One Piece RPG
[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera YTcHx


One Piece RPG : A GRANDE ERA DOS PIRATAS
 
FAQCalendárioInícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [Mini - Ephràyim] Minha Lenda Pessoal
[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Emptypor love.licia Ontem à(s) 23:50

» [Mini - Bobby Nine] "Vamos colocar tudo de cabeça pra baixo"
[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Emptypor bobbybest9 Ontem à(s) 22:15

» [MINI-MUGEN] COMEÇANDO COM TUDO
[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Emptypor Hisoka Kurayami Ontem à(s) 22:02

» [MINI-HAROR] Cap. 01 - Eventos
[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Emptypor Hisoka Kurayami Ontem à(s) 20:45

» [Mini Aventura] O Caminho da Espada
[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Emptypor Koyozumi Ontem à(s) 19:31

» [Mini- ItoEis] Dinheiro, dinheiro, dinheiro
[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Emptypor ItoEis Ontem à(s) 19:22

» [MINI-June]Primeiros movimentos
[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Emptypor Juno Ontem à(s) 18:28

» Noelle Eisenhower
[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Emptypor Noelle Ontem à(s) 15:36

» [M.E.P] June
[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Emptypor Fanalis B. Ria Ontem à(s) 13:51

» Julian D'Capri
[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Emptypor jonyorlando Ontem à(s) 13:27

» [MINI-Broc Von Brandt] Reaprendendo a andar
[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Emptypor Fanalis B. Ria Ontem à(s) 10:58

» Salazar Reis Wegis
[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Emptypor ADM.Raizen Ontem à(s) 06:41

» Carolyn S. Mitchell
[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Emptypor ADM.Raizen Ontem à(s) 06:39

» [Mini-Yuusaku] Big Game Hunter
[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Emptypor love.licia Ontem à(s) 00:47

» Shaanti Mochan
[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Emptypor GM.Furry Sab 20 Abr 2019, 17:49

» [M.E.P.] Haror
[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Emptypor Hisoka Kurayami Sab 20 Abr 2019, 03:03

» [M.E.P] ItoEis
[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Emptypor Hisoka Kurayami Sab 20 Abr 2019, 03:01

» [MINI-Haddes] Eu Não Sou Louco
[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Emptypor Haddes Sex 19 Abr 2019, 23:16

» NPC || Madabi Damenoir - Witch of the Wilds
[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Emptypor GM.Alipheese Sex 19 Abr 2019, 18:14

» NPC || Madabi Damenoir - Damenoir Brothers
[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Emptypor GM.Alipheese Sex 19 Abr 2019, 18:10

Facebook

------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG


Conheça o Fórum NS


Compartilhe
 

 [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Orfeu
Membro
Membro
Orfeu

Créditos : Zero
Warn : [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera 10010
Data de inscrição : 26/09/2018
Idade : 18

[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Empty
MensagemAssunto: [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera   [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera EmptyQua 26 Set 2018, 03:04

Nome: Orfeu Emery
Idade: 19
Sexo: Masculino
Raça: Humano
Tamanho: Normal
Estilo de Combate: Espadachim
Localização: Yakira Town, West Blue
Grupo: Civil
Vantagens: N/A
Desvantagens: N/A


Última edição por Orfeu em Qua 26 Set 2018, 03:27, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Galaxy Dante
Orientador
Orientador
Galaxy Dante

Créditos : 17
Warn : [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera 10010
Masculino Data de inscrição : 30/03/2013
Idade : 19
Localização : Vivo me perguntando onde

[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera   [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera EmptyQua 26 Set 2018, 03:17

~Mini SEM M.E.P.~


Sua mini não possui uma M.E.P. , então crie uma para que possa ser orientado.

____________________________________________________

"Teu coração é livre, tenha coragem de segui-lo"



[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera CT71c4q
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Galaxy Dante
Orientador
Orientador
Galaxy Dante

Créditos : 17
Warn : [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera 10010
Masculino Data de inscrição : 30/03/2013
Idade : 19
Localização : Vivo me perguntando onde

[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera   [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera EmptyQua 26 Set 2018, 04:03

~Mini-Aventura APROVADA~


Olá, seja bem-vindo ao OPRPG!!

Eu sou um Orientador, minha função é lhe ajudar a se adaptar neste universo do OPRPG.

Sendo assim irei lhe orientar de todas as formas possíveis, a partir de dicas no decorrer desta Mini-Aventura. Como esse fórum é bem complexo em suas regras, também irei tentar responder suas dúvidas, por isso, no menu de navegação (parte superior do site) existe um link M.P. O mesmo corresponde às mensagens privadas. Lá você poderá, em qualquer momento que achar necessário, me enviar dúvidas de como prosseguir no jogo; ou pode entrar no seguinte link: http://www.onepiecerpg.com/f3-duvidas-criticas-e-sugestoes , e criar um tópico para algum membro da Staff responder; mas caso tenha dúvidas durante a Mini, pode colocar em "off" no próprio post.

Sim... Vamos ao que importa?

Abaixo seguirão algumas dicas para que leia antes de criar seu primeiro post.

DICAS:


  • Lembre-se que você apenas narra as ações de seu personagem, seu personagem nunca FAZ ele sempre TENTA e também demonstre desde o 1º post qual o seu objetivo na aventura.
  • O ambiente que você se encontra, NPC's e todo o resto que compõe sua aventura, quem cuidará disso sera seu narrador.
  • As mini-aventuras servem para corrigir seus erros na narração durante a aventura e também formas melhores de deixar sua narração mais interessante.
  • Caso a Mini-Aventura fique sem post durante 5 dias por parte do player, a mesma será cancelada.


O 1º post é seu e eu serei o seu Orientador.

____________________________________________________

"Teu coração é livre, tenha coragem de segui-lo"



[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera CT71c4q
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Orfeu
Membro
Membro
Orfeu

Créditos : Zero
Warn : [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera 10010
Data de inscrição : 26/09/2018
Idade : 18

[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera   [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera EmptyQui 27 Set 2018, 01:27

Sinfonia Mortífera

Yakira Town, seu nêmesis.


Para quem tem ambições astronômicas, a extensão daquele local que pode chamar de lar durante anos é escassa. Devaneando sobre possibilidades, jaz decidido que era o momento de, enfim, colocar seu projeto para frente, aquilo que o fizera passar noites e noites em claro arquitetando para que nada dê errado, sua sinfonia mortífera. A figura de um e sessenta e cinco de altura e manto negro protegendo o corpo escondia o quão sádico e determinado Emery era, tudo, absolutamente tudo girava em torno de seus interesses e não havia ninguém habitando este mundo que fosse capaz de para-lo. Claro, essa é a sua versão da história, na prática, ainda lhe restava um pontapé inicial, uma faísca para que seu nome explodisse mares a fora, atitude não faltava.

Muitas notas musicais ao vento.
A gênese de um aspirante a maestro.
Ser humano é conflito.


Fase Do: Iniciar. — Seu objetivo principal era causar, primeiramente, uma desordem geral em todo seu entorno, ele precisava espalhar o caos, e para isso, precisaria de armamentos, nada mais lógico. Se deslocaria pela região com cautela, procurando produzir o mínimo de som em decorrência de seus passos, chamar atenção para si era seu último desejo, e talvez a baixa estatura fosse de bom grado para isso. A meta então, seria adquirir informação, onde questionaria outros civis almejando um retorno.

Err... com licença. Cheguei na cidade hoje e gostaria de saber a localização de alguma fonte de armas ou coisas do tipo. — Coçaria a cabeça e forçaria uma personalidade mais tímida, na intenção de reduzir qualquer desconfiança que tivessem contra si. — Sabe, sou um artesão e é a única coisa que sei fazer da vida, queria muito um emprego nesse ramo, ou então não sei o que faria... — Lamentação forçada, pura fachada. — Qualquer informação sobre quem rege a loja ou estabelecimento também me faria muito feliz, gosto de ir preparado! — Pensava ele, que seu corpo esguio e face inofensiva ornasse bem com todo o teatrinho, afinal, a guerra se baseia na arte do engano.

Em uma hipótese positiva para seu propósito, seguiria as diretrizes recebidas onde se locomoveria até certa distância da entrada, de prima, buscaria com sua visão memorizar os detalhes, se havia segurança, muito movimento, rotas de fuga e afins. Entraria na loja como um cliente qualquer, observando a mercadoria com afinco e então daria o próximo passo, o único antes do ultimato.

Tem alguma espada que se adeque a mim? Digo... meu tamanho e força não permite manejo de armas muito pesadas ou longas e geralmente sou um desastre, procuro por algo leve que não perca em eficácia. — Aguardaria, exalando ansiosidade, dali para frente, se certificaria de não deixar passar nenhum fato importante, a ação estava próxima.

No caso de no âmago da ação falhar em conseguir ajuda dos cívis, procuraria por conta própria dando sequência ao plano.
OFF:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Galaxy Dante
Orientador
Orientador
Galaxy Dante

Créditos : 17
Warn : [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera 10010
Masculino Data de inscrição : 30/03/2013
Idade : 19
Localização : Vivo me perguntando onde

[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera   [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera EmptySab 29 Set 2018, 07:34

O crepúsculo jazia ao nascer da alvorada dando lugar agora para a luz, pelo menos para os outros habitantes da ilha, mas talvez não para Orfeu. Seus passos eram metódicos por aquela cidade pequena com um aspecto um tanto quanto exótico. O chão era todo coberto pelo amarelo e vez ou outra este mesmo amarelo, vulgo areia, incomodava suas pernas acompanhadas de uma porção de vento dando uma sensação de coceira nos poros.

Todavia, aquilo não era problema nenhum para alguém que já havia planejado seu objetivo e visto seu sucesso diversas e diversas vezes dentro da própria cabeça. Não tardava para chegar até a loja de armas que já conhecia por estar na cidade há certo tempo. Contudo, poderia se lembrar que o vendedor era um homem extremamente robusto e de aparência surrada, porém em contraparte com seu visual, mostrava-se bastante gentil sempre com um sorriso no rosto acompanhado de seu volumoso e bem definido bigode.  — Tem alguma espada que se adeque a mim? Digo... meu tamanho e força não permite manejo de armas muito pesadas ou longas e geralmente sou um desastre, procuro por algo leve que não perca em eficácia. — O homem parava de martelar o metal com tamanha precisão e força para voltar-se para ele logo abrindo um sorriso no rosto.

– Primeiramente, olá! E sim, tenho o armamento necessário para todos aqui. Afinal, esse aqui é o melhor ferreiro que você vai encontrar em toda a cidade! – Ele coçava a cabeça, tirando seu sorriso para uma expressão mais neutra e duvidosa – Não que Yakira seja muito grande... – Ele soltava seu martelo para recolher por de trás do balcão uma espada. Era simples sem qualquer tipo de gracejo, porém direta e afiada, com um único propósito bem fácil de deduzir. – Perfeita para você, e o que quer que esteja planejando... Mas é claro, ainda não posso te dar isso de graça. – Ele girava a espada cortando o ar fazendo um pequeno ruído característico do movimento.

Poderia notar que por toda a loja havia machados e escudos pendurados como enfeite, alguns até a venda mostrando seus preços em etiqueta. A forja ficava alguns metros atrás do balcão e a sua direita não havia teto ou parede, isso servia para a passagem de ar facilitando para ninguém morrer sufocado com o calor forte da fornalha.
Dicas e considerações:
 

____________________________________________________

"Teu coração é livre, tenha coragem de segui-lo"



[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera CT71c4q
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Orfeu
Membro
Membro
Orfeu

Créditos : Zero
Warn : [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera 10010
Data de inscrição : 26/09/2018
Idade : 18

[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera   [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera EmptyDom 30 Set 2018, 06:51

Sinfonia Mortífera

Suas pupilas dilataram, a única expressão física em reação à lâmina que lhe fora apresentada. Embora um rapaz contido, mal podia esperar para testar seu fio e cronometrar quanto tempo levaria para cortar quatro membros. Nada aquém do habitual, como um amante do kenjutsu, até mesmo espadas simplórias como aquela traziam encantamento, e há de se dizer que a simplicidade nesse momento era aquilo que ele mais precisava abraçar. Para todo feito, não atraíra sua atenção o bastante para deixar que faltassem detalhes em seus campos de percepção, todo o espaçamento da loja, disposição de armas penduradas faziam parte de sua preocupação para com o restante do plano, o corpulento vendedor não seria um alvo fácil naquelas dimensões.

Mas, se entrou no jogo, aceitaria por tabela as consequências.

Entendo. Para tal, vim precavido! — Pacificamente, esvaziaria os bolsos onde sacrificaria no balcão toda a quantia que carregasse, pouco se importando se os valores excediam ou não o preço da espada. — Creio que seja o suficiente, não? — Exterminaria a ansiosidade num estalar de dedos, onde proceduralmente esticaria as mãos requisitando a posse do item em questão, já fazia algumas luas em que não pressionava com o polegar o guarda-mão de uma lâmina daquelas. — Grato. — Replicaria, numa ocasião que confirme suas pretensões.

Para os amantes bélicos você deve ser um Deus nesta cidade, não é? E ainda consegue ganhar a vida com isso. Mas, você não sente a monotonia? Gastar dias e dias para sobreviver a mercê do retorno que essa ilha te traz, para sua sorte, hoje tudo muda. — Daria algumas passadas de perna pela área destinada à clientela do estabelecimento, sem padrão aparente antes de prosseguir. — Assim como a música, eu vim para trazer a vivacidade às suas rotinas, extrair de todos o inexplicável, serei o salvador que os libertará desse marasmo. Retribuindo a simpatia, honrarei-te o fazendo o primeiro soneto! Escolha o que vale mais a pena... — Imprimindo toda sua capacidade se ser ágil, desferiria cortes sobre toda a mercadoria de enfeite e todo o cenário visando destruí-lo a ponto de provocar seu dono. — ... sua vida, ou o que fez dela.

Adotaria uma postura de combate, se precavendo da reação vinda provável, já que não se ataca um adversário sem antes conhece-lo, é a regra básica. Afastaria um pé do outro deslizando-os, então empunharia sua mais nova companheira afiada a direcionando a sua frente em vertical e joelhos flexionados. Isso lhe possibilitaria uma boa disposição para contrapor ameças usando a espada como breque para no meio tempo voltar a abrir a distância de um metro, aprendera que era o ideal para seu estilo, seu meio de alcançar sua meta naquele momento era maleável, dependeria da atitude do bigodudo.

Isso, é música!
OFF:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Galaxy Dante
Orientador
Orientador
Galaxy Dante

Créditos : 17
Warn : [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera 10010
Masculino Data de inscrição : 30/03/2013
Idade : 19
Localização : Vivo me perguntando onde

[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera   [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera EmptyTer 02 Out 2018, 13:45

O requiem da morte iria iniciar-se naquela loja em alguns poucos instantes, bastava agora saber para quem ele era destinado. Ao espadachim misterioso, ou ao ferreiro parrudo? Muitas vezes isso era uma questão de sorte para amadores na luta como aqueles dois, mas provavelmente Orfeu carregava consigo algo que os outros não pareciam carregar... Potencial.

— Para os amantes bélicos você deve ser um Deus nesta cidade, não é? E ainda consegue ganhar a vida com isso. Mas, você não sente a monotonia? Gastar dias e dias para sobreviver a mercê do retorno que essa ilha te traz, para sua sorte, hoje tudo muda. — Falava aquilo como se já fosse algo comum, rotineiro. Talvez fosse o fato de ver aquela cena milhares e milhares de vezes em sua própria cabeça bolando seus planos desse esse tom para sua fala. – Eu gosto da monotonia. A calma, e a repetição... Uma rotina que me agrada... Bater no ferro e sentir o metal ser dobrado todos os dias. Você sabe, uma carreira que me conforta e faz eu me sentir satisfeito no final da noite quando me deito sobre minha cama. Talvez um privilégio que poucos tem. – Ele respondia calmamente, ainda sem saber o que iria ocorrer logo mais, o que não levou muito tempo ao terminar de ouvir as outras palavras ditas pelo espadachim.

Seu semblante sereno e despreocupado mudava, tornava-se neutro para então abrir uma expressão de raiva franzindo sua testa. Ele ajeitava o grande machado que havia em suas costas, puxando pelo cabo com a mão direita enquanto parte da loja era destruída. – A única musica que você irá ouvir garoto... – Ele retirava o grande machado de guerra das costas lentamente, revelando o tamanho peso do mesmo, e a grande força que deveria ser exercida para empunhá-lo – Será a sinfonia do meu machado trincando nos seus ossos. – A batalha iria começar muito em breve, com ambos já entrando em postura de ataque. Emery de modo algum parecia ser mais forte que o bigodudo, todavia poderia compensar no combate de outra forma, talvez...
Considerações:
 

____________________________________________________

"Teu coração é livre, tenha coragem de segui-lo"



[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera CT71c4q
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Orfeu
Membro
Membro
Orfeu

Créditos : Zero
Warn : [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera 10010
Data de inscrição : 26/09/2018
Idade : 18

[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera   [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera EmptyQui 04 Out 2018, 14:55

Sinfonia Mortífera

Se não exatamente como imaginava, próximo disso.

Eu chamo essa de... melodia do adeus. Então, adeus! — Ele inclinaria seu corpo reajustando a posição da ponta da espada onde a apontaria na horizontal de frente ao seu oponente, expondo indícios de que seria, nada mais, nada menos, do que uma afronta direta. Preparado para toda situação, ele sabia que vez ou outra enfrentaria adversários maiores e mais fortes - no que tange a resistência - do que si. Logo, esperava também que esse estereótipo trouxesse uma certa deficiência em relação à sua agilidade, algo que sobrava no sádico espadachim.

Em disparate, armaria uma finta visando driblar a defesa, ela consistiria de um golpe que alvejaria o tórax, isso é, assim ele queria que o ferreiro pensasse, golpes no tronco são estritamente difíceis de se esquivar, justamente por se tratar de uma área que depende de outras partes para se locomover, diferentemente do que seria na perna, por exemplo. Mas, qual a razão? Orfeu sustentava a ideia de que isso o obrigaria a gastar suas atenções defensivas a frente, abrindo brechas nas laterais do corpo, e assim seria: Como num passo de dança, ele gozaria de toda a fluidez que seu corpo esguio proporcionava para girar em torno do próprio eixo saindo do campo de ação do alvo e rapidamente executaria um corte vindo da esquerda para direita na direção na altura do pescoço do antigo proprietário da espada, iniciando a sequência.

Mas, não havia como subjuga-lo em quesito de força, então teria de mantê-lo onde se garantia: Na velocidade.

O segundo ataque seria direcionado à principal perna de apoio do homem, naquela altura dos fatos, é provável que já teria percebido onde ele se sustentava para realizar suas ações, expurgar o seu conforto no combate era mais do que essencial - mas não o bastante. Com uma das palmas empurrando o pomo da espada e a outra firme em sua base, faria, da mesma forma que fingiria no inicio, um golpe direto ao tórax, esse, com afinco. No entanto, este citado como encerramento da trilogia se daria após um salto, onde ele almejava finalizar a luta a tornando multidirecional.

Contudo, seus reflexos estariam durante todo momento ajustados de acordo com defesas pré-definidas a qual havia planejado. Para golpes direitos, manteria sempre um pé afastado à sua retaguarda, suspendendo o outro quando achar necessário para ganhar distância e evitar o golpe, movimentos ofensivos unilaterais haviam de ser evitados em um bloqueio direto com sua lâmina amiga, visando, porém, a base do machado e não sua lâmina, não era de se jogar fora a consciência de que o varão conhecia bem as duas armas para saber qual delas venceria em uma disputa direta, prevenir nunca é demais. Ademais, rolaria para os lados em decorrência de machadadas vindas do alto e utilizaria qualquer brecha durante esse momento para seguir com seus planos já descritos, sabendo que poderia aproveitar qualquer brecha nesse meio tempo para impor sua investida.

Seguia com os lábios selados, nem mesmo um tom era ouvido, combates assim não devem ser interrompidos por falácias quaisquer.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Galaxy Dante
Orientador
Orientador
Galaxy Dante

Créditos : 17
Warn : [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera 10010
Masculino Data de inscrição : 30/03/2013
Idade : 19
Localização : Vivo me perguntando onde

[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera   [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera EmptySab 06 Out 2018, 22:15

O espadachim dava inicio a luta, momentos depois de soltar mais zombarias e provocações ao ferreiro, que reagia demonstrando ainda mais raiva. Ele já havia retirado seu machado das costas também, erguendo-o com tamanha força que era até surreal acreditar. Era um machado de fato grande, quase tão grande quanto o musculoso de 2 metros. A luta finalmente começava com Orfeu avançando, ele fitava com sucesso um corte no tórax, o homem reagia colocando o machado a frente com seu cabo para bloquear, mas o que ele não esperava era o seu giro, resultando em um corte vindo do lado direto em seu pescoço.

Era superficial, não seria o bastante para fazê-lo morrer ou se engasgar com o próprio sangue, mas já deveria ser de alguma coisa já que o bárbaro parecia se incomodar com o corte. Ele girava o machado acima de sua cabeça, alternando entre as duas mãos para rotacionar. Enquanto isso, o espadachim já preparava seu próximo golpe, acertando a perna direita do bárbaro, mas dessa vez faltava um pouco de habilidade e precisão no golpe, sendo este, não tão letal quanto poderia ser. Fazia uma pequena fatia, cortando parte da pele e jorrando sangue. O homem perdia o equilíbrio durante o seu próprio golpe, terminando por girar o machado, mas ainda assim descendo sobre a cabeça do espadachim.

Ele bloqueava até que com precisão, parando o machado em um confronto contra sua espada e o cabo do machado. Sobretudo, não tinha força o suficiente para medir com seu inimigo, e mesmo que seu bloqueio fosse bom, uma ponta da lamina inimiga repousava sobre a maçã direita do seu rosto, fazendo um corte superficial e derramando um pouco de sangue. Ele dava um salto por fim, para então fintar mais um golpe, este então falhando. – De novo essa mesma estratégia? Sério? – Falava após bloquear a espada com seu cabo.

Considerações:
 

____________________________________________________

"Teu coração é livre, tenha coragem de segui-lo"



[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera CT71c4q
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Orfeu
Membro
Membro
Orfeu

Créditos : Zero
Warn : [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera 10010
Data de inscrição : 26/09/2018
Idade : 18

[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera   [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera EmptyTer 09 Out 2018, 15:09

Sinfonia Mortífera

Rasgando sua visão panorâmica, o vulto precedeu o talho em seu rosto, emergindo em meio a adrenalina vívida uma leve ardência, que não o impedira de seguir o fluxo veloz das ações, que, ao menos, lhe abrira um caminho para explorar, dentre as primeiras intenções, atingira setenta por cento do objetivo, lhe restava engolir mais trinta e liquidar.

Por um triz,
que tristeza.

Voltando ao ato atual, lá estava, numa guerra interminável entre a espada e o machado, um mero figurante. Buscaria se posicionar à direita do bárbaro como se o rodeasse, basicamente para exigir que, para manter a guarda alta, o corpulento fizesse uso constante de sua perna direita, a expectativa de Emery era que seu desconforto por ali o defasasse em relação ao seu foco total na batalha, antes de retomar o ataque. Jogaria o peso do corpo sobre os pés no intuito de se impulsionar com lepidez para desferir em um deslize todo o fio da lâmina pela perna direita, priorizando a ferida antes criada para deteriorar ainda mais suas capacidades locomotivas. Após, realizaria uma estocada abaixo das axilas esquerdas - quebrando o padrão.

Sim, de novo. — Por fim, faria todo o esmero possível, através de uma analise das defesas para abrir uma brecha onde fincaria sua espada diretamente no peito direito do bárbaro o quão fundo fosse capaz, sacrificando até mesmo a sua total integridade física se conseguisse obter o êxito desejado, Orfeu jamais volta atrás de suas decisões, mais do que uma optativa durante a luta, era seu estilo de vida.

Ademais, com exceção do último ataque em que se arriscara, estaria sempre atento quanto à sua retranca, tendo a sabedoria de que disputar forças no passado já lhe trouxe um indício de um perigo que não poderia se repetir. Se esquivaria afastando-se da direção contrária de possíveis ataques à sua pessoa, contando que fosse o suficiente já que machados não garantem grande alcance.
OFF:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Empty
MensagemAssunto: Re: [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera   [Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Mini - Orfeu] Sinfonia Mortífera
Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
One Piece RPG :: Personagem e Mundo :: Mini-Aventura :: Mini-Aventuras Concluídas ou Canceladas !-
Ir para: