A Grande era dos Piratas



 
FAQCalendárioInícioBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [SUGESTÃO] Cores de Texto
por GM.Furry Men Ter 12 Dez - 12:23

» [M.E.P] Maahes
por Agnes Ikov Seg 11 Dez - 0:20

» [M.E.P] Chinatsu
por Agnes Ikov Dom 10 Dez - 21:55

» [M.E.P] TheGamerBr
por Agnes Ikov Dom 10 Dez - 21:53

» M.E.P - Black
por Agnes Ikov Dom 10 Dez - 16:26

» Convocação Pirata East blue
por Alencar Qui 7 Dez - 18:15

» MEP - Vegetor
por GM.Mephisto Qui 7 Dez - 17:59

» Ausência
por Zuzu Hijra Qui 7 Dez - 15:25

» [M.E.P] Primo Ryu
por GM.Mephisto Qui 7 Dez - 1:21

» [M.E.P.] flmdrs13
por Jinne Qui 7 Dez - 0:29

» [M.E.P.] Gamby-Chan
por Jinne Qui 7 Dez - 0:27

» [M.E.P] Ruko
por Jinne Ter 5 Dez - 9:52

» Apresentando
por Vincent Arkaryas Ter 5 Dez - 4:53

» Área /troll do Tsuru e do MUNDO ! \o/ .. By Rigel, no reclamations!
por Sylvanas Seg 4 Dez - 18:18

» [M.E.P] Gallore Strange
por GM.Mephisto Dom 3 Dez - 11:15

» [M.E.P] Yumeko Menma
por Yumeko Menma Dom 3 Dez - 1:10

» [M.E.P.] - Lucius
por Jinne Sab 2 Dez - 8:11

» [M.E.P.] - Fanalis Ria
por Jinne Sex 1 Dez - 16:45

» [M.E.P.] - Yuji
por GM.Kerigus Qua 29 Nov - 18:40

» [M.E.P.] - DK
por GM.Kerigus Qua 29 Nov - 18:38

Facebook

------------
- NOSSO BANNER-

------------

Naruto AkatsukiPokémon Mythology RPG


http://www.heroisdoolimporpg.com/


Compartilhe | 
 

 Aventura off - A marinha

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
vini mac
Civil
Civil
avatar

Créditos : Zero
Warn :
Data de inscrição : 08/06/2013

MensagemAssunto: Aventura off - A marinha   Sab 29 Jun - 18:36

~Aventura Off - A marinha~

-> Aqui ocorrerá a Aventura Off dos Menbros Kiraaisu, Kaminari e Houshigui. Na qual eu mesmo narrarei

-> Assim seguirá a ordem dos posts

~ Kiraaisu (Sul da ilha)
~ Houshigui (Suldoeste da ilha)
~ Diego Kaminari (Sudeste da ilha)
~ Narrador

-> Após uma tempestade que ocorrerá a uma noite de lua-cheia alguns botes e barcos chegavam em uma ilha, podemos dizer ser habitada, mas desconhecida, cujo quase ninguém ouvira falar. A ilha possui uma floresta intensa em uma meia parte esquerda, o resto da ilha e dominado por uma praia que percorre toda a volta da ilha, possui um qg da marinha perto da floresta meio que em seu norte da ilha, e o resto desta mesma é percorrida por casas, a leste uma taberna e sul uma igreja perto de uma pousada.

-> Todos começaram com armas de seu respectivo estilo de combate (EDC)

-> Está ilha desconhecida é da marinha e comandada por um tenente lv 2 que arranja briga com todos que o provoquem. (o mesmo possui um pelotão de 40 marinheiros que percorrem toda a ilha)

____________________________________________________



Narração :study:
Spoiler:
 
 ~Pensamentos~
 ~Técnicas~


Última edição por 白ひげ em Sab 29 Jun - 20:21, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kiraaisu
Civil
Civil
avatar

Créditos : Zero
Warn :
Data de inscrição : 26/06/2013

MensagemAssunto: Re: Aventura off - A marinha   Sab 29 Jun - 20:07

O inicio - A chegada de um verdadeiro espadachim


~FlashBack
Ventos vindos do sul do oceano começavam a soprar contra um pequeno bote que em mesmo tempo era violentado pelas águas cuja tentara o derrubar. O tal bote que carregava um ser não tão familiar tentava chegar a praia que avistara, um pouco longe talvez, mas era a única solução, mesmo com atos desnecessários era preciso ser feitos para que pudesse haver o máximo de chances de chegar a tal local. Horas se passavam e ao fim do dia, logo ao por-do-sol que finalmente aparecera pelas brechas que as nuvens acabaram de dar, a chuva parava os ventos ainda sopravam mais como uma leve brisa, e as águas começavam a passar


~Vuuuoooooooooooooi, finalmente cheguei nesta ilha, pensei que iria morrer no mar~ A animação do jovem de cabelos brancos já não poderia mais se esconder, a emoção de chegar vivo em uma ilha após uma horrível tempestade, até mesmo o garoto denominado Kiraaisu não poderia parar de lembrar do que acabara de acontecer com o mesmo em seu "momento de crise". Passos seriam dados junto ao arrastar de um bote cujo não poderia voltar com a maré, o jovem em mente parecia ter planos para o mesmo, e é isso que faria, em poucos estantes embanhava sua espada do lado direito de sua cintura ajeitava suas roupas mesmo molhadas e começara a quebrar o que poderia se dizer os bancos do "pequeno barco", aquilo após encher-se de folhas seria um ótimo abrigo nem que por uma noite, já que navegar com o mesmo seria impossível pelos danos já causados, tendo sorte por chegar a ilha. Logo após o jovem começará a pensar em voz alta ~Hmm ... eu preciso de comida mas não encontrarei aqui, vou procurar na floresta algumas frutas ou um animal para caçar se encontrar um é claro, mas emfim ainda há esperanças posso pensar em várias possibilidades, e preciso pegar folhas para meu suposto "abrigo" hahaha, em fim, preciso me apressar a noite já está a chegar em estantes~ Novamente começaria a caminhada, desta vez em direção a floresta á noroeste.
Assim começaria a aventura deste jovem na ilha

____________________________________________________

Sign :nak:



Narração :prt:
Spoiler:
 


Última edição por Kiraaisu em Dom 30 Jun - 3:28, editado 5 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Askins
Civil
Civil
avatar

Créditos : Zero
Warn :
Data de inscrição : 28/06/2013

MensagemAssunto: Re: Aventura off - A marinha   Dom 30 Jun - 3:10

Beggins of the Beggning - The Island



Houshigui acordou tonto e encharcado. Tremia de frio e sua visão estava embaçada. Dores estavam espalhadas por todo seu corpo, e o cheiro da areia lamacenta a inundada impregnava seu nariz. Ou talvez fosse seu próprio cheiro devido à mistura da água do mar com a chuva? Provavelmente ambos.

Tateou assustado a cintura. Sorte, estavam ali. Suas companheiras, um par de Tonfas de metal. Armas inúteis para a maioria das pessoas, mas por um longo tempo, suas únicas amigas de verdade.

Ergueu-se vagarosamente, inspirando te forma profunda e limpa ao estar completamente em pé. O peito estufado e a cabeça erguida, fizeram-no recuperar o comportamento usual - mesmo que seguisse com algumas dores incômodas e um certo frio devido às roupas molhadas.

Seguiu, então, calmamente à mata ciliar que bordeava as praias daquela ilha - bem, ele pelo menos julgava que fosse uma ilha - em busca de algo que pudesse usar como abrigo para o caso de as tempestades retornarem.

Tempestades. Esse era o motivo por Houshigui estar aqui. A esta hora, ele já deveria estar em Winds Mial, um pequeno vilarejo pacato do East Blue, não fossem as malditas contradições do tempo que engoliram sua embarcação na calada da noite. Suas memórias ainda eram muito difusas à respeito do ocorrido. Ele só sabia com certeza que o navio naufragara, e que acabara engolindo muito água do mar - o sabor salgado e repugnante ainda impregnava-lhe a língua. Ademais, tudo eram turbilhões em ondas, golfadas de ar desesperadas, e uma velha prancha de madeira oriunda do casco, na qual seu casaco casualmente havia se prendido. Fora isso, sua memória mais recente era de estar abrindo os olhos sob um sol já alto, talvez meio dia e um quarto, ou um quarto para o meio dia? Sua noção de direção ainda estava um pouco abalada para decidir onde era o leste ou o oeste.

Adentrou a pequena mata, ainda com os pensamentos confusos. Achou por bem se escorar na primeira árvore de porte médio que encontrou, não muito distante das bordas da floresta que davam para a praia. Deixou-se sentar ali para pôr os pensamentos em ordem. Algumas coisas eram certas: Ele estivera inconsciente por mais de 12 horas, e não fora molestado de nenhum de seus bens, havia uma boa probabilidade de a ilha ser desabitada; suas tonfas haviam sobrevivido ao naufrágio, então, pelo menos, não estava indefeso; infelizmente, tudo além disso que ele possuía eram as roupas do corpo, um casaco que ele usava quase como uma capa, jogado sobre os ombros (já um pouco rasgado), calças simples de tecido e uma camisa branca totalmente colada ao seu peito; completamente molhado. Nada mais do que isso para sobreviver na mata.

-Yoush, poderia ser pior - sussurrou consigo mesmo, enquanto empunhava ambas as tonfas - acho melhor pensar em quanto tento caçar alguma coisa, não é possível que não haja algum animal comestível por aqui...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Diego Kaminari
Pirata
Pirata
avatar

Créditos : Zero
Warn :
Masculino Data de inscrição : 21/06/2013
Idade : 22

MensagemAssunto: Re: Aventura off - A marinha   Seg 1 Jul - 0:08

Uma grande tripulação pirata e seu cartaz de recompensa se espalhando por todo o mundo, inspirando novas gerações gerando tanto admiração quanto temor à figura que Diego se tornara, ao seu lado uma linda garota ruiva com silhuetas formosas, o rosto da linda jovem se aproxima, contudo neste momento tão esperado... Diego acorda!

Diego encontrava-se agora deitado na areia úmida e fétida com seu barco completamente danificado o cobrindo, Diego abre seus olhos lentamente, o mesmo por um momento começou a arder levemente, talvez por causa da maresia ou mesmo por causa a água do mar, o que lhe levava a conclusão que enquanto dormia o jovem pirata pegou uma tempestade que eventualmente virou o seu barco jogando a alto mar tudo que havia dentro nele incluindo Diego que incrivelmente dormiu por todo o acontecido. Seus olhos logo melhoraram e logo a principio Diego pode ver um caranguejo o encarando, logo Diego com o susto se levanta arremessando a vários metros o resto do barco que restara apos o forte tempestade.


Haaa!!! Minha bela garota se tornou um caranguejo!!! - Diego então ao se acalmar acaba que rir da situação e se espreguiçando fala pra si mesmo! - Parece com uma tempestade me pegou de jeito enquanto dormir... Onde será que estou? - Diego olha em volta e observa que estaria em uma ilha com uma vegetação bem diversificada, o cheiro de peixe misturado ao composto de água da chuva com a do mar não era nada agradável fazendo até mesmo os olhos de pessoas desprevenidas a arder. Aparentemente a ilha não era habitada, pois o único sinal de vida humana daquela região era as partes de possíveis navios que foram, como o jovem, vitimas de tempestades. - Humm!!!!! Minha espa.....!!!!!! - Se espanta ao lembrar-se de sua amada espada mais logo relaxa ao perceber que a mesma estava guardada em segurança em suas costas! Ufff!!!! Mais voltando ao que e importante julgando que umas árvores têm mais frutos que outras ao seu redor e que não ha muitos frutos ao chão é bem possível que exista animais nessa ilha! Quando eu  encontrar meu alimento me preocupo com as outras coisas!

Diego teria que agir rápido já que o sol desaparecia no horizonte deixando o céu que antes azul se modificasse a um tom alaranjado, um lindo show, mas o que vinha a seguir era a noite, o frio e a mare alta! Portanto Diego apreciaria a paisagem apos ter alimento e abrigo! Diego pretendia cortar um tronco de arvore para fazer um simples abrigo de madeira fresca já que as tabuas disponíveis na praia estavam apodrecendo devido a exposição a água e sol, era algo simples apenas para protege-lo da mare alta e com um suporte feitos de pequenos galhos para segurar folhas que o cobririam durante a noite!


Yoshi! VAMOS LÁ!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
vini mac
Civil
Civil
avatar

Créditos : Zero
Warn :
Data de inscrição : 08/06/2013

MensagemAssunto: Re: Aventura off - A marinha   Seg 1 Jul - 18:35

Kiraaisu


O FlashBack do jovem passará e finalmente voltara a realidade, o céu já escurecendo, e a brisa reluzente ao por do sol.

~Vuuuoooooooooooooi, finalmente cheguei nesta ilha, pensei que iria morrer no mar~ Gritava o jovem

A animação de tal era incontrolavel, a emoção incondicional, após a tempestade era a unica coisa que poderia sentir. Mas a final, sua unica solução seria ir para a floresta após fazer um pequeno projeto de cama, o qual também seria necessário folhas, então o seu caminho seria obrigatório.

Ao adentrar a floresta, Kiraaisu imediatamente fora atrás de folhas, pegou um bocodo o tanto que coube em seus braços o que parecia estar bom. Após a catação poderia se ver uma sombra, rosnados seriam ouvidos, e apenas um pedaço da imagem do mesmo apareceria ao lado de uma das arvores, sim era um leão, um grande leão com uma cicatriz um um dos olhos, em uma das orelhas faltava um pedaço que pareceria ter sido comido, e no corpo um arranhão parecido ter feito por outro leão. Este mesmo sendo loiro, lindo teria que dizer, mas poderia ser um tipo de líder, e não poderia se dizer qu o jovem venceria a luta, mais cabe a ele decidir o que fazer !


Houshigui


Um jovem denominado houshigui acordou tonto e encharcado no suldoeste da ilha. Tremia de frio e sua visão estava embaçada. Dores estavam espalhadas por todo seu corpo, e o cheiro da areia lamacenta a inundada impregnava seu nariz

Com medo de sua arma não estar consigo tateou sua cintura, mas por sorte anda estavam ali, ergueu-se então vagarosamente, inspirando de forma profunda e limpa ao estar completamente em pé

Logo seguiu calmamente à mata ciliar que bordeava as praias daquela ilha em busca de algo que pudesse usar como abrigo para o caso de as tempestades retornarem já que o mesmo viera  por causa de tais, sem esquecer de comida

Após adentrar a tal mata, pode ouvir sons de galhos se mexendo e folhas sendo soltas de arvores, tal poderia temer que fosse alguém a mais nesta ilha, um animal seria fora de questão para fazer tal, apesar de também ouvir um tipo de rosnado, mais o que seria ? ... és o que o jovem tem a descobrir


Kaminari

Após a tempestade, já poderiamos ver o céu novamente enquanto o sol se escondia e a brisa reluzia ao a luz que sobrara, uma vista incrivel devo dizer, mas o que agora importava era um jovem que estava no chão juntamente com os destroços do bote o qual viajava. Diego abria os olhos lentamente enquanto uma breve memória passaria em sua mente, ele lembrara que ao chegar perto da ilha seu vote virou e vou levado para perto de pedras as que estavam perto da areia cujo estava deitado em cima. Sentia um ardor mas o passava rapidamente, talvez isto tenha sido causado pela água salgada do mar, mas ao poder enxergar o melhor possível naquele estado avisou um caranguejo que o encarava, fazendo-o se assustar e jogar algumas partes do bote quebrado para o lado

Diego olha em volta e observou que estaria em uma ilha com uma vegetação bem diversificada, o cheiro de peixe misturado ao composto de água da chuva com a do mar não era nada agradável, fazendo-o até esquecer de sua espada que por sinal estava em suas costas ainda.

~Ufff!!!! Mais voltando ao que e importante julgando que umas árvores têm mais frutos que outras ao seu redor e que não ha muitos frutos ao chão é bem possível que exista animais nessa ilha! Quando eu  encontrar meu alimento me preocupo com as outras coisas!~ Pensara consigo enquanto caminhava diretamente a floresta

Ao adentrar a tal floresta, mesmo com uma caminhada longa até a mesma, já cansado, mas precisaa do abrigo, já era tarde, a som de rosnares e apenas um uivo, um uivo muito alto para os ouvidos do mesmo. Caminhando um pouco mais decidindo qual arvore escolheria viu uma já derrubada, seria perfeito, o que precisaria era apenas ajeita-la e buscar algumas frutas caçar nesta noite seria muito mais perigoso do que ele poderia prever, mas ali ele teria de tomar sua decisão

[PS: Não citei o seu sonho, mas não quer dizer que não tenha sonhado, e uma dica em sonhos ou flashback, marque algum tipo de cor para uma melhor indicação do mesmo, assim ficará mais fácil para o narrador


Tenente

~Tenente senhor ! após a tempestade alguns civis viram supostos miliantes a beira-mar~ Dizia um dos marinheiros da ilha a um suposto tenente que dominava a ilha desconhecida

Um olhar fixante de terror era dirigido para o soldado marinheiro, tal já deveria estar acostumado, pois com certeza era um olhar de um demônio. O Tenente perfeccionista, este era o sua fama na ilha, certamente não gostava de miliantes muito menos de piratas, e ao ouvir estas simples palavras ficava como um demônio e não diferente assim o mesmo ficou, suas pernas cruzada, sua mão em uma perna e a outra indo a seu cabelo para que pudesse retira-lo de frente de seus olhos

~Arrume o pelotão mande bebês deden mushi para todos os grupos, diga para irem em 5 em cinco para todos os lados a ilha, para Norte, noroeste, oste, suldoeste e assim por diante. Mexa-se logo e de-lhes a ordem de exterminar qualquer um miliante que acabara de chegar na ilha, já estou indo para dar melhores ordem, irei para o centro~

Assim disse e assim foi feito a ordem do tenente enquanto pelotões seriam ouvidos movendo-se rapidamente a fim de completarem a "missão". Levantava o tal ser perfeccionista, com suas roupas bem arrumadas, seus 2 metros e 85 kg bem distribuidos pelo corpo, um cabelo longo reluzente e loiro, e um casaco que usava sobre os ombros, abrira uma gaveta e pegara sua pistola cujo o mesmo colocara em sua cintura, uma soqueira que estia e um cigarro que acendia com um esqueiro em seu bolso, guardara novamente o esqueiro após acender o que queria, e jogava seu casco para trás em um tom de arrogancia mas sem o tira-lo do corpo, jogava o cabelo para trás e caberia a ele demonstrar sua fama de tenente com apenas 22 anos chegando a praticamente a patente de capitão

____________________________________________________



Narração :study:
Spoiler:
 
 ~Pensamentos~
 ~Técnicas~


Última edição por 白ひげ em Qua 3 Jul - 20:07, editado 4 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kiraaisu
Civil
Civil
avatar

Créditos : Zero
Warn :
Data de inscrição : 26/06/2013

MensagemAssunto: Re: Aventura off - A marinha   Seg 1 Jul - 21:01

Capitulo 2 - O leão Loiro

Logo após catar as folhas kiraaisu ouvira sons, um som inquietante, um rosnado, talvez um rugido, difícil definir, mas o que importava era a imagem que apareceria diante a arvore, um leão, com toda certeza guerreiro, era loiro com cicatrizes, realmente belo e feroz ao mesmo tempo. Ali estava sua caça, que vinha diretamente a ele

O jovem largava as folhas no chão ameaçando o leão ao mesmo tempo, em segundos tentava sacar sua espada. Se o animal viesse em sua direção e fosse diretamente com uma mordida o jovem empunharia sua katana, apontando a ponta da espada para o leão e segurando com a mão direita junto com a esquerda que seria a principal mão para dar-se mais apoio ao ataque, em passos longos avançaria o mais rápido possível e miraria no céu da boca do bixo e perfurando sua cabeça de dentro para fora

Se o Leão viesse atacar usando suas patas o jovem avançaria alguns passos, se ajoelharia colocaria a espada em horizontal com o fio virado para cima apontando para a pata do animal e segurando com a mão direita a parte de trás da espada dando se mais apoio e firmeza, assim que o leão abaixasse sua pata e as cortasse no fio da katana, kiraaisu pularia para o lado escorregando a espada e cortando ainda mais fundo a pata do animal, em seguida giraria a espada fazendo com que o dedão alcançasse o fim da espada, e a ponta passasse de seu cotovelo, em direção para o pescoço do animal, ou para a sua cabeça ao torso perfuraria sem piedade

Caso isto não desse certo, ficaria em uma posição defensiva girando 45° para a esquerda, fazendo assim a espada sua melhor e única alternativa tentando defender o máximo de golpes possíveis, sua mão direita ficaria na frente dando uma melhor direção ao golpe, protegendo de golpes básicos e tirando alguns tipos de "obstáculos" da frente para um melhor ataque. O jovem ficaria pulando algumas vezes como um boxeador fazendo com que pulos e fintas ficassem mais eficientes e mais rápidos, alguns passos seriam em falso tentando enganar o animal irracional que pensaria apenas em atacar assim com maior chances de enganar o animal. Kiraaisu tentaria se concentrar o máximo possível, assim tentando prever os movimentos do "oponente" cada coisa que o fizera para tentar uma defesa e uma esquiva mais eficiente

Os ataques ficariam por conta de brechas, cada ataque cuidado sem deixar a guarda aberta apenas em alguns, tentaria se mover rápido e aproveita-las ao máximo. Seu objetivo seria acertar um golpe fatal, por isto motivo uma brecha em seu pescoço resultaria em uma possível perda para o animal, pois o jovem tentaria fazer como um grande guerreiro [aquiles, quando pula e tenta acertar o pescoço do adversário]

Se o leão não atacasse, kiraaisu seria obrigado a ir para cima e fingir um ataque fazendo-o mover-se assim o jovem poderia tentar usar uma de suas estratégias anteriores, se ainda não se movesse, seria obrigado a matar o leão sem dó pois sua fome era alta

Ao ouvir alguns passos na mata poderia saber que há alguém junto com ele, e talvez esteja caçando o leão também, e se fosse realmente isto faria um ataque conjunto e dividindo a carne do leão, e a pele/pelo para um casaco

____________________________________________________

Sign :nak:



Narração :prt:
Spoiler:
 


Última edição por Kiraaisu em Qua 3 Jul - 19:32, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Askins
Civil
Civil
avatar

Créditos : Zero
Warn :
Data de inscrição : 28/06/2013

MensagemAssunto: Re: Aventura off - A marinha   Ter 2 Jul - 18:30

The Hunter and His Prey


O jovem Houshigui resolveu se aproximar dos sons estranhos que escutava, enveredando cada vez mais fundo na floresta. Parecia que alguém estava podando as folhas da floresta para algum fim. Decidiu, pois, se aproximar lentamente, sempre com cautela. Floresta não costumam ser locais acolhedores, teria de ir com calma.

A medida que caminhava em direção aos sons, outro som começou a intriga-lo, mas não deu-lhe importância, e manteve-se em seu curso. Enquanto avançava e o som da "colheita" se tornava mais nítido a cada passo. Entrou em posição de guarda com suas amadas armas, avançando agora mais devagar, pronto a entrar em combate a qualquer momento, devido a imprevisibilidade da situação.

Posição de Guarda é mais ou menos assim:
 

Então a situação mudou repentinamente de panorama. Mais alto que qualquer outro som, um rugido se ergue na mata. Houshigui voltou-se na direção de tal estrondo. Ficou receoso se se mover naquela direção, e abandonar a trilha de sons deixado pela "colheita". Mas tão logo o som do rugido deixou o ar, o da colheita não mais existia.

Houshigui só pode aceitar para si que o animal, fosse ele qual fosse, que havia emitido aquele audível rugido havia encontrado quem estivera coletando folhas.

"Estou com sorte, imagino, se ambos estão na mesma direção, poderei garantir a janta ao mesmo tempo que descubro o que era isso movendo folhas a esta hora..." pensava ele enquanto partia na direção do som.

Não poderia negar a certa surpresa quando viu a cena. De seu ângulo podia ver um jovem com a mão próxima ao que ele poderia jurar ser o punho de uma espada embainhada, frente-a-frente com um enorme Leão. O animal tinha um aspecto tão imponente que fez o espírito de Houshigui gritar de excitação.

Aproveitou que ambos, Leão e espadachim estavam concentrados de mais um no outro, e começou a bordear a pequena clareira onde ambos se encontravam. Não ousou correr, movendo-se da maneira mais furtiva que conseguia para poder se aproximar do leão.

Caso antes disso o animal saltasse no espadachim, ele não se conteria, e saltaria contra o animal tão logo ele terminasse o primeiro choque com o espadachim, aproveitando sua guarda aberta para aplicar um rápido e forte golpe vertical com a tonfa direita, enquanto manteria a esquerda próxima ao corpo, para defender-se das mandíbulas do animal caso, de alguma forma, ele conseguisse esquivar a cabeça do golpe principal do garoto. A defesa seria tentada angulando a tonfa, de modo que a ponta atingisse o céu da boca do animal, enquanto a ponta oposta pressionasse a língua, evitando assim os dentes, neste caso, se acontecesse, repetiria o golpe com a tonfa direita, desta vez contra o pescoço exposto do animal, o que muito provavelmente, de tal distância, seria fatal aos ossos de seu pescoço, em caso de sucesso. Tomaria o cuidado também de manter as pernas razoavelmente espaçadas e flexionadas, para ao menor sinal  de ataque de uma das patas.

O caso acima também valeria para o caso de o espadachim tomar a dianteira.

Caso o nenhum dos dois tomasse a inciativa, e seguissem esperando um pelo outro, Houshigui prosseguiria com sua tentativa de aproximação ágil e furtiva. Em caso de o Leão escolhê-lo por alvo, ao menor sinal da movimentação da fera, ele pararia na posição de guarda, esperando que o animal saltasse sobre si, estando com os joelhos flexionados e pernas levemente separadas, com a direita meio passo a frente da esquerda. De tal forma, quando o Leão estivesse por cair sobre si, tentaria mudar o peso do corpo para a perna direita, executando uma rotação de 90º, e baixando um forte golpe com a tonfa direita na nuca do leão, que estaria então, provavelmente com o pescoço exposto e com a guarda aberta após ter saltado sobre o jovem, e o golpe teria a ajuda da força da gravidade para ter efeito. Tendo tido ou não sucesso nisso, tentaria recompor a guarda no local em que estava, fazendo uma postura praticamente idêntica a anterior; caso o leão tenha sido atingido, e demonstre alguma reação mais lenta, houshigui tentaria liquidá-lo com um último golpe de sua tonfa, quando este estivesse se virando para ele, utilizando a esquerda para isso, mas cuidando para organizar seu jogo de pés de forma a poder esquivar de uma eventual patada. Em caso de o ataque não ter funcionado por alguma outra razão, Houshigui conservaria sua posição defensiva, pronto a tentar bloquear e/ou esquivar da maneira que fosse possível.

Caso ainda, o leão viesse sobre si, mas exitasse em atacar, então seria o jovem que teria de tomar a iniciativa, e faria isso tentando enganar a besta. Como um animal, possivelmente não seria tão inteligente quanto o rapaz, que fervia de excitação por enfrentar tal fera. Ele avançaria fazendo uma finta para esquerda, mas mudando rapidamente de direção no último instante, sempre em posição de guarda, esperando que o leão caísse no truque, e tentasse abocanhá-lo, expondo o flanco oposto onde, então, caso possível, houshigui aplicaria um forte golpe com a tonfa direita, como se fosse uma cotovelada, só que com a tonfa ocupando todo seu ante braço, contra a lateral da cabeça do leão, o que poderia virtualmente nocauteá-lo, tomando o cuidado de manter as pernas em posição favorável a uma esquiva, e a tonfa esquerda protegendo o centro de seu corpo, para eventuais bloqueios. Caso o felino não caísse na finta, Houshigui começaria a tentar circulá-lo, mantendo sempre uma distância relativamente segura, na qual poderia ser possível esquivar caso o leão pulasse nele, e utilizar a estratégia já descrita para este fim neste tipo de situação, ou procurando uma brecha para emendar a finta novamente, utilizando a sequência de táticas já descrita acima.

____________________________________________________


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Diego Kaminari
Pirata
Pirata
avatar

Créditos : Zero
Warn :
Masculino Data de inscrição : 21/06/2013
Idade : 22

MensagemAssunto: Re: Aventura off - A marinha   Qui 4 Jul - 1:29


O Contemplo da Batalha!



   Diego anda pela floresta em busca de alimento, olha as variadas arvores com sua imponente altura e seus largos troncos, ao mesmo tempo em que mantem sua percepção bem ativa, afinal estaria ela em uma floresta tropical e completamente selvagem a primeira vista, quando mais andava menos dava para sentir o odor que sentira na praia e juntamente a escuridão mais aumentava, Diego fala baixo consigo mesmo.

   - O que vou comer hoje? Poderia ser uma caça, um animal selvagem na qual abatido do jeito certo daria um ótimo assado ou mesmo se eu encontrasse frutas daria uma ótima salada tropical mais o melhor seria encontrar os dois, pois faria um completo ensopado. - O jovem pronuncia as palavras cada vez mais desejando o que fala até que avista um de seus tão apetecidos ingredientes!

    Era um pé de maças e como que uma benção de Deus mais adiante havia um pé de laranja. Havia vários dos frutos jugados ao chão, contudo esses não são os que são realmente bons para comer, logo o jovem com sua amada espada em mãos corta vários galhos finos que sustentavam várias das frutas maduras, a intenção era não somente obter as frutas, todavia também obter os pequenos galhos para então acender uma fogueira, este seria matar dois coelhos com uma cajadada só! Por fim apos seu esforço utilizou do caule das grandes folhas similares a palmeiras para amarrar os gravetos agora quebrados igualmente um ao outro, a para as frutas Diego usou das mesmas folhas e caules, para fazer medias cestas que por sinal eram firmes o suficientes para suportar o peso das frutas depois de cheia de frutas era possível amarrar a pontas e seguras por um caule reforçado!

    Diego acabara de voltar a caminhar agora em buscas de uma caça, sua espada permanecia em suas costas, os dois cestos eram carregados pelos seus caules reforçados e Diego utilizara de seu ombro direito para distribuir o peso pelo corpo, já o feixe era carregado no seu ombro esquerdo com auxilio de seu braço respectivo. Tudo ia bem até que um grande rugido o aturdiu, o jovem sabia que estará perto devido à intensidade do som, logo decidiu checar.

    Ao chegar ao local cuidadosamente como de costume, Diego pode ver um rapaz com uma katana prestes a batalhar com um leão e mais adiante outro jovem que pelo que aparentava se preparava para atacar o leão juntamente com espadachim, logo Diego colocar o pesa ao chão e encostado em uma arvore privilegia a batalha em quanto dizia para si mesmo com o seu característico sorriso de canto!  

Parece que irei privilegiar uma batalha aqui! Húm!!! Façam suas apostas!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
vini mac
Civil
Civil
avatar

Créditos : Zero
Warn :
Data de inscrição : 08/06/2013

MensagemAssunto: Re: Aventura off - A marinha   Qui 4 Jul - 20:13

Floresta - Parte 1


Frente a frente estava um jovem espadachim e um leão loiro, os olhos fixados um no do outro. Um movimento feroz do leão, provavelmente faminto por atacar tão diretamente, o animal se apoiava em suas duas patas traseiras enquanto se levantava alguns centímetros do chão e com as dianteiras atacava o espadachim que vinha em uma investida. Kiraaisu então se ajoelhara, levara sua katana em horizontal a cima de sua cabeça direcionando o fio para a pata do leão, esperando o movimento do bixo, defendendo-se ao mesmo tempo que cortara o animal. O movimento do espadachim fora certo, e o leão havia se machucado, mas também retrucara com uma mordida. Nas sombras um homem que correra ao confronto do animal também, seus pensamentos seriam atacar o animal antes de seu primeiro choque com Kiraaisu, mas não chegara tarde, mesmo querendo enfrentar o leão cara a cara, pode provar o que seria um golpe certeiro na lateral da cabeça do animal, fazendo-o sair de cima do espadachim e por segundos tontear. O jovem da katana estava realmente grato, mas não poderia agradecer até acabar com o enorme leão, assim correndo ao encontro do animal, dando um pequeno pulo e perfurando o pescoço do animal - como kiraaisu disse um ataque igual o de aquiles, o qual apareceu em um filme - enquanto o mesmo estava tonto por causa do golpe de houshigui. O animal não poderia evitar este ataque em sua guarda baixa, já estava tudo acabado um ataque deste em seu pescoço é o mesmo que a morte, a unica coisa que restara era o cadáver

O cheiro do cadáver subia e ficava cada vez mais intenso, e outro animal aparecera, desta vez em surpresa, sendo o animal um lobo rápido em médio tamanho que se escondia em sombras de mesma cor que seu pelo, e só aparecera ao reflexo da lua


Kaminari

Adentrando a floresta Diego avistara uma maceira, pegara seus frutos e seguira adiante a uma laranjeira, pegaria sua espada e cortara galhos para aproveitar os frutos bons e a madeira para uma outra atividade futura, com as folhas e caules fizera uma cesta para guardar os frutos, e estaria pronto para seguir novamente

Ao caminhar Kaminari ouvira rosnados, um uivo e alguns rugidos, a cada passo o som era mais alto e vibrante, mais denso e mais alto, até que em fim conseguira ver uma imagem, lá uma batalha que começava, um jovem também a espreita esperando o ataque, a visão dos dois jovens batalhando contra um belo leão fizera seus olhos brilharem, mesmo sendo rápida a luta pode ver cada detalhe de perto, até que aparecera um outro animal, um lobo já descrito dependendo do jovem com a montante decidir o que fazer, já que os outros estavam distraídos


Formação de massacre - Parte 1


A formação estava pronta, ao movimento dos grupos ouvia-se o barulho a marcha, atentos os soldados a cada movimento feito. Um denden-mushi bebê para cada grupo fora dado para que alertasse o outro em sinal de algo estranho. Os civis que estavam em tabernas, lojas ou outro tipo de comércio livre, foram obrigados a voltarem para o seu estabelecimento

Uma brisa se voltava do leste ao oeste fazendo com que o casaco nos ombros de um jovem que acabara de chegar no centro da ilha. Suas vestes não de um marinheiro, mas já descritas em outro momento, Rigoroso e perfeccionista, mas não vestira a roupa da marinha, talvez por não gostar das mesmas, mesmo sendo um tenente

~Moshi-moshi ... entendo ... adentre a floresta e mande um membro de cada grupo para verifica-la, os outros quatro que sobrarem dos grupos se separem em alguns bons metros e se camuflem nas arvores atentos a saída e som destes meliantes, caso os encontrem executem-os. Avise para o grupo leste, noroeste e suldoeste~

Uma ligação de um dos soldados, que falara haver algo de errado dentro da floresta, com a ordem do tenente para uma pequena aproximação da floresta e cercando alguns metros da mesma, deixando 3 soldados verificarem as florestas, e a cada passo de marcha que os davam podia-se escutar a kilometros até mesmo dentro da floresta, e os gritos de ordem que o líder de cada grupo dava

Marinheiros na floresta:
-> Kuroi - Espadachim [usuário de nittoryu] - Distraído - Audição aguçada
* Habilidade especial: Envenena a espada com um liquido estranho, que se tocado na pele de alguém o atingido ficará imóvel
+ Restrição: A agilidade diminui em 50% com medo do veneno respingar em sua própria pele
-> Renso - Atirador - Código do caçador - Visão aguçada
* Habilidade especial: Usa uma bala especial de calor, cujo a 30 cm pode-se sentir a queimação
 + Restrição: a queimação só dura a no máximo 7 metros de distância
-> Ryo - Lutador - Fobia de sangue - Aceleração
* Habilidade especial: Carrega um soco poderoso que pode destruir um arvore
 + Restrição: demora 1 post para carregar

____________________________________________________



Narração :study:
Spoiler:
 
 ~Pensamentos~
 ~Técnicas~
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kiraaisu
Civil
Civil
avatar

Créditos : Zero
Warn :
Data de inscrição : 26/06/2013

MensagemAssunto: Re: Aventura off - A marinha   Sex 5 Jul - 20:48

Capítulo 3 - A floresta I


Kiraaisu agradecera o outro jovem em sua frente logo após o abate do leão, e continuara:

~Vamos dividir está carne, você participou do combate também, nada mais justo~

Esperaria então a resposta do suposto combatente e vera o que poderia fazer. Talvez pudessem fazer um casaco com a pele e o pelo do animal, cortar a carne, dividir entre os dois e acender uma fogueira, apenas para "cozinhar" a carne, come-la e se secarem logo poderiam mudar de lugar pois ouvira marchas que provavelmente seria de soldados da marinha, mas tirando os imprevistos que poderiam acontecer era isto que deveriam fazer, e assim falara o "plano" para o combatente perguntando se concordava. No entanto ao falar com o jovem Kiraaisu vira uma sombra que parecera de um cão do inferno, ele estava no ar e o jovem não poderia fazer mais nada, ele estava muito perto, á menos de um metro nem o combatente servira, pela média estatura deste animal era obrigado a levar alguns arranhões e mordidas. Só haveria uma coisa a fazer, se precisasse, tentaria pular para trás para atrasar o ataque do animal, ou até mesmo esquivando de tal e ficar em um modo de luta mesmo desajeitado com seus punhos perto de seu queixo e 45° para a esquerda, assim podendo dar ao menos um soco fraco para desviar o ataque do bixo que por uma brecha dentre as arvores a lua refletia em seus pelos e mostrava ser um lobo

____________________________________________________

Sign :nak:



Narração :prt:
Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Aventura off - A marinha   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Aventura off - A marinha
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Aventura off - A marinha
» Pokémon - Aventura nas Nuvens.
» [fanfic] A guerra do milênio - Piratas V.S. Marinha
» Discussão Novo Almirante da Marinha
» Volta com a Mini-Aventura.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A Grande era dos Piratas :: Off - Game :: Area Livre :: Convívio-
Ir para: