DE 6 PONTOS GASTOS. TODOS COMEÇAM COM 2)

Vantagens:
• Ambidestro (1 ponto)
• Temperamento Calmo (1 ponto)
• Voz Encantadora (1 ponto)
• Boa aparência (1 ponto)
• Genialidade (2 pontos)

Desvantagens:
• Má Fama (2 pontos)
Descrição:
 
• Código de Honra: Conduta (2 pontos)
Descrição:
 
• -X-



~ PERSONAGENS CONHECIDOS ~


PLAYERS:
 

NPC's Importantes:
 

NPC's Criados:
 

Link da Mini Aventura concluída ou da ficha antiga cancelada: Willy Barta

____________________________________________________

Ficha | Aventura





Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: Regras | Mudanças Importantes | Crie seu Personagem | Mini-Aventuras
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Baltazar Vincent Encausse
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A Grande era dos Piratas :: Personagem e Mundo :: Arquivo de Fichas :: Civis-
Ir para: