A Grande era dos Piratas



 
FAQCalendárioInícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Yamajin
por Yamajin Hoje à(s) 10:35

» [MINI - Bill Curly] - Meu Ódio Será Tua Herança
por Curly Bill Hoje à(s) 03:00

» Helves
por Ryoma Hoje à(s) 02:16

» [MINI-Kurokami] Alvorada
por Knabstrupper Hoje à(s) 02:00

» Bell Farest
por Far Ontem à(s) 23:38

» Kryn Nerelin
por Punk Ontem à(s) 22:19

» [Mini-Theoscelo] The Awakening
por Theoscelo Ontem à(s) 20:08

» [MINI-*Towetz*] O Fanfarrão de Shells Town
por Towetz Ontem à(s) 15:07

» Edmure de Rivia
por Wing Ontem à(s) 14:24

» SeaGull Newspaper - Agosto a Dezembro de 2018
por Marciano Ontem à(s) 14:12

» Iris Ao'Yume Al'Nyat
por ADM.Bowel Ontem à(s) 12:54

» [Mini-Jean-Claude] Prólogo
por Jean-Claude Strauss Ontem à(s) 10:15

» [M.E.P] Curly Bill
por Galaxy Dante Ontem à(s) 04:10

» [M.E.P] Towetz
por Galaxy Dante Ontem à(s) 04:08

» MINI-TRIPZAP
por Galaxy Dante Ontem à(s) 04:06

» [M.E.P] - TRIPZAP
por Galaxy Dante Ontem à(s) 04:05

» [MINI-*Shark D. Davy*] *Mundança...*
por Fanalis B. Ria Ontem à(s) 01:55

» [MINI-Shark D. Lee] A Primeira de Muitas
por Fanalis B. Ria Ontem à(s) 01:55

» [MINI-Ulricheisen] O Sopro Inicial
por ulricheisen Ontem à(s) 01:41

» [Mini - Hou Yi] Capítulo 0.5
por Hou Yi Ontem à(s) 01:07

Facebook

------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG


Conheça o Fórum NS


Compartilhe | 
 

 Fanalis B. Ria

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Raizen
Administrador
Administrador
avatar

Créditos : 50
Warn :
Masculino Data de inscrição : 18/04/2011
Localização : Grand Line – 6ª Rota – Alabasta

MensagemAssunto: Fanalis B. Ria   Qui 07 Dez 2017, 13:07

~ PESSOAL ~


Nome: Fanalis B. Ria
Idade: 19 anos
Altura: 1,65 m
Peso: 55 Kg
Mão predominante: Ambidestra
Sexo: Feminino
Raça: Humana
Tamanho/Espécie: Normal
Origem: Conomi Island
Localização: 1° Rota - The Wonderful Land
Grupo: Pirata


~ ATRIBUTOS ~

LEVEL: 2
EXP: 46/50
BERRIES: 992.500 Berries

HP: 140
SP: 107

DANO: (9 Bruto) (+4 Ceifadora) (+6 Foice) = 19 (Habilidosa)
ACERTO: (17 Bruto) (+4 Ceifadora) (+3 Racial) = 24 (Habilidosa)
PONTARIA: (10 Bônus) = 10 (Normal)
ESQUIVA: (19 Bruto) (+4 Ceifadora) (+3 Racial) = 26 (Especialista)
BLOQUEIO: (10 Bônus) = 10 (Normal)
RESISTÊNCIA: (1 Bruto) = 1 (Normal)
PERCEPÇÃO: (+2 Racial) = 2 (Normal)
MANIPULAÇÃO: (+2 Racial) = 2 (Normal)
VELOCIDADE DE ATAQUE: 3


KENBUN-SHOKU HAKI

Citação :
LEVEL: -X-
EXP DO PODER: 000/050
BUSOU-SHOKU HAKI

Citação :
LEVEL: -X-
EXP DO PODER: 000/050

~ ESTILOS DE COMBATE ~

Citação :
• Estilo de Combate: Ceifadora
LEVEL DE COMBATE: 2
EXP DE ESTILO: ~PRIMÁRIO NÃO POSSUI EXP~

~ Perícias ~
Citação :
• Forja;
• Furtividade;
• Acrobacia;
• Engenharia;
• Atuação;
• Mecânica;
• Criação de Projéteis.

~ Ofícios ~
Citação :
Ferreira

~ FAMA & REPUTAÇÃO ~

Photoplayer:
Photoplayer:
 
Alcunha: A Ruiva
Recompensa: 11.000.000 Berry
Citação :
LINK DOS JORNAIS: N/A :(
~ AKUMA NO MI ~

Citação :
Nome: N/A :(
Tipo:
Energia:
Bonificação:
~ EQUIPAMENTOS ~


• ARMA(S)
-Nome: Foice Forjada:
Demon's Scythe:
 
Bônus: N/A
Dano: 6
Requerimentos: N/A
Custo: ???

-Nome:
Chicote:
 
Bônus: N/A
Dano: 2
Requerimentos: N/A
Custo: ???

• CABEÇA
Óculos de Sol:
 
-Nome: -x-
Bônus: -x-
Requerimento: -x-
Custo: -x-

• CORPO
Armadura:
 
Capa por cima da armadura:
 
-Nome: -x-
Bônus: -x-
Requerimento: -x-
Custo: -x-

• COSTAS
Mochila normal +10w:
 
-Nome: -x-
Bônus: -x-
Requerimento: -x-
Custo: -x-

• BRAÇO DIREITO
Relógio de pulso:
 
Log Pose 10/30:
 
-Nome: -x-
Bônus: -x-
Requerimento: -x-
Custo: -x-

~ INVENTÁRIO~



Itens com a personagem (Na Mochila)

• 1x Pistola Simples (Sem Munição)
• 1x Espada de nv.1 (3w);
• 1x Pedaço de Vivre Card (Rimuru);:
 
• 1x Diário de Betros Ashburn (0,5w);:
 
• 1x Conjunto de roupas simples novas.:
 

Itens deixados na escuna

• 3x Conjunto de roupas simples;:
 

• 3x Lingotes de aço;
• 1x Espada de nv.1;
• 2x Rifle de nv.1;

~ EMBARCAÇÕES ~

Nome: Redness Force
Tipo: Escuna
Descrição: Obtida já com um canhão, por enquanto é uma escuna simples.
Redness Force:
 
Velocidade: 20u
Número de tripulantes máximos acomodados: 6 (Player)
Lotação máxima no transporte: 9 (NPC)
Número de ilhas sem precisar reabastecer: 2
HP: 150
Canhões: 1

~ TÉCNICAS ~

Ceifamento Furtivo:
 

Ceifamento Da Deusa Da Morte:
 

Ceifamento Mortal:
 

Ceifamento Das Mil Almas:
 

~ TÉCNICAS SUPREMAS~

• -X-

~ EXTRAS ~


APARÊNCIA:
Fanalis B. Ria é uma bela ruiva, jovem, de 19 anos, com 1,65 metros de altura, medidas impressionantes, possui olhos com um tom avermelhado, sempre usa uma tiara com asas de morcego e vestidos curtos pretos, às vezes muito detalhados, cheios de enfeites e rendas, geralmente carrega uma foice longa em suas costas, na maioria das vezes com um belo sorriso no rosto, apesar de que em baixo de seu olho direito, existe uma lágrima de sangue tatuada, que para alguns pode parecer um coração invertido, possui um andar confiante e sagaz, apesar de sua aparente humildade, ela dá grande importância para sua aparência e higiene, dificilmente é possível de se ver uma mecha de cabelo fora do lugar ou alguma sujeira em sua pele ou vestimentas.

• Cicatriz quase imperceptível de perfuração abaixo das costelas

PERSONALIDADE:
Diria que em geral tenho um bom relacionamento com as pessoas ao meu redor, pelo menos as pessoas de quem eu gosto. Não é difícil de eu gostar de alguém também, pode-se considerar na verdade que eu goste de todo mundo que eu conheça, desde que não tenha feito mal para mim ou as pessoas próximas de mim, nesse caso, dependendo da gravidade, pode ser que eu fique furiosa e parta para cima dessa pessoa com tudo que eu tenho.

Prefiro enfrentar meus problemas na hora, desde que eu tenha como dar um jeito em tudo, eu não teria problemas em fugir caso percebesse que seria uma luta perdida, para apenas regressar quando pudesse resolver as coisas com minhas próprias forças.

Vamos ver, como qualquer um, eu gosto de falar sobre mim e meus objetivos, tenho alguns passados se é que você me entende, mas conseguiria falar do que me aconteceu até mesmo para um estranho, é claro que não me aprofundaria muito, afinal, são águas passadas das quais eu já superei. Para mim, todo tipo de coisa acontece em nossas vidas por alguma razão, desde que eu continue viva, farei de tudo para superar as crises e seguir em frente com meus objetivos.

Se nessa vida existe algo que eu gosto, são de armas, acho bem interessante o jeito que funcionam, como são feitas e como são usadas tanto para o bem, quanto para o mal, um dos meus objetivos secundários é me tornar uma grande Ferreira, para mim pelo menos, armas não matam, quem matam são pessoas que às estão utilizando, então não teria medo de fazê-las para as pessoas, afinal, mesmo que sejam usadas para o mal na concepção da sociedade, não serei eu às empunhando, é claro que se eu fizer armas para uso pessoal, não serão para ficar guardadas em algum lugar, serão para serem usadas em combates contra quem eu julgasse meu inimigo.

Como eu disse antes, valorizo bastante a vida de meus companheiros, faria de tudo para ajuda-los em caso de necessidade, não parando por nada, na verdade, como perdi um grande amigo muito tempo atrás, nem sei o que eu faria caso eu perdesse mais algum, se eu partiria para cima de quem o fizesse mal ou se eu ficaria em choque, tudo que eu sei é que faria de tudo para impedir que isso ocorresse.

Pensando em grupos como o exército revolucionário, a marinha, o governo, ou algum bando pirata que é o que eu pretendo liderar para o final da Grand Line, assim atingindo minhas metas, eu só sei de uma coisa, não ligo para as leis que a sociedade emprega, prefiro eu mesma julgar se a pessoa é boa ou ruim e agir de acordo com esse julgamento, não me importo de conviver com assassinos, ladrões ou seja lá o que for, desde que saiba onde estou pisando e considere que possa me envolver com a pessoa, todos tem meu voto de confiança, pelo menos até que o quebrem, então para recuperá-lo, não será nem um pouco fácil.

Por enquanto eu ainda não falei para muitas pessoas sobre meus sonhos e objetivos, na verdade, quase ninguém, mas consigo imaginar a reação, provavelmente sentiriam desprezo ou ririam de mim por acharem ser impossível que algo do tipo seja realizado, bem, eu acho totalmente plausível, meu maior objetivo é me tornar a Rainha Dos Piratas e eu sei que consigo, então não me importo com a opinião dos outros em relação a isso, apenas continuarei seguindo com meus ideais independentemente do que achem, não vou fazer nada com ninguém por não concordar comigo, na verdade, acharia até meio ridículo se deparasse com alguém que faz algo contra os outros por não concordarem com seus ideais, seria como se a pessoa acreditasse menos em si mesma só por que alguém pensa diferente.

Eu respeito a todos, independente de quem seja e espero receber o mesmo tratamento, por sorte, desde que eu nasci, sempre tive facilidade em lidar com as pessoas e guia-las para realizar nossos objetivos como um grupo, desde dividir posições e afazeres para um time de algum jogo, até coordenar diversos trabalhadores em fazendas de arroz enquanto meu pai estava de leito, isso nunca foi problema para mim.

Uma das coisas que me atrapalham e podem me atrapalhar é minha imprudência em certos momentos, geralmente gosto de pensar bem quando vou fazer algo, mas no calor do momento, às vezes posso também deixar minhas emoções me levarem e me consumirem, me arriscando mais do que deveria, é claro que sempre com algum bom motivo para isso, à menos que seja simplesmente minha curiosidade falando, nesse caso, seria possível que a imprudência falasse mais alto que a razão.

Dificilmente volto atrás quando tomo alguma decisão, tento seguir com ela até o fim, sendo persistente e ambiciosa para com meus sonhos. Não sou muito sensível a ponto de ter frescuras em relação a certas coisas e acontecimentos, mas tento sempre manter minha higiene quando possível e me envolvo bastante com meus companheiros. No geral sou corajosa, não tendo medo de nada que apareça em meu caminho, para mim, se eu morrer, apenas estarei fazendo o que faria mais cedo ou mais tarde, assim como todo mundo, mas é claro que evitaria isso ao máximo mesmo não tendo medo da morte.

Gosto de fazer as coisas por um motivo, não sou o tipo de pessoas que faz coisas apenas por fazer sem esperar nenhum retorno, então apesar de querer ser pirata e fazer o que bem entender, não sairia por ai matando, roubando e fazendo coisas afins aleatoriamente apenas para ver o caos ao meu redor, prefiro ter uma forte razão para que eu realize qualquer coisa, se for para realizar meus objetivos, não teria problemas em fazer o necessário, mas sempre respeitando minhas convicções como pessoa e evitando ao máximo ir contra elas, o motivo de querer virar pirata é justamente para fugir do que a sociedade nos emprega, ou seja, quero que eu e meu grupo tenhamos liberdade para tomar nossas próprias decisões e agir de acordo com o que achamos, de modo que eu os lidere para o sucesso.

No geral, eu quase sempre sou alegre e sorridente, até mesmo em situações difíceis eu geralmente não me abalo, às vezes faço piadas engraçadas ou que pelo menos eu ache graça, outras vezes, dou apelidos para pessoas não muito próximas, não me importo se me chamarem de outras coisas que não o meu nome, o importante é que sempre tento ter um bom convívio com todos que eu goste, deixaria bem claro minha ambição de me tornar a Rainha Dos Piratas para quem me perguntasse e para meus companheiros, é claro.

Mesmo que para mim, eu seja uma pessoa humilde, sou uma pessoa bastante orgulhosa, o que em alguns casos pode fazer com que as pessoas ao meu redor tenham a imagem de alguém arrogante, apesar de que eu ache que minha personalidade não chegue nem perto de algo assim, pois meu orgulho faz com que eu pense que eu me aproxime muito daquilo que há de mais bom nesse mundo, tanto que acabo achando em grande parte das vezes que tudo vai dar certo para mim no final.



HISTÓRIA: Lá estava eu, Fanalis B. Ria, uma garota nascida e criada no interior, largando toda a vida pacata na qual eu estive até agora para me tornar pirata, meu objetivo? Ser a Rainha Dos Piratas, como tudo aconteceu? Essa é uma boa pergunta, mas agora tudo que posso fazer é encontrar algum lugar para passar a noite, levando em conta que não posso gastar dinheiro já que só tenho 50.000 berries para passar sabe-se lá quanto tempo.

Ando pela estrada de uma pequena floresta de laranjeiras escura com o anoitecer, mas já era possível avistar as luzes da cidade lá longe, o frio está começando a me incomodar, era possível escutar o som de alguns animais, como lobos a uma considerável distância uivando e corujas próximas piando, não tinha tochas, mas era noite de lua cheia e haviam várias estrelas no céu para iluminarem meu caminho e de algum jeito, consegui chegar na cidade de Hiirotown sem maiores problemas, embora nunca tivesse feito aquele caminho à noite, já havia feito diversas vezes durante o dia, por isso poderia dizer que eu conheço essa ilha como a palma da minha mão. Conomi Island, uma pequena ilha do East Blue da qual nunca sai, mas sempre pretendi sair, entretanto fui impedida por alguns motivos fortes o bastante para prenderem qualquer pessoa com o mínimo de sanidade no lugar.

Começo a andar pelas ruas da cidade, mas como já esperava, ninguém está à vista, se eu for para alguma estalagem, com certeza terei que desembolsar uma quantia razoável de dinheiro e eu não conheço ninguém que me acolheria de bom grado nessa cidade levando em conta alguns problemas que eu mesma causei. Ando procurando algum lugar para passar a noite até que chego ao porto sem encontrar o que procuro, mas, como também era esperado, está vazio. Com frio e cansada de perambular por ai pensando no que fazer daqui para frente, apenas com as roupas do corpo e um pouco de dinheiro, eu estava prestes a ceder e pagar o preço de passar uma noite em algum lugar caro, é nesse momento que vejo um homem se aquecendo em uma espécie de fogueira feita em um lata de tinta, sentado ali mesmo no chão ao lado do portão de um depósito velho e abandonado, ele tinha cabelos brancos, com uma touca cinza e estava coberto por um manto velho remendado de coloração azul com alguns papelões por baixo de seu corpo, como se fosse uma cama, como eu não estava tendo tanta sorte, decido falar com ele para conseguir informações, me aproximo dele perguntando.

- Olá, saberia me informar onde eu conseguiria um lugar para passar a noite bem barato? -

O homem que cutuca a fogueira com um pedaço de ferro me olha como se estranhasse alguém chegando para falar com ele, ele dá um sorriso, ao ver sua boca, percebo alguns dentes faltando, mas apesar disso era um dos sorrisos mais simpáticos que já havia visto na vida, quem diria que alguém como ele, uma pessoa julgada e excluída pela sociedade, um mendigo, poderia ser tão feliz e carismático, demonstrando tudo isso com um simples sorriso, ele responde minha pergunta enquanto pega uma panela com algo que eu nem sabia o que era e coloca em cima da lata de tinta com fogo que possuía uma grade por cima, dando espaço para o fogo se manter aceso.

- Porque não se senta? Faz tempo que eu não tenho uma boa conversa, eu te dou algo para comer. -


Era uma proposta suspeita, mas por que não aceitar? Se ele tentasse alguma coisa, eu poderia simplesmente fugir ou gritar, devem ter pessoas nesses navios próximos ancorados, por mais silenciosos e parados que estejam, ou talvez eu devesse ir em bora, nesse momento eu sinto meu estômago se remexendo e aquele som alto vindo dele, não tem jeito, estou com fome, acho que não tem problema me arriscar só um pouco, pego um pedaço de papelão que está próximo ao homem e coloco de frente para ele e a fogueira enquanto dou um sorriso e falo.

- Muito bem, posso ficar um pouco, mas não tente nada suspeito. -

O homem parecia se alegrar com minha atitude, ele realmente estava bem animado para algo tão simples, o homem olha para mim analisando alguma coisa, parece me encarar por algum motivo, mais uma vez meu estômago fazia barulho e ele então solta uma gargalhada e fala.

- BAHAHAHAHA. Você é engraçada, porque uma jovem tão bem vestida está perambulando por aí e falando com um mendigo? Você nem tem um lugar para passar à noite, vamos lá me diga sua história, eu amo escutar histórias malucas de desconhecidos. -

Qual o problema desse velho? Ele realmente parece querer que eu conte sobre minha vida. Bem, acho que eu não tenho nada a perder, o cheiro dessa sopa ou seja lá o que for está ótimo, acho que eu posso contar para ele o que aconteceu comigo se ele quer tanto assim saber, não vejo porque não, o respondo dizendo.

- Hahaha. Você também é bem engraçado, muito bem, se você quer tanto saber eu vou contar, mas saiba que eu vou querer um belo prato de sopa em troca disso. -

Mais uma vez aquele velho me encara e começa a rir, parecia que ele nunca tinha visto uma situação dessas antes e realmente, eu não acho que tenha visto, quer dizer, quantas pessoas da minha idade decidem sair por aí praticamente sem rumo para virar pirata ou qualquer coisa do tipo? Bem, eu já havia me decidido, não tem porque voltar atrás agora, se ele quer tanto saber, vou falar. O velho está atento, tinha parado com a risada, apenas me encara como uma criança prestes a escutar algum tipo de conto de fadas, mas minha história não era assim tão feliz e sequer teve um final para saber se seria feliz ou triste, para mim pelo menos, minha história está apenas começando, com minha voz natural, doce e delicada, falo.

- Bem, meu nome é Fanalis B. Ria, vou começar falando um pouco sobre meus pais. O nome de minha mãe era Jabami Erza, eu não me lembro bem dela, quando eu tinha três ou quatro anos de idade, ela saiu para o mar para se tornar pirata, tudo que eu sei sobre ela é praticamente o que meu pai me contou e algumas lembranças vagas que eu tenho de quando era criança, o engraçado é que apesar de ela ter se tornado pirata, eu tenho apenas lembranças felizes dela. Eu tenho essa foto dela e de meu pai que levo nesse cordão em meu pescoço, como pode ver, ela se parecia muito comigo, mas desde que ela saiu para se tornar pirata, não tive nenhuma notícia dela, nenhum cartaz de procurado, nem nada do tipo, não tenho ideia do que aconteceu, mas eu fico feliz de ela ter seguido com seus objetivos, mesmo nos deixando para trás, odiaria ser a pessoa que a atrapalhou de realizar o que queria.

O homem muda sua expressão hora ou outra conforme eu falo, mesmo sendo uma história bastante comum por aí, ele parecia intrigado, parecia estar gostando realmente do que eu estava falando, durante minha fala, eu lhe entrego o pingente para que desse uma olhada, ele também fica bastante interessado naquilo, parece não querer perder sequer um detalhe, me devolve o pingente e fala.

- Fanalis B. Ria, em? O que quer dizer esse B.? E sua mãe está tecnicamente desaparecida... Eu esperava uma história interessante de uma ruiva vagando por aí, mas não tanto, ah, acho que a sopa já está quente, aqui, se sirva e coma um pouco, mas não pare com a história. BAHAHAHA.

Tinha algumas coisas comuns em minha história, na verdade, quase que ela inteira parecia um clichê facilmente encontrado em algum livro, mas o homem só parecia ficar mais empolgado a cada palavra, chega a ser estranho, bem, se ele está gostando tanto, vou continuar contando, pego um prato, encho de sopa com uma concha que ele tinha, tem alguns legumes meio estranhos, mas o cheiro está bom, pego uma colher cheia de sopa, assopro e coloco na boca, não sei se é porque essa sopa tem o melhor tempero do mundo, a fome, ou se está boa, mas fazia tempo que eu não comia nada tão bom, até me anima mais para continuar, eu como mais um pouco e continuo.

- Essa parte do meu nome, Fanalis B., veio de meu pai, Fanalis B. Salo, nunca soube o significado, sei que está na minha família a gerações, esse B. provavelmente significa alguma palavra grande que foi esquecida com o tempo ou algo do tipo, é estranho ter um sobrenome de apenas uma letra, mas só posso aceitar, falando um pouco sobre meu pai, ele era um fazendeiro, mas aos poucos, as coisas foram dando errado e fomos ficando cada vez piores financeiramente, eu o ajudava desde meus dez anos de idade nas plantações de arroz à alguns quilômetros daqui, a gente sempre dava um jeito de segurar as pontas, aos poucos, não estávamos conseguindo pagar os funcionários, até que ele fez um empréstimo e duramos mais algum tempo, infelizmente, poucos anos depois disso, três anos atrás para ser mais precisa, ele pegou uma doença degenerativa incurável e foi piorando, logo todos nos abandonaram, ficando apenas eu e ele, eu até aguentei algum tempo sozinha cuidando dele, mas, algumas semanas atrás, ele não resistiu à uma gripe muito forte e morreu.

O homem me encarava incrédulo, parecia estar espantado com essa ultima parte, como se achasse que eu não daria conta de cuidar de uma pessoa assim, até agora, enquanto contava minha história, eu estava agindo normalmente, mas eu abaixo a cabeça ao falar da morte de meu pai, eu já havia superado, mas não gosto muito de ficar falando sobre essas coisas, talvez não seja tão legal ficar remoendo meu passado, pelo menos a parte mais triste e recente já se foi, acho que vou contar o resto para esse velho, ele está simplesmente fascinado com minhas proezas, me sinto até um pouco reconfortada vendo que ele está gostando tanto, como mais um pouco e continuo, dessa vez, sorrindo e com a voz mais animada, balanço a mão rapidamente em resposta a minha reação e a dele e vou dizendo.

- Mas tudo bem, eu já superei a morte de meu pai, me dá um pouco de tristeza, mas tudo bem, eu já esperava por isso mais cedo ou mais tarde. Agora chegamos no ápice da história, vamos continuar, quando eu era criança, sempre via cartazes de pessoas procuradas por ai por fazer seja lá o que for e ficava imaginando como seria isso, ao mesmo tempo, comparava com a minha vida normal ajudando meu pai na fazenda capinando com foices e coisas do tipo, foi quando percebi que fazer aquilo pelo resto da minha curta vida não teria a menor graça, então me decidi, queria ter grandeza e ser reconhecida no mundo todo, teve um homem que conseguiu isso no passado, o antigo Rei Dos Piratas, ele deixou seu tesouro em algum lugar da Grand Line, então eu pensei comigo mesma, por que não? Virar a Rainha Dos Piratas parece divertido afinal de contas. Desde então tenho pensado nisso, eu esperei até ficar mais velha, parecia ideal que com dezoito anos eu partisse em busca do meu sonho, no entanto a vida tinha outros planos para mim, não pude seguir da forma como planejei. Meu pai adoeceu como eu havia mencionado e meus planos tiveram de ser adiados, cuidei dele o quanto pude e isso já faz um ano... Estou atrasada para o meu sonho, mas tudo bem, o meu sonho continua vivo, é isso o que importa e tudo que eu quero é realiza-lo!

O velho fica espantado quando eu falo isso, cospe um pouco de sopa que estava comendo para o lado, parece que ele não esperava conhecer uma aspirante à Rainha Dos Piratas em um lugar desses, acho que é bem normal as pessoas terem esse tipo de reação, eu dou um sorriso para ele que ainda parecia aterrorizado, ele então se afasta um pouco, ficando em uma posição mais ereta que a de antes que estava relaxado encostado na parede daquele depósito, o velho começa a rir e falar alto.

- BAHAHAHA. Eu não esperava por isso, você tem noção do que você falou? A Rainha Dos Piratas? Hã? Eu até entendo que tem vários piratas procurando por isso, encontrar o One Piece e coisas do tipo, mas por que quer algo tão ambicioso? Não importa, só fiquei impressionado com a convecção que você disse isso, BAHAHA. Vamos lá, me conte mais sobre você, hoje eu achei alguém realmente interessante.

Esse velho... Como pode alguém que parece já ter escutado tudo nesse mundo ficar assim tão animado, é impressionante o jeito dele, eu tinha o comparado à uma criança mais cedo, mas ele ultrapassa uma criança, eu sequer imaginaria que alguém ficasse tão feliz escutando algo assim. E a empolgação dele está me contagiando ainda por cima, bem o que mais posso dizer? Tem mais algumas coisas, muito bem, deixe-me falar.

- Sabe velhote, quando eu era mais nova, é verdade que eu ajudava meu pai na fazenda e acabei desenvolvendo alguma maestria utilizando ferramentas usadas na fazenda, como foices, enxadas e coisas do tipo. Foices podem ser usadas como armas, sabia? Bem, minha vida não era só trabalho, como qualquer pessoa, eu tinha meus gostos e preferências, um deles, do qual eu me dediquei até que de forma considerável, foi o gosto por armas, eu sempre gostei de ler sobre, entender como funcionam, como utiliza-las, como são feitas, esse tipo de coisa, por isso, estudei bastante sobre isso, acabei desenvolvendo um conhecimento bem acima do comum em relação à essas coisas, sei exatamente como funciona uma pistola por exemplo, seus mecanismos, fraquezas e todo tipo de coisas, mas não só pistolas, qualquer tipo de arma, rifles, facas, espadas, talvez isso me ajude em minha vida como pirata, ainda não tive como praticar, mas quero conseguir fazer armas variadas também com todo tipo de tecnologia.


Dou uma respirada, o velho parece curioso sobre isso, eu pego meu prato e encho com mais sopa, ela está realmente boa, esse velho se superou mesmo, me pergunto como é possível que ele faça algo assim morando na rua, nem quando eu fui em um restaurante da família de um antigo amigo meu eu fiquei assim, com um gosto tão bom na boca e repetindo o prato, seria legal ter um cozinheiro tão bom assim na minha tripulação quando eu tiver um navio, eu comia mais um pouco, mas o velho estava impaciente fazendo sinal para que eu continuasse com sua mão, era óbvio que essa parte da história não tinha acabado ai, então novamente eu interrompia minha refeição, dando um sorriso e falando ainda animada.

- Calma, nós temos tempo, não temos? Bem, onde eu estava? Ah, sim, armas. Como você deve saber, não é possível aprender a manejar esse tipo de armamento apenas lendo sobre e eu não tinha condições de comprar nada tão caro, então eu tinha um jeito de praticar, eu roubava. Hahaha, eu sei o que você deve estar pensando, essa bela garota? Roubando? Sim, bem eu não roubava tecnicamente, eu apenas pegava “emprestado”, eu descobria quem tinha a arma que eu queria praticar aqui na ilha, seja ela cortante ou de fogo, então eu pegava, praticava um pouco e depois devolvia. As pessoas percebiam? É claro que sim, não é normal munição simplesmente desaparecerem. Hahaha, mas o que eu podia fazer? Eu gostava realmente de treinar com armas variadas, ficar apenas na teoria não tinha a menor graça, na verdade eu já fui pega algumas vezes durante minhas “aventuras”, fiquei até conhecida como “A Ruiva” devido a esses pequenos delitos, não são muitas pessoas que tem um cabelo ruivo tão marcante, sabia? Tanto que tive que maneirar nisso, é perigoso roubar pessoas que tem armas, quer dizer, elas têm armas, entende? Hahaha. Imagino que sim. Além disso, eu costumava invadir ferrarias durante a noite, passando noites em claro testando e me aprimorando na arte da forja de espadas, não sei explicar por que, mas eu relaxava com isso e ainda por cima me divertia, é claro que fui pega algumas vezes nessas pequenas ousadias. Minha sorte é que nunca me prenderam, apenas ficavam irritados com isso, mas eu geralmente nunca “emprestava” armas de pessoas que me pegavam.

As reações do velho eram divertidas conforme eu ia contando, eu sempre me empolgo falando sobre armar e o velho ria comigo de como eu descrevia toda a situação da ladra atrapalhada em busca de conhecimento. Para essa parte da minha vida... Essa... Pequena parte... Existem alguns que chamariam de doença, mas eu a Chamo... De felicidade... Apenas de ver algum armamento diferenciado ou até mesmo comum e entender exatamente seu funcionamento já é o bastante para que eu dê um sorriso de uma ponta a outra do rosto.

Das coisas marcantes que me ocorreram, eu já havia contado quase todas, tinha só mais uma que estava me segurando para não ter que lembrar ou dizer para o velho, mas já que eu estou aqui e ele tinha me agraciado com essa delicia de refeição que eu dou mais algumas colheradas só por pensar nela, decido contar, sinto que está até me fazendo bem me abrir para esse estranho, dessa vez minha voz fica mais séria.

- Bem, só tem mais uma coisa, como pode ver por minhas histórias, eu não mencionei amigos, isso é porque eu tive apenas um que eu considerei meu amigo de verdade, seus pais eram os donos de um restaurante, a comida lá era ótima, mas de algum jeito, essa sua sopa superou da comida de lá, meus parabéns. Falando desse meu amigo, das pessoas que eu conheci nessa minha curta vida até agora, essa foi a única pessoa que eu considerei um companheiro de verdade, minha vida toda foi praticamente eu, meu pai e nossos funcionários, que eu até reconheço, mas eram de uma faixa etária diferente, mas teve essa pessoa que  morou perto de nós no passado, seu nome era Perseu, quando eu era muito nova, estávamos brincando nem lembro do que próximos da praia, parecia mais um dia normal, foi com essas brincadeiras que desenvolvi habilidades para me movimentar e me esconder bem, nesse fatídico dia, bandidos nos atacaram, eles pularam do nada nos encurralando, um deles segurou Perseu, eram dois homens grandes, eu fiquei em choque, mas meu companheiro mandou que eu corresse para chamar ajuda, eles falaram algo sobre nos vender no mercado negro, eu corri com todas as minhas forças, mas quando voltei com algumas pessoas que trabalhavam na colheita de laranjas, só tinha algumas marcas de sangue no lugar, até hoje não sei sobre ele, talvez esteja morto, talvez não, até tentei descobrir algo por um tempo, mas quando percebi que seria impossível, deixei para lá, às vezes ainda penso se ele está por ai nesse vasto oceano, bem, depois disso, eu decidi nunca mais abandonar ninguém muito próximo à mim, sempre fazendo tudo ao meu alcance para proteger a pessoa.

O homem ainda parecia abismado com minhas histórias, ele em nenhum momento demonstrou desgostar de alguma parte, chega a ser interessante, bem não importa agora, eu já tinha falado tudo de importante sobre minha humilde vida, pego o prato e bebo o resto de sopa que tinha nele como se fosse alguma bebida, colocando-o direto em minha boca, o homem fala então.

- Acabou, não é? Gostei muito da sua história, tem um bar aqui perto, talvez possa conseguir informações sobre uma estalagem ou o que quer que esteja procurando, é só seguir pela rua, a propósito, meu nome é Kame.

Eu olho para aquela pessoa, ele parecia estar bem cansado acho melhor deixa-lo em paz, bem, tudo que posso fazer agora é me despedir e agradecê-lo por essa deliciosa refeição, seria legal encontra-lo de novo daqui alguns anos e compartilhar minha aventuras pelo mar, vai saber as maluquices que vou ver no mundo se eu realmente me tornar a Rainha dos Piratas, deixo os utensílios de Kame no chão próximos a fogueira, me levanto e aceno sorrindo de olhos fechados para ele que ainda se encontra deitado no chão, enquanto falo feliz.

- Certo velhote, espero encontra-lo algum dia para contar mais histórias divertidas, obrigada pela comida. Adeus.

Me afastei do velho e parti em direção aquela taverna, em minha cabeça se passavam os planos e ideias do que eu teria de fazer para realizar minha ambição, imaginei que um vinho nesse momento poderia me fazer bem. Este seria realmente um novo início para mim, uma vida como pirata e realmente ainda há muito a fazer; ter um navio, minha própria tripulação... Seguir para a Grand Line... Vários obstáculos para que eu possa enfim tomar o trono que pretendo conseguir, o título que orgulhosamente um dia poderei falar que pertence a mim e mais ninguém, quando esse dia chegar e meu nome ecoar por todo o mundo, poderei olhar para quem cruzar meu caminho e dize sem pestanejar:

-Eu sou a Rainha dos Piratas!
~ VANTAGENS E DESVANTAGENS ~

Vantagens:
• Adaptadora;
• Ambidestra;
• Boa Aparência;
• Genialidade;

Desvantagens:
Trauma Profundo:
 
Má Fama:
 

~ PERSONAGENS CONHECIDOS ~


PLAYERS:
 

NPC's Importantes:
 

NPC's Criados:
 
NPC Acompanhante:
 


- Aventuras -

Em Busca de Fama! Um Começo!
Aparecem os Piratas da Ruiva! Rumo à Grand Line!

____________________________________________________





Ficha l Aventura





Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: Regras | Mudanças Importantes | Crie seu Personagem | Mini-Aventuras



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fanalis B. Ria
Pirata
Pirata
avatar

Créditos : 16
Warn :
Feminino Data de inscrição : 30/11/2017
Idade : 22
Localização : The Wonderful Land

MensagemAssunto: Re: Fanalis B. Ria   Sex 15 Dez 2017, 10:04

Olá, adicione a seguinte  técnica por favor:

Código:
 

Vlws.

____________________________________________________




Convidado, continue tentando melhorar e você chega lá, não desista jamais!


Última edição por Fanalis B. Ria em Ter 06 Mar 2018, 09:48, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ADM.Mephisto
Administrador
Administrador
avatar

Créditos : 92
Warn :
Masculino Data de inscrição : 06/04/2017
Idade : 20
Localização : Wars Island (North Blue)

MensagemAssunto: Re: Fanalis B. Ria   Sex 15 Dez 2017, 11:20

~Atualizado~

OBS: Como é sua primeira técnica, passa mas sempre ponha o link da aprovação certo? E lembre de por o SP dado pelo avaliador ao aprovar a tecnica

____________________________________________________

Make love, not war




My Achievements:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fanalis B. Ria
Pirata
Pirata
avatar

Créditos : 16
Warn :
Feminino Data de inscrição : 30/11/2017
Idade : 22
Localização : The Wonderful Land

MensagemAssunto: Re: Fanalis B. Ria   Seg 26 Mar 2018, 11:25

Oi, Tudo bem?

Na descrição da técnica que eu já tenho, Ceifamento Furtivo, edite a segunda palavra "toda" para "todo", e se possível a cor do número do SP para vermelho que nem a técnica que vou aicionar, o TOC está atacando kkk.

E acrescente a seguinte técnica:

Aprovação

Spoiler:
 



Vlw ai.

____________________________________________________




Convidado, continue tentando melhorar e você chega lá, não desista jamais!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ADM.Mephisto
Administrador
Administrador
avatar

Créditos : 92
Warn :
Masculino Data de inscrição : 06/04/2017
Idade : 20
Localização : Wars Island (North Blue)

MensagemAssunto: Re: Fanalis B. Ria   Seg 26 Mar 2018, 11:41

~Atualizado~

____________________________________________________

Make love, not war




My Achievements:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fanalis B. Ria
Pirata
Pirata
avatar

Créditos : 16
Warn :
Feminino Data de inscrição : 30/11/2017
Idade : 22
Localização : The Wonderful Land

MensagemAssunto: Re: Fanalis B. Ria   Qua 16 Maio 2018, 07:24

Oi, vou usar ultimas mudanças e saiu minha avaliação, estou deixando ai a ficha com todas as mudanças que vou fazer (Adicionei os atributos, mudei o HP, SP e o LV, adicionei os itens, tirei o dinheiro que gastei, adicionei o barco, coloquei o code das técnicas nelas para ficar fácil quando for usar, mudei a personalidade, mudei a história, mudei as vantagens e desvantagens, adicionei os personagens conhecidos). Segue o code da ficha editada:

Spoiler:
 

E mude meu RANK de membro para Pirata se possível :D Vlw.

@Ventus escreveu:


@Avaliador de Aventuras escreveu:
Avaliação


Fanalis B. Ria

Perdas:
● 47.500 B$ Ok

Ganhos:
● Grupo: pirata Ok
● Recompensa: 6.200.000 berries Ok
● Perícia: atuação, engenharia Ok
● Foice assassina Ok
● Pistola simples (lvl1) – descarregada Ok
● Perfuração abaixo das costelas - (5/10) Ok
● Corte médio no peito - (6/10) Ok
● Corte horizontal abdômen - (4/10) Ok
Canhoneira:
 
Ok

Citação :

~ NPC ACOMPANHANTE ~

Citação :
Nome: Akeno Yumeko
Level: 1
Oficio: Médica
Estilo de Combate: Gatuna
Perícias Cirurgia, Diagnose e Primeiros Socorros
Atributos Principais Dano, Acerto e Esquiva
Aparência: Yumeko tem 22 anos, possui 1,62 metros de altura, pesa 54kg, é loira, sempre anda com o cabelo preso atrás da cabeça e está quase sempre séria, é considerada uma mulher muito acima da média em questão de beleza, usa roupas finas brancas, um casaco marrom por cima, uma calça azul e que vão até o joelho botas marrons.
Photoplayer:
 
Personalidade: É uma ótima médica, não se preocupa com lucro e bens, sendo muito humilde, caso veja alguém aleatório ferido ou doente, fará de tudo para ajudar a pessoa, assim como seus amigos, que geralmente cria laços muito fortes e faria de tudo se fosse para protege-los.
Ok


Relação de personagens:
● Ele faz Ok

Exp:23 xp Ok
EdC: -x-

Localização:Loguetown Ok







____________________________________________________




Convidado, continue tentando melhorar e você chega lá, não desista jamais!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ADM.Mephisto
Administrador
Administrador
avatar

Créditos : 92
Warn :
Masculino Data de inscrição : 06/04/2017
Idade : 20
Localização : Wars Island (North Blue)

MensagemAssunto: Re: Fanalis B. Ria   Qui 17 Maio 2018, 02:25

~Atualizado~

____________________________________________________

Make love, not war




My Achievements:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fanalis B. Ria
Pirata
Pirata
avatar

Créditos : 16
Warn :
Feminino Data de inscrição : 30/11/2017
Idade : 22
Localização : The Wonderful Land

MensagemAssunto: Re: Fanalis B. Ria   Ter 29 Maio 2018, 13:17

Oi, adicione e substitua as seguintes técnicas que eu criei e reavaliei pfvr:

Links de aprovação:
 

Ceifamento Furtivo:
 

Ceifamento Da Deusa Da Morte:
 

Ceifamento Mortal:
 

Ceifamento Das Mil Almas:
 

E dê um espaço entre a aparência, a personalidade e a história.

Para as técnicas, acho que é só colocar os tópicos com os "•" e dar ctrl+c, ctrl+v. Buguei um pouco colocando os códigos mas deve estar certo kkk. Vlws

____________________________________________________




Convidado, continue tentando melhorar e você chega lá, não desista jamais!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ADM.Mephisto
Administrador
Administrador
avatar

Créditos : 92
Warn :
Masculino Data de inscrição : 06/04/2017
Idade : 20
Localização : Wars Island (North Blue)

MensagemAssunto: Re: Fanalis B. Ria   Qua 30 Maio 2018, 12:31

~Atualizado~

____________________________________________________

Make love, not war




My Achievements:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fanalis B. Ria
Pirata
Pirata
avatar

Créditos : 16
Warn :
Feminino Data de inscrição : 30/11/2017
Idade : 22
Localização : The Wonderful Land

MensagemAssunto: Re: Fanalis B. Ria   Qua 21 Nov 2018, 07:51

Aventura: http://www.onepiecerpg.com/t41811p140-aparecem-os-piratas-da-ruiva-rumo-a-grand-line#383801

Spoiler:
 

OBS:
 

____________________________________________________




Convidado, continue tentando melhorar e você chega lá, não desista jamais!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Fanalis B. Ria   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Fanalis B. Ria
Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A Grande era dos Piratas :: Personagem e Mundo :: Arquivo de Fichas :: Piratas-
Ir para: