A Grande era dos Piratas



 
FAQCalendárioInícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [Mini - crawling] SUNSET
por Galaxy Dante Hoje à(s) 05:14

» [MINI- SagitaryBR] A Busca Por Aventuras
por Galaxy Dante Hoje à(s) 04:59

» Jacob Allan
por GM.Furry Ontem à(s) 20:25

» Ryujin
por GM.Furry Ontem à(s) 20:22

» Siegfried Uller Frey
por GM.Furry Ontem à(s) 20:08

» [MINI - Taiga] Sob a chuva de verão
por Galaxy Dante Ontem à(s) 15:37

» [MINI- D.Raj] Prologo da Usagi
por Galaxy Dante Ontem à(s) 15:35

» A Melhor Mini - Shiro -
por Galaxy Dante Ontem à(s) 15:34

» mini aventura
por Bread Ontem à(s) 11:28

» Mini- Phelipe Lounge - A sabedoria inexplorada
por Bread Ontem à(s) 11:27

» Mini aventura
por Bread Ontem à(s) 11:26

» MINI - Aventura Skylodd
por Bread Ontem à(s) 11:19

» [MINI - Nicklaus D. Yrick] O despertar da Fera
por ynfinity Ontem à(s) 03:08

» Noelle Eisenhower
por GM.Achiles Ter 16 Out 2018, 22:50

» Zed
por GM.Achiles Ter 16 Out 2018, 22:46

» Kyo Full Buster
por GM.Achiles Ter 16 Out 2018, 22:43

» Buki Bijin
por GM.Achiles Ter 16 Out 2018, 22:20

» [MINI - rhsdc3] O homem mais forte do mundo!
por Bread Ter 16 Out 2018, 22:19

» [MINI-Jovee] As rédeas da Justiça
por Bread Ter 16 Out 2018, 21:53

» [MINI-MUGETSU] Ascensão
por Mugetsu. Ter 16 Out 2018, 21:13

Facebook

------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG


Conheça o Fórum NS


Compartilhe | 
 

 {FanRPG} Death Note: Reencarnação

Ir em baixo 
AutorMensagem
Sagashi
Estagiário Narrador
Estagiário Narrador
avatar

Créditos : Zero
Warn :
Masculino Data de inscrição : 17/01/2014
Idade : 16

MensagemAssunto: {FanRPG} Death Note: Reencarnação   Qui 04 Fev 2016, 17:58

Death Note Theme by Death Note on Grooveshark





PRÓLOGO



Citação :
2014, a era da tecnologia média, existem Shinigamis, Detetives comuns, Mercenários e Civis. Um caderno estranho com o nome de "Death Note" caiu na terra em certas localizações e, todos que pegaram tais cadernos, começaram à matar certas pessoas apenas escrevendo o nome da pessoa nele. Para isso, é necessário que a pessoa tenha o rosto da outra, e, quando escreve seu nome no Death Note, é necessário que escreva a causa da morte e o tempo dela (Não permitido que seja menos de 40 segundos). No entanto, não é obrigatório, pois no caso de algum portador de Death Note escrever o nome da pessoa sem tempo e nem causa de morte, a pessoa morre de ataque cardíaco em quarenta exatos segundos.

Nenhum detetive ainda suspeita disso, muito menos mercenários. Os portadores de Death Note são civis comum, portanto não têm acesso aos nomes policiais e nem aos seus rostos, então, para ambos, será um grande desafio matar uns aos outros! Shinigamis em geral gostam apenas de observar seus "proprietários", pois quem pega o Death Note ganha uma companhia nem agradável e nem desagradável. O shinigami que escrever o nome de uma pessoa, morre e se torna pó, também, o Shinigami que disser nomes de pessoas para seu dono escrever, torna-se pó também. Mercenários têm uma arma guardada nos baús de suas casas, embora seja apenas uma. Detetives tem consigo um revólver com cinco balas e algumas algemas, por volta de três ou quatro.

Toa essa história se gira em torno de apenas uma cidade, seu nome é "Kurokimasu Town" e, nessa cidade, há muitas localizações. Dentre delas, o Hospital Saúde Divina; Delegacia; Shopping de Kurokimasu; Apartamentos e prédios em geral (x50); Casas em geral (x50)  e, por fim, Usinas de Eletricidade. O tempo é frio, o céu é cinza e nublado com temperaturas que variam de 5~20ºC, está na época de inverno, e, de vez em quando, neva. Todos na cidade tem relógios, portanto, não precisam perguntar uns aos outros que horas são.

Há também um ponto de ônibus, e atrás disso, uma perfumaria que ainda está contratando pessoas. O ônibus chega todo dia, 12:30 em ponto, e sai de lá às 12:40 para ir passando nessa exata ordem: Hospital, Shopping, Delegacia, Street 102 Killer, Street 90 Justice, Street 330 Liberty, que dão em variados apartamentos. (1 post cada estação, portanto, por exemplo, se você for à delegacia e estiver no Shopping, levará um post para chegar. Se estiver no hospital e for pra Street 102 Killer, demora 2 posts e assim vai...)

RAND DE KIRA:


K1:
Quantidade aleatória (1,6) :
2

K2:
Quantidade aleatória (1,6) :
1

Regras -

- Limite de Postagem de 48 horas, caso contrário, o player morrerá.

- Sim, Shinigami's podem matar. Mas caso matem alguém com intuito de ajudar seu Kira, o shinigami vira pó. Podem matar quem quiser, até seu próprio dono, contando que não ajude o mesmo. Shinigami's não podem dizer nomes para seus donos escreverem nos cadernos.

- No game, não existe contrato de olhos.

- Meta-Game e God-Modes serão punidos.

- Lembrem-se de que o jogo não tem atributos, é tudo baseado na narração e em sua forma de pensar, quem for mais esperto para conseguir derrotar o outro, ganha.

- O jogo acaba quando o último Kira sobreviver, ou ganha quem capturar o último Kira.

- Não vou ter dó em matar ninguém. Não tem essa de "acertou na perna" ou "acertou de raspão", se for levar tiro, levou e morreu.

OS POSTS DEVERÃO SEREM POSTADOS AQUI. DEPOIS DE TODOS OS POSTS DO PLAYER, EU, O NARRADOR, POSTAREI. BOA SORTE À TODOS!!!

O RPG FOI OFICIALMENTE RESSUSCITADO! POSTEM AQUI APENAS QUEM JÁ SE INSCREVEU NO TÓPICO ESPECÍFICO.

____________________________________________________


Meu amor:
 


Última edição por Sagashi em Sex 05 Fev 2016, 10:24, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Wander
Pirata
Pirata
avatar

Créditos : 10
Warn :
Masculino Data de inscrição : 05/07/2013
Idade : 20
Localização : Não sei :D

MensagemAssunto: Re: {FanRPG} Death Note: Reencarnação   Sex 05 Fev 2016, 14:04


- AAAAAAHAHAAAAAAAA... HOOKED ON A FEELING! TUTURUDUUU... - Ah... A liberdade do mundo humano. Todo os dias me via limitado a um cenário desolador, com àquele céu escuro que aparentava estar a cada dia mais perto de desabar sob minha cabeça. Estava tão acostumado com a sensação claustrofóbica que no meio da cidade eu me sentia imensamente pequeno, e aquilo me causava tanta agonia que eu não parava de tentar chamar atenção. O ar parecia mais leve, meus órgãos deteriorados pareciam vivos e os sons.... Ah, os sons. Poderia me acostumar a viver aqui, mas provavelmente o Rei Shinigami me buscaria pra me punir se eu tentasse viver em uma cabana na praia. Ele sabe bem como torturar... Ah se sabe.

Mas deixando as poucas memórias que tenho de lado, tinha em frente o objetivo de minha visita a esse mundo. Tinha seguido o livro talvez com o instinto que minha ligação com seu poder me trazia, quem seria a sortida pessoa a ter encontrado-o? Vagaria pelo local até achar o tal portador do livro, o qual conseguiria me ver. - BUGA BUGA BUGA! - Gritaria grosseiramente ao ver a primeira pessoa, para ver se estava no lugar certo. Se a pessoa não estivesse com o Death Note, só me restava vagar seguindo o instinto até achar a pessoa certa e gritar de novo.

- Eae filho da mãe! Vejo que está com meu caderno, hein? - Me aproximaria do humano - Vendo seu rosto, nem parece que vai ser capaz de algo... Vamos, me diga, já matou alguém? - Daria um pesco-tapa no portador do caderno e em seguida riria abruptamente deixando algumas tantas gotas de salva escaparem. - Olha, eu sou um shinigami, um deus da morte. Esse caderno ai com nome 'Death Note' me pertence... Deixei que você pegasse basicamente por que estou a procura de diversão... Quando pretende usar para valer esse caderno? Quem irá matar? Criminosos? Bullys? Seus pais? Ah! Estou ansioso para isso! - É... Sou mesmo tagarela. Muitos dizem que esse é um defeito meu, mas eu acho que estou fazendo bem em falar muito, vai que conversar previne câncer de boca.

- É MUITA LUXURIAAAAA! - Me afastaria dele rodopiando na ponta do pé e subitamente parando de frente para ele. - Sou um gordinho gostosoooo... Eu sou um gordinho gostoso, gordinho gostoso... EU NÃO SOU FRIBOI MAS TO NA MODA, A MULHERADA GOSTA... - E requebraria desengonçado, mexendo o quadril.

OFF: EOQ Pai do ano

____________________________________________________

Falas
Pensamentos
Esquizofrenia (Fantasia)

Ficha | Quinta Aventura |Bando

RIP:
 

Titulo Internacional:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ravenborn
Illuminati
Illuminati
avatar

Créditos : 34
Warn :
Masculino Data de inscrição : 08/11/2014
Idade : 18

MensagemAssunto: Re: {FanRPG} Death Note: Reencarnação   Sab 06 Fev 2016, 22:42

"Day of The Dead"




- BUGA BUGA BUGA! - eu quase não conseguia acreditar nos meus olhos, e olhe que eu geralmente confio bastante neles. As coisas só começavam a ficar mais e mais estranhas conforme o tempo passava, e tudo tinha começado com aquele caderno. Sim, um caderno estranho, de capa negra e que tinha caído do céu, o que já parecia ser estranho o suficiente. No entanto, pra desafiar ainda mais o meu senso comum, o que estava escrito na contracapa do caderno negro era quase assustador, como se cair do céu não fosse estranho o suficiente. Havia uma espécie de lista de regras, sendo que a primeira delas era a que mais chamava a atenção, logo de cara: "The human whose name is written in this note shall die.", escrito em inglês. "O humano cujo nome for escrito nesse caderno morrerá, é?" Nas outras regras, havia todo tipo de explicação de como utilizar o tal "Death Note" e de como exatamente ele funcionava - eu acabei lendo cada uma delas, apenas para me ver ainda mais confuso com aquilo. Deuses da morte? O que diabos aquilo devia significar?

- Haha..acho que agora eu eu tô começando a entender o que tá escrito nesse caderno... - eu olhava para aquela criatura estranha, que não se parecia com absolutamente nada que eu já tinha visto em toda a minha vida. O mais engraçado? Parecia que, mesmo com todos aqueles gritos estúpidos, nenhuma outra pessoa nas redondezas podia vê-lo ou ouvi-lo - e se aquilo realmente fosse um dos tais "Shinigamis" citados no Death Note, então o que estava escrito lá provavelmente não era mentira. Essa teoria seria rapidamente comprovada, quando o estranho ser se aproximasse de mim e dissesse: - Eae filho da mãe! Vejo que está com meu caderno, hein? - se ele dizia que o caderno era seu, então isso implicava que ele era o tal Shinigami. O deus da morte continuaria: - Vendo seu rosto, nem parece que vai ser capaz de algo... Vamos, me diga, já matou alguém? - e, ao fim de sua frase, ele aplicaria um tapa nas costas de meu pescoço e começaria a gargalhar, deixando-me quase perplexo e talvez um pouco irritado. Eu daria um sorriso malicioso, com um toque de raiva, e responderia, então: - Primeiro, eu me chamo Yuuji, e se você fizer isso de novo, eu taco fogo nesse seu maldito caderno. Segundo, não, apesar de já ter atirado em algumas pessoas. Na maioria das vezes, nós prendemos o criminoso ao invés de matá-lo, aonde eu trabalho. - eu começaria a conversar com o Shinigami, meu tom de voz um pouco mais baixo que o normal para não chamar atenção demais das pessoas ao nosso redor.

Talvez a reação normal fosse ficar assustado com aquilo tudo, mas eu tinha o costume de me adaptar rápido às situações. Bom, todos deveriam ter esse costume. Afinal, na natureza, quem sobrevive não é o mais esperto ou o mais forte - por mais que isso ajude - e sim o que consegue se adaptar melhor. O caderno tinha me parecido interessante, e por esse motivo, eu li as regras - ter feito isso certamente ajudou a entender o que estava acontecendo naquele exato momento, e é por isso que ao invés de uma expressão assustada, meu rosto carregaria um sorriso de diversão e interesse. - Olha, eu sou um shinigami, um deus da morte. Esse caderno ai com nome 'Death Note' me pertence... Deixei que você pegasse basicamente por que estou a procura de diversão... Quando pretende usar para valer esse caderno? Quem irá matar? Criminosos? Bullys? Seus pais? Ah! Estou ansioso para isso! - ele revelaria, enfim. Não que ele fosse dizer alguma coisa que eu não sabia, mas ter aquela confirmação ajudaria a sanar todas as minhas dúvidas. Se o Shinigami era real... - Você tá querendo dizer que isso aqui funciona? Quer dizer...isso não faz sentido nenhum. - eu diria, mas rapidamente, as lembranças do que tinha acontecido durante o dia viriam à minha mente. Nada daquilo fazia sentido pra começo de conversa, então se tudo até agora não tinha sido uma alucinação...então aquele caderno realmente devia ter a capacidade de matar pessoas.

- Bem, se o que você diz é verdade... - eu começaria, e em seguida, deixaria um pequeno sorriso tomar conta de meu rosto. Era engraçado como, de repente, tamanho poder estava bem ali, na palma das minhas mãos. Eu não tinha nenhuma pessoa que odiasse o bastante para matar daquela jeito, sem mais nem menos, tampouco era um assassino psicopata que começaria a escrever o nome de pessoas aleatórias por motivo nenhum. Porém, a ideia de poder testar aquele caderno e ver até onde os seus "poderes" chegavam realmente me animava. Quanto mais será que eu seria capaz de descobrir sobre aquilo, e de que maneiras poderia usá-lo? Talvez, por hora, a melhor ideia realmente fosse ficar com ele e aprender o que conseguisse. - ...então nós vamos ver como é que essa belezinha funciona. Não sei quanto a você, mas eu vou atrás de alguns...bem, nomes. Até mais ver, Shinigami. - eu terminaria, e me dirigiria até o ponto de ônibus mais próximo. O meu destino? A delegacia. Lá, eu poderia tentar achar os nomes de criminosos procurados ou até mesmo na fila para a execução, e testar um pouco o que aquele tal Death Note conseguia fazer. Pegaria o primeiro ônibus que fosse até a delegacia, de onde quer que estivesse, enquanto ajeitaria os meus fones de ouvido e mexeria no celular para escolher uma nova música.

- Hmmm...ah, essa aqui. - selecionaria a música então.

____________________________________________________



.


Última edição por GM.Ravenborn em Qua 10 Fev 2016, 09:06, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Marciano
Emissário da Morte
Emissário da Morte
avatar

Créditos : 42
Warn :
Masculino Data de inscrição : 15/09/2014
Idade : 24
Localização : Na Monstrolandia...

MensagemAssunto: Re: {FanRPG} Death Note: Reencarnação   Ter 09 Fev 2016, 14:52

Deus Da Morte: O Inicio

Seus pés recentemente haviam pisado no solo da raça humana, se quer tinha vindo alguma vez, mas sempre acompanhou de perto a especie. Dentre todas as raças e especies junto de suas ramificações, a humana sem duvidas era a mais inteligente e mais intrigante de todas. Rowzer era um shinigami sem muito a se dizer, por mais que tenha vivido mais do que a maioria dos deuses da morte, mas mesmo assim ele não se vangloriava de tal coisa. Sua simplicidade era um fator que realmente dentre todos os deuses da morte era sem duvida a mais mortal, pois sua arrogância e frieza era a pior entre todos aqueles fanfarrões do outro mundo. O shinigami avermelhado poderia não saber de sua personalidade única, mas por não dialogar e não se entrosar com os outros de sua especie, é provável que jamais saiba.

Olhava para o local que tinha aterrissado não o reconhecendo bem, por mais que conhecesse quase todo lugar no mundo por acompanhar em todo milênio o crescimento da humanidade, se fosse lembrar de todos os locais, logicamente não teria mais espaço em suas lembranças. - Hassff... onde será que eu deixei cair o maldito caderno mesmo, droga não to me lembrando! Falaria ao expressar inicialmente um tipo de bocejo pelo tédio que estaria a diversas decadas. Sairia de onde estivesse e tentaria lembrar o local que tinha deixado o caderno cair para ver quem o havia pegado, assim que se lembrasse andaria até o local, caso alguém tivesse pegado, inicialmente não faria nada, esperaria a pessoa sair de onde estivesse e seguiria ela pelos céus com suas imensas e esquisitas asas até chegar junto do humano em sua residencia. Assim que o humano estivesse em seu quarto analisando o caderno entraria pela janela tentando fazer nenhum barulho e observaria o humano até que. - Como se sente, sabendo que possuí o poder da morte em mãos ou melhor o meu poder? Falaria naturalmente com seu timbre grosso e suave como de costume. Manteria alguns metros de distancia, olharia frenéticamente nos olhos do reles humano para ver sua reação. - Piada?! Deixaria um total vago no ambiente até que notoriamente o humano não entenderia e explicaria de uma forma mais correta. - Enfim, você quer respostas, eu tenho elas, mas primeiro me conte uma piada, se eu gostar tirarei suas duvidas! Deixaria sua face gelida e destemida, seu corpo avantajado e enorme daria impacto no humano, mas não faria qualquer movimento desde o inicio da conversa até o final.

Esperaria pelas resposta do humano, caso ele ou ela se recusasse a contar uma piada tal vicio bem estranho do deus da morte ele voltaria a proferir. - Você não conhece nenhum piada? Se não rolar piada não rola explicação sobre o poder da morte do 'Death Note', então reles humano não me corteja e nem me santifique, apenas me deleite com uma boa piada, nada mais, nada a menos! Manteria sua timbre e sua pose no mesmo jeito. Sua aparência e asas que provavelmente assustaria o ser humano, talvez com sua conversa amenizasse o impacto, todavia manteria-se parado e com seus olhos amarelos radiantes fixos nos olhos do humano.

____________________________________________________

~Fala / Narração



Última edição por Marciano em Qua 10 Fev 2016, 09:34, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Alek
Pirata
Pirata
avatar

Créditos : 3
Warn :
Feminino Data de inscrição : 09/06/2013
Idade : 20
Localização : Penumbra - 5ª Rota

MensagemAssunto: Re: {FanRPG} Death Note: Reencarnação   Qua 10 Fev 2016, 05:45




Death Note

"Crazy Angel."



- "O humano cujo nome for escrito nele morrerá[...]" - Aquelas regras pareciam deixar todo o caderno de forma tão séria, inclinando a garota a acreditar naquelas palavras, apesar de parecer absurdo. Lera as regras várias vezes antes, e lá estava ela, mais uma vez lendo os parágrafos que lhe intrigavam. - "A pessoa em posse do caderno será seguida por um shinigami até morrer.[...]" - Ela cruzaria as pernas, entrelaçando-as com seu corpo esguio deitado por sobre a cama de seu quarto, manteria os olhos para cima, onde erguia o caderno negro com ambos os braços esticados por sobre sua cabeça.

- "Se um humano utilizar o caderno, o shinigami devera se apresentar ao humano dentro de um período de 39 dias após o primeiro uso." - Ela já o havia utilizado, pelo o que sabia. Assim que tomara posse do caderno, no dia anterior, trouxera-o a seu quarto e se pusera a testar os efeitos daquele item. Não precisou pensar tanto para descobrir um nome para alvo. - Tom Shinran. Será que funcionou? - Pensava alto, afinal, não morava mais com os pais, não tendo qualquer outro motivo para estar acompanhada em casa. O Tom a que se referia, por sinal, era o garoto que havia espancado anos antes, em sua infância, o qual invadira sua privacidade no banheiro feminino e a fizera acumular todo aquele nojo pelas características masculinas.

- Como se sente, sabendo que possuí o poder da morte em mãos ou melhor o meu poder? - Assustaria-se ao ouvir tal voz estranha, impulsionando-se na cama para a direção contrária a qual a teria escutado, fechando o caderno e recolhendo-o para perto de seu tronco, protegendo-o.
- Q-qu...?! - As palavras saltariam desesperadas de seus lábios. Seus olhos arregalariam-se ao ver a criatura portadora de tal voz macabra, e seus primeiros pensamentos seriam relacionados ao sexo daquela criatura.

- Enfim, você quer respostas, eu tenho elas, mas primeiro me conte uma piada, se eu gostar tirarei suas duvidas! - "O Usuário do caderno será visitado por um shinigami... Esse é... Shi... Ni... Ga... Mi...?"
Procurava se acalmar e lidar com a situação. Não era uma garota que costumava agir de forma precipitada. Tinha aprendido a analisar as coisas através do tempo que tivera cuidando de alguns crimes cometidos por homens em toda a cidade, era uma boa detetive, afinal de contas. - Shinigami-san? - Sua voz vacilaria, e com cuidado tentaria pôr-se novamente por sobre a cama, sentando-se de joelhos, frente à criatura. "Ele não é um homem, certo? É um Deus, hahaha... Em que mundo um >homem< teria tanto poder?", pensava, porém lembrava de todos aqueles políticos e presidentes, que tinham realmente bastante poder, apesar de não ser comparável aos dos shinigamis. - Você não é um homem, é? - Perguntaria, ignorando a petição que seria feita pela criatura e não contando qualquer piada. - Êtô... Ware wa... Tenshigane Hana. E eu não conheço nenhuma piada boa. Perdoe-me, Kami-sama.

Ignoraria qualquer coisa que ele viesse a dizer posteriormente, lançando-lhe uma pergunta definitiva, que talvez nem precisasse ser respondida pela criatura, já que sua por si só já se levava a encantar-se numa resposta convincente. - Esse caderno... - Colocaria-se de pé, erguendo-se da cama. Daria uma breve espiada no relógio em seu pulso, procurando se situar no horário atual para saber de suas próximas necessidades. Colocaria o caderno em sua bolsa de passeios habitual, juntamente de sua caneta, a pistola e suas munições, as quais utilizava durante seu trabalho investigativo. -... Realmente... Funciona? - Pegaria a bolsa, pondo-a através de seu pescoço - à seu ombro - e deixando-a repousar ao lado de sua cintura. Encaminharia-se à porta, e em seguida, sairia de seu quarto, e por fim de sua casa, lembrando de trancá-la. Sem demora, dirigiria-se ao ponto de ônibus que ficasse mais perto, precisava, pelo visto, manter-se de olho nos acontecimentos fora de seu mundo, e, ainda assim, manter-se ativa na sua profissão. Ali se encaminharia mais um dia.







____________________________________________________



Falas da Mao
Falas da Aggy
Falas de Players Aliados
Falas de NPCs Aliados
Falas de Inimigos




RIP:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: {FanRPG} Death Note: Reencarnação   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
{FanRPG} Death Note: Reencarnação
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» GOD´s NOT DEAD

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A Grande era dos Piratas :: Off - Game :: Area Livre-
Ir para: