A Grande era dos Piratas



 
FAQCalendárioInícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [Mini - Sherlock Helmes] O Despertar de uma Alma Quebrada
por Makei Hoje à(s) 14:53

» Vem me dar oi, eu faço um chá
por Layla Morningstar Hoje à(s) 12:33

» [Mini-Handa] Uma beleza preguiçosa
por Handa Hoje à(s) 11:54

» MEP - Handa
por Rimuru Hoje à(s) 11:14

» Kryn Nerelin
por Punk Hoje à(s) 8:26

» Aegir Ran Njord
por SirAlencar Hoje à(s) 2:49

» Mizzushiro T. Arashikage
por Mizzu Hoje à(s) 0:26

» [mini-gubaca] Estrela Cadente
por gubaca Hoje à(s) 0:12

» ||NPC|| Dora Dodgers, a Aventureira - Little Garden
por Bread Ontem à(s) 23:34

» ||NPC|| Boo, "Dog"
por GM.Furry Ontem à(s) 23:07

» NPC || A Aventureira
por GM.Furry Ontem à(s) 23:04

» [MINI - Gark] Alvorecer de uma nova aventura
por BoderoX Ontem à(s) 21:31

» Kaleb Blaze
por West Ontem à(s) 20:36

» Olá e desculpa
por Cubo Nito Ontem à(s) 20:06

» Jarok
por Jarok Ontem à(s) 19:29

» Hornee Diamond
por Bread Ontem à(s) 18:53

» [Mini - B.Bunny] O primeiro dia em Yakira Town
por Makei Ontem à(s) 17:50

» [MINI-kaito]O solitário Kaito
por Fanalis B. Ria Ontem à(s) 17:41

» [M.E.P] - [MINI - Gark] Alvorecer de uma nova aventura
por Makei Ontem à(s) 15:43

» [MINI - Hanatos] - Que o senhor me ensine a viver...
por Hanatos Ontem à(s) 13:47

Facebook

------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG


Conheça o Fórum NS


Compartilhe | 
 

 [MINI-Kurokami] Alvorada

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Knabstrupper
Membro
Membro
Knabstrupper

Créditos : 6
Warn :
Masculino Data de inscrição : 26/11/2018
Idade : 21

MensagemAssunto: [MINI-Kurokami] Alvorada   Seg 26 Nov 2018 - 2:00

Nome: Kurokami
Idade: 21
Sexo: Masculino
Raça: Humano (Normal)
Tamanho: Normal
Estilo de Combate: Espadachim
Localização: Ilusia Kingdom - West Blue
Grupo: Civil
Vantagens: Genialidade
Desvantagens: Código de Gratidão

OFF: Ainda não decidi o nome definitivo do personagem, farei no momento da criação da ficha. Compreendo a implicação da penalidade caso precise mudar o nick, durante essa aventura, utilizarei o nome acima.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rimuru
Orientador
Orientador
Rimuru

Créditos : 12
Warn :
Data de inscrição : 20/03/2018
Idade : 20

MensagemAssunto: Re: [MINI-Kurokami] Alvorada   Seg 26 Nov 2018 - 7:12

~Mini-Aventura APROVADA~


Olá, seja bem-vindo ao OPRPG!!

Eu sou um Orientador, minha função é lhe ajudar a se adaptar neste universo do OPRPG.

Sendo assim irei lhe orientar de todas as formas possíveis, a partir de dicas no decorrer desta Mini-Aventura. Como esse fórum é bem complexo em suas regras, também irei tentar responder suas dúvidas, por isso, no menu de navegação (parte superior do site) existe um link M.P. O mesmo corresponde às mensagens privadas. Lá você poderá, em qualquer momento que achar necessário, me enviar dúvidas de como prosseguir no jogo; ou pode entrar no seguinte link: http://www.onepiecerpg.com/f3-duvidas-criticas-e-sugestoes , e criar um tópico para algum membro da Staff responder; mas caso tenha dúvidas durante a Mini, pode colocar em "off" no próprio post.

Sim... Vamos ao que importa?

Abaixo seguirão algumas dicas para que leia antes de criar seu primeiro post.

DICAS:


  • Lembre-se que você apenas narra as ações de seu personagem, seu personagem nunca FAZ ele sempre TENTA e também demonstre desde o 1º post qual o seu objetivo na aventura.
  • O ambiente que você se encontra, NPC's e todo o resto que compõe sua aventura, quem cuidará disso sera seu narrador.
  • As mini-aventuras servem para corrigir seus erros na narração durante a aventura e também formas melhores de deixar sua narração mais interessante.
  • Caso a Mini-Aventura fique sem post durante 5 dias por parte do player, a mesma será cancelada.


O 1º post é seu e eu serei o seu Orientador.

Observações:
 

____________________________________________________








Legenda:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Knabstrupper
Membro
Membro
Knabstrupper

Créditos : 6
Warn :
Masculino Data de inscrição : 26/11/2018
Idade : 21

MensagemAssunto: Re: [MINI-Kurokami] Alvorada   Seg 26 Nov 2018 - 12:26

Estava mais uma vez no bar local, onde rotineiramente se encontrava. O dono e demais colaboradores já o conheciam de longa data, era um frequentador dos mais assíduos e já havia gasto muitos berries naquele estabelecimento.

-O de sempre. -Dizia enquanto procurava um lugar para se sentar, um pouco ríspido, incomum de seu comportamento, especialmente naquele lugar. O barman sabia que ele se referia ao rum, sua bebida favorita.

-Hoje realmente não foi meu dia. Estou começando a me cansar desse rúfios e larápios que tenho de capturar para a Marinha todo santo dia. Acho que tá passando da hora de ir embora desse lugar...

Kurokami, ou "Kuro" como é conhecido localmente, é uma espécie de anti-herói valentão da cidade. Um xerife mercenário, se existe alguma forma mais acurada de definir. Em um dia de trabalho comum, precisa capturar ladrões, larápios, enganadores e brutamontes que a Marinha não consegue lidar, por questões de demanda. Em dias mais agitados, auxilia a mesma Marinha na captura de piratas que tentam perturbar a paz na cidade. Nunca realmente se interessou em ingressar à corporação, pois nunca lidou muito bem com hierarquia, nem é dos maiores apoiadores do Governo Mundial, já que acredita que as pessoas podem se governar melhor sozinhas. Sempre desejou zarpar pelo mar, mas seu trabalho sempre o puxara de volta, sempre com uma oferta mais irresistível ($) que a outra por parte dos marinheiros. Faz esse trabalho desde muito novo, tendo iniciado pegando e levando à Marinha um ladrão que roubara sua própria casa. É órfão, nunca conheceu os pais e nunca se interessou por isso, sabe que está sozinho no mundo e já se conformou com isso, na verdade, às vezes soa como se gostasse. Sem prendimentos, criando laços momentâneos quando precisa atender seus desejos ou atingir um objetivo. Não tem sentimento de ódio ou amor por nenhuma das forças atuantes no mundo, se preocupando na maior parte das vezes consigo mesmo em primeiro lugar. Não é, no entanto egoísta o tempo inteiro, demonstrando compaixão e fornecendo ajuda em algumas ocasiões em suas missões, especialmente em relação à civis em perigo. As pessoas comumente confundem o rapaz com um pirata, por conta das suas vestimentas que se assemelham às dos piratas, bem como à aparência suja (reflexo de seu trabalho e hábitos) mas a verdade é que ele simplesmente gosta do estilo. Anda sempre com seu sabre na cintura, ao lado esquerdo. A bainha de couro da arma parece ser a parte de sua aparência que é a mais limpa, resultado do cuidado que Kuro tem com sua arma. A lâmina é impecável, sempre limpa (carrega um pano na cintura somente para tal) e afiada, pronta para resolver um desafeto sempre que for chamada. Em seus planos recentes, enquanto reflete naquele balcão de bar, pensa em iniciar uma vida como um caçador de recompensas de nível mais alto e o quanto isso, além de excitante, seria rentável.

-Ei... (Nome do dono, ao qual Kuro provavelmente já conhece)! Eu preciso juntar uma grana boa pra ir embora daqui. Sabe de algum lugar onde possa encontrar um trabalho que não seja enxugar gelo barata que faço aqui todo dia? Se for gelo, que ao menos enriqueça o pano que o enxugue heheheh. - Dizia enquanto dava um leve sorriso na última frase, mostrando os dentes.

Legenda:
Fala
Pensamento
Ação
OFF: Eu tenho uma pergunta: tenho obrigação de fazer exatamente o mesmo personagem da mini na minha ficha oficial? Ou isto é apenas para me habituar ao jogo e terei liberdade de criar outro personagem na ficha, quando terminarmos aqui?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rimuru
Orientador
Orientador
Rimuru

Créditos : 12
Warn :
Data de inscrição : 20/03/2018
Idade : 20

MensagemAssunto: Re: [MINI-Kurokami] Alvorada   Qua 28 Nov 2018 - 21:47

~Post NEGADO~


Ola o/ prazer em conhecê-lo meu nome é Rimuru e juntos estaremos nesse percurso longínquo onde irei orientá-lo e guiá-lo em meio ao sistema bem estruturado do Fórum.Tendo isso em mente não se acanhe pelo POST negado isso é mais do que comum para as pessoas que estão fazendo essa travessia para esse RPG interpretativo que costuma a ser bem diferenciado do habitual rolar de dados.

Seu POST foi interessante e conseguiu passar a ideia de como seria o seu personagem fazendo os leitores compreenderem um pouco melhor sobre quem ele seria e seus objetivos perante o mundo, mas uma coisa que está fora de nosso alcance e torna se uma prática desproporcional e deve ser evitada 100% das vezes é o famoso e frequentemente discutido “God Mode” (Isso é:narrar algo além do seu personagem, dizer como estava o ambiente a sua volta e o uso de tempo verbais que dê a ideia de sucesso nas ações praticadas por você mesmo como nos casos:

“Estava mais uma vez no bar local, onde rotineiramente se encontrava. O dono e demais colaboradores já o conheciam de longa data, era um frequentador dos mais assíduos e já havia gasto muitos berries naquele estabelecimento.”(Narração de cenário e distribuição de NPCs em meio ao ambiente recém criado pelo próprio jogador)

O de sempre. -Dizia enquanto procurava um lugar para se sentar, um pouco ríspido, incomum de seu comportamento, especialmente naquele lugar. O barman sabia que ele se referia ao rum, sua bebida favorita.”(Uso de tempos verbais que dão a ideia de uma ação concluída e exercida sem uma primeira tentativa).


Entre outros casos tais como a inclusão de uma arma de início (Jogadores não começam com nenhum equipamento além das roupas de sua própria aparência costumeira).

Com isso podemos destacar a regrinha de ouro,aquela pequena junção de palavras que será usada ao longo de toda sua estadia: Seu personagem nunca FAZ ele sempre TENTA fazer ou seja, você deve usar o futuro do pretérito (verbo+ia. Ex: Andaria, comeria, compraria, falaria). Desse modo, a partir das suas ações, o narrador determina quais ocorreram, quais não e pode fazer os acontecimentos que irão  lhe ser atribuídos.


Um exemplo usando a mesma fala desenvolvida e de sua autoria ali em cima em padrões mais adequados:

O de sempre. -Diria enquanto iria procurar um lugar para me acomodar, um pouco ríspido, diferente do meu comportamento habitual, especialmente naquele lugar tão familiar. Esperaria que ao menos o barman soubesse ao que me  referia sendo de todas as bebidas nenhuma outra senão o rum, minha bebida favorita.”

Nessa situação você evita comentar que já está realizando um determinado movimento permitindo ao seu narrador criar e escolher aquilo que melhor se encaixa no contexto.

Quanto a primeira parte esse estabelecimento que você colocou não poderia ser retratado até que de fato fosse colocado na história, pois até que isso se tivesse certeza,o lugar em que se encontra poderia ser um ambiente qualquer em um clima totalmente aleatório.Você não pode simplesmente dizer que está sol sendo que existem inúmeras outras possibilidades.

Agora deixando de lado os motivos para os negados que tal alguns conselhos para treinarmos o seu desenvolvimento.

Procure demonstrar como seu personagem reage em meio às adversidades ao tentar se comunicar de maneira “X” como ele demonstraria reagir e quais as abordagens que ele iria fazer. Crie rotas e ações diferentes,nem sempre é garantido que a primeira será bem sucedida então a criação de um outro caminho(um plano B) pode vir a ser de grande utilidade.Ou quem sabe demonstrar como ele se expressaria com a resposta caso lhe fosse divulgada.

Releia e interprete seu próprio texto, pode parecer bobagem se auto avaliar enquanto possui um orientador para isso, mas criar o hábito de monitorar a si mesmo acaba por não apenas lhe livrar de erros minuciosos como desenvolve seu aprendizado como um todo.

Se tiver tempo abra outras mini aventuras, talvez exemplos de situações reais em andamento ou finalizada possam vir a clarear sua mente, no entanto saiba que sempre estarei a disposição, com isso qualquer dúvida que tenha em mente sinta se a vontade para contatar via M.P.

Tenho grandes expectativas do senhor e com certeza através do POST que fez e com essas pequenas dicas para lhe encaminhar na direção correta seu próximo será bem melhor e estruturado do que já é, mas agora da maneira correta.

Observação: Em relação a sua pergunta, você não é obrigado de utilizar o mesmo personagem da mini em sua ficha oficial.Veja isso como um tutorial,tudo aqui desde seus acontecimentos a desenrolar da história começará e finalizará nesse mesmo tópico. Com isso você pode ter.certeza de que terá total liberdade(em meio às regras estabelecidas) em desenvolver um personagem ao seu próprio gosto e interesse.

____________________________________________________








Legenda:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rimuru
Orientador
Orientador
Rimuru

Créditos : 12
Warn :
Data de inscrição : 20/03/2018
Idade : 20

MensagemAssunto: Re: [MINI-Kurokami] Alvorada   Qua 5 Dez 2018 - 5:54

Mini-Aventura CANCELADA...


Mini-aventura cancelada por inatividade. Caso queira reabrir sua mini mande PM para algum orientador, GM ou ADM.

____________________________________________________








Legenda:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rimuru
Orientador
Orientador
Rimuru

Créditos : 12
Warn :
Data de inscrição : 20/03/2018
Idade : 20

MensagemAssunto: Re: [MINI-Kurokami] Alvorada   Qua 5 Dez 2018 - 23:19

~Mini-Aventura Reaberta~


A pedido do jogador por meio de M.P entre um dos membros responsáveis pela área a mini aventura, está novamente operante para que seja dada continuidade.

Devido ao tempo decorrido até então segue abaixo algumas velhas porém excenciais instruções a serem seguidas e relembradas:


  • Lembre-se que você apenas narra as ações de seu personagem, seu personagem nunca FAZ ele sempre TENTA e também demonstre desde o 1º post qual o seu objetivo na aventura.
  • O ambiente que você se encontra, NPC's e todo o resto que compõe sua aventura, quem cuidará disso sera seu narrador.
  • As mini-aventuras servem para corrigir seus erros na narração durante a aventura e também formas melhores de deixar sua narração mais interessante.
  • Caso a Mini-Aventura fique sem post durante 5 dias por parte do player, a mesma será cancelada.


Qualquer dúvida que venha a ter ou ajuda que queira solicitar, sinta se a vontade para contatar por M.P.

____________________________________________________








Legenda:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Knabstrupper
Membro
Membro
Knabstrupper

Créditos : 6
Warn :
Masculino Data de inscrição : 26/11/2018
Idade : 21

MensagemAssunto: Re: [MINI-Kurokami] Alvorada   Qui 6 Dez 2018 - 11:23

Acordaria cedo naquela manhã e procuraria fazer o de sempre durante o dia e, ao final dele, buscaria mais uma vez o bar local, onde rotineiramente costumava ir. O dono e demais colaboradores provavelmente já me conheciam de longa data, pois era um frequentador dos mais assíduos e já havia gasto muitos berries naquele estabelecimento. Caso o local estivesse fechado, ou minha capacidade de chegar até lá fosse bloqueada por algum outro motivo, procuraria outro bar ou adega na região, pois minha sede e cansaço do dia quase me obrigavam a tal.

-O de sempre. -Diria enquanto procuraria um lugar para me sentar (preferencialmente no balcão, mas caso não existisse essa possibilidade, procuraria uma mesa mais afastada) um pouco ríspido, incomum de meu comportamento, especialmente naquele lugar. Esperaria que o barman deduzisse que me referia ao rum, minha bebida favorita.

-Hoje realmente não foi meu dia. Estou começando a me cansar desse rúfios e larápios que tenho de capturar para a Marinha todo santo dia. Acho que tá passando da hora de ir embora desse lugar...

Kurokami, ou "Kuro" como é conhecido localmente, é uma espécie de anti-herói valentão da cidade. Um xerife mercenário, se existe alguma forma mais acurada de definir. Em um dia de trabalho comum, precisa capturar ladrões, larápios, enganadores e brutamontes que a Marinha não consegue lidar, por questões de demanda. Em dias mais agitados, auxilia a mesma Marinha na captura de piratas que tentam perturbar a paz na cidade. Nunca realmente se interessou em ingressar à corporação, pois nunca lidou muito bem com hierarquia, nem é dos maiores apoiadores do Governo Mundial, já que acredita que as pessoas podem se governar melhor sozinhas. Sempre desejou zarpar pelo mar, mas seu trabalho sempre o puxara de volta, sempre com uma oferta mais irresistível ($) que a outra por parte dos marinheiros. Faz esse trabalho desde muito novo, tendo iniciado pegando e levando à Marinha um ladrão que roubara sua própria casa. É órfão, nunca conheceu os pais e nunca se interessou por isso, sabe que está sozinho no mundo e já se conformou com esse fato, na verdade, às vezes soa como se gostasse. Sem prendimentos, criando laços momentâneos quando precisa atender seus desejos ou atingir um objetivo. Não tem sentimento de ódio ou amor por nenhuma das forças atuantes no mundo, se preocupando na maior parte das vezes consigo mesmo em primeiro lugar. Não é, no entanto egoísta o tempo inteiro, demonstrando compaixão e fornecendo ajuda em algumas ocasiões em suas missões, especialmente em relação à civis em perigo. As pessoas comumente confundem o rapaz com um pirata, por conta das suas vestimentas que se assemelham às dos piratas, bem como à aparência suja (reflexo de seu trabalho e hábitos) mas a verdade é que ele simplesmente gosta do estilo. Em seus planos recentes, enquanto reflete naquele balcão de bar, pensa em iniciar uma vida como um caçador de recompensas de nível mais alto e o quanto isso, além de excitante, seria rentável.

-Ei... (Nome do dono, ao qual Kuro provavelmente já conheceria)! Eu preciso juntar uma grana boa pra ir embora daqui. Sabe de algum lugar onde possa encontrar um trabalho que não seja enxugar gelo barata que faço aqui todo dia? Se for gelo, que ao menos enriqueça o pano que o enxugue heheheh. - Diria enquanto daria um leve sorriso na última frase, mostrando os dentes. Caso o dono não lhe desse ouvidos, esticaria o braço e tentaria agarrar uma de suas mangas para perguntá-lo. Caso ele não estivesse por perto, faria a mesma coisa com qualquer trabalhador do local que estivesse passando por mim.

Legenda:
Fala
Pensamento
Ação


OFF: Estou experimentando as cores pras postagens, então desculpa a mudança. Acho que assim fica melhor.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rimuru
Orientador
Orientador
Rimuru

Créditos : 12
Warn :
Data de inscrição : 20/03/2018
Idade : 20

MensagemAssunto: Re: [MINI-Kurokami] Alvorada   Dom 9 Dez 2018 - 19:51


Os pássaros se curvaram diante a alvorada de um belo sol reluzente em meio a um clima tranquilo de outono, as folhas tremiam perante o ambiente de pouca vegetação em sua maior parte coberto pelo cimentos e tijolos das mais diversas construções, cada uma semelhante em tamanho e arquitetura perante as demais com suas ruas completamente movimentadas de operários cada qual devidamente uniformizado prontos para efetuarem seus serviços diários na famosa Pedra Rara, um ambiente voltado a mineração concentrado ao redor da única parte rochosa de toda a ilha, um lugar tranquilo em toda sua glória protegido pelo quartel general da marinha  e também palco das novas aventuras de um jovem entre muitos outros que se preparava finalmente para fazer sua estreia, mesmo que sem ter noção dos grandiosos eventos que estariam a lhe cercar.Embora o dia já houvesse dado  início a muito tempo Kurokami acabava de se levantar em sua própria casa e já estava disposto a sair dela sem nem ao menos tomar seu café da manhã ou devidos preparativos matinais, acontece que o entusiasmo era grande é a importância constante para que meras atividades viessem a atrapalhá-lo.Felizmente suas roupas já estavam perfeitamente adequadas ao seu corpo, trajes que condizem aos seus gostos pessoais e chamativos por natureza.Embora o movimento externo das ruas  fosse constante em apenas algumas bifurcações e viradas de esquina logo seu objetivo se encontrava adiante ao alcance de seus olhos batendo a imensa nostalgia em seu coração, um bar mais do que conhecido que o envolverá em inúmeras lembranças tais como o seu nome bizarro que de um lado para o outro balançava sobre uma placa com os dizeres “Taverna do Suricato Sorridente” sem mais delongas ele girava a maçaneta entrando mais uma vez sobre território conhecido.

Seus móveis eram inteiramente de madeira com o aroma de cerveja e mel circulando pelo ar, repleto de fregueses que enchiam suas caras com a amarga substância que descia suavemente sobre suas goelas sempre buscando mais e mais sustentarem seus vícios,ninguém poderia culpá-los aquele era o melhor bar entre muitos outros espalhados pelo vasta superfície, tanto pelas suas acomodações confortáveis que iam desde mesas devidamente esculpidas com entalhes de animais carismáticos em seus suportes até a cadeiras almofadadas que eram perfeitamente macias para um cochilo prazeroso até seu atendimento.Não havia muitos funcionários,apenas três jovens garotas que passavam desfilando sobre os corredores como se dançando com seus vestidos ao vento, anotando pedidos e entregando taças e copos assim como porções das mais diversas refeições que serviam de acompanhamento.E aquele que invocava os interesses e o motivo de toda essa caminhada, o dono do lugar que se encontrava por trás do galpão limpando-o com um pano umedecido retornando a atenção para Kurokami com um sorriso contagiante e ótimas palavras de acolhimento:

-Ora ora se não é o bom é velho Kuro, me diga colega, o que trás esse notório delinquente de volta a minha lareira aconchegante?Será que devo me preocupar com problemas novamente? Furifurifurifuri.Sua risada ecoava pela acomodação e outros que apenas a acompanhavam começavam a rir consequentemente sem nem ao menos saber seu motivo ou significado.Seu nome era Asta e os anos se passaram muito depressa para ele visto a sua aparência velha e caduca mas nem por isso descuidada se sentando em um pequeno banco e ouvindo a todas as palavras que eram a ele transmitidas enquanto concordava acenando com a cabeça até que parava em seu final refletindo por alguns instantes pensando se seria mesmo ideal revelar tal informação, até que cedia finalmente abrindo seus lábios para detalhes minuciosos e precisos:

-Eu te conheço a muito tempo então não vejo razões para não confiar em você Kuro, acontece que estou ficando velho e a aposentadoria me fez criar esse estabelecimento para que pudesse me manter. Porém meu passado sempre vem a me assolar e visitantes vieram a minha procura em busca de um trabalho a ser realizado, meu corpo já está longe de suportar tamanha adrenalina então se você está tão ansioso assim  irei encarrega-lo de entrar em meu lugar como um representante de minha causa.Suas mãos se levantavam clamando pela aproximação de alguém e como se correspondido duas figuras distintas apareciam cada uma com um porte físico diferente sendo o primeiro um homem grande e musculoso com inúmeras faixas cobrindo seu peito exposto e um cano de ferro alojado em suas costas e sua parceira deslumbrante, uma garota de cabelos curtos e pretos como a noite profunda com duas espadas em sua cintura apoiando se sobre o ombro de Kuro forçando o para baixo como se o mesmo não tivesse o direito da recusa:

-Esse jovens entraram em detalhe agora se me permite tenho uma taverna para administrar,fiquem a vontade. Com suas últimas palavras o homem avançava até Kuro passando suas mãos próximos ao mesmo como se prestes a soca-lo quando na verdade estava apenas pegando uma garrafa de rum e distribuindo em copos diferentes um para cada membro presente garantindo logo o seu enquanto a garota sem um piscar de olhos já pegava a garrafa para si e revirava seu conteúdo aos poucos:

-Então você que irá conosco? Ótimo só espero que não seja peso morto e esteja acostumado a lutar pois estaremos indo para a própria morte em si diriudiriudiriudiriu. A garrafa caiu no chão conforme ela afrouxava suas força e o homem apenas tampava o rosto em desgosto como se tivesse que passar por aquilo inúmeras vezes, como se estivesse incomodado ou até mesmo procurasse adiantar as coisas de uma vez retirava um cartaz bem familiar.Um cartaz de procurado com um arruaceiro esnobe e ruivo em sua cama:

-Ouvimos notícias de que Scott Olhos Famintos se encontra nessa ilha escondido sobre a proteção de uma facção do submundo, nós velejamos de muito longe a seu scalco podemos dizer que temos contos para saciar os músicos sobre inúmeras perseguições e conflitos.So que hoje iremos colocar um fim nisso,ele se encontra em um hotel proximo daqui onde estará sendo realizado uma reunião com os principais líderes da facção.Estamos querendo invadir o local  e matá-lo.

A garota empurrava o homem para o lado e era evidente que seu rosto estava todo vermelho e alterado, mesmo assim sua expressão era séria e desafiava a qualquer um a desafiá-la,sua lâmina era desembainhada emitindo um longo som que atiça a atenção de todos os presentes que começavam a encará-la com certo receio conforme ela concluía com severidade:

-Capturá-lo seria o certo,embora o cafajeste vem dado inúmeros problemas desde que entramos na busca, o dinheiro vale mais com sua vida do que enterro Clark, e eu não quero desperdiçar nenhuma mísera moeda depois de todas as despesas que tivemos que arcar.Sua arma era guardada e a outra espada era retirada da cintura sendo arremessada diretamente no peito de Kurokami que forte como era evitava ser derrubado no chão mantendo a dignidade inalterada vendo as labaredas de determinação se avivarem diante de si:

-Se aceitar ir conosco e melhor ir armado e então o que me diz? Está dentro? Ou prefere que chame uma babá para amamentar o bebezão?

Era evidente que aquilo era uma provocação mas não ao todo verdadeira sendo possível ver pelo tom de voz o quão forçada aquelas palavras saiam de seus lábios, provavelmente Kuro era uma de suas cartadas finais,mas será que o jovem optaria em ajudá-los ou procuraria algo que fosse mais ao seu agrado?
Dicas e Orientações:
 

____________________________________________________








Legenda:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Knabstrupper
Membro
Membro
Knabstrupper

Créditos : 6
Warn :
Masculino Data de inscrição : 26/11/2018
Idade : 21

MensagemAssunto: Re: [MINI-Kurokami] Alvorada   Ter 11 Dez 2018 - 2:00

-Ei, ei, calma aí, princesa! - Diria em tom sarcástico para a garota, a interrompendo, se possível, enquanto me levantaria e procuraria a fivela do meu cinto da qual eu utilizo para prender a bainha das espada na minha cintura. - "Conheço esse tipo... vai buzinar a viagem inteira hahah, eu meio que gosto disso." - Pensava acerca da garota que acabava de jogar sua arma para mim enquanto continuava procurando. Caso encontrasse a fivela, ataria firmemente, empurrando a guarda da espada para fora, de forma que pudesse examinar a lâmina e de que tipo de espada se tratava e o faria, meio de canto de olho, mas não tentando esconder de ninguém, apenas como quem cinicamente examina os dentes do cavalo dado. Caso não encontrasse, continuaria procurando, mas para ambos os casos seguiria falando: -De qualquer forma, eu me chamo Kurokami, Kuro se preferirem. E... eu vou com vocês de bom grado, um amigo de Asta é um amigo meu, sem falar que isso soa divertido! -Diria já com um sorriso animado no rosto, enquanto apertaria o cabo da espada, provavelmente já afivelada no lado esquerdo da sua cintura.

Desfaria o sorriso e, em seguida, me direcionaria ao homem musculoso e aparentemente mais responsável, colocando meus dedos da mão direita ao redor da lente direita do óculos, tentando organizá-lo no meu rosto. -Podemos ir para um lugar mais reservado? - Sussurrava para o homem, caso o mesmo, a garota ou Asta respondessem positivamente, indicando um lugar mais reservado, iria até lá com eles. Caso não houvesse um lugar melhor, ou isso não fosse possível, voltaria a me sentar numa cadeira e continuaria ali mesmo, mas tentando falar baixo. -O quanto de dados vocês tem sobre o alvo? Concordo com a princesa - Apontaria para a garota com o dedão da mão, em um gesto natural a mim. -nessa questão. É melhor dois pássaros na mão. Mas... se algo der errado, eu não vou deixar de dormir à noite caso algo aconteça a esse tal Scott... não é como se fosse a primeira vez que um criminoso morre, de qualquer forma. - Continuaria falando naturalmente. -Caso tenhamos muitas informações, como quem são os guardas, quantos são, quando são realizadas as trocas de turnos, em que horários a vítima dorme, em que horários sai, quando vai embora da ilha, eu posso arquitetar um ataque bastante eficiente, se posso dizer isso eu mesmo. Caso não, a noite quase sempre é o horário mais indicado, podemos esperar em locais estratégicos ao redor do hotel e utilizar um sinal sonoro ou visual como código para realizarmos a operação... - Deixaria as informações entrarem pelos seus ouvidos, enquanto observava atentamente às suas reações faciais, quaisquer que elas fossem.

OFF: Não gosto muito do lance de recapitulação, você raramente vai me ver fazendo algo próximo disso, simplesmente acho meio esquisito e desnecessário. Além disso, na questão do cinto eu tomei a liberdade de ditar que eu o tinha, já que é um artefato da vestimenta, caso não possa, ignore por favor.
Legenda:
Fala
Pensamento
Ação
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rimuru
Orientador
Orientador
Rimuru

Créditos : 12
Warn :
Data de inscrição : 20/03/2018
Idade : 20

MensagemAssunto: Re: [MINI-Kurokami] Alvorada   Dom 16 Dez 2018 - 8:11


Alguns preparos se faziam necessários para uma missão tão centralizada quanto essa e diante de inúmeros anos de experiência Kurokami não estava longe de perceber essa necessidade procurando saber mais e mais antes de se jogar de cabeça em um perigo questionável demonstrando ser ainda mais inteligente que a dupla vinha a crer, fazendo os trocarem subitamente olhares de receio e cutucarem previamente uns aos outros sinalizando os níveis superiores, tendo um diálogo inteiramente a base de gestos e sinalizações próprias que eram novidade para o jovem rapaz que a nada compreendia é apenas esperava pelo resultado eminente.Não demorou muito e como se já tivesse feito isso inúmeras vezes a garota pulava por cima do balcão indo para o outro lado e remexia uma das gavetas procurando um objeto específico se revelando como uma chave repleta de acessórios e chaveiros, antes de retornar ela analisava o estoque de bebidas e puxava umas duas garrafas de Rum depositando embaixo do braço e abria uma terceira garrafa de hidromel revirando o conteúdo enquanto direcionava se para a escada rumo ao andar de cima:

-Pois bem,acabamos de adquirir um quarto exclusivamente para isso, me acompanhe temos muito com o que discutir.Seus bolsos eram revirados e em um ou dois movimentos algumas moedas eram levemente depositadas sobre a madeira,o som ecoava pelo estabelecimento criando pequenos olhares de ganância mas ninguém era ousado o suficiente para furtar o pagamento do barman a que tanto admiravam e temiam. Sem nada a perder além da própria vida Kurokami seguia o homem degraus acima em pequenos e curtos passos, diferente do piso inferior o novo andar era exclusivo para dormitórios havendo apenas um pequeno corretor com inúmeros quartos de numerações diferentes sobre a porta e apenas uma delas aberta onde o musculoso adentrava depositando alguns de seus pertences sobre o chão para aliviar o peso e sentar se na beirada da cama onde a garota residia com ambas as garrafas vazias ao seu lado:

-Rapazes de fato são muito lentos, vamos Kurokami se sinta em casa pois temos um longo assunto pela frente, aliás meu nome e Roxy e o grandão ali como já deve saber se chama Clark.

Sua compostura mudava e logo ela se sentava, ajeitando os cabelos e buscando alguns papéis na gaveta ao lado despejando ao redor do colchão entre eles mapas da ilha,fotos do hotel e de inúmeras pessoas com seus nome escritos na beirada e costas da fotografia, havia também um pequeno caderninho e inúmeros sacos de conteúdo desconhecido, a garota ajeitava tudo com tremenda precisão como se quisesse criar uma maquete em tempo real do presente momento:

-Vejo que anda fazendo a lição de casa, o velho Asta não desapontou em questão de qualidade, vejamos por onde posso começar.Suas mãos passavam suavemente pelo queixo refletindo até que estalava os dedos apontando para Kuro e logo então para o mapa. O hotel não fica muito longe daqui, fica apenas a duas quadras virando a esquina, para manter o maior sigilo possível, existem apenas três guardas ao lado de fora protegendo o lugar com seus olhos e ouvidos prontos para comunicar seus superiores a qualquer adversidade efetuando uma troca de turno sempre que passado oito horas permitindo que os seguranças descansem.Seus olhos piscavam em frações de segundo apanhando a foto do alvo e arremessado para que o garoto pudesse ver. Scott nunca saiu de lá, desde que abordará na ilha,todas as suas táticas e ações foram realizadas dentro do edifício, ele é um homem perigoso você deve tomar cuidado,luta tanto com a espada em sua bainha assim como um revólver escondido em suas vestes para atingir os desatentos.Ela se levantava e ia saltitando até o guarda roupa, não se sabia se aquilo era comum dá indivíduo ou apenas um efeito passageiro do álcool, em súbitas batidas contra a porta a mesma abria fazendo com que três corpos desabassem ao chão.Esses são os seguranças da próxima vigília, então não temos que se preocupar com eles e então qual o seu plano?

A pergunta pairava no ar mas antes mesmo que pudesse responder um som familiar ecoava pelos seus ouvidos claro como a manhã, o disparo era repentino e a bala se alojava dentro da cabeça de Clark que desabava sem resistência contra o chão.Aplausos ecoavam pelas paredes conforme o responsável batia as palmas umas contra as outras revelando se para todos com seus ótimos trajes de roupas nobre e perfeitamente moldadas  e um chapéu fedora sobre sua cabeça seu corpo era corcunda como a de um urubu e seu sorriso se dava de um canto ao outro da boca  acompanhado de outros dois capangas:

-Bravo,bravo simplesmente espetacular não tinha dúvidas de que iriam vir atrás de mim depois de todo esse tempo, aliás estava mais do que esperando por esse momento. Seu rosto virava da esquerda para a direita como negação movendo o indicador de um lado para o outro com a mesma intenção.

-Mas me fizeram esperar demais,eu estava ficando impaciente, sabe eu nunca me preocupei em ser a caça mas existem dias que a presa tem de se tornar o caçador. Dessa maneira com um pequeno incentivo eu posso fazer as coisas andarem mais depressa.Suas botas moribundas pisavam contra o corpo de Clark fazendo o líquido vermelho sair com mais intensidade, lágrimas saiam dos olhos de Roxy e embora parecesse querer ceder às emoções ela se mantinha firme e quieta segurando a arma com determinação.O revólver de Scott apontava em sua direção mas seus olhos famintos fitavam Kuro com um interesse diferente:

-Vejam se não é carne nova no cardápio meus senhores, diga me bom rapaz quão o seu nome? Absoluta certeza que deve ser encantador.Mas como não sei a seu respeito irei te chamar de recruta até então.Escute recruta, nesse mundo somos obrigados e fazer escolhas, decisões importantes para nossas realizações e como sou piedoso irei lhe oferecer uma oportunidade. Sua gargalhada ecoava em estrondo deixando sua guarda aberta por alguns instantes.Roxy retirava uma faca escondida da parte de trás da calça e arremessava em sua direção,mas um dos guardas se colocava a frente levando a investida diretamente em seu coração.Scott atirava na cabeça do próprio parceiro que o salvara e jogava seu corpo para o lado tombando sem pestanejar sobre o chão:

-Você não faz parte dessa realidade recruta, pode abandoná-la se quiser, basta me fazer um pequeno favor e eu o deixarei ir. Mate a garota e garanta sua vida,simples assim.
Dicas e Orientações:
 

____________________________________________________








Legenda:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: [MINI-Kurokami] Alvorada   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[MINI-Kurokami] Alvorada
Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» quanto tempo dura a mini pizza na geladeira
» duvidas com mini pizzas congeladas
» [Resolvido]ESTOU QUERENDO O ESQUEMA TV SAMSUNG LCD T220M.
» PASSO A PASSO COMO PRÉ ASSAR EMBALAR CONGELAR E CONSERVAR PIZZA PARA VENDA FUTURA.
» Pizza Pré Assada - Fábrica ou Distribuidor

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A Grande era dos Piratas :: Personagem e Mundo :: Mini-Aventura :: Mini-Aventuras Concluídas ou Canceladas !-
Ir para: