A Grande era dos Piratas



 
FAQCalendárioInícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Jhonnyssauro
por ADM.Mephisto Hoje à(s) 07:48

» [MINI-MAEL WATER] BEGIN
por pedrocchaves159 Hoje à(s) 03:18

» [MINI-PADRE] UM GRITO DE SOCORRO
por Padre Hoje à(s) 03:04

» [M.E.P] Mael Water - Begin
por Fanalis B. Ria Hoje à(s) 01:24

» [Mini - Peter] O Caos Rastejante.
por Nyarlatothep Hoje à(s) 00:46

» [MINI-Sr. Gomes] Teste
por FalkorBr Ontem à(s) 23:57

» Ahab
por ADM.Mephisto Ontem à(s) 23:37

» Sette Bello
por ADM.Mephisto Ontem à(s) 23:31

» [MINI-beyonder] Guangzhou, o monge bêbado
por Bread Ontem à(s) 22:40

» [MINI-Eshir Inferos] O preço de uma vida.
por Bread Ontem à(s) 22:23

» [Mini-Zeratul] Um Caminho Tortuoso
por Zeratul Ontem à(s) 21:43

» [MINI-Akira Saber] Uma aventura congelando,Fernand Ice Island
por Joker299 Ontem à(s) 21:32

» [MINI-Flame Spearrow] Os punhos da revolução
por Flame Spearrow Ontem à(s) 17:12

» [Mini-AoYume] Princesa, pirata, uma lua prateada sob o sol
por Fanalis B. Ria Ontem à(s) 17:06

» Fafnir Borax Greedfall
por ADM.Mephisto Ontem à(s) 12:09

» Shaanti Mochan
por ADM.Mephisto Ontem à(s) 12:05

» Aaron DeWitt
por ADM.Mephisto Ontem à(s) 11:57

» [MINI- Edward Westbrook] O Vazio
por killianakira Ontem à(s) 09:13

» { Mini - Shigenori } A aventura de um aspirante a marinheiro
por Galaxy Dante Ontem à(s) 06:54

» [M.E.P] Shigenori Cunningham
por Galaxy Dante Ontem à(s) 06:53

Facebook

------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG


Conheça o Fórum NS


Compartilhe | 
 

 Calros Lazo

Ir em baixo 
AutorMensagem
Raizen
Administrador
Administrador
avatar

Créditos : 50
Warn :
Masculino Data de inscrição : 18/04/2011
Localização : Grand Line – 6ª Rota – Alabasta

MensagemAssunto: Calros Lazo   Sex 03 Nov 2017, 17:24

~ PESSOAL ~

 
 
Nome: Calros Lazo  
Idade: 25  
Altura: 1,92 metros
Peso: 85 Kg  
Mão predominante: Ambidestro  
Sexo: Masculino  
Raça: Humano  
Tamanho/Espécie: Normal  
Origem: Micqueot Island - North Blue  
Localização: Micqueot Island - North Blue  
Grupo: Marinheiro  
 
 
~ ATRIBUTOS ~

 

(Começa com 10 pontos, BÔNUS RACIAL EM AZUL E BÔNUS DE EDC EM VERMELHO)

 
LEVEL: 2
EXP: 25/50
BERRIES:2.030.000
BANCO:24.200

HP: 98
SP: 81

DANO: 5 (+4 EDC Boxeador)(+2 arma) = 11 ~habilidoso~
ACERTO: 14 (+3 racial)(+4 EDC Boxeador)= 21 ~habilidoso~
PONTARIA: 8 ~normal~
ESQUIVA: 4 (+3 racial)(+4 EDC Boxeador) = 11 ~habilidoso~
BLOQUEIO: 0 ~Inábil~
RESISTÊNCIA: 2 ~normal~
PERCEPÇÃO: (+2 racial) ~normal~
MANIPULAÇÃO: (+2 racial) ~normal~
VELOCIDADE DE ATAQUE: 3
 
 
KENBUN-SHOKU HAKI

 
Citação :
LEVEL: -X-
EXP DO PODER: 000/050

BUSOU-SHOKU HAKI

 
Citação :
LEVEL: -X-
EXP DO PODER: 000/050

 
~ ESTILOS DE COMBATE ~

 
Citação :
• Estilo de Combate: Boxeador
LEVEL DE COMBATE: 1
EXP DE ESTILO: ~PRIMÁRIO NÃO POSSUI EXP~  

 
~ Perícias ~

Citação :
Acrobacia: Você pode equilibrar-se em pequenas superfícies, andar sobre cordas, fazer malabarismo, saltos mortais, etc.
Natação: Você sabe nadar em todos os estilos possíveis, além de conseguir mergulhar com os equipamentos adequados e fazer apneia para prolongar o fôlego.
Pesca: Você sabe pegar peixes e outros animais aquáticos com linha e anzol, rede ou arpão.
Primeiros Socorros: Você sabe fazer curativos, reduzir fraturas, deter sangramentos e outras coisas que se deve fazer ou não fazer em caso de acidentes com vítimas.
Luta de Rua: Você consegue lutar o estilo mais comum. Sem regras e posturas, apenas mãos, braços, pernas, pés, cabeça e tudo o que você puder utilizar de seu próprio corpo para causar dano ao inimigo e manter-se vivo. Lembre-se, nas ruas, o que importa é sobreviver.

 
~ Ofícios ~

Citação :
• (ofício)
• -X-
• -X-
• -X-
• -X-
• -X-

 
~ FAMA & REPUTAÇÃO ~

 
Photoplayer:
 

Alcunha:  
Recompensa:  
Citação :
LINK DOS JORNAIS:

~ AKUMA NO MI ~

 
Citação :
Nome:
Tipo:
Energia:
Bonificação:

~ EQUIPAMENTOS ~

 
 
• ARMA(S)
-Nome: Luva tática
Bônus: N/A
Dano: +2
Requerimentos: lvl 1
Custo: N/A

• CABEÇA
-Nome: Boné da Marinha
Bônus: N/A
Requerimento: N/A
Custo: N/A

• TRONCO
-Nome: Camisa da Marinha
Bônus: N/A
Requerimento: N/A
Custo: N/A

• BRAÇOS
-Nome: N/A
Bônus: N/A
Requerimento: N/A
Custo: N/A

• MÃOS
-Nome: N/A
Bônus: N/A
Requerimento: N/A
Custo: N/A

• PERNAS
-Nome: Calça da Marinha
Bônus: N/A
Requerimento: N/A
Custo: N/A

• PÉS
-Nome: Bota da Marinha
Bônus: N/A
Requerimento: N/A
Custo: N/A

~ INVENTÁRIO~

 
(MÁXIMO DE 10W)

• Garrafa de vinho suave (9/10) - Vencido
• Flavor Dial 

~ EMBARCAÇÕES ~

 
Nome:
Tipo:
Descrição:
Velocidade:
Número de tripulantes máximos acomodados:
Lotação máxima no transporte:
Número de ilhas sem precisar reabastecer:
HP:
Canhões:
 
~ TÉCNICAS ~

 
• -X-
• -X-
• -X-
• -X-
• -X-
 
~ TÉCNICAS SUPREMAS~

 
• -X-
• -X-
• -X-
 
 
~ EXTRAS ~

 
 
APARÊNCIA:
Calros é um homem alto com roupas de segunda mão, geralmente rasgadas por algum anzol e que cheiram a peixe. Sua pele é levemente queimada pelo sol e seu cabelo é ruivo meio ressecado por ser muito banhado por sol e água do sal.  Tirando isso, é um homem bonito com um bom sorriso. Seus olhos são verdes, mas tem o costume de deixá-los semicerrados quando em alto mar. Corpo mais atlético, com músculos definidos, mas nada que salte aos olhos ou que faça volume em suas roupas.
 
PERSONALIDADE:

Calros é uma pessoa calma de natureza, geralmente séria. Porém, ao confrontar piratas/bandidos/etc, acaba possuindo um senso de humor um pouco mais irônico.

Calros GOSTA de pessoas mais diretas em suas falas/sentimentos e almeja ser assim também, apesar de não acreditar que tal mudança é possível (acredita que é possível uma pessoa que era boa acabar sendo má e vice-versa dependendo do que acontecer com ela, mas imagina que o jeito dela permanecerá o mesmo). E NÃO GOSTA de negociações, justamente por nelas ser mais comum pessoas enrolarem nos termos/preços da mesma.

Calros é uma pessoa proativa, simplesmente irá levantar a bunda da cadeira e fazer o que precisa, sentindo preguiça de quem enrola no que sabe que precisa fazer.

É humilde pela vida pobre que teve, não consegue se imaginar dando ordens constantemente. Isso é graças ao tempo que foi acostumado a receber ordens de seu pai, que sempre fora o capitão do barco pesqueiro e de quando precisava tomar o posto como quando o pai falava que ele precisava praticar para o futuro (por isso não se imagina fazendo isso constantemente). Apesar de seguir ordens com facilidade, irá se opor quando crê que a ordem não faz sentido, por geralmente isso fazer muita diferença no mar. Ainda por causa da vida humilde que teve, não percebe quando uma pessoa está se exibindo (para se mostrar melhor que outros) monetariamente ou com bens materiais que ela tem.

Contrário a morte em geral mesmo de piratas, porém, não pensaria duas vezes antes de matar algum (com certo remorso depois que dependeria da situação) para salvar a si mesmo ou alguém importante.
HISTÓRIA:

Calros Lazo nasceu numa família de pescadores bem tranquila e pobre. Vivia numa casa humilde que atendia o básico, tendo literalmente quatro cômodos, seu quarto, o banheiro (estes dois últimos cômodos brigavam pelo título de menor cômodo da casa), o quarto de seus pais e a cozinha/sala. Por sempre viver ali, acabava sendo bem humilde e não se importava tanto com o que as outras pessoas tinham, era um pouco inocente nesse sentido, não conseguia ver quando alguém tentava demonstrar que tinha mais poder aquisitivo do que ele.  

Aos cinco anos de idade foi apresentado a uma menina chamada Mona Sayer, a filha de um casal de pescadores basicamente idênticos aos pais de Calros, no máximo era possível descrevê-los como pouco mais ricos que os Lazo. Mona virou rapidamente a melhor amiga do jovem e a vida dos dois ia seguindo em uma relação bem pura. Aprenderam a nadar juntos e sempre competiam para ver quem conseguia nadar mais rápido. Brincavam sempre que possível, até mesmo nos barcos em pleno mar, o que ocasionou numa série de trombadas por causa das ondas. Com o tempo, a habilidade para se equilibrar foi aumentando e Calros conseguia se equilibrar em quase qualquer lugar do barco independente de quanto o mar estivesse agitado, conseguia fazer até mesmo alguns pulos tão incríveis que seu pai se perguntava brincando quanto dinheiro faria vendendo seu filho para o circo.  

Esta não era a única coisa que Calros fazia que seu pai achava incrível, desde pequeno o jovem se destacou por ser genial, não que todo pai não pense nisso, mas notava que seu filho aprendia muito mais rápido do que as crianças de sua idade. O jovem conseguiu aprender mais sobre distintas situações sem problema, sempre se adaptando ao problema proposto. Na infância, ao machucar sua mão direita, mesmo que por pouco tempo, conseguiu aprender a utilizar a mão esquerda de forma tão boa quanto a direita, o que o ajudou muito no futuro ao lutar com ambas as mãos, ou a realizar diferentes ações no navio com maior facilidade graças a sua manipulação de itens rápidas com ambas as mãos.

Voltando a Mona, a mesma era uma pessoa muito bondosa, sempre ajudando qualquer pessoa que pedisse por ajuda. Graças a isso, sempre que estivessem no mar, e um navio pirata fosse avistado com problemas, a mesma acabava ajudando. Apesar de todos os pescadores serem contra ajudar piratas, Mona simplesmente não parava até que o pirata fosse ajudado, de acordo com ela não existiria nada pior do que ver um ser humano morrer sendo que poderia ajudar. Com o passar dos anos, não só ambas as famílias, como outros pescadores da região acabaram ajudando todo mundo que precisasse de ajuda. Lazo acabou assumindo esta faceta dela de ajudar a todos também.

Infelizmente, apesar de muitos piratas realmente ficarem felizes com a ajuda, e alguns até mesmo se entregarem para a marinha logo após o ocorrido (falavam algo sobre honra, esses realmente não estavam preparados para serem piratas), outros piratas tentavam alguma gracinha ao serem ajudados, Calros desta forma aprendeu a lutar com as mãos da melhor forma que pode, a maioria dos pescadores sabiam se defender o mínimo possível com as mãos nuas para atacar ou defender, pois treinavam bastante por medo dos próprios piratas. Lutar quando você ia ajudar era de uma tristeza enorme. Calros que é mais calmo do que a maioria desde que nascera acabava por manter-se muito mais calmo do que os piratas esperavam, as vezes isso acabava por surpreender os próprios piratas de forma positiva para a luta. A natureza calma do jovem não foi a única coisa que melhorou com tais ataques, Calros aprendeu com o tempo a usar qualquer arma para que pudesse se defender deles.

Aos 25 anos, Calros se via na frente de Mona, pronto para beijá-la e se casar. Estavam se casando no mar, "ele é o convidado de honra", foi o que ela disse, combinava com o fato de ambos serem pescadores. O navio em que se casavam era bem grande com basicamente todos os pescadores que pudessem juntar ali presentes. Estavam longe, mas ao mesmo tempo perto da praia, era possível vê-la a uns dois quilômetros. Enquanto proferiam seus votos alguém interrompeu, não era o clichê de alguém queria algo com Calros ou algo com Mona (isso para ele seria justificável já que em sua visão Mona era perfeita), mas sim por causa de um navio pirata todo quebrado prestes a afundar. E, claro, eles estavam pedindo por ajuda. A bandeira estava um pouco rasgada, mas era possível ver o símbolo pirata diferente, onde metade da cara da jolly dele era da cor branca normal e a outra era da cor azul clara. Mona, mesmo em seu casamento, não pensou duas vezes e falou para irem ajudar. Não teria como falarem não para o pedido da noiva no dia do casamento dela. Infelizmente, este navio pirata, como tantos outros, atacou quando foi resgatado. A diferença é que estes piratas, por mais que estivessem com o navio afundando, estavam basicamente intactos. Foi então que Calros viu que o navio da marinha com o qual lutavam afundando. Pouco tempo depois e um homem subiu no navio deles com extrema facilidade. Era claramente o capitão pela reação dos piratas e algo não era normal nele, ele parecia um tritão, mas ao mesmo tempo era humano. Todos os pescadores já haviam entrado numa luta contra os piratas, mas os piratas eram melhores do que o normal. Calros não chegou a ver a luta completamente, no meio dela viu sua jovem amada noiva sendo esfaqueada na barriga e a mesma acabou caindo no mar antes de ser esfaqueada novamente. Sem pensar, pulou atrás dela na água, estavam se casando por um motivo bem peculiar, ela estava grávida dele. A achou imediatamente na água. Ela ainda estava bem, mas com certeza já teriam perdido o bebê, ou quem sabe um milagre não teria ocorrido. Subir no navio era impossível e ali era muito perigoso, ele precisava ajudar Mona, ela por enquanto estava bem, mas saía muito sangue de sua barriga. Calros acabou nadando para levar Mona até a praia, nunca nadara tanto, ou pelo menos, nunca nadara em tamanho desespero, enfrentar piratas ou o que quer que fosse era muito menos desesperador do que o que enfrentou naquele momento, se viu pela primeira vez em pânico com a situação. Após o que lhe pareceu uma eternidade, chegou até a praia. Mesmo não se aguentando em pé foi ver sua noiva e assim descobriu que Mona já tinha morrido. O choque bateu com tanta força que acabou apagando.  

Acordou dias depois na casa do médico local, Asmar Elisson, ele era conhecido de Lazo, não foi ao casamento porque odiava o mar e porque infelizmente era o único médico da redondeza, precisava sempre ficar por ali para qualquer infortúnio. Por sorte de Lazo, o médico viu quando ele chegara a praia e o resgatou. O médico confirmou que Mona estava morta e ainda lhe contou notícias piores. Todos que estavam no casamento haviam morrido também, ao menos foi o que a marinha tinha informado. Infelizmente os piratas não foram pegos e a marinha ainda informou que conseguiram chegar até a Grand Line, perdendo o rastro deles logo após isso. O pirata que atacou seu casamento era um caso raro, ele era uma mistura de tritão e humano, um meio-tritão, o que explicava a caveira da bandeira ser metade azul e metade branca, seu nome é Himeriko Peisi.  

Calros após curado completamente pelo médico, o mesmo afirmava que Calros não morreria daquilo, somente ficara doente, o pagou e foi até o tumulo de sua amada, onde jurou pegar o pirata ele mesmo. Não iria matá-lo, planejava prendê-lo, morte lhe parecia muito pouco para o pirata... falava isso para si mesmo, mas em sua mente tinha dúvidas sobre conseguir se segurar ou não na frente do pirata.
 
~ VANTAGENS E DESVANTAGENS ~

 
(MÁXIMO DE 6 PONTOS GASTOS. TODOS COMEÇAM COM 2)

 
Vantagens:

  • Adaptador (-2) - Você tem facilidade para lidar com qualquer tipo de arma, sabendo usá-las mesmo que nunca as tenha visto. Entretanto não é capaz de usar tais outras armas tão bem quanto a do seu estilo de combate, mas ainda as usando com certa maestria. Pode usar outras armas além do seu EdC, entretanto todo dano causado com estas é reduzido em 25%.
  • Ambidestro (-1) - Você possui um elevado nível de destreza manual, podendo executar tarefas com as duas mãos sem sofrer penalidades.
  • Genialidade (-2) - Você é algum tipo de super gênio. Consegue aprender coisas com extrema facilidade, memorizar e resolver diversos tipos de padrões. Um personagem com essa vantagem pode aprender 3 perícias por Level totalizando 30 pericias, ao invés de aprender da forma tradicional eles não precisam necessariamente de um NPC para lhes ensinar a pericias.
  • Temperamento Calmo (-1) - Você é naturalmente calmo e dificilmente perde o controle; fazendo o seu personagem ser um mestre ao lidar com situações tensas e de difícil resolução.


Desvantagens:

  • Código do Herói (+2) - Sempre cumprir sua palavra, sempre proteger qualquer pessoa ou criatura mais fraca que você, jamais recusar um pedido de ajuda.
  • Código da Gratidão (+2) - Quando alguém salva sua vida (ou de um ente querido seu), você fica a serviço dessa pessoa, até conseguir devolver o favor (salvar sua vida).


~ MARINHA ~
Rank na Marinha: Soldado
Missões bem sucedidas na Marinha: 1
Salário: B$ 20.000/Missão
Medalhas:
Medalhas:
 
 
 
~ PERSONAGENS CONHECIDOS ~

 
 
PLAYERS:
 

 
NPC's Importantes:
 

 
NPC’s Criados:
 
 
Link da Mini Aventura concluída ou da ficha antiga cancelada:

____________________________________________________





Ficha l Aventura





Olá Convidado, seja bem-vindo ao One Piece RPG.
Links para ajuda: Regras | Mudanças Importantes | Crie seu Personagem | Mini-Aventuras



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
PepePepi
Membro
Membro
avatar

Créditos : 10
Warn :
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Micqueot - North Blue

MensagemAssunto: Re: Calros Lazo   Qua 26 Set 2018, 03:20

Bom vamos lá que o post vai ser um pouco grande. Eu coloquei cada code em cada mudança realizada para o caso de várias estarem certas, porém algumas precisarem de mudanças. Eu queria colocar o code final da ficha, mas acho que bateu no limite de caracteres quando junto tudo numa ficha só no final Norio

Começando do mais básico, pedi mudanças no Últimas mudanças, como pode ser visto neste link aqui: bye créditos

E como teve uns entendimentos errados do que era a minha personalidade, espero que tenha ficado mais claro agora Hmm...

Personalidade escreveu:
PERSONALIDADE:

Calros é uma pessoa calma de natureza, geralmente séria. Porém, ao confrontar piratas/bandidos/etc, acaba possuindo um senso de humor um pouco mais irônico.

Calros GOSTA de pessoas mais diretas em suas falas/sentimentos e almeja ser assim também, apesar de não acreditar que tal mudança é possível (acredita que é possível uma pessoa que era boa acabar sendo má e vice-versa dependendo do que acontecer com ela, mas imagina que o jeito dela permanecerá o mesmo). E NÃO GOSTA de negociações, justamente por nelas ser mais comum pessoas enrolarem nos termos/preços da mesma.

Calros é uma pessoa proativa, simplesmente irá levantar a bunda da cadeira e fazer o que precisa, sentindo preguiça de quem enrola no que sabe que precisa fazer.

É humilde pela vida pobre que teve, não consegue se imaginar dando ordens constantemente. Isso é graças ao tempo que foi acostumado a receber ordens de seu pai, que sempre fora o capitão do barco pesqueiro e de quando precisava tomar o posto como quando o pai falava que ele precisava praticar para o futuro (por isso não se imagina fazendo isso constantemente). Apesar de seguir ordens com facilidade, irá se opor quando crê que a ordem não faz sentido, por geralmente isso fazer muita diferença no mar. Ainda por causa da vida humilde que teve, não percebe quando uma pessoa está se exibindo (para se mostrar melhor que outros) monetariamente ou com bens materiais que ela tem.

Contrário a morte em geral mesmo de piratas, porém, não pensaria duas vezes antes de matar algum (com certo remorso depois que dependeria da situação) para salvar a si mesmo ou alguém importante.

Código:
[b]PERSONALIDADE: [/b]

[justify] Calros é uma pessoa calma de natureza, geralmente séria. Porém, ao confrontar piratas/bandidos/etc, acaba possuindo um senso de humor um pouco mais irônico.

Calros GOSTA de pessoas mais diretas em suas falas/sentimentos e almeja ser assim também, apesar de não acreditar que tal mudança é possível (acredita que é possível uma pessoa que era boa acabar sendo má e vice-versa dependendo do que acontecer com ela, mas imagina que o jeito dela permanecerá o mesmo). E NÃO GOSTA de negociações, justamente por nelas ser mais comum pessoas enrolarem nos termos/preços da mesma.

Calros é uma pessoa proativa, simplesmente irá levantar a bunda da cadeira e fazer o que precisa, sentindo preguiça de quem enrola no que sabe que precisa fazer.

É humilde pela vida pobre que teve, não consegue se imaginar dando ordens constantemente. Isso é graças ao tempo que foi acostumado a receber ordens de seu pai, que sempre fora o capitão do barco pesqueiro e de quando precisava tomar o posto como quando o pai falava que ele precisava praticar para o futuro (por isso não se imagina fazendo isso constantemente). Apesar de seguir ordens com facilidade, irá se opor quando crê que a ordem não faz sentido, por geralmente isso fazer muita diferença no mar. Ainda por causa da vida humilde que teve, não percebe quando uma pessoa está se exibindo (para se mostrar melhor que outros) monetariamente ou com bens materiais que ela tem.

Contrário a morte em geral mesmo de piratas, porém, não pensaria duas vezes antes de matar algum (com certo remorso depois que dependeria da situação) para salvar a si mesmo ou alguém importante.
[/justify]

Não houve muitas mudanças na história, só pequenas para justificar as novas vantagens/desvantagens.

História escreveu:
HISTÓRIA:

Calros Lazo nasceu numa família de pescadores bem tranquila e pobre. Vivia numa casa humilde que atendia o básico, tendo literalmente quatro cômodos, seu quarto, o banheiro (estes dois últimos cômodos brigavam pelo título de menor cômodo da casa), o quarto de seus pais e a cozinha/sala. Por sempre viver ali, acabava sendo bem humilde e não se importava tanto com o que as outras pessoas tinham, era um pouco inocente nesse sentido, não conseguia ver quando alguém tentava demonstrar que tinha mais poder aquisitivo do que ele.  

Aos cinco anos de idade foi apresentado a uma menina chamada Mona Sayer, a filha de um casal de pescadores basicamente idênticos aos pais de Calros, no máximo era possível descrevê-los como pouco mais ricos que os Lazo. Mona virou rapidamente a melhor amiga do jovem e a vida dos dois ia seguindo em uma relação bem pura. Aprenderam a nadar juntos e sempre competiam para ver quem conseguia nadar mais rápido. Brincavam sempre que possível, até mesmo nos barcos em pleno mar, o que ocasionou numa série de trombadas por causa das ondas. Com o tempo, a habilidade para se equilibrar foi aumentando e Calros conseguia se equilibrar em quase qualquer lugar do barco independente de quanto o mar estivesse agitado, conseguia fazer até mesmo alguns pulos tão incríveis que seu pai se perguntava brincando quanto dinheiro faria vendendo seu filho para o circo.  

Esta não era a única coisa que Calros fazia que seu pai achava incrível, desde pequeno o jovem se destacou por ser genial, não que todo pai não pense nisso, mas notava que seu filho aprendia muito mais rápido do que as crianças de sua idade. O jovem conseguiu aprender mais sobre distintas situações sem problema, sempre se adaptando ao problema proposto. Na infância, ao machucar sua mão direita, mesmo que por pouco tempo, conseguiu aprender a utilizar a mão esquerda de forma tão boa quanto a direita, o que o ajudou muito no futuro ao lutar com ambas as mãos, ou a realizar diferentes ações no navio com maior facilidade graças a sua manipulação de itens rápidas com ambas as mãos.

Voltando a Mona, a mesma era uma pessoa muito bondosa, sempre ajudando qualquer pessoa que pedisse por ajuda. Graças a isso, sempre que estivessem no mar, e um navio pirata fosse avistado com problemas, a mesma acabava ajudando. Apesar de todos os pescadores serem contra ajudar piratas, Mona simplesmente não parava até que o pirata fosse ajudado, de acordo com ela não existiria nada pior do que ver um ser humano morrer sendo que poderia ajudar. Com o passar dos anos, não só ambas as famílias, como outros pescadores da região acabaram ajudando todo mundo que precisasse de ajuda. Lazo acabou assumindo esta faceta dela de ajudar a todos também.

Infelizmente, apesar de muitos piratas realmente ficarem felizes com a ajuda, e alguns até mesmo se entregarem para a marinha logo após o ocorrido (falavam algo sobre honra, esses realmente não estavam preparados para serem piratas), outros piratas tentavam alguma gracinha ao serem ajudados, Calros desta forma aprendeu a lutar com as mãos da melhor forma que pode, a maioria dos pescadores sabiam se defender o mínimo possível com as mãos nuas para atacar ou defender, pois treinavam bastante por medo dos próprios piratas. Lutar quando você ia ajudar era de uma tristeza enorme. Calros que é mais calmo do que a maioria desde que nascera acabava por manter-se muito mais calmo do que os piratas esperavam, as vezes isso acabava por surpreender os próprios piratas de forma positiva para a luta. A natureza calma do jovem não foi a única coisa que melhorou com tais ataques, Calros aprendeu com o tempo a usar qualquer arma para que pudesse se defender deles.

Aos 25 anos, Calros se via na frente de Mona, pronto para beijá-la e se casar. Estavam se casando no mar, "ele é o convidado de honra", foi o que ela disse, combinava com o fato de ambos serem pescadores. O navio em que se casavam era bem grande com basicamente todos os pescadores que pudessem juntar ali presentes. Estavam longe, mas ao mesmo tempo perto da praia, era possível vê-la a uns dois quilômetros. Enquanto proferiam seus votos alguém interrompeu, não era o clichê de alguém queria algo com Calros ou algo com Mona (isso para ele seria justificável já que em sua visão Mona era perfeita), mas sim por causa de um navio pirata todo quebrado prestes a afundar. E, claro, eles estavam pedindo por ajuda. A bandeira estava um pouco rasgada, mas era possível ver o símbolo pirata diferente, onde metade da cara da jolly dele era da cor branca normal e a outra era da cor azul clara. Mona, mesmo em seu casamento, não pensou duas vezes e falou para irem ajudar. Não teria como falarem não para o pedido da noiva no dia do casamento dela. Infelizmente, este navio pirata, como tantos outros, atacou quando foi resgatado. A diferença é que estes piratas, por mais que estivessem com o navio afundando, estavam basicamente intactos. Foi então que Calros viu que o navio da marinha com o qual lutavam afundando. Pouco tempo depois e um homem subiu no navio deles com extrema facilidade. Era claramente o capitão pela reação dos piratas e algo não era normal nele, ele parecia um tritão, mas ao mesmo tempo era humano. Todos os pescadores já haviam entrado numa luta contra os piratas, mas os piratas eram melhores do que o normal. Calros não chegou a ver a luta completamente, no meio dela viu sua jovem amada noiva sendo esfaqueada na barriga e a mesma acabou caindo no mar antes de ser esfaqueada novamente. Sem pensar, pulou atrás dela na água, estavam se casando por um motivo bem peculiar, ela estava grávida dele. A achou imediatamente na água. Ela ainda estava bem, mas com certeza já teriam perdido o bebê, ou quem sabe um milagre não teria ocorrido. Subir no navio era impossível e ali era muito perigoso, ele precisava ajudar Mona, ela por enquanto estava bem, mas saía muito sangue de sua barriga. Calros acabou nadando para levar Mona até a praia, nunca nadara tanto, ou pelo menos, nunca nadara em tamanho desespero, enfrentar piratas ou o que quer que fosse era muito menos desesperador do que o que enfrentou naquele momento, se viu pela primeira vez em pânico com a situação. Após o que lhe pareceu uma eternidade, chegou até a praia. Mesmo não se aguentando em pé foi ver sua noiva e assim descobriu que Mona já tinha morrido. O choque bateu com tanta força que acabou apagando.  

Acordou dias depois na casa do médico local, Asmar Elisson, ele era conhecido de Lazo, não foi ao casamento porque odiava o mar e porque infelizmente era o único médico da redondeza, precisava sempre ficar por ali para qualquer infortúnio. Por sorte de Lazo, o médico viu quando ele chegara a praia e o resgatou. O médico confirmou que Mona estava morta e ainda lhe contou notícias piores. Todos que estavam no casamento haviam morrido também, ao menos foi o que a marinha tinha informado. Infelizmente os piratas não foram pegos e a marinha ainda informou que conseguiram chegar até a Grand Line, perdendo o rastro deles logo após isso. O pirata que atacou seu casamento era um caso raro, ele era uma mistura de tritão e humano, um meio-tritão, o que explicava a caveira da bandeira ser metade azul e metade branca, seu nome é Himeriko Peisi.  

Calros após curado completamente pelo médico, o mesmo afirmava que Calros não morreria daquilo, somente ficara doente, o pagou e foi até o tumulo de sua amada, onde jurou pegar o pirata ele mesmo. Não iria matá-lo, planejava prendê-lo, morte lhe parecia muito pouco para o pirata... falava isso para si mesmo, mas em sua mente tinha dúvidas sobre conseguir se segurar ou não na frente do pirata.
Código:
[b]HISTÓRIA:[/b]

[justify]Calros Lazo nasceu numa família de pescadores bem tranquila e pobre. Vivia numa casa humilde que atendia o básico, tendo literalmente quatro cômodos, seu quarto, o banheiro (estes dois últimos cômodos brigavam pelo título de menor cômodo da casa), o quarto de seus pais e a cozinha/sala. Por sempre viver ali, acabava sendo bem humilde e não se importava tanto com o que as outras pessoas tinham, era um pouco inocente nesse sentido, não conseguia ver quando alguém tentava demonstrar que tinha mais poder aquisitivo do que ele.  
 
Aos cinco anos de idade foi apresentado a uma menina chamada Mona Sayer, a filha de um casal de pescadores basicamente idênticos aos pais de Calros, no máximo era possível descrevê-los como pouco mais ricos que os Lazo. Mona virou rapidamente a melhor amiga do jovem e a vida dos dois ia seguindo em uma relação bem pura. Aprenderam a nadar juntos e sempre competiam para ver quem conseguia nadar mais rápido. Brincavam sempre que possível, até mesmo nos barcos em pleno mar, o que ocasionou numa série de trombadas por causa das ondas. Com o tempo, a habilidade para se equilibrar foi aumentando e Calros conseguia se equilibrar em quase qualquer lugar do barco independente de quanto o mar estivesse agitado, conseguia fazer até mesmo alguns pulos tão incríveis que seu pai se perguntava brincando quanto dinheiro faria vendendo seu filho para o circo.  
 
Esta não era a única coisa que Calros fazia que seu pai achava incrível, desde pequeno o jovem se destacou por ser genial, não que todo pai não pense nisso, mas notava que seu filho aprendia muito mais rápido do que as crianças de sua idade. O jovem conseguiu aprender mais sobre distintas situações sem problema, sempre se adaptando ao problema proposto. Na infância, ao machucar sua mão direita, mesmo que por pouco tempo, conseguiu aprender a utilizar a mão esquerda de forma tão boa quanto a direita, o que o ajudou muito no futuro ao lutar com ambas as mãos, ou a realizar diferentes ações no navio com maior facilidade graças a sua manipulação de itens rápidas com ambas as mãos.
 
Voltando a Mona, a mesma era uma pessoa muito bondosa, sempre ajudando qualquer pessoa que pedisse por ajuda. Graças a isso, sempre que estivessem no mar, e um navio pirata fosse avistado com problemas, a mesma acabava ajudando. Apesar de todos os pescadores serem contra ajudar piratas, Mona simplesmente não parava até que o pirata fosse ajudado, de acordo com ela não existiria nada pior do que ver um ser humano morrer sendo que poderia ajudar. Com o passar dos anos, não só ambas as famílias, como outros pescadores da região acabaram ajudando todo mundo que precisasse de ajuda. Lazo acabou assumindo esta faceta dela de ajudar a todos também.
 
Infelizmente, apesar de muitos piratas realmente ficarem felizes com a ajuda, e alguns até mesmo se entregarem para a marinha logo após o ocorrido (falavam algo sobre honra, esses realmente não estavam preparados para serem piratas), outros piratas tentavam alguma gracinha ao serem ajudados, Calros desta forma aprendeu a lutar com as mãos da melhor forma que pode, a maioria dos pescadores sabiam se defender o mínimo possível com as mãos nuas para atacar ou defender, pois treinavam bastante por medo dos próprios piratas. Lutar quando você ia ajudar era de uma tristeza enorme. Calros que é mais calmo do que a maioria desde que nascera acabava por manter-se muito mais calmo do que os piratas esperavam, as vezes isso acabava por surpreender os próprios piratas de forma positiva para a luta. A natureza calma do jovem não foi a única coisa que melhorou com tais ataques, Calros aprendeu com o tempo a usar qualquer arma para que pudesse se defender deles.
 
Aos 25 anos, Calros se via na frente de Mona, pronto para beijá-la e se casar. Estavam se casando no mar, "ele é o convidado de honra", foi o que ela disse, combinava com o fato de ambos serem pescadores. O navio em que se casavam era bem grande com basicamente todos os pescadores que pudessem juntar ali presentes. Estavam longe, mas ao mesmo tempo perto da praia, era possível vê-la a uns dois quilômetros. Enquanto proferiam seus votos alguém interrompeu, não era o clichê de alguém queria algo com Calros ou algo com Mona (isso para ele seria justificável já que em sua visão Mona era perfeita), mas sim por causa de um navio pirata todo quebrado prestes a afundar. E, claro, eles estavam pedindo por ajuda. A bandeira estava um pouco rasgada, mas era possível ver o símbolo pirata diferente, onde metade da cara da jolly dele era da cor branca normal e a outra era da cor azul clara. Mona, mesmo em seu casamento, não pensou duas vezes e falou para irem ajudar. Não teria como falarem não para o pedido da noiva no dia do casamento dela. Infelizmente, este navio pirata, como tantos outros, atacou quando foi resgatado. A diferença é que estes piratas, por mais que estivessem com o navio afundando, estavam basicamente intactos. Foi então que Calros viu que o navio da marinha com o qual lutavam afundando. Pouco tempo depois e um homem subiu no navio deles com extrema facilidade. Era claramente o capitão pela reação dos piratas e algo não era normal nele, ele parecia um tritão, mas ao mesmo tempo era humano. Todos os pescadores já haviam entrado numa luta contra os piratas, mas os piratas eram melhores do que o normal. Calros não chegou a ver a luta completamente, no meio dela viu sua jovem amada noiva sendo esfaqueada na barriga e a mesma acabou caindo no mar antes de ser esfaqueada novamente. Sem pensar, pulou atrás dela na água, estavam se casando por um motivo bem peculiar, ela estava grávida dele. A achou imediatamente na água. Ela ainda estava bem, mas com certeza já teriam perdido o bebê, ou quem sabe um milagre não teria ocorrido. Subir no navio era impossível e ali era muito perigoso, ele precisava ajudar Mona, ela por enquanto estava bem, mas saía muito sangue de sua barriga. Calros acabou nadando para levar Mona até a praia, nunca nadara tanto, ou pelo menos, nunca nadara em tamanho desespero, enfrentar piratas ou o que quer que fosse era muito menos desesperador do que o que enfrentou naquele momento, se viu pela primeira vez em pânico com a situação. Após o que lhe pareceu uma eternidade, chegou até a praia. Mesmo não se aguentando em pé foi ver sua noiva e assim descobriu que Mona já tinha morrido. O choque bateu com tanta força que acabou apagando.  
 
Acordou dias depois na casa do médico local, Asmar Elisson, ele era conhecido de Lazo, não foi ao casamento porque odiava o mar e porque infelizmente era o único médico da redondeza, precisava sempre ficar por ali para qualquer infortúnio. Por sorte de Lazo, o médico viu quando ele chegara a praia e o resgatou. O médico confirmou que Mona estava morta e ainda lhe contou notícias piores. Todos que estavam no casamento haviam morrido também, ao menos foi o que a marinha tinha informado. Infelizmente os piratas não foram pegos e a marinha ainda informou que conseguiram chegar até a Grand Line, perdendo o rastro deles logo após isso. O pirata que atacou seu casamento era um caso raro, ele era uma mistura de tritão e humano, um meio-tritão, o que explicava a caveira da bandeira ser metade azul e metade branca, seu nome é Himeriko Peisi.  
 
Calros após curado completamente pelo médico, o mesmo afirmava que Calros não morreria daquilo, somente ficara doente, o pagou e foi até o tumulo de sua amada, onde jurou pegar o pirata ele mesmo. Não iria matá-lo, planejava prendê-lo, morte lhe parecia muito pouco para o pirata... falava isso para si mesmo, mas em sua mente tinha dúvidas sobre conseguir se segurar ou não na frente do pirata. [/justify]

Nas vantagens e desvantagens: Tirando vicio em álcool e colocando código da gratidão, além de tirar noção exata de tempo para colocar genialidade.

Vantagens e Desvantagens escreveu:
Vantagens:

  • Adaptador (-2) - Você tem facilidade para lidar com qualquer tipo de arma, sabendo usá-las mesmo que nunca as tenha visto. Entretanto não é capaz de usar tais outras armas tão bem quanto a do seu estilo de combate, mas ainda as usando com certa maestria. Pode usar outras armas além do seu EdC, entretanto todo dano causado com estas é reduzido em 25%.
  • Ambidestro (-1) - Você possui um elevado nível de destreza manual, podendo executar tarefas com as duas mãos sem sofrer penalidades.
  • Genialidade (-2) - Você é algum tipo de super gênio. Consegue aprender coisas com extrema facilidade, memorizar e resolver diversos tipos de padrões. Um personagem com essa vantagem pode aprender 3 perícias por Level totalizando 30 pericias, ao invés de aprender da forma tradicional eles não precisam necessariamente de um NPC para lhes ensinar a pericias.
  • Temperamento Calmo (-1) - Você é naturalmente calmo e dificilmente perde o controle; fazendo o seu personagem ser um mestre ao lidar com situações tensas e de difícil resolução.


Desvantagens:

  • Código do Herói (+2) - Sempre cumprir sua palavra, sempre proteger qualquer pessoa ou criatura mais fraca que você, jamais recusar um pedido de ajuda.
  • Código da Gratidão (+2) - Quando alguém salva sua vida (ou de um ente querido seu), você fica a serviço dessa pessoa, até conseguir devolver o favor (salvar sua vida).


Código:
[b]Vantagens:[/b][list]
[*] [b]Adaptador (-2)[/b] - Você tem facilidade para lidar com qualquer tipo de arma, sabendo usá-las mesmo que nunca as tenha visto. Entretanto não é capaz de usar tais outras armas tão bem quanto a do seu estilo de combate, mas ainda as usando com certa maestria. Pode usar outras armas além do seu EdC,[color=red] entretanto todo dano causado com estas é reduzido em 25%.[/color]
[*] [b]Ambidestro (-1)[/b] - Você possui um elevado nível de destreza manual, podendo executar tarefas com as duas mãos sem sofrer penalidades.
[*] [b]Genialidade (-2)[/b] - Você é algum tipo de super gênio. Consegue aprender coisas com extrema facilidade, memorizar e resolver diversos tipos de padrões. Um personagem com essa vantagem pode aprender 3 perícias por Level totalizando 30 pericias, ao invés de aprender da forma tradicional eles não precisam necessariamente de um NPC para lhes ensinar a pericias.
[*] [b]Temperamento Calmo (-1)[/b] - Você é naturalmente calmo e dificilmente perde o controle; fazendo o seu personagem ser um mestre ao lidar com situações tensas e de difícil resolução. [/list]

[b]Desvantagens:[/b][list]
[*] [b]Código do Herói (+2)[/b] - Sempre cumprir sua palavra, sempre proteger qualquer pessoa ou criatura mais fraca que você, jamais recusar um pedido de ajuda.
[*] [b]Código da Gratidão (+2)[/b] - Quando alguém salva sua vida (ou de um ente querido seu), você fica a serviço dessa pessoa, até conseguir devolver o favor (salvar sua vida).[/list]

Como teve uma alteração na história que eu coloquei o nome do médico, os NPC"s criados acho que vão para:

NPCs criados escreveu:
NPC"s Criados:
 

Não precisa por o código porque vou colocar mais npc's criados por causa da aventura.

================================================

Agora, de acordo com a mudança importante do dia 27 de novembro de 2017 (link: http://www.onepiecerpg.com/t33235p40-mudancas-importantes)

@ADM.Tidus escreveu:
Devido a alteração envolvendo bloqueio, esquiva, acerto e pontaria os players vão ter a possibilidade de remanejar os atributos entre esses atributos afetados (apenas o bruto, racial e EDC não). Em outras palavras: você pode tirar ponto de Acerto e colocar em Pontaria ou tirar de Pontaria e colocar em Acerto; Tirar pontos de Esquiva e Colocar em Bloqueio ou tirar pontos de Bloqueio e colocar em Esquiva; Essas são as únicas alterações permitidas, remover acerto e colocar em esquiva ou qualquer outro atributo não é permitido, a alteração é permita apenas entre os atributos de funções iguais.

Assim que for pedir a atualização de algo em sua ficha lembre o atualizador de adaptar sua ficha ao novo padrão (Percepção no lugar de Persistência e o Bônus laranja dos 50%) não é necessário fazer isso agora, apenas lembre-se disso no seu próximo pedido de atualização.

Assim (vai ter o código final dos meus atributos para frente, é só para entender porque mudei eles mesmo) eles ficam assim antes da aventura acabar... e sim, demorei pra caramba para usar isso Norio :

DANO: 2 (+2 EDC Boxeador) = 4
ACERTO: 3 (+3 racial)(+2 EDC Boxeador)= 8
PONTARIA: 0 - não posso por bônus já que iria empatar a categoria normal com acerto
ESQUIVA: 3 (+3 racial)(+2 EDC Boxeador) = 8
BLOQUEIO: 0 - não posso por bônus já que iria empatar a categoria normal com esquiva
RESISTÊNCIA: 2
PERCEPÇÃO: (+2 racial)
MANIPULAÇÃO: (+2 racial)
VELOCIDADE DE ATAQUE: 3

================================================

Agora a atualização por causa da aventura em si Norio

@Avaliador de Aventuras escreveu:
~Avaliação PepePepi~


Perdas:
? 14 mil berries - Alterado para B$ 20.000. Apesar de ter sido uma subida sutil, houveram alguns gastos em bares e etc. no qual não houveram contabilização de gastos. Preferi arredondar pra cima pra deixar coerente com o que foi feito.

Ganhos:
• Garrafa de vinho suave (9/10) - Vencido - OK
• Perícia Primeiros Socorros - OK
• Uniforme da marinha/Mudança de Grupo p/ Marinha - OK - Cargo de Soldado
• Luva tática - arma nível 1 - Dano 2 - OK
• Marca de Admissão - OK
• Perícia Luta de Rua - OK
• Salário da missão depositada no banco mundial - 20.000 berries - OK

Acrescentar: 1 missão pela Marinha. Apesar de haver, de fato, mais de uma ação dentro da trama, ainda assim foi tudo em volta de uma única missão, tanto que o superior até mesmo havia citado no início que era apenas a investigação... O que se sobressaiu disso foi por conta dos acontecimentos que foram ocorrendo. Contei apenas como 1 missão.

Relação de personagens:
? Player fará. OK.

Exp: 15
EdC: 15

Localização: Micqueot - North Blue - OK.


Feedback Player:
 

As perícias ficam:

~ Perícias ~

Citação :
Acrobacia: Você pode equilibrar-se em pequenas superfícies, andar sobre cordas, fazer malabarismo, saltos mortais, etc.
Natação: Você sabe nadar em todos os estilos possíveis, além de conseguir mergulhar com os equipamentos adequados e fazer apneia para prolongar o fôlego.
Pesca: Você sabe pegar peixes e outros animais aquáticos com linha e anzol, rede ou arpão.
Primeiros Socorros: Você sabe fazer curativos, reduzir fraturas, deter sangramentos e outras coisas que se deve fazer ou não fazer em caso de acidentes com vítimas.
Luta de Rua: Você consegue lutar o estilo mais comum. Sem regras e posturas, apenas mãos, braços, pernas, pés, cabeça e tudo o que você puder utilizar de seu próprio corpo para causar dano ao inimigo e manter-se vivo. Lembre-se, nas ruas, o que importa é sobreviver.

Código:
[center][color=#E32636][b]~ Perícias ~[/b][/color][/center]

[quote]•[b]Acrobacia[/b]: Você pode equilibrar-se em pequenas superfícies, andar sobre cordas, fazer malabarismo, saltos mortais, etc.
•[b]Natação[/b]: Você sabe nadar em todos os estilos possíveis, além de conseguir mergulhar com os equipamentos adequados e fazer apneia para prolongar o fôlego.
•[b]Pesca[/b]: Você sabe pegar peixes e outros animais aquáticos com linha e anzol, rede ou arpão.
•[b]Primeiros Socorros[/b]: Você sabe fazer curativos, reduzir fraturas, deter sangramentos e outras coisas que se deve fazer ou não fazer em caso de acidentes com vítimas.
•[b]Luta de Rua[/b]: Você consegue lutar o estilo mais comum. Sem regras e posturas, apenas mãos, braços, pernas, pés, cabeça e tudo o que você puder utilizar de seu próprio corpo para causar dano ao inimigo e manter-se vivo. Lembre-se, nas ruas, o que importa é sobreviver.[/quote]

Nos equipamentos fica, tipo, tem slot para Arma e para Mãos, não sei se deveria por nos dois, então deixei só no slot Arma mesmo:

• ARMA(S)
-Nome: Luva tática
Bônus: N/A
Dano: +2
Requerimentos: lvl 1
Custo: N/A

• CABEÇA
-Nome: Boné da Marinha
Bônus: N/A
Requerimento: N/A
Custo: N/A

• TRONCO
-Nome: Camisa da Marinha
Bônus: N/A
Requerimento: N/A
Custo: N/A

• BRAÇOS
-Nome: N/A
Bônus: N/A
Requerimento: N/A
Custo: N/A

• MÃOS
-Nome: N/A
Bônus: N/A
Requerimento: N/A
Custo: N/A

• PERNAS
-Nome: Calça da Marinha
Bônus: N/A
Requerimento: N/A
Custo: N/A

• PÉS
-Nome: Bota da Marinha
Bônus: N/A
Requerimento: N/A
Custo: N/A

Código:

[b]• ARMA(S)[/b]
[b]-Nome:[/b] Luva tática
[b]Bônus:[/b] N/A
[b]Dano:[/b] +2
[b]Requerimentos:[/b] lvl 1
[b]Custo:[/b] N/A

[b]• CABEÇA[/b]
[b]-Nome:[/b] Boné da Marinha
[b]Bônus:[/b] N/A
[b]Requerimento:[/b] N/A
[b]Custo:[/b] N/A

[b]• TRONCO[/b]
[b]-Nome:[/b] Camisa da Marinha
[b]Bônus:[/b] N/A
[b]Requerimento:[/b] N/A
[b]Custo:[/b] N/A

[b]• BRAÇOS[/b]
[b]-Nome:[/b] N/A
[b]Bônus:[/b] N/A
[b]Requerimento:[/b] N/A
[b]Custo:[/b] N/A

[b]• MÃOS[/b]
[b]-Nome:[/b] N/A
[b]Bônus:[/b] N/A
[b]Requerimento:[/b] N/A
[b]Custo:[/b] N/A

[b]• PERNAS[/b]
[b]-Nome:[/b] Calça da Marinha
[b]Bônus:[/b] N/A
[b]Requerimento:[/b] N/A
[b]Custo:[/b] N/A

[b]• PÉS[/b]
[b]-Nome:[/b] Bota da Marinha
[b]Bônus:[/b] N/A
[b]Requerimento:[/b] N/A
[b]Custo:[/b] N/A

Se não errei conta de HP e SP. Experiência, money e os atributos ficam:

LEVEL: 2
EXP: 25/50
BERRIES: 30.000
BANCO: 20.000

HP: 98
SP: 81

DANO: 5 (+4 EDC Boxeador)(+2 arma) = 11 ~habilidoso~
ACERTO: 14 (+3 racial)(+4 EDC Boxeador)= 21 ~habilidoso~
PONTARIA: 8 ~normal~
ESQUIVA: 4 (+3 racial)(+4 EDC Boxeador) = 11 ~habilidoso~
BLOQUEIO: 3 ~normal~
RESISTÊNCIA: 2 ~normal~
PERCEPÇÃO: (+2 racial) ~normal~
MANIPULAÇÃO: (+2 racial) ~normal~
VELOCIDADE DE ATAQUE: 3

Código:
[b]LEVEL:[/b] 2
[b]EXP:[/b] 25/50
[b]BERRIES:[/b] 30.000
[b]BANCO:[/b] 20.000

[b][color=green]HP[/color]:[/b] 98
[b][color=blue]SP[/color]:[/b] 81

[b]DANO: 5 [color=#660000](+4 EDC Boxeador)[/color](+2 arma) = 11[/b] ~habilidoso~
[b]ACERTO: 14 [color=#0000FF](+3 racial)[/color][color=#660000](+4 EDC Boxeador)[/color]= 21 [/b] ~habilidoso~
[b]PONTARIA: [color=orange]8[/color] [/b] ~normal~
[b]ESQUIVA: 4 [color=#0000FF](+3 racial)[/color][color=#660000](+4 EDC Boxeador)[/color] = 11 [/b] ~habilidoso~
[b]BLOQUEIO: [color=orange]3[/color] [/b] ~normal~
[b]RESISTÊNCIA: 2[/b] ~normal~
[b]PERCEPÇÃO: [color=#0000FF](+2 racial)[/color][/b] ~normal~
[b]MANIPULAÇÃO: [color=#0000FF](+2 racial)[/color] [/b] ~normal~
[b]VELOCIDADE DE ATAQUE: 3[/b]

Por ter entrado na marinha:

~ MARINHA ~
Rank na Marinha: Soldado
Missões bem sucedidas na Marinha: 1
Salário: B$ 20.000/Missão
Medalhas:
Medalhas:
 

Código:
[center][color=#0088FF][size=18][b]~ MARINHA ~[/b][/size][/color][/center]
[b]Rank na Marinha:[/b] Soldado
[b]Missões bem sucedidas na Marinha:[/b] 1
[b]Salário:[/b] B$ 20.000/Missão
[b]Medalhas:[/b]
[spoiler=Medalhas][img]https://i.imgur.com/VN1c6K7.png[/img][/spoiler]

Com os NPC’s criados na aventura (tipo, no meu histórico tinha muito mais NPC, mas eu julguei no final só esses como importantes, não sei se faz diferença):

NPC's criados escreveu:
NPC’s Criados:
 

Código:
[spoiler=NPC’s Criados] [i]Himeriko Peisi[/i] - [i]Pirata que atacou o casamento de Calros[/i] - [i]Deseja se vingar de Himeriko, prendendo-o ou matando-o.[/i]

[i]Asmar Elisson[/i] – [i] Médico amigo de Calros que o salvou. Ainda o ensinou Primeiros Socorros. [/i]

[i]Tenente Elrick[/i] – [i]Tenente de Micqueot que não só passou a primeira aventura para Calros, como o salvou posteriormente. Agora, Calros irá partir com o tenente para outra ilha do North Blue[/i]

[i]Marcela Pomar[/i] – [i]Soldado a serviço de Elrick, ajudou muito Calros em sua missão. Gostou muito do jeito dela de falar, porém ainda não sabe muito sobre a mesma. Atiradora. [/i]

[i]Said[/i] – [i] Marinheiro, compartilhou o dormitório com Calros. Veio de uma família de marinheiros. Claramente encrenqueiro e ensinou luta de rua para Calros.[/i]
[/spoiler]


Não sei se é permitido, mas gostaria de acrescentar um parágrafo na história por cada aventura (não to colocando de uma vez na mudança lá de cima porque se não puder fazer isso no futuro não adianta).

Adicionar a História escreveu:
1ª aventura - Calros, após um período de instabilidade emocional por causa da perda, acabou levantando-se para começar sua jornada atrás do meio-tritão. Após conhecer um marinheiro e um grupo de caçadores, decidiu que preferia uma vida "estável" de marinheiro naquele momento. Alistou-se na marinha para conseguir não só ficar mais forte, como ao mesmo tempo que poderia seguir o rastro do pirata mais facilmente e de quebra acabaria por ajudar pessoas. Na marinha desvendou um assassinato com a ajuda de tenente Elrick e Marcela, além de ficar amigo de Said, seu companheiro de quarto do quartel general.
Código:
[justify]1ª aventura - Calros, após um período de instabilidade emocional por causa da perda, acabou levantando-se para começar sua jornada atrás do meio-tritão. Após conhecer um marinheiro e um grupo de caçadores, decidiu que preferia uma vida "estável" de marinheiro naquele momento. Alistou-se na marinha para conseguir não só ficar mais forte, como ao mesmo tempo que poderia seguir o rastro do pirata mais facilmente e de quebra acabaria por ajudar pessoas. Na marinha desvendou um assassinato com a ajuda de tenente Elrick e Marcela, além de ficar amigo de Said, seu companheiro de quarto do quartel general.[/justify]

Atualizar o final da ficha com os links:

Link da Mini Aventura concluída ou da ficha antiga cancelada:

Código:
[b]Link da Mini Aventura concluída ou da ficha antiga cancelada:[/b]
[center][url=http://www.onepiecerpg.com/t40064-mini-pepepepi-iniciando-perseguicao-entrando-na-marinha]Mini-Aventura[/url][/center]
[center][url=http://www.onepiecerpg.com/t40145-decisoes-importantes-liberdade-ou-estabilidade#352516]1ª Aventura[/url][/center]

Apesar de já ter o link da aventura logo aí em cima, ta aí o link no final dela com a avaliação postada:

Acabou!

____________________________________________________

Para narradores:
 




Mini-Aventura / 1ª Aventura / 2º Aventura
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ADM.Mephisto
Administrador
Administrador
avatar

Créditos : 86
Warn :
Masculino Data de inscrição : 06/04/2017
Idade : 20
Localização : Wars Island (North Blue)

MensagemAssunto: Re: Calros Lazo   Sab 29 Set 2018, 01:09

~Atualizado~


Ta tudo certo, exceto o bonus em bloqueio, ele você não ganha, mas aí vai o link onde explico o por que, acabei usando essa explicação na ficha do Cold de base, já que sempre preciso explicar os bonus: http://www.onepiecerpg.com/t40255p10-coldraz-anne-stine#379238

____________________________________________________

Make love, not war




My Achievements:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
PepePepi
Membro
Membro
avatar

Créditos : 10
Warn :
Data de inscrição : 15/03/2013
Localização : Micqueot - North Blue

MensagemAssunto: Re: Calros Lazo   Dom 04 Nov 2018, 18:31

http://www.onepiecerpg.com/t42616-e-m-torre-do-infinito-2018#382609

Olá, ganhei 2kk e tem um flavor dial também para por no inventário, como não achei quanto aquele troço pesa não fiz o código dele Norio

Com o profit do banco de outubro e novembro (nem pra essa porcaria do andar acabar no fim do mês e eu por os 2kk no banco To nem aí!) :

BERRIES:2.030.000
BANCO:24.200

Código:
[b]BERRIES:[/b]2.030.000
[b]BANCO:[/b]24.200

E arruma aquele center do perícias por favor :p

____________________________________________________

Para narradores:
 




Mini-Aventura / 1ª Aventura / 2º Aventura
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ADM.Mephisto
Administrador
Administrador
avatar

Créditos : 86
Warn :
Masculino Data de inscrição : 06/04/2017
Idade : 20
Localização : Wars Island (North Blue)

MensagemAssunto: Re: Calros Lazo   Qua 07 Nov 2018, 02:08

~Atualizado~

____________________________________________________

Make love, not war




My Achievements:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Calros Lazo   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Calros Lazo
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A Grande era dos Piratas :: Personagem e Mundo :: Arquivo de Fichas :: Civis-
Ir para: