A Grande era dos Piratas



 
FAQCalendárioInícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» HOLA AMIGOS, como estão? Tranquilos?
por SirAlencar Hoje à(s) 09:03

» [MINI-PADRE] UM GRITO DE SOCORRO
por Padre Hoje à(s) 04:34

» [M.E.P] Peter - Caos Rastejante.
por Nyarlatothep Hoje à(s) 03:30

» [Mini - Peter] O Caos Rastejante.
por Nyarlatothep Hoje à(s) 03:27

» [Mini - Munin] Hematomas na alma
por Munin Hoje à(s) 02:19

» [Mini - Räst] No massacre floresço, como uma flor no amanhecer.
por Bread Hoje à(s) 01:47

» [Mini - Fergus] A continuação de um sonho
por Bread Hoje à(s) 01:36

» [M.E.P] PADRE - UM GRITO DE SOCORRO
por Bread Hoje à(s) 01:21

» [M.E.P] Munin
por Bread Hoje à(s) 01:21

» *[MINI - Akira Mazer] o começo de uma nova aventura, de Loguetown ao mundo!! segunda tentativa
por Bread Hoje à(s) 01:17

» (MEP) [MINI-Sr. Gomes] Teste
por FalkorBr Hoje à(s) 00:08

» [MINI-Sr. Gomes] Teste
por FalkorBr Ontem à(s) 23:58

» [Mini-Theoscelo] The Awakening
por Rimuru Ontem à(s) 21:45

» NPC Stan Lee- O criador de heróis Arquipelago Sabaody.
por GM.Alipheese Ontem à(s) 21:31

» NPC || Stan Lee
por GM.Alipheese Ontem à(s) 21:29

» NPC Smallggler, "O Contrabandista" Alabasta 6ª Rota.
por GM.Alipheese Ontem à(s) 19:16

» NPC - Smallggler, "O Contrabandista"
por GM.Alipheese Ontem à(s) 18:22

» *[MINI-Akira Saber] Uma aventura congelando,Fernand Ice Island
por Joker299 Ontem à(s) 18:02

» [MINI-Akira Saber] Uma aventura congelando,Fernand Ice Island
por Joker299 Ontem à(s) 17:55

» Shark Slade
por SharkSlade Ontem à(s) 15:50

Facebook

------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG


Conheça o Fórum NS


Compartilhe | 
 

 [Mini-kurayami kotei] Um novo amanha

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
Kurayami Kotei
Membro
Membro


Data de inscrição : 19/10/2018

MensagemAssunto: Re: [Mini-kurayami kotei] Um novo amanha    Seg 29 Out 2018, 21:56

Podia se ver que a bela atendente se alegrou ao me ver tão animado entregando a papelada, ainda que eu tivesse tentado esconder minhas emoções essa não é uma tarefa fácil, mais como poderia ser ? se esse é o sonho de uma vida inteira, ao entregar a papelado sou guiado ate a próxima fase de minha inscrição , um misto de ansiedade e nervosismo corre em meu corpo, minhas mãos começão a ficar suadas no caminhar para próxima parte, e cada passo se torna mais difícil que o anterior, mesmo que tenha sonhado com isso por tanto tempo, estar aqui de verdade é uma experiencia completamente diferente, o medo de falhar e grande, e por poucos momento minha mente começa a pensar na hipótese de falhar, de tudo não passar de um sonho, de eu não merecer a vitoria , esses pensamentos controlam a minha mente, mais por pouco tempo, mesmo que tenha medo de falhar , tenho um medo maior ainda não tentar, se meu passado ja estava escrito eu não sei, mais certamente serei EU que escreverei meu futuro.

Quando volto a realidade vejo 3 figuras distintas em minha frente , parecem ser mais candidatos tentando entrar no exercito, e perante eles aquele que chama mais atenção na sala, provavelmente o responsável pela próxima parte da inscrição, ele ordena de maneira breve e brusca que fizéssemos pares para iniciarmos a próxima parte, ao que tudo indica peso que iremos lutar, admito que já tive que lutar no passado, mais o simples fato de ser analisado torna as coisas mais difíceis , mais não me deixarem abater por isso, darei tudo de mim.

eu me aproximaria do senhor que aparenta estar mais calmo:

- posso fazer dupla com o senhor ?

caso ele pergunte o motivo de te-lo escolhido:

- você aparentar ser o mais centrado aqui, então deve ser o mais capacitado, não me entenda mal, não estou me achando ou coisa do tipo, só acho que ja que estou aqui quero dar o meu melhor, mesmo que isso acabe com a minha derrota- riria de nervosismo com essa possibilidade

caso e simplesmente aceite e não pergunte, agradeceria com educação.

supondo que seja um duelo:

- obrigado de novo por ter feito dupla comigo, vamos dar o nosso melhor agora - iria sorrir alegremente

caso não seja um duelo, agradeceria e esperaria mais explicações.

caso o senhor se recuse a fazer dupla comigo, iria perguntar o mesmo para a garota, e caso ela perguntasse o por que :

- é que eu também estou nervoso- olharia levemente para baixo envergonhado - mais espero que possamos dar o nosso melhor - sorriria , o resto se manteria igual ao do senhor

caso os dois se recusem iria para o adolescente, e perguntaria o mesmo que para o senhor , o resto seria igual ao do senhor, tirando a parte do por que o escolhi
legende:
 
off:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rimuru
Membro
Membro
avatar

Créditos : 0
Warn :
Data de inscrição : 20/03/2018
Idade : 20

MensagemAssunto: Re: [Mini-kurayami kotei] Um novo amanha    Qua 31 Out 2018, 00:09


Todos os presentes pareciam agir com euforia, sem deixar para trás atitudes que poderiam ser realizadas de antemão.Até mesmo os menos comunicativos pareciam fazer seu esforço, como se o simples ato de expressar suas palavras em troca de um colega lhes fosse uma grande realização.

Porém sempre existem aqueles que se destacam em meio aos demais e entre eles havia o filho rico de uma notória família renomada da grande Micqueot. Repleto de pessoas o cercando pedindo ou até mesmo suplicando para que pudessem formar uma parceria.

Esnobe e de nariz empinado e claro que ele recusará a maioria das pessoas selecionando aquele de aparência mais tenebrosa e forte, para que suas habilidades pudessem se destacar.

Tenha sido isso uma decisão sábia ou não talvez não remetesse a situação do jovem Kotei que não se deixava para trás, seu interesse recaindo sobre o indivíduo mais relaxado.

Um espadachim que repousava,apoiado de sua lâmina, sentado calmo e sereno, analisando a todos sem demonstrar um pingo de interesse em procurar um candidato, mesmo que isso significasse sua eliminação.

A aproximação de Kurayami fora um movimento que o pegara de surpresa, arregalando as sobrancelha por um breve intervalo de tempo, recobrando a compostura e questionando seu pedido:

- Não vejo problema nenhum, até seria vantajoso para mim me dispor de um voluntário,mas diga me meu caro, qual seria o motivo de sua escolha?

Ouvindo as explicações lê oferecidas, simples gestos de aceno com a cabeça assim como um breve momento de reflexão levaram o espadachim a aceitar a proposta:

- Sua determinação me lembra dos meus momentos de juventude, em respeito ao meu passado e a pessoa que costumava ser aceito a sua solicitação.

Levantando se estendendo sua mão para um aperto o homem se apresentava com certa notoriedade:

- Não tenho nenhuma fama ou reconhecimento, nem mesmo um título ao quão possa ser lembrado, mas se for o suficiente para o senhor pode me chamar de Timothy.

O sargento olhava a tudo com tédio no olhar e olhando o pulso vazio como se estivesse encarando um relógio realizava um riso malicioso ao mesmo tempo que exalava sua voz autoritária calando a todos subitamente:

- Muito bem, muito bem, tempo esgotado, homens por favor façam a minha boa vontade e retirem aqueles que falharam nessa estúpida atividade.

Seu suspiro de frustração era seguido de alguns soldados que atravessam os candidatos remanescentes que relutantes saiam a força restando apenas aqueles que obtiveram sucesso:

- Um marinheiro deve sempre estar apto a se comunicar,seja por necessidade ou casualidade buscando transmitir sua voz seja para acalmar os cidadãos ou amedrontar os  infratores.

Balançando a cabeça como se em negação ele concluía sua explicação como se tivesse passado por aquilo inúmeras vezes, o que de fato ele tinha:

-Se você não se qualifica até mesmo para encontrar alguém para juntar forças sobre um interesse em comum está fora das qualificações necessárias. Para aqueles que se mantiveram seja por esforço ou pura sorte, estejam preparados para a próxima etapa, responsável por eliminar a maioria dos candidatos.

Como se esperando por isso inúmeras armas eram postas a vista,erguidas nas mãos dos concorrentes que pareciam animados, provavelmente participantes do ano anterior buscando uma segunda chance:

-Isso mesmo uma demonstração de combate, por favor juntem se a pessoa selecionada para ser seu par. Juntos vocês terão que enfrentar de maneira cooperativa um time adversário. Afinal ser um marinheiro é saber conviver em plena harmonia com seus compatriotas.Agora vamos sortear as divisões.

Seu dedo indicador apontava para Koutei e logo em seguida para o riquinho exibido:

-Você me parece alguém interessante, seu oponente será o terceiro filho do nobre Reginald.

Como se interrompendo as pronúncias do representante o filho de papai entoava sua presença:

-Sem mais demoras, por favor, todos sabemos que ele é apenas um degrau para minha ascensão.

Sua espada era desempenhada apontando o aço na direção de Kotei conforme um círculo se formava ao seu redor com o restante dos participantes em respeito a sua posição.

Timothy imitava o processo e retirava de suas costas uma espada reserva jogando a na direção de Kotei:

-Espero que saiba usar uma dessas, a não ser que sinta se mais a vontade com os próprios punhos.

O companheiro do nobre se fazia presente,batendo sua clava enorme diversas vezes contra o chão, suas proporções físicas eram sobre humanas dignas de um gigante das terras distantes:

-Como um sujeito educado,permitirei que escolha aquele que deseja enfrentar,não se preocupe cuidarei de sua retaguarda.

É assim dava se início a um duelo que entraria para a história, o campo de treinamento em si era repleto de bonecos de treino,armas de madeira perfeitamente organizadas em suas estantes, cordas jogadas ao chão e obstáculos para percursos, todos próximos dos desafiantes que eram cercados pelos telespectadores como se fossem paredes de carne.

Dicas e Orientações:
 

____________________________________________________






Legenda:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kurayami Kotei
Membro
Membro
avatar

Créditos : Zero
Warn :
Data de inscrição : 19/10/2018

MensagemAssunto: Re: [Mini-kurayami kotei] Um novo amanha    Qua 31 Out 2018, 15:48

As palavras de timothy me alegraram, em poucos segundos ele se mostrou uma pessoa gentil e humilde , fico feliz por telo escolhido como minha dupla, de fato não posso imaginar ninguém neste momento melhor do que ele para estar ao meu lado, infelizmente nossa apresentação foi breve pois logo somos interrompidos pela voz do sargento, foi como um trovão que ecoava na sela seguido por um enorme silencio , ele já se mostrava impaciente antes mais agora esta ainda mais evidente, ele nem se esforçou  para esconder sua cara de decepção para aqueles falharam na prova, mais não posso culpa por isso, de fato para aqueles que almejam se tornar grandes marinheiros esse tipo de interação é o básico, mesmo assim me compadeço com aqueles que não puderam terminar, eu mesmo poderia ter acabado como um deles, isso me mostrou o quão difícil meu caminho será a partir de agora.

as explicações do sargento sobre a próxima fase foram simples e diretas ,se tratava de um duelo como eu já suspeitava, mesmo que eu estivesse nervoso com relação a luta, ver tantas pessoas sendo desclassificadas na fase anterior serviu como um lembrete para mim, para não fraquejar, a divisão de grupos foi feita, antes mesmo que o sargento termina-se sua frase, fora interrompido, se tratava do meu adversário ,o filho de alguém importante, sei que é errado julgá-lo tão superficialmente , mais minha primeira impressão a seu respeito foi péssima , era simplesmente mais um nobre , que despreza todos os outros vendo-os apenas como degraus, agora mais do que antes desejo vencer esse confronto

Já cercados pelos outros participantes, eu me aproximaria e pegaria a espada que timothy havia jogado, se possuísse terra no chão tentaria pegar discretamente com uma mão  enquanto com a outra pegaria a espada , colocaria a terra em meu bolso sem levantar suspeitas:

- obrigado, pela espada-

calmamente analisaria os dois, vendo qual é seu lado dominante, aquele que possuem maior força e controle no corpo, em seguida se houvesse uma luz forte no local, me colocaria de costa para ela, caso não houvesse , apenas me aproximaria de Timothy:

- obrigado por me deixar escolher - sorriria levemente de canto de rosto -vamos no grandão

mudaria minha feição para um rosto serio, e sairia em uma investida feroz ao grandalhão, aproveitando do tamanho e peso de sua arma, tendo em vista que por conta disso seus movimentos seriam reduzidos em velocidade, atacaria rapidamente com o intuito de não dar tempo de resposta ao adversário, se possuísse a terra em meu bolso, eu a lançaria antes de atacar , para força-lo e fechar os olhos desta forma  adquiriria uma vantagem em meu ataque , começaria com um corte diagonal começando da direita superior ate a esquerda inferior, mirando em seu peito, logo em seguida daria uma estocada no ombro do braço que estivesse segurando a arma ,de forma rápida retiraria a lamina do ombro e me deslocaria para trás, tanto para manter distancia de seus ataques quanto dar espaço para Timothy atacar.

caso ele tente me atacar com um golpe horizontal ou diagonal , eu me moveria para traz dando um pequeno salto, e aproveitaria a abertura de seu ataque, daria uma estocada eu sua costela, do lado do braço que me atacou.

caso o golpe seja vertical, me moveria para o lado com um giro colocando meu corpo de lado em relação ao adversário, para diminuir a área em que ele poderia me acertar, e aproveitaria o seu ataque, realizaria um corte na parte superior do braço que me atacou, próximo ao pulso, enquanto a clave ainda estivesse no chão.

caso ele bloqueie meu primeiro ataque eu tomaria distancia dele dando um pula na diagonal, para trás e para a esquerda , dando assim espaço para Timothy atacar

confiaria em timothy caso o mauricinho tenta-se me atacar
legenda:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rimuru
Membro
Membro
avatar

Créditos : 0
Warn :
Data de inscrição : 20/03/2018
Idade : 20

MensagemAssunto: Re: [Mini-kurayami kotei] Um novo amanha    Sab 03 Nov 2018, 17:28


Embora o nervosismo da batalha se tornasse presente Koutei estava determinado em relação a isso, sua mão pegava a espada lhe oferecida em pleno ar e através do peso e balanço estabelecido podia notar que era algo resistente e de fácil manuseio.

Sem deixar a educação de lado logo agradeceu pelo gesto e em meio a uma análise de baixo para cima optara pelo oponente que recebia sua atenção:

-Ele é todo seu rapaz. Timothy retirava a bainha da espada e a segurava com a mão direita enquanto apoiava a bainha com a lâmina a esquerda.

-Só tome cuidado para não subestimá-lo.Sua posição mudava como se estivesse prestes a dar uma investida e esperava minuciosamente pelo momento oportuno.

Koutei avançava em meio a passos pesados na direção de sua presa, sua feição era séria e centrada e seus movimentos precisos,o bárbaro observava aflito surpreso pelo gesto inesperado pois normalmente através de sua aparência intimidadora era ele a tomar a iniciativa.

O espadachim deslizava seu corte em meio ao peito do gigante que parecia indiferente em relação a isso, levantando suas mãos com o porrete pronto para amassar a cabeça de seu agressor.

Astuto como era a direção de sua investida mudava para o músculo do braço onde o adversário segurava sua arma.A estocada era alojada em meio ao seu ombro que acabava forçando a abertura de sua palma derrubando seu equipamento:

-Hora seu verme insolente. Xingava o homem ferido gesticulando um soco na direção de Koutei que pulava para trás dando a abertura para Timothy.

O colega aproveitava muito bem da situação arremessado a bainha na cara no riquinho aristocrata para impedi-lo de interferir, utilizando o imenso corpo do adversário para escalar.

Quando seus pés alcançaram uma altura próxima ao pescoço um mortal para trás era realizado, em conjunto a um golpe de baixo para cima.

Encontrando a superfície novamente ele rolava em meio as pernas abertas do envolvido apunhalando suas costas fazendo o mesmo cair de joelhos:

-Eu não quero machucar um adversário incapacitado, porque não aceitar sua posição e anuncia sua derrota?

O bárbaro começava a erguer as mãos como se em sinal de rendição, quando inesperadamente o som de um disparo escoava sobre todo o local.

A barriga de Timothy sangrava enquanto o ganancioso nobre brincava com um revólver em suas mãos saltitando de um lado para o outro rindo como um tolo.

O gigante se aproveitava da situação e virava rapidamente dando um soco profundo no ferimento recente.

A angústia através do impacto era notável e seu corpo era jogado para longe sendo parado pela multidão que ali se encontrava, todos olhando para o sargento em busca de explicações.

O homem de cargo mais alto presente parecia limpar o canto externo do nariz com o polegar enquanto olhava para baixo subitamente levantando sua cabeça olhando a todos como se questionasse suas faltas de percepção:

-Em nenhum instante comentei que armas de fogo eram proibidas.Vamos! A luta ainda não acabou me mostrem do que são capazes.

Koutei estava em uma situação apertada as condições de seu parceiro eram incertas não dava para saber se ele ainda estava apto para continuar.

Dois oponentes se faziam presente logo a sua frente conforme o bárbaro batia o porrete fez ou outra contra o chão:

-Não se preocupe grandalhão se ele tentar alguma gracinha vou atirar nele como fiz com seu amigo huahuahuahua.

Dicas e Orientações:
 

____________________________________________________






Legenda:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kurayami Kotei
Membro
Membro
avatar

Créditos : Zero
Warn :
Data de inscrição : 19/10/2018

MensagemAssunto: Re: [Mini-kurayami kotei] Um novo amanha    Seg 05 Nov 2018, 00:06

Meu corpo se movia sozinho provavelmente uma consequência de anos tendo que lutar contra a vontade, minha mente estava leve mesmo diante aquela situação, todo o medo  e incerteza que antes consumia meu ser , sumia diante o calor da batalha e como que por puro instinto eu ataquei , eu tinha certeza do que devia fazer, os movimentos fluíam natural como  agua , o choque da espada contra a carne se transmitia pelo meu braço , tudo correrá como planejado e o desfecho daquela batalha já podia ser visto, porem de repente um som súbito é ouvido, e eu sabia do que se tratava, mais antes mesmo que pudesse esboçar qualquer reação sou surpreendido vejo Timothy ser lançado em direção a multidão, ferido e com um buraco em seu estomago, eu não podia acreditar no que meus olhos viam, como aquilo ocorreu, enquanto ainda estou perdido em meus pensamentos sou interrompido, o riquinho se vangloriava de seu feito , seu rosto esnobava orgulho por tal ação deplorável enquanto gargalhava, a raiva o desprezo que sinto por esse ser não pode ser mensurada, essa escoria maldita que se veem como deuses, tento o poder para tirar vidas me da nojo, antes eu só queria vencer para realizar o meu sonho mais agora eu que vencer para impedir que vermes como essa consigam mais poder.
 
Tendo em vista a situação que me encontro, e a evidente desvantagem , atacaria o riquinho o mais rápido que pudesse, o meu ataque seria direcionado a sua garganta mais apenas como um chafariz, quando estivesse próximo o suficiente atacaria a mão que segura-se a arma, fazendo um corte de seu pulso ate os dedos com intenção de faze-lo soltar a arma.

Caso a arma caísse eu apegaria rapidamente, e logo em me distanciaria um pouco de ambos e depois atiraria no joelho do bárbaro, e logo em seguida no joelho do riquinho, depois a pontaria a arma para cara do riquinho :


- vocês tem 3 segundos para se renderem , caso contrario eu atiro-

Conto até 3 caso não se rendam atiro na barriga do riquinho.

Caso a arma não caia, eu derrubaria o riquinho dando-lhe uma om brada, e o imobilizaria no chão, sentaria em seu peito e colocaria minhas pernas sobre seus braços, pressionando-os contra o chão para forçá-lo a larga a arma,  colocaria a lamina de minha espada de forma horizontal em sua garganta, mais sem corta-la, seguraria a espada com as duas mão , uma no cabo e a outra na lamina no lado sem fio:


-desistam caso contrario esse aqui morre- olharia para o bárbaro- caso tente qualquer coisa eu o mato.

Se mesmo assim o grandão atacar , eu faria um corte um pouco abaixo do queixo e acima do pescoço , a intenção é que esse corte sangraria muito mais não seria letal, assim os abalaria  psicologicamente .

Todos esses movimento seriam feitos colocando o riquinho entre mim e o bárbaro, pois dessa forma impediria o bárbaro de me  atacar sem acertar a dupla, caso o bárbaro se movimentasse eu também me moveria, sempre deixando o riquinho entre nos, como um escudo humano.
legenda:
 
off:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rimuru
Membro
Membro
avatar

Créditos : 0
Warn :
Data de inscrição : 20/03/2018
Idade : 20

MensagemAssunto: Re: [Mini-kurayami kotei] Um novo amanha    Qua 07 Nov 2018, 23:15


O exame de admissão começava a se agitar conforme Kotei, outrora interessado em realizar seus sonhos, abria mão de seus próprios interesses pensando no melhor para os demais.Se alguém tão esnobe e mesquinho adquirisse o poder, com certeza ele seria usado para a pior das finalidades e recusando permitir que tal atrocidade se desse início logo iniciará seu avanço contra o riquinho.

Dizem que quando estamos lutando por alguém somos capazes de realizar movimentos sobre humanos,se fora essa a razão ou alguma outra não especificada jamais descobriremos, mas em uma velocidade extraordinária o espadachim avançava direcionando a lâmina para a altura do pescoço do inquilino que tremia de medo diante a situação.

A multidão suspirava espantados com a possível morte de um indivíduo de alto escalão,marinheiros faziam menção de avançarem e impedirem o movimento, barrados pelo sargento que apenas negava com a cabeça sorrindo de maneira estóica como se sinalizasse para continuarem observando.

Alguns segundos antes de atingir seu objetivo,analisando a situação e percebendo que seu blefe havia sido bem sucedido, Kotei redirecionava a espada rente ao punho fechado da vítima,fazendo com que a arma alojada entre seus dedos voasse para longe conforme ele grunhia de dor e choramingo.O mesquinho caia no chão e rodava de um lado para o outro segurando o local ferido como se estivesse a beira da morte,Kotei o imobilizou no chão colocando a espada rente a sua pele,observando o gigante desafiando a dar mais um passo.

De fato ele iria sem nem ao menos pestanejar, seu porrete deslizava pelo chão indo em direção do espadachim com a fúria de um berseker, no entanto o riquinho gritava desesperado como se sua vida dependesse disso:

-Pare!Ele vai me matar,pelo amor de Deus!Me escute se você se render eu lhe pagarei o triplo de seu salário, não pensando bem, o quádruplo!Apenas pare!

Percebendo a proposta vantajosa e sabendo que dificilmente ouviria outra novamente, o gigante largava a arma no chão e declarava desistência

Todos aplaudiam diante a vitória de Kotei, seu colega fazia força para se levantar e caminhava em sua direção dando alguns tapinhas em seu ombro:

-Mandou bem jovem, realmente é como se visse meu passado refletido nos dias atuais, apenas não seja como eu e caia no abismo da falta de percepção.

O sargento erguia a palma solicitando silêncio, era chegado o momento de ser dado o veredito, através dos seus esforços e devido ao sucesso no exame,nada era mais justo do que finalmente ganhar sua recompensa:

-Pois bem, dando se fim ao primeiro combate do dia, os vencedores têm o direito de se tornarem homens da justiça e trajar  os uniformes brancos que simbolizam a paz.

Uma figura elegante, chegava desfilando em meio às massas, sua cartola era tão grande que devia ter o tamanho de uma criança em seus anos de juventude, um monóculo jazia sobre um de seus olhos e uma bengala era usada como apoio.Sem muitas palavras ele encarava o sargento que sincronizando o olhar acenava com a cabeça:

-Um dos filhos do nobre local e seu parceiro gigante!

Os candidatos ficaram surpresos,a agitação havia morrido com exceção do riquinho que pulava de um lado para o outro cheio de felicidade como se esquecesse que havia se machucado:

-Riariariaria sabia que eu venceria,eu sou um filho de um nobre afinal,jamais existirá outro tão bem qualificado quanto eu.

Uma garrafa de vidro era arremessada contra sua cabeça e todos se viravam em busca do responsável, uma garota antes amedrontada que agora recolhe forças para manifestar sua opinião:

-Você não venceu,seu direito a essas vestes e inexistente,tanto em habilidade como em caráter.

Encorajados pela iniciativa feminina os outros debatiam seus argumentos, questionando toda a situação, tal pai e tal filho, se esgueiraravam pelos cantos fugindo da situação antes que se alastrasse ainda mais, como se entregando se a voz da população o sargento exclamava em alto e bom som de maneira rápida e ligeira:

-Tudo bem, tudo bem, vamos fazer o seguinte devido a voto popular o nobre está proibido de alistamento em qualquer dependência da marinha ao redor dos Blues e os desafiantes terão o direito de virem novamente no ano que vem.

Satisfeitos com a resposta,a calmaria perante a tempestade se alastrava, o homem que chegara a auxiliar Kotei se aproximava do mesmo apertando sua mão:

-Foi uma honra lutar ao seu lado, espero que não desista por um pequeno incidente como esse.

Então ele se afastava acenando a distância com a mão esquerda fazendo seu tom ser ouvido mais uma única vez antes de desaparecer por completo:

-Se algum dia nos encontramos eu te pago uma bebida.

Dada às circunstâncias,Koutei agora estava em uma situação indiferente,seria necessário tempo para que uma nova oportunidade surgisse, como ele reagiria diante de tal problema?
Dicas e Orientações:
 

~FEEDBACK~

Visando uma maior qualidade nas orientações, a Staff gostaria de saber a opinião do que achou do orientador em que teve a responsabilidade de narrar. É uma pergunta básica que deve ser respondida com sinceridade, ajudando bastante a qualidade de orientação dos orientadores, afinal os mesmos saberão onde estão indo bem, pecando e assim melhorando gradativamente. Então a questão é a seguinte: "O orientador demonstrou um regular/bom/ótimo trabalho? Desde a parte de tirar dúvidas, as dicas, o carisma do orientador com você (principalmente a atenção que foi dada durante a mini-aventura), o desenrolar dela e por fim se reconheceu uma maior clareza do sistema narrativo."
Opinião:

____________________________________________________






Legenda:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kurayami Kotei
Membro
Membro
avatar

Créditos : Zero
Warn :
Data de inscrição : 19/10/2018

MensagemAssunto: Re: [Mini-kurayami kotei] Um novo amanha    Sex 09 Nov 2018, 15:14

Foi um longo caminho ate esse momento, vários anos para ser verdade, e mesmo com meu sonho tão próximo alguns empecilhos ainda se levantaram, não posso disser que gostei de toda caminhada, mais compreendo que ela era necessária , diante as dificuldades de um combate fiz amizades valorosas  e espero que no futuro possa revelas , vi a verdadeira natureza sórdida da nobreza em seus atos covardes, e através dos resultados finais vi que ate mesmo a marinha tem dificuldade de se distanciar dos poderes dos nobres.

O final de tudo não foi o melhor, mais é o final que eu tenho, adoraria ter sido aceito na marinha, trabalhei tanto para isso, mais não fora dessa vez, mesmo que não concorde com a decisão tomada me alegro que parte da injustiça foi corrigida e para alguém que esperou anos de sua vida para realizar um sonho mais um não será um grande problema, ate la ainda a muito em que trabalhar , tanto a luta quanto o exame em si mostraram o quanto eu ainda posso progredir.

Estaria de cabeça baixa refletindo sobre tudo que ocorreu, e após chegar na conclusão acima, ergueria minha cabeça, daria de ombros e sorriria de leve, acenaria para Timothy

Eu irei cobrar essa bebida- risos

Falaria comigo mesmo
- então o que eu devo começar a treinar ?- enquanto me retiraria do local de teste – eu tenho tempo de sobra agora –sorriso

l
legenda:
 
off:
 
feed back:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rimuru
Membro
Membro
avatar

Créditos : 0
Warn :
Data de inscrição : 20/03/2018
Idade : 20

MensagemAssunto: Re: [Mini-kurayami kotei] Um novo amanha    Dom 11 Nov 2018, 17:37


O exame havia terminado e embora Koutei não tenha passado muito aprendizado fora transmitido para ele em tão pouco tempo.Certamente que isso não queria dizer que sua jornada havia se encerrado, longe disso, ela estava apenas começando.

Determinado a não deixar seus sonhos morrerem o espadachim mais uma vez refletia em meio a pensamentos, pois não importava o quanto iria demorar para concluir seu objetivo,certamente um dia ele realizaria o motivo de seu grande e árduo serviço.

É quando esse dia finalmente chegar uma porta de novas possibilidades irá se abrir com inúmeros outros desafios a surgir.Batalhas,intrigas,conflitos e descobertas aguardava ansiosos pelo seu futuro.

O destino sorria para Koutei ele apenas não sabia ainda.

Dicas e orientações:
 

”Observações Importantes:
 


~Mini-Aventura ENCERRADA~


Observações:
-

O que fazer agora que terminei minha Mini-Aventura?
- 1º passo: Agora que encerrou sua mini-aventura basta criar a sua ficha na Criação de Personagens usando o Modelo de Ficha.
- 2º passo: Corra e crie sua aventura. Onde? Há um tópico chamado Crie sua Aventura, lembre-se de que você somente pode criar uma aventura se sua ficha for aprovada e dentro do limite de pedidos de criação de aventura pendentes. Caso haja alguma pendência espere alguém aprovar a aventura anterior, para postar a sua.
- 3º passo: Aventura aceita? Então procure um narrador, onde? Em T.N.D crie um tópico para solicitar seu narrador, e aguarde o ADM responsável pela área escolher um narrador para você.
- AH! Leia as regras para que você não venha a tomar punições.
- Lembre-se você tem 30 dias para pedir os 6 créditos da conclusão da mini-aventura neste link.

____________________________________________________






Legenda:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: [Mini-kurayami kotei] Um novo amanha    

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Mini-kurayami kotei] Um novo amanha
Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2
 Tópicos similares
-
» SUPER MINI CHEFF, O NOVO FORNO COMPACTO EXPRESSO PARA PIZZAS!
» Novo hinário da CCB Brás causa surpresa à Irmandade ao saber os nomes dos autores dos novos hinos
» PROMOÇÃO COMPRE UM HINARIO NOVO DA CCB E GANHE 30 HINOS NÓVOS ! PARECE BOM NEGÓCIO MAIS NÃO PASSA DE FRAUDE DE ALGUNS LIDERES DA CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL PARA OBTER LUCRO PELA VENDA CASADA DE HINARIOS DESSA IGREJA.
» Hino 58 - Hinário Novo CCB Ministério Jandira
» MANUAL COM ESQUEMA MINI SISTEM PHILCO MOD. PH400 VERSION A.pdf

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A Grande era dos Piratas :: Personagem e Mundo :: Mini-Aventura :: Mini-Aventuras Concluídas ou Canceladas !-
Ir para: