A Grande era dos Piratas



 
FAQCalendárioInícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [MINI-*Shark D. Davy*] *Mundança...*
por Fanalis B. Ria Hoje à(s) 01:55

» [MINI-Shark D. Lee] A Primeira de Muitas
por Fanalis B. Ria Hoje à(s) 01:55

» [MINI-Ulricheisen] O Sopro Inicial
por ulricheisen Hoje à(s) 01:41

» [Mini - Hou Yi] Capítulo 0.5
por Hou Yi Hoje à(s) 01:07

» Olar Marilene
por Curly Bill Ontem à(s) 23:50

» [M.E.P] Curly Bill
por Curly Bill Ontem à(s) 23:30

» Me apresentando aqui, tá okay?
por Reinhardt Ontem à(s) 23:27

» [MINI - Bill Curly] - Meu Ódio Será Tua Herança
por Curly Bill Ontem à(s) 23:25

» [MINI-Kurokami] Alvorada
por Rimuru Ontem à(s) 19:51

» [M.E.P] Towetz
por Towetz Ontem à(s) 19:00

» [MINI-*Towetz*] O Fanfarrão de Shells Town
por Towetz Ontem à(s) 18:47

» [MINI-*Lion King*] *Bandidos Malvados*
por Fanalis B. Ria Ontem à(s) 14:42

» Jimmy, o atirador vermelho
por Fanalis B. Ria Ontem à(s) 14:40

» [MINI-Sr. Gomes] Teste
por Fanalis B. Ria Ontem à(s) 14:36

» [MINI-TheUndead] Faço-os lembrarem.
por Fanalis B. Ria Ontem à(s) 14:36

» [MINI-*Slayer-Sama*] *Dragon Slayer*
por Fanalis B. Ria Ontem à(s) 14:36

» [M.E.P] - TRIPZAP
por TripZap Ontem à(s) 13:25

» MINI-TRIPZAP
por TripZap Ontem à(s) 13:24

» Masimos Titã Howker
por Marciano Ontem à(s) 08:13

» Aaron DeWitt
por GM.Yami Ontem à(s) 02:57

Facebook

------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG


Conheça o Fórum NS


Compartilhe | 
 

 [Mini - Mamoo] Por aí para me procurar.

Ir em baixo 
AutorMensagem
Mamoo
Membro
Membro
avatar

Créditos : Zero
Warn :
Masculino Data de inscrição : 19/11/2018
Idade : 15

MensagemAssunto: [Mini - Mamoo] Por aí para me procurar.   Qua 21 Nov 2018, 20:52

Nome: Mamoo Mockey
Idade: 19 anos.
Sexo: Masculino
Raça: Mink - Lagomorfo
Tamanho: Normal
Estilo de Combate: Taekwondo
Localização: West Blue - Las Camp
Grupo: Civil
Vantagens: Aceleração
Desvantagens: N/A
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Galaxy Dante
Estagiário Orientador
Estagiário Orientador
avatar

Créditos : 4
Warn :
Masculino Data de inscrição : 30/03/2013
Idade : 19
Localização : No Pc

MensagemAssunto: Re: [Mini - Mamoo] Por aí para me procurar.   Qui 22 Nov 2018, 05:29

~Mini-Aventura APROVADA~


Olá, seja bem-vindo ao OPRPG!!

Eu sou um Orientador, minha função é lhe ajudar a se adaptar neste universo do OPRPG.

Sendo assim irei lhe orientar de todas as formas possíveis, a partir de dicas no decorrer desta Mini-Aventura. Como esse fórum é bem complexo em suas regras, também irei tentar responder suas dúvidas, por isso, no menu de navegação (parte superior do site) existe um link M.P. O mesmo corresponde às mensagens privadas. Lá você poderá, em qualquer momento que achar necessário, me enviar dúvidas de como prosseguir no jogo; ou pode entrar no seguinte link: http://www.onepiecerpg.com/f3-duvidas-criticas-e-sugestoes , e criar um tópico para algum membro da Staff responder; mas caso tenha dúvidas durante a Mini, pode colocar em "off" no próprio post.

Sim... Vamos ao que importa?

Abaixo seguirão algumas dicas para que leia antes de criar seu primeiro post.

DICAS:


  • Lembre-se que você apenas narra as ações de seu personagem, seu personagem nunca FAZ ele sempre TENTA e também demonstre desde o 1º post qual o seu objetivo na aventura.
  • O ambiente que você se encontra, NPC's e todo o resto que compõe sua aventura, quem cuidará disso sera seu narrador.
  • As mini-aventuras servem para corrigir seus erros na narração durante a aventura e também formas melhores de deixar sua narração mais interessante.
  • Caso a Mini-Aventura fique sem post durante 5 dias por parte do player, a mesma será cancelada.


O 1º post é seu e eu serei o seu Orientador.

____________________________________________________


ERROU ALI MANE
Rigel,Dev. - 2018
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mamoo
Membro
Membro
avatar

Créditos : Zero
Warn :
Masculino Data de inscrição : 19/11/2018
Idade : 15

MensagemAssunto: Re: [Mini - Mamoo] Por aí para me procurar.   Sex 23 Nov 2018, 02:07


Mamoo respirava com um ar confiante e animado, apreciando cada passo que dava na populosa ilha de Las Camp, olharia ao seu redor para contemplar o local e todas as novas experiências que passaria nele. Quer fizesse chuva ou fizesse sol, independentemente de como as pessoas reagiriam, o coelho transmitia uma aura extremamente entusiasmada, brilho em seus olhos enquanto aproveitava cada momento de felicidade. Para o resto do mundo, Mamoo é um músico, seu escopo é tocar em bares e cabarés, mas para ele, Mamoo é um artista, um artista que precisava embarcar em uma jornada complicada e inspiradora de auto-conhecimento, em busca do sentido da vida e da paz interior! Por mais que não fosse ingênuo, o músico tinha poucas noções de realidade. Mamoo começaria a andar pela cidade livremente, para investigar seus arredores.

Enquanto andando pelas ruas de Las Camp, e mesmo apesar de notar com contemplação cada detalhe que lhe interessasse, Mamoo não poderia deixar de lembrar-se de seu caminho até aqui, vinha de uma família grande de minks coelhos em Kyanon Island, seus pais haviam herdado um grande circo milenar da linhagem da família Mockey, foi lá que Mamoo aprender a tocar diversos tipos de instrumentos, além de se familiarizar com acrobacias e apresentações de luta, foi fácil para ele aprender a se defender depois disso, mesmo amando a sua família e a vida no circo, Mamoo não deixava de se sentir meio a toa em sua ilha natal, o circo da família poderia até mesmo ser o único na terra, era claro que o mundo da arte em Kyanon era fraco, o jovem músico se sentia responsável o suficiente para traçar seu próprio caminho em uma nova ilha, além disso, não era como se fosse abandonar sua família.

Após ponderar seu passado, Mamoo voltaria a observar as coisas lindas de Las Camp. O artista não tinha certeza se tinha algum dinheiro, ou se o mesmo se foi por completo durante a viagem de ida, mas independente disso procuraria por uma loja de instrumentos, afinal presumia que todos os seus instrumentos houvessem ficado em Kyanon, e como poderia começar sua carreira artística sem um instrumento! Caminharia por Las Camp a procura de uma loja de instrumentos então, caso não achasse uma perguntaria para algum cidadão que lhe parecesse confiável se há algum lugar parecido na ilha. - Com licença senhor(a), pode me dizer se tem algum lugar que vende instrumentos aqui por perto? - Falaria mantendo um sorriso gentil no rosto. Agradeceria a pessoa independente de sua resposta, afinal precisava saber se portar ao público. Mamoo sabia que as coisas não seriam fáceis para ele, já temia de uma certa maneira o preconceito que poderia sofrer por ser um mink, principalmente como passou a vida inteira em um lugar cheio deles, mas o jovem sabia que se continuasse seguindo em frente e tendo determinação, poderia sim enfrentar qualquer problema


off:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Galaxy Dante
Estagiário Orientador
Estagiário Orientador
avatar

Créditos : 4
Warn :
Masculino Data de inscrição : 30/03/2013
Idade : 19
Localização : No Pc

MensagemAssunto: Re: [Mini - Mamoo] Por aí para me procurar.   Seg 26 Nov 2018, 02:26

O céu estava dourado naquele dia, o sol brilhava forte e imponente em um abraço caloroso e confortável para qualquer um que estivesse sob sua luz. Luz esta que pairava sobre a grande cidade de Las Camp, onde o movimento era bastante perceptível para qualquer um que saísse na rua, sendo um destes, Mamoo, o jovem coelho artista. Perdido não só dentro dos seus próprios pensamentos como também na cidade, ele contemplava a beleza que aquela cidade tinha para lhe oferecer, com o solo feito de pedra e as casas de uma rocha polida. Todas elas com algo em comum: A diversidade. Eram todas coloridas de um jeito diferente e único. Ao fundo da grande rua, notava o QG da marinha, que por menor que fosse em relação à qualquer outro que tivera visto antes, tinha sua presença imposta com altivez.

Enquanto andou, acabou por não notar muito as caras de desgosto e o afastamento constante de uma grande parcela das pessoas que topavam em seu caminho, muitas, assustadas ou com certo desprezo do coelho andarilho. Não era como se isso importasse afinal, ele tinha coisas melhores dentro da própria cabeça para se ocupar. Parado sob a sombra de uma árvore num espaço vago da rua, não tardava para organizar seus pensamentos e logo procurar por uma loja de instrumentos. Afinal, o que era um músico sem sua música? - Com licença senhor(a), pode me dizer se tem algum lugar que vende instrumentos aqui por perto? – Ele falava isso para o primeiro homem que parecia não fugir ou se importar com a sua presença de uma forma negativa. O jovem parecia não se importar com o fato de ver um coelho andando sobre duas pernas e falar, talvez já conhecesse sua espécie – Fica logo ali no final da rua, a primeira à esquerda e você já vai ver a loja. Ela é... Bem Imperceptível. – Dizia com um semblante um pouco desconfortável, mas se referindo à loja. Ele parecia bem confortável com a presença do coelho, pra falar a verdade.

Ele então conseguia chegar facilmente na loja com a dica, dobrando a esquerda, ele percebia um grande estabelecimento de dois andares com luzes piscando colorido por toda a parte. Alguns instrumentos pendurados na parede como duas guitarras na diagonal, e no meio um dó, talvez estivesse tentando simular algo parecido com uma jolly Roger, mas acabava bem ridículo. Sobretudo, era uma loja grande, e parecia bem movimentada, talvez os gostos visuais do dono não fossem dos melhores, mas ele certamente deveria ter bons ouvidos. Muitas das pessoas lá dentro estavam apenas observando. Duas ou três sendo atendidas pelos funcionários, enquanto Mamoo permanecia parado observando. – Opa, parece perdido, precisa de ajuda amigo? – Surgia um funcionário com uniforme azul, parecia não se importar com a raça do coelho como a maioria.
Off:
 

____________________________________________________


ERROU ALI MANE
Rigel,Dev. - 2018
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mamoo
Membro
Membro
avatar

Créditos : Zero
Warn :
Masculino Data de inscrição : 19/11/2018
Idade : 15

MensagemAssunto: Re: [Mini - Mamoo] Por aí para me procurar.   Seg 26 Nov 2018, 22:31

Mamoo olhava a essência visual diferente da loja com um olhar de estranhamento, porém mesmo assim não podia deixar de notar como estava amando a paisagem de Las Camp. Das histórias que ouvia em Kyanon, as únicas imagens que o jovem poderia imaginar de cidades grandes são edifícios cinzentos e fábricas metálicas, ficara muito feliz em descobrir nisso um exagero. O músico entraria na loja com cuidado, observando com curiosidade cada cuidado, não só era um intruso por ser um Mink, mas também como não estava nem um pouco familiarizado com estabelecimentos gigantes e brilhantes, Mamoo acreditava que para combater os olhares de desgosto o jeito era manter um ar seguro e não se descontrolar, querendo fazer parecer que não era um forasteiro ali, ele esperava com esperança de que a maioria das pessoas que lançavam caras medonhas a ele tinham esse sentimento por uma simples surpresa, não por um aversão consciente, pelo menos era o que o jovem esperava, de qualquer maneira estava disposto a enfrentar quem o desrespeitasse simplesmente por isso. Enquanto o funcionário se aproximava, Mamoo viraria-se para olhar para ele com um ar agradável. - Ah, acho que eu tô mesmo. - Daria uma leve risada. - Mas aí, eu estava procurando um trompete mesmo, onde que eu posso achar alguns? - Responderia o funcionário com um tom educado. O jovem provavelmente precisaria olhar para cima para poder alcançar os olhos do funcionário, não passava de uns cento e vinte centímetros de altura. Caso o funcionário lhe informasse que não tinham esse tipo de instrumento na loja, o coelho simplesmente agradeceria e procuraria por outra loja, imaginava que deviam haver mais de uma loja de instrumentos em uma cidade tão grande, caso o funcionário lhe levasse até um corredor com trompetes, Mamoo os observaria com calma, procuraria por um instrumento que estivesse em seu critério financeiro, mas não estivesse completamente decaído, basicamente buscaria pelo melhor trompete que possuísse um preço abaixo de cinquenta mil berries. Caso não achasse um trompete que lhe agrade, agradeceria o funcionário e continuaria por algum outro instrumento de sopro similar que condissesse os critérios em que se baseava, se achasse um trompete que lhe parecesse bom o suficiente, olharia para o mesmo com um ar animado. - É esse mesmo!!! - Pegaria o instrumento, caso o instrumento estivesse fora de seu alcance, devido à sua altura talvez, pularia a altura certa para poder apanhar o trompete, algumas normas sociais básicas da sociedade humana não era realmente claras a Mamoo. O músico agradeceria o funcionário e se dirigiria até o caixa, caso não conseguisse o acha-lo perguntaria sobre o mesmo para o funcionário, pegaria as berries de seu bolso e pagaria de acordo com o preço do trompete, se atentando a qualquer possível troco, em Kyanon falava-se muito em como humanos eram traiçoeiros e larápios, por mais que o jovem de mente aberta não quisesse acreditar nisso o dito ficava em seu subconsciente.

Saindo da loja, Mamoo voltaria a contemplar as casas coloridas de Las Camp, ele já sabia qual seria seu próximo passo, procuraria por algum tipo de bar, imaginava que isso não poderia estar em falta em uma cidade dessas. O jovem tinha em mente um bar simples, mas nem tanto, talvez um levemente movimentado, mas o mais importante era procurar por um bar em que não estivesse escutando nenhum tipo de música, por mais que havia a possibilidade dos presentes nem mesmo gostarem de uma canção, Mamoo só pensava em como encheria o bar de alegria com suas melodias. Quando achasse um boteco que satisfizesse suas bases, entraria no mesmo com um aspecto seguro e confiante, vasculharia por um lugar no usual balcão na frente do barista, e se sentaria no banco vago mais alto que achasse, caso tivesse a possibilidade aumentaria o banco até uma altura confortável, esperaria ser atendido, mas caso julgasse uma demora por parte do barista chamaria sua atenção. - Eu vou querer uma garrafa de vinho, por favor. - Falaria com um tom calmo, pedindo independentemente de ter o dinheiro necessário em mãos. Mamoo esperaria seu pedido e, quando chegasse, tomaria alguns goles da garrafa, observando bem o público do bar. O coelho aguardaria por um momento em que o barista estivesse parecendo a toa e o convidaria com um semblante amigável, logo deixando sua proposta clara. - Me diz, eu sou um músico de bom nome de onde venho, e eu tava achando que esse seu espaço precisava mesmo de um som, o que acha? Pra ser sincero, eu não peço muito não. - Falaria com o barista com um sorriso tranquilo e despreocupado.


OFF:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Galaxy Dante
Estagiário Orientador
Estagiário Orientador
avatar

Créditos : 4
Warn :
Masculino Data de inscrição : 30/03/2013
Idade : 19
Localização : No Pc

MensagemAssunto: Re: [Mini - Mamoo] Por aí para me procurar.   Qui 29 Nov 2018, 07:06

As pessoas daquele local pareciam estar mais preocupadas com suas compras do que com a presença do coelho em si, muitos nem davam tanta atenção por verem um coelho andando sobre duas patas e falando, exceto pelo funcionário que sorria e o respondia. – Bom, na verdade aqui você pode achar qualquer tipo de instrumento que imaginar, todos, por um preço, é claro.- Ele guiava o coelho até uma área em que na parede existiam diversos trompetes de cores e detalhes diferentes. Alguns custavam 30 mil, outros 20, e outros 10. Mas nenhum passava da faixa dos trinta, e todos não pareciam ter muita diferença senão cores e alguns detalhezinhos a mais. Mamoo olhava para um de 20 mil, dourado e com desenhos de prata simulando nuvenzinhas próximo ao local de sopro. Entusiasmado, ele proferia suas palavras e saltava para pegá-lo no mesmo instante. O funcionário ria da situação, vendo que ele precisava saltar para alcançar o instrumento e o tamanho do salto que dava, por ser um coelho. Dirigiu-se até o balcão e pagou os vinte mil, logo então saindo em direção a um bar que havia logo à frente.

De longe, poderia ouvir o som das pessoas conversando e festejando lá, inclusive, havia bastante musica também. Talvez houvesse outra banda por lá, mas antes que chegasse pare descobrir, saltava um homem encapuzado, que estava esgueirando-se num beco. Por um momento, ele puxou o coelho pela orelha, jogando-o para o beco e encurralando-o ocupando o lado da saída.  Poderia perceber que além do capuz, ele também carregava uma faca em mãos. Só que... Ela não era nada ameaçadora. Era uma faca de cozinha, de passar manteiga, precisamente. Não tinha ponta e nem parecia afiada para cortes. Ele dizia com um sorriso confiante e provocativo – Eu nem preciso dizer o que quero, já vai passando tudo. – Dizia, aproximando a faca do coelho como se fosse cutucá-lo.

Off:
 

____________________________________________________


ERROU ALI MANE
Rigel,Dev. - 2018
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: [Mini - Mamoo] Por aí para me procurar.   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Mini - Mamoo] Por aí para me procurar.
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Etiquetas para mini pizza
» Dicas de como começar a vender Mini Pizzas em um carro
» modelo de comanda para pizzaria!
» Massa ideal para mini pizza pré-assada
» EMBALAGENS PARA MINI PIZZAS PRÉ ASSADAS - ATENÇÃO

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A Grande era dos Piratas :: Personagem e Mundo :: Mini-Aventura-
Ir para: